1. Spirit Fanfics >
  2. Titans lost generation >
  3. Torture( parte 2)

História Titans lost generation - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Estelar, considerada uma das heroínas mais sexy da dc, mas isso tudo tem um motivo, ou dois na verdade. Um é que talvez o cara que criou ela tinha acabado de sair de um site adulto com conteúdo sexual, ou o que as hqs explicam, a falta de roupa dela é para que ela absorva maior luz solar, para que assim tenha seus incríveis poderes abastecidos. Talvez seja uma característica dos tamaranianos, pois os kripitonianos também tem os poderes a base do sol e nem por isso a supergirl se veste como a estelar. Apesar de que, os kripitonianos absorvem a luz solar através de suas células , os tamaraneanos através da pele, isso de acordo com as hqs, Então, está perdoada estelar.

Brincadeiras a parte, a estelar não é apenas todas as modelos da terra em uma mulher só, ela é muito mais na verdade. Estelar é uma exímia combatente, uma grande lutadora de artes marciais não só por ter sido treinada pelo asa noturna, mas por receber treinamento de diversos povos alienígenas e ter treinado com a própria mulher Maravilha, que muitas vezes é dita como a maior combatente do universo DC.

Mas a estelar não depende apenas de seus golpes para vencer uma luta, a verdade está muito longe disso. A estelar já foi dita como o membro mais forte dos titãs, enquanto pesos pesados como moça Maravilha, Cyborg, mutano, aqualad estão carregando suas meras 300 toneladas ou 500 quando estão no auge de sua força, estelar já demonstrou poder carregar um edifício inteiro SOZINHA, sim carregar, não é empurrar para ele não cair em cima das pessoas, é carregar mesmo. E levando em consideração o tamanho dos edifícios de jump city ou as cidades em que os titãs costumam atuar, comparando com o tamanho deles e o tamanho do Empire state buildin um dos maiores prédios do mundo , os prédios são 1/4 de seu tamanho e provavelmente 1/5 de seu peso, o que dá aproximadamente 73 mil toneladas.

Ou seja, a força bruta de estelar está em níveis estelares, onde, segundo ela mesma nas hqs, ela pode perfurar estrelas com os seus golpes e destruir pequenos planetas com suas supernovas. Sim, estelar possui uma fisiologia única que lhe permite absorver energia solar através de sua pele, onde ela converte os raios ultra violeta em poderosos disparos de energia escaldante, que podem derreter aço facilmente e destruir robôs gigantes como se fossem de pano.

No decorrer das hqs, ela aprimorou suas rajadas de energia as deixando mais destrutivas, além de que, na animação dos titãs de 2003 e em algumas hqs específicas, ela já demonstrou ser capaz de disparar rajadas oculares de energia que podem chegar a ser mais mortais que suas próprias rajadas, além de que ela pode variar suas rajadas para a forma de esferas de energia, discos de energia e por um breve momento, até lâminas de energia.

Ela conta também com o kit básico dos super pesados, como super resistência, velocidade a cima da luz e super sentidos, como visão e audição aguçada( apenas 10 vezes maior que a de um humano comum, as vezes seus super sentidos são inferiores até aos sentidos aguçados de garfield).

Ela também dispõe de um ataque mortal que usa apenas em raras situações, chamado de super nova, onde ela libera uma onda de energia que arrasa com tudo em volta.

Capítulo 16 - Torture( parte 2)


Fanfic / Fanfiction Titans lost generation - Capítulo 16 - Torture( parte 2)

Garfield e slade estavam no topo de um prédio, apenas observando o movimento nas ruas, tentando prever o próximo passo do kid Flash, que recentemente havia se tornado um vilão e um pré assassino, graças ao controle mental de King.

— seguindo por aquela rua, ele provavelmente seguirá em linha reta.  — slade, o exterminador, estava tentando localizar Bart e por alguma razão misteriosa, estava ajudando os heróis. 

— é como você disse Wilson, não estamos pensando como um assassino. Pense  você, se  você quissesse causar a pior impressão do mundo dos titãs matando pessoas inocentes e nos colocando a culpa, para onde você iria? — Garfield pergunta, o que faz uma lâmpada acender na cabeça do mercenário. 

— o hospital geral de Jump city, onde estão abrigados o maior número de civis e a maioria estão em estado grave, e o lugar é recheado de câmeras, mesmo em super velocidade, seu amigo será gravado e caso ele cometa um assassinato, a imprensa e a população irão cair em cima de vocês como bombas nucleares. — slade especulou, colocando de volta a sua máscara.  — ele com certeza está perto, provavelmente o verdadeiro kid Flash está lutando contra a hipnose mágica, Então temos que ser rápidos, tem alguma  coisa rápida para voar?

— pode apostar. — Garfield esboçou um leve sorriso antes de abrir os braços e substitui-los por longas asas, seu corpo foi coberto por penas e rapidamente sua forma animal estava completa, a forma de um falcão peregrino mutante, com o tamanho 10 vezes maior que um falcão peregrino normal, para assim poder levar slade em suas costas. 

Depois de alguns minutos voando, eles avistaram o hospital e pousaram na cobertura, Garfield voltou ao normal e slade se aproximou da beira, para ter uma visão melhor.

— a julgar pelo padrão de repouso das folhas um pouco a frente do hospital, e por até agora não ouvirmos um grito de desespero, provável que ele ainda não tenha chegado. — slade concluiu.

— qual será o motivo? Ele poderia ter chegado aqui antes mesmo de começarmos a pensar onde ele estava? O que está o impedindo? — Garfield se bombardeia de perguntas. 

— provavelmente, ele mesmo. — slade tirou um pequeno disco vermelho, e do topo de um hospital de quinze andares, ele encarou o chão a frente da entrada do hospital, provavelmente prevendo por onde Bart passaria e como o mesmo passaria, para que sua estratégia desse certo, ele precisava focar, prever e raciocinar. 

— o quê você está fazendo? — Garfield pergunta. 

— uma pequena armadilha.  

— armadilha? Isso não vai machucar ele né?

— talvez... mas lembre-se, se você quer pegar um homem que pode correr acima da velocidade da luz, use obstáculos pequenos.  — o mercenário deixou o disco vermelho cair e grudar no chão, logo depois ele começou a piscar em uma luz igualmente vermelha, indicando que ele estava acionado. — vamos para o décimo andar.

— décimo andar? Porque o décimo andar? 

— por que é neste andar em que estão concentradas as vítimas em estado mais grave e alguns idosos sofrendo de velhice, se seu amigo quer destruir o que um dia vocês já representaram, o que seria pior do que matar pessoas que já estão quase para morrer com menos de 20% de salvação.

— você tem razão, mas como vamos saber se ele já entrou ou não...

FOOOOSHHHH( barulho de vento)

— ele entrou no hospital. — slade correu para a beirada, para saltar em uma árvore, se balançar e quebrar o vidro do décimo andar.

— como você sabe? — Garfield pergunta.

— sabe o disco vermelho ? Então , não está mais ali. — slade pulou.

Garfield concluiu que era um rastreador que provavelmente ficou grudado no pé do titã hipnotizado, um movimento previsível e querendo ou não, inteligente. 

Finalmente o borrão amarelo que vagou por toda a cidade quase que ao mesmo tempo, tomou forma assim que chegou no décimo andar. Seus olhos brilharam como dois faróis roxos, um sorriso sádico e doentio se formou em seu rosto, a pistola branca em sua mão começou a emitir um estranho brilho de cor branca.

— vamos senhor David, sua cirurgia está marcado para agora. — uma enfermeira dizia para o paciente sentado em uma cadeira de rodas a qual ela empurrava, mas ela foi obrigada a parar bruscamente quando encarou a figura de uniforme amarelo com relâmpago no peito, apontando uma arma para ela e para o seu paciente. — o-o que você q-quer? — ela balbuciou. 

— a vida... de vocês. — ele respondeu de forma fria carregando a arma com uma espécie de energia branca, mas segundos antes de disparar, o vidro atrás da mulher e do cadeirante quebrou e uma figura uniformizada rolou pelo chão, ficando entre kidflash e seu alvo. — você! — Bart disparou, Exterminador apenas defendeu-se com sua espada.

— você acha que pode me vencer sozinho? Sou pelo menos mil vezes mais rápido que você sem me esforçar. — ele apontou a arma novamente para o mercenário.

— eu não estou sozinho. — slade disse, poucos segundos antes de Bart ser atingido por um touro de quinhentos quilos com chifres que poderiam pesar até 80kg, um golpe que jogou Bart contra slade, o que fez o mercenário aproveitar a oportunidade e lhe desferir um soco poderoso o suficiente para joga-lo de costas contra as portas do elevador. 

— Bart, nós não queremos te machucar, por favor, pare com essa loucura.  — Garfield pediu.

— se unindo... ao nosso maior inimigo Garfield, não sabia que você podia chegar tão baixo assim. — kid Flash disparou um relâmpago de sua mão contra o metamorfo, mas o ataque foi desviado e absorvido pela espada de metal enésimo reforçada com ligas de titânio, de slade.

— fui obrigado a isso Bart, você estava prestes a fazer uma coisa que ia se arrepender pelo resto da sua longa vida, eu estou aqui para te salvar de você mesmo. — ele encarou slade. — esteja pronto. — disse o metamorfo antes de se transformar em um rinoceronte lanudo, gigante e com um chifre de dois metros, começou a correr na direção do velocista. 

Como esperado, Bart sumiu da vida do metamorfo e nocauteou slade antes que ele tivesse tempo de reação, mas novamente quando tentou atirar nas pessoas a sua frente que por alguma razão idiota ainda estavam ali, tentáculos verdes se enrolaram em seu corpo e o impediram.

— pare com isso Bart! Esse não é você e você sabe disso! — Garfield tentou lembra-lo de quem é, mas era inútil, Bart estava agindo como um zumbi assassino super veloz. 

— você não pode me segura logan, nada pode. — o corpo de Bart começou a vibrar, e já dizia as leis da física, quanto maior a vibração das moléculas, maior o valor. 

— arghhh! — Garfield gritou, obrigando a soltar o velocista pela enorme quantidade de calor que seu corpo estava emanando. — não me obrige a usar formas que nem eu conheço, por favor Bart.  

— você não pode me deter mutano, nunca pôde e nunca vai poder, agora que tal me deixar fazer o meu trabalho. — o velocista virou-se para encarar as vítimas, mas novamente antes de disparar, Garfield interferiu, mas desta vez em uma forma animal diferente.

Ao invés do velocista ser atingido por um chifre, uma garra, cauda, espinhos ou eletricidade, ele foi atingido por um Geliudadis, uma espécie de lagarto do Wild World, um lagarto que habitava as áreas mais frias do planeta, onde as temperaturas podiam ser de menos trinta graus negativos.

O lagarto medindo cerca de dois metros de comprimento, com a cauda longa e espessa, pele áspera e coberta por placas de couro que mais se assemelhavam a cascos, ele tinha um truque bem " frio" para com os oponentes. A espécie Geliudadis pode expandir seus pulmões até que eles absorvam grandes quantidades de ar, e uma vez que absorvidos, seu corpo rouba todo o calor e o espalha por todo seu ser, deixando apenas ar frio em seus pulmões, um que pode atingir entre 15 a 100 graus negativos.

Normalmente a espécie faz isso para manter seu corpo aquecido, absorvendo até as mínimas moléculas de calor. eles também  contam com um terceiro e maior pulmão no fim das costas,  para armazenar todo o ar frio absorvido para casos extremos onde a vida do animal corre risco e também como meio de caçar, então ele cospe esse ar frio em forma de rajadas concentradas de ar ou um poderoso fluxo de vento  semelhante a uma ventania, que congela tudo ao seu redor, cobrindo uma pequena aérea em densas camadas de gelo, gelo resistente e espesso, O que dificulta a fuga dos predadores ou presas.

— sinto muito Bart, mas você precisava esfriar a cabeça. — Garfield brincou, tocando no corpo completamente congelado e imóvel do amigo. Para a sorte de Garfield, assim que ele cuspiu a rajada de vento frio, a enfermaria levou o paciente novamente para o quarto, assim evitando ser atingida e ao paciente.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

do outro lado da cidade, Dick estava tendo problemas, afinal, tinha que enfrentar uma lanterna Verde.

— desista Grayson, você não pode me deter, é só um humano comum. — Alyson disparou uma rajada de energia de seu anel, que obrigou Dick a rolar para o lado direito pelo chão, assim evitando o ataque. 

— por favor Alyson, não me obrige a machucar você. — Dick tentou dialogar.

— tarde demais para isso. — ela disparou uma rajada de energia contra o titã, que para se defender, aplicou a conhecida  acrobacia "estrelinha" para o lado direito, assim desviando novamente do ataque. 

Ele sacou seus bastões elétricos, não tinha outra alternativa a não ser lutar, pois se ele não fizesse nada, Alyson provavelmente o mataria e as duas titãs apagadas também. 

— você não pode vencer Grayson, eu posso fazer qualquer coisa apenas com o pensamento, e você , o que sabe fazer? — Alyson fabricou uma armadura de guerra tecnológica em volta de seu corpo, e então disparou uma rajada de energia de seu mais recente canhão fabricado a partir de seu braço direito. 

Asa Noturna é um acrobata profissional, e com certeza tinha habilidades mais que suficiente  para desviar de tiros unidirecionais de energia. Ele correu pelo galpão, dando piruetas e pulos acrobáticos, sua única chance de desviar dos disparos da lanterna Verde, que a medida que ele desviava, mas ela ficava furiosa e disparava com mais frequência. 

— arf... arf... — Dick respirava ofegante atrás de uma coluna de sustentação, que recebia  os disparos direcionados a ele. — você me perguntou o que eu podia fazer com alguém como você não é? Sabe a diferença entre nós, meros humanos que vestimos fantasias e saímos para as ruas combater bandidos armados, e vocês super poderosos que dependem de seus super poderes para enfrentar entidades cósmicas, e que nós meros humanos, estamos acostumados com o difícil.  — Dick jogou meia dúzia de bombas de fumaça em direção a lanterna, que explodiram e levantaram uma cortina de fumaça que se espalhou por todo o galpão. 

— cof cof. — ela tossiu. — esse é seu plano? Não estou impressionada. — ela fabricou um ventilador gigante e dispersou toda a fumaça, mas ao fazer isso ela abriu uma brecha para ser atacada, e Dick não desperdiçou. 

Asa Noturna arremessou seus bastões carregados com 60 mil volts na área desprotegida do pescoço da lanterna, que recebeu o ataque e foi violentamente eletrucutada, desfazendo seus construtos e caindo de joelhos no chão. 

— por favor, eu não quero bater em uma menina.  — Dick disse observando Alyson se levantar com dificuldade e virar-se para encara-lo.

— você... não tem escolha.  — ela disse acendendo a luz de seu anel.

— ele tem sim! — uma voz veio de suas costas, e ao se virar, viu ravena correndo em sua direção, quando estava perto o suficiente a empata pulou e girou no ar, acertando um chute com a lateral do pé no queixo da lanterna, a nocauteando imediatamente. — uau, nunca pensei que um dia precisaria usar algum dos golpes que você nos ensinou.

— Ravena! Você está de volta! — Dick correu até ela, a abraçando. 

— estou, e Kory também. — ela separou o abraço e virou de lado, abrindo passagem para Dick encarar a alienígena  que estava se levantando do chão. 

— Kory! — Dick chamou por seu nome e correu até ela , a ajudando a se levantar.  — você está bem? — ele acariciou suas bochechas coradas. 

— agora... acho que estou.  — ela o pegou em um beijo ardente, cheio de paixão e desejo, um que até mesmo ravena poderia sentir sem usar seus poderes.

— que bom... que tudo se resolveu. — Ravena sorriu massageando a nuca, encarando a cena com um sorriso bobo no rosto. 

— eai galera! — Garfield  na forma de um cavalo chegou no galpão, carregando Bart em suas costas  que ainda estava desacordado. — eu consegui pegar ele antes que ele fizesse alguma burrada.

— você...  você sozinho nocautou o kid Flash? — ravena pergunta, um tanto supresa. 

— bem... digamos que eu tive ajuda. — ele olha pela janela quebrada e consegue ver ao longe slade, no topo de um poste, encarando o galpão, logo que o mercenário percebe que o cavalo verde o encarava, ele acena e some nas sombras. 

— muito bem titãs, the King foi longe demais dessa vez, nós vamos atrás dele e vamos encerrar esse jogo, agora! — Dick fechou os  punhos e encarou a janela quebrada, observando a lua brilhar no céu, o tempo havia passado rápido.

O jogo ia acabar... ou apenas ficar mais difícil. 




Notas Finais


Fala galera voltei , comentem qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...