História Titia - Imagine Hyuna - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias HyunA
Personagens HyunA, Personagens Originais
Tags Atriz Porno, Hot08, Hyuna, Imagine, Você
Visualizações 71
Palavras 1.123
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Harem, LGBT, Orange, Shonen-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei mais novamente estou aqui com mais um hot.
Espero que gostem.
Boa
Leitura
☆♤

Capítulo 1 - -Como é bom lhe conhecer querida sobrinha;;


Pov’s S/n

 — Sua tia vai chegar logo, logo. – minha mãe falou – Se comporte!

 Dei de ombros e voltei a mexer em meu celular, aquilo estava tedioso demais. Sem ter o que fazer, liguei para minha amiga.

 — O que você quer? – perguntou assim que atendeu

 — Estou no tédio miga, me ajuda. – falo.

 — Olha.. Hmmm... Tenho alguns vídeos pornôs aqui. – respondeu.

 — O que iria fazer com vídeos pornôs? – indago rindo.

 — Tocar-se pode tirar o seu tédio. – disse simples – Minha mãe está quase chegando, irei enviar os vídeos.

 Logo que desligou, recebi as notificações, abri o primeiro vídeo que carregou e escutei o gemido da moça. 

Querendo ou não minha bucetinha estava começando a se lubrificar, me remexi incomodada no sofá e passei as mãos por minha coxa.

 Carreguei outro vídeo, o qual não sabia por que foi enviado, afinal o conteúdo era lesbico. As duas mulheres começaram a se beijar de forma deliciosa, como se nada a mais importasse.

 Abri minhas pernas e passei meus dedos por cima do shorts.

 A moça ruiva começou a beijar o pescoço da outra que estava com a boca entreaberta e os olhos fechados enquanto soltava murmúrios. Quando a mulher chegou abaixo das pernas da outra, começou a passar sua mão calma por cima do tecido da calcinha que ela vestia.

 Na mesma intensidade eu fazia em mim e quando ela começou a acelerar, fiz o mesmo, soltei um arfar querendo mais contato.

 A ruiva olhava para a câmera como se me sentisse e então adentrei o meu short, deixei minha calcinha de lado e comecei a me tocar mais e mais.

 — Mais... – pedia – Quero mais... – gemeu arrastado. 

 A porta da frente abriu e foi na hora que gozei, corri para a cozinha ouvindo minha mãe me chamar, lavei minha mão e apareci.

 — Querida, venha ver sua tia Hyuna! – minha mãe falou.

 A mulher de cabelos ruivos estava segurando meu celular e tremi vendo que o vídeo estava aberto.

 Mas minha maior surpresa foi quando ela se virou e sorriu de canto me encarando. Minha titia era a uma das atrizes no pornô.

 Meu corpo esquentou ainda mais e respirei fundo tentando manter a calma, ela bloqueou a tela e veio em minha direção, me abraçando. 

 — Como é bom lhe conhecer querida sobrinha. – disse ela por fim se afastando.

 Segurou minhas mãos fazendo um carinho extenso e piscou para mim.

 — S/n tire suas coisas do quarto, ira dormir na sala. – minha mãe falou.

 Assenti e corri para o quarto comecei a arrumar minha cama, a porta foi aberta e o perfume da pessoa me atingiu em cheio. Ela a trancou e veio em minha direção parando atrás de mim.

 Suas mãos subiam e desciam por cima de meus ombros.

 — Estava vendo os vídeos de sua titia S/n? – perguntou selando o meu pescoço de forma molhada.

 — Não sabia que era você. – digo ofegante.

 — Agora sabe e vai dizer para sua titia o que fazia antes de eu chegar. – me virou para ela.

 — Nada. – digo.

 Hyuna me jogou na cama e me apoiei com meus cotovelos para a encarar, aquilo era arriscado demais.

 Suas mãos ágeis rapidamente tiraram o short do meu corpo, deixando minha calcinha com gozo a mostra, aquilo fez a ruiva gargalhar, aquele lugar estava sensível e titia queria me ver assim.

 Deslizou um de seus dedos por minha intimidade e puxou a calcinha para o lado tem um contato melhor. Sua língua desceu por toda a extensão de minha bucetinha me causando espasmos.

 Quando iria fechar as pernas, ela impediu.

 Um beijo das estrelas começou a ser depositado naquela área, ela estava fazendo o melhor oral que eu havia recebido na minha vida.

 Não demorou muito para que eu me desfizesse em sua boca.

 — Você vai dizer para a sua mãe que irá dividir seu quarto comigo ok? – falou e eu assenti – Mais uma coisa.

 Franzi o cenho e ela se deitou por cima de mim, deu uma leve mordida em meu queixo e me beijou. Agarrei seus cabelos e me remexi novamente. Sua língua era ágil e daquela forma pude sentir o meu próprio gosto.


 Deixei os pratos na pia e terminei de tirar a mesa. Minha mãe já havia ido se deitar e eu iria ajudar titia a lavar a louça.

 — Fica linda com esse avental. – disse me abraçando pro trás – Agora, eu quero que tire essa calcinha.

 Obedeci descendo o pequeno pano entre minhas pernas.

 Ela se encostou mais em mim, pressionando minha bunda, minha vontade era de abrir as pernas ali mesmo para titia. 

 — A louça está muita? – minha mãe apareceu de repente.

 — Não Irma, estamos dando conta! – Hyuna sorriu.

 Depois que mamãe se foi, suspirei.

 Titia pegou um pouco de detergente e fez espuma, logo depois suas mãos espalmaram minhas nádegas e me apoiei na minha, estava um tanto empinada para ela.

 Logo sua mão quis explorar o meu interior e fechei os olhos.

 — Abra-os querida, senão não terá o prazer que quer que eu lhe dê. – falou e me mantive reta.

 Senti quando ela se agachou e começou um beijo grego em meu buraquinho. Apoiei-me na pia tentando deixar minhas pernas firmes, mas titia já fazia isso enquanto me beijava da forma mais erótica possível.

 Suas mãos deslizaram por meu corpo e novamente ficou de pé, atrás de mim.

 — Continue a lavar a louça. – falou deixando um selar em meu pescoço.

 Senti suas mãos massageando meu clitóris devagar passei a esponja com detergente na panela enquanto sentia ela beijar meu pescoço e morder minha orelha.

 Deixei minhas pernas mais aberta para ela ter melhor contato e sentia seus dedos aumentaram os movimentos fazendo-me morder o lábio. Virei-me pra ela e selei nossos lábios.

 Sentei na pia e ela ficou entre minhas pernas chupando meu pescoço. Senti a camiseta passar por meus braços como estava sem sutiã fiquei completamente nua na frente de titia.

 Sua boca abocanhou um dos meus seios enquanto massageava o outro me deixando mais excitada ainda. Enrosquei meus dedos em seu cabelo e então ela desceu por seus beijos até começar a chupar minha bucetinha.

 Seus dedos começaram a me estocar rapidamente eles deslizavam por meu interior. Gemi baixo querendo gritar por fim tive meu orgasmo e pude respirar fundo.

 Peguei a camiseta e a coloquei assim que ouvi passos.

 — Vai para o quarto. – disse puxando minha cabeça para trás e depositando um novo chupão em meu pescoço – E não tranque a porta. – olhou em meus olhos selando seus lábios nos meus.

Subi as escadas com minhas pernas completamente fracas e fechei a porta deslizando pela mesma sorrindo sozinha. 

Pelo visto minha noite estava longe de acabar.



Notas Finais


E foi isso.
O que acharam?
Bjs
Fuii
◇♡◇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...