História Titio Yoongi (Imagine Yoongi - BTS) - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Daddy, Hoseok, Hot, Incesto, Jimin, Jungkook, Min Yoongi, Namjoon, Oppa, Seokjin, Sexo, Suga, Taehyung, Tio, Você, Yoongi
Visualizações 424
Palavras 1.182
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem voltou ahhh
Advinha quem vai acordar às 03:00h dá manhã (pq na minha vida é uma hora antes do horário de Brasília)? Isso mesmo, eu! Genti, eu posso ter passado por diversos ComeBacks, mas sempre fico ansiosa pak7, Armys novas, boa sorte! Ahhh e votem no BBMAs! Nois tá vencendo, mas nunca se sabe o dia de amanhã (o q eu tenho certeza que vai ser minha morte, vem hino!) Bom, chega de enrolação!
Boa leitura~

Capítulo 28 - Minha, apenas minha


Fanfic / Fanfiction Titio Yoongi (Imagine Yoongi - BTS) - Capítulo 28 - Minha, apenas minha


Titio Yoongi - Capítulo 28



Porque você é minha S/n, e moleque algum tem o direito de tocar em você. - Logo após dizer isso, titio Yoongi levou suas mãos em direção ao meu pescoço e avançou sobre mim.


Seus lábios capturaram os meus de forma selvagem, e podia jurar que ele estava descontando algo em mim, talvez raiva? Não sei, mas era um sentimento negativo.


Cansada de ficar parada igual uma estátua, correspondi o beijo do titio. Sua língua adentrou em minha boca, e se enroscou com a minha. Eu não posso dizer que os movimentos estavam rápidos, pois eles estavam tão lentos que contraria totalmente o sentimento envolvido no beijo. Ele me beijava tão lentamente, que poderia ser considerado uma tortura, um tortura que me fazia querer cada vez mais. Isso é tão bom, poderia ser considerado a melhor comida do mundo, porém sempre tinha uma pitada de algo, que até hoje não consigo decifrar, contudo, irei tentar beija-lo mais vezes para tentar descobrir.


Titio Yoongi começou a se movimentar devagar, parecia que aquele sentimento negativo que estava nele havia se substituído por outra coisa, e isso era ótimo. Ele andava lentamente, e em momento algum desgrudou nossas bocas, e quando senti algo em minha panturrilha — que logo descobri ser a cama — titio quebrou nosso beijo, e eu abri os olhos lentamente e completamente ofegante. Ao nosso olhar se encontrar senti como tivesse levado um choque do tanto que meu coração estava acelerado, sem contar, naquela estranha sensação se apoderando de meu peito. Titio Yoongi não tardou em voltar a me beijar, e por algum motivo, sabia que ele tinha sentido aquela mesma coisa que eu.


O titio Yoongi, levou suas mãos em direção a alça de minha blusa, puxando-a para baixo, fazendo isso com o outro lado também, logo me vi sem minha blusa, e parando novamente nosso beijo, levou sua boca em direção ao meu pescoço, dando mordiscadas, e em certo momento um chupão, que me fez revirar os olhos. Desceu seus beijos até meus seios, que no momento já estava descoberto — já que papai dizia que era muito nova para usar sutiãs — porém não ficou muito tempo naquela região, descendo mais um pouco, chegando perto do cós de minha saia, e parou ali, para levantar seus olhos em direção do meu, fazendo nossos olhares se cruzarem, e logo depois dar um sorriso, levando suas mãos no zíper da minha saia, fazendo a mesma deslizar sobre minhas pernas, me deixando apenas com minha calcinha de algodão branca, que pelo que eu podia ver e sentir, já estava completamente molhada, e titio Yoongi, levou sua mão até minha pepeca coberta pela pedaço de pano para sentir o quão molhada estava, e ao constatar que não era pouco, novamente voltar a olhar para mim, convencido.


Titio se levantou e novamente me deu um beijo, e calmamente, me senti sendo colocada na cama com ele ainda me beijando, ficando por cima de mim. Passei minhas pernas o redor de seu quadril querendo sentir seu pau — que nome estranho para piupiu — e que infelizmente estava coberto por uma calça jeans, fazendo com que eu não consiga senti-lo direito. Desgrudei nossos lábios e olhei para o titio, que ficou confuso pela separação rápida.


– O quê foi meu anjo? - Ele falou com uma voz rouca e paciente.


– Você está com roupas demais titio! Eu mal consigo sentir seu piupiu! - Falei me lembrando que ele não gosta que eu fale pau.


Ao me escutar, titio Yoongi deu uma risada e se levantou, porém continuou em cima de mim, deixando apenas suas pernas em volta de mim — é claro, sem colocar seu peso sobre mim, até porque sou bem menor que ele — e tirou sua blusa, e apenas desabotoou sua calça, exibindo um pedaço de sua cueca preta.

E me olhou, com aquele maldito sorriso no rosto, e se levantou, tirando completamente a calça, ficando apenas com sua cueca. Justo. Com pressa, voltou a me beijar, levando sua mão direita para minha coxa, erguendo a mesma, deixando-a em volta de seu quadril. E finalmente, consegui sentir seu piupiu completamente duro em minha pepeca, me deixando mais molhada que estava.


Querendo mais contato, empurrei meu quadril em direção ao seu, fazendo com que seu piupiu, ainda coberto, esfregasse na minha pepeca, fazendo eu sentir uma deliciosa sensação, fiz isso mais algumas vezes, apenas para sentir aquilo.


Titio parecendo impaciente, tirou seu pau enorme e o segurou com sua mão, provavelmente tentando buscar alívio. Vi sua mão percorrer pela extensão de seu pau, fazendo movimentos vai e vem, bem lentamente, me fazendo sentir um incômodo enorme lá embaixo, e o olhar que ele tinha sobre mim não ajudava em nada, parecia que em qualquer momento ele me devoraria, e admito que não acharia nem um pouco ruim.


Vendo meu estado, ele parou com os movimentos que fazia, e levou a mão em direção a minha calcinha, e a tirou lentamente, me deixando exposta para ele.


Ele levou seu piupiu em direção a minha pepeca, porém não o colocou dentro de mim, apenas ficou roçando em minha entrada, enquanto pincelava lentamente, me fazendo gemer um pouco alto.


– P-por favor titio Yoongi! - Falei entre gemidos.


– Seu pedido é uma ordem. - Ele falou cínico.


E ele fez o que eu pedi. Deslizando tão lentamente para dentro de mim, aquilo sim era uma verdadeira tortura. E quando estava completamente dentro de mim, ele novamente saiu de minha pepeca e sem dó e nem piedade ele enfiou de novo com muita força, fazendo a cama bater contra a parede. E aquelas estocadas ficaram repetitivas, eu estava delirando, isso é bom demais. Cada vez mais forte e rápido, intercalando sempre entro o lento e o rápido, tão viciante.  


Titio Yoongi, ainda movimentando seu piupiu dentro de mim, se abaixou um pouco para beijar minha boca — já que não parava de gemer, e estava um pouco alto demais — as estocadas ficavam cada vez mais rápidas e brutas, e o ranger da cama cada vez mais alto e frequente.


Estou quase lá, a sensação está tão perto, já consigo sentir aquela formigação em meu ventre, a respiração ofegante e o coração batendo cada vez mais rápido. E, ao apertar o piupiu do titio Yoongi dentro de mim, sentindo minha pepeca se contrair, eu percebi que cheguei na maravilhosa sensação, que entorpece meus sentimentos, e, que mesmo de olhos fechados, faziam eu os revirá-los. Titio Yoongi não parava de se movimentar, prolongando aquela deliciosa sensação. E logo depois, senti aquele liquido quentinho dentro da minha pepeca.


Com os movimentos de seu quadril diminuindo consideravelmente, titio me deu um selinho, e se jogou do meu lado, com a respiração tão — senão mais — ofegante, quanto a minha.


– S/n, eu só vou falar isso uma vez, e espero que você preste atenção, eu não quero você perto de nenhum menino, não quero que você brinque como brinca comigo, não quero que você dê nenhum beijinho, e principalmente, não goste de ninguém além de mim, você é minha, apenas minha.





Notas Finais


Ahhhh que vergonha! Pelo visto S/n já tá perdendo a vergonha das coisas kkkk
Antes de tudo, Desculpe pelos erros e pela minha demora para atualizar a TY, prometo não fazer mais isso chuchus ^^
Boa sorte a TDS as Armys novas, e preparem os coletinhos ;)
Até o próximo (se eu tiver viva)
E chegamos aos 400 favoritos!! MDS do céu, eu nunca esperei que a TY fosse alcançar TD isso, realmente, muito obrigada, amo muito, mas muito mesmo vcs! "*"
I Purple U
S2 amo cês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...