História To Back For Z - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Apocalipse, Caminhantes, Sobreviventes, Virus, Zumbi
Visualizações 11
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Dia 01: Infecção


Fanfic / Fanfiction To Back For Z - Capítulo 1 - Dia 01: Infecção

No dia 10 de Agosto de 2017 estava eu acordando as 06h30min como o outro dia normal, acordei ao lado da mulher mais linda do mundo a minha esposa Kai, uma linda morena sulista e independente. Após nos levantar Kai começa com suas brincadeiras de mela meu rosto com pasta de dente e fica me sacaneando como de costume, quando terminei meu banho Kai me chama para toma café:

- Amor desce logo, já terminei o café e o jornal já vai começa.

- Estou terminando, aumenta o volume da TV, por favor.

       Quando terminei tudo desci as escadas correndo pós o noticiário matinal tinha começado, Kai me deu os pães com bacon e ovo e meu café com leite e sentamos no sofá, quando do nada minha chefe liga:

- Bom dia senhora Millus.

- Péssimo dia Luís, esta acontecendo uma contaminação de grande porte na parte sul do país, começou de madrugada por volta de 02h48min, começou com os animais, porém um javali mordeu um caçador que se contaminou com o vírus. Precisamos de você e a Kai urgentemente no laboratório.

- Ok, mas o que aconteceu com o caçador? Teria como me explicar?

- Quando chegar aqui eu lhe falo, por celular não é seguro.

         Após fala isso ela desligou na minha cara sem dizer adeus, comecei me arrumar desesperadamente junto com a Kai que estava sem entender nada sobre a noticia. O que não saia da minha cabeça era o porquê não saiu no noticiário esse acontecimento repentino, a Kai estava pronta e me esperando no carro junto com nossas coisas. Quando entrei no carro liguei o radio para ver as noticias e ver se tinha vazado algo sobre que a Sra. Millus tinha falado, porém a única coisa que eles falavam era sobre ataques de animais raivosos.

- Luís o que ela tinha te falado mesmo? Não prestei muita atenção quando você me contou.

- Aah, ela tinha falado sobre um ataque especifico de um animal, mas especificadamente um javali contra um caçador, ela não me explicou muito sobre o que...

         Quando olhei para estrada tinha uma fila enorme de carros e bloqueio da policia e estávamos atrasados para chega no laboratório, sai do carro e andei uns metros para fala com os policias que fizeram o bloqueio e explicar que tínhamos que sair dali e ir para o laboratório o mais rápido possível, quando cheguei perto dos policias um deles colocou a arma na minha cara a primeira coisa que fiz foi levanta as mãos.

- Se afaste senhor, AGORA.

- Senhor não posso me afasta, preciso ir pro laboratório Santa Louis agora para resolver coisas pro governo.

O policial me olhou e falou algo pro sargento que estava ao seu lado.

- Onde esta o seu carro?

- Quase no final dessa fila, minha esposa esta lá com nossos matérias.

- Pegue sua esposa e seus pertences, leve a chave do carro também, meus homens iram tira o seu carro depois mas por agora pegue uma viatura e vá correndo pro laboratório agora, senhor?

- Luís, Luís Estevam.

- Então Sr. Estevam adeus e boa sorte.

        Sai correndo para buscar a Kai, quando cheguei perto do carro não a vi e nem vi nossos matérias me desespero e começo a grita, quando subi no carro vejo ela com os braços pra cima me chamando, saio correndo ate ela e explico a situação, saímos do bloqueio e entramos no carro quando a Sra. Millus me ligou novamente e a Kai atendeu:

- Alô senhora Millus?

- Kai que bom ouvir a sua voz pensei que tinha acontecido algo com vocês, onde estão agora?

- Estamos entrando no túnel perto de Santa Louis, qualquer coisa ligamos para você para avisa o que tá acontecendo.

- Obrigado Kai, precisamos de vocês urgente aqui venham correndo.

        E novamente a Sra. Millus desliga na nossa cara, meto o pé no acelerador para tenta chega no laboratório o mais rápido possível, no meio do caminho nos deparamos com um acidente e uma das vitimas em pé comendo algo, a Kai queria que parecemos e socorresse eles mas eu n poderia parar não naquela hora, acelerei mais ainda quando a Kai berra:

- Porque você não parou!?

- A gente não podia para Kai, precisamos chega em Santa Louis logo.

- Não custava nada ter parado Luís, era uma criança ela deveria esta com medo.

- Tá bom, vamos lá busca ela, mas se chegamos atrasados no trabalho a culpa vai ser sua.

 - Tá.

         Dei meia volta e voltei pro local do acidente, mas quando chegamos lá se deparamos com a criança cheia de sangue e com uma aparência horrenda como se tivesse entrado em decomposição, como era possível aquilo o acidente tinha acabado de acontecer, quando chegamos perto dele o corpo começou a se mexer do nada e ficou em pé então comecei a anda para trás bem devagar para não chama tanta atenção, mas a Kai grita:

- LUÍS CORRE, SAI DE PERTO DISSO AGORA!

      Aquela coisa me olhou e começou a anda na minha direção, então comecei a correr e aquilo começou a correr atrás de mim também, a Kai abriu a porta do carro e acelerou e começou ir embora com carro, quando vi ela atropelou o corpo ambulante, assustada a Kai me abraçou e me beijou e acabou me puxou para entra no carro.

     Depois de 39min chegamos no laboratório, eram exatamente 10h39min quando chegamos lá, entramos lá e a senhora Millus nos recebeu:

- Até que fim chegaram, achei que não chegariam! O que aconteceu no meio do caminho para te demorado tanto, além do bloqueio dos policiais claro.

- Acidente, um acidente bem feio, por acaso, o que esse vírus faz quando chega ao ser humano?

- Então quer dizer que já viram o que a mãe natureza nos ofereceu.

- Como assim? O que a senhora quer dizer com isso?

- Isso mesmo, Sra. Millus, o que está acontecendo você não nos explicou nada quando ligou para nós.

- Ok, leroplasmoticozonbyes é o vírus que contaminou os animais há duas semanas, esse vírus se aloja na sua medula óssea e no seu sistema imunológico fazendo a vitima morrer depois de alguns dias. O vírus não tinha chegado aos humanos ainda por que só tinha atingido os animais herbívoros, mas chegou aos carnívoros que fizeram a festa contaminando todos os animais possíveis inclusive o javali que mordeu o caçador. Acharam o corpo hoje de madrugada num rio próximo a estrada estadual e trouxeram o corpo para que fizéssemos exames porém não sabíamos que ele estava contaminado.

     Ela fez uma pequena pausa, andamos até o elevador, a Sra. Millus apertou no andar nove praticamente nos levando ao anda de experiências.

- Senhora Millus, o que aconteceu depois?

- A Kai calma suas perguntas serão respondidas depois.

     Ela se calou por uns dois minutos, foram os dois minutos mais longos da minha vida. Ao chegamos ao anda nove tinham vários cientistas alguns conhecidos e outros que nunca vimos na vida, Kai segurou na minha mão e olhou nos meus olhos.

- Então Senhor e Sra. Estevam, o homem ainda estava com vida quando chegou aqui, mas o vírus precisa de um corpo vivo para se prolifera.

- O vírus é um parasita de primeiro grau...

Complementou uma mulher que nunca vi no laboratório, ela fez um sinal com a mão para que a gente a seguisse.

- Esse vírus é como qualquer outro, precisa de uma moradia viva para poder se estabelecer. Quando o homem chegou aqui, como a Sra. Millus falou, ele ainda estava vivo ate começa a fica com febre e ter vômitos contínuos, chegou a ter 46 graus de febre e vomitou sangue. Ainda não sabíamos o porquê ele estava assim ate o exame de sangue que...

      Do nada ouvimos um barulho de explosão e o alarme de incêndio começou a disparar, todos estavam correndo e saindo desesperados, porém a mulher puxou Kai lhe deu algo e falou em seu ouvido. A moça não saiu do prédio continuou lá e se sentou na cadeira como se estivesse esperando a morte, quando estávamos descendo do elevador outra explosão aconteceu e...


Notas Finais


Será que Kai e Luís morreram? Ou se infectaram? O que a cientista falou para Kai? Muitas perguntas né?
Tire sua duvidas no próximo capitulo de To Back For Z.

Obrigador por ler minha obra. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...