1. Spirit Fanfics >
  2. To Hate You - Harlos >
  3. R A I V A

História To Hate You - Harlos - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Já se passaram meses desde a última vez em que escrevi uma fanfic, estou bem enferrujada por causa disso então me desculpem por ela não ser tão boa, e precisava sobreviver a quarentena de alguma forma.

Capítulo 1 - R A I V A


Fanfic / Fanfiction To Hate You - Harlos - Capítulo 1 - R A I V A

Era isso o que eu precisava para finalmente tomar uma atitude. A última gota de paciência que me restava desaparecer.

Sinto meu coração bater cada vez mais forte no meu peito e o sangue correr nas veias. Dor de cabeça mais intensa. Bochechas queimando.

Não quero e não vou me acalmar, quero liberar esta raiva e acabar com Harry Gancho. Bater nele. Que ele pague e sinta na pele o desconforto que ele me fez sentir.

Me despeço de Jay dizendo que estou atrasado para um compromisso e me afasto.

Harry, sempre me olhando atravessado quando estamos na mesma sala, me interrompendo quando estou falando e fingindo não me ouvir quando falo com ele. Esbarrando com força em mim nos corredores e roubando minhas coisas. Sem se importar com meu espaço pessoal ou com meu conforto de qualquer maneira.

Meu corpo todo está ficando mais quente, suor começa a descer pelo meu roto e minhas mãos tremem.

Paquerando a Jane sempre quando passa por ela nos corredores, sem se importar com a minha presença. Ele sabe que ela tem namorado e faz isso só para me provocar. Tudo o que ele faz relacionado a mim, desde que passou a morar em Auradon, é para me provocar, e agora eu quero ouvir da boca dele o motivo.

Caminho pelos corredores dos dormitórios em direção ao quarto que lhe deram. É cedo da manhã e sei que ele vai estar lá. Ele tem que estar lá.

Jane terminou comigo semana passada, e Harry passou a sentar com ela no almoço quase todos os dias. Nunca fiz nada a respeito antes quando estávamos juntos e Gancho dava em cima dela, então não podia fazer nada contra suas ações agora que e eu e ela não somos mais um casal, mas não consigo controlar a angustia de ver os dois juntos. Quando Jay me contou a pouco minutos atrás sobre ter visto os dois se beijando ontem, foi o que precisava para que eu ficasse desse jeito.

Não paro para bater na porta e nem para respirar fundo, entro rápido no quarto e ele está de costas para mim, apenas de calça e com o cabelo molhado. Deve ter acabado de sair do banho porque está sem o gancho e tão concentrado escolhendo uma roupa que ainda não notou minha presença.

Só quero que ele pare com isso, que ele veja que não vou mais suportar essas merdas sem fazer nada a respeito.

Bato a porta com força atrás de mim, ele se vira com uma cara confusa e fica parado me olhando. Olho para o lado procurando algo que me ajude na luta e encontro uma garrafa vazia de sei lá o que.

Então ele pensa que pode foder com a minha vida.

Avanço na sua direção com a garrafa em mãos, tento golpeá-lo na cabeça, mas ele se defende segurando o meu braço com as suas duas mãos.

Me ignorar e ridicularizar.

Dou um soco sua cara com a minha mão disponível, um pouco de sangue pinga de uma de suas narinas, ele puxa meu braço pra baixo e a garrafa cai. Ele vem com os dois punhos para cima de mim, tento desviar, ele acerta um soco na minha orelha, mas quando vem para me dar outro soco erra e cambaleia para o lado.

Roubar minha namorada.

Aproveito a falta de equilíbrio dele e o empurro com força, até que suas pernas encontram a cama e ele cai e cima dela, e eu em cima dele.

Foder com o meu emocional.

Ele tenta sair de baixo de mim balançando os braços e dirigindo socos no ar e em minha direção, alguns me acertam então sento em cima de sua barriga e pressiono seus braços contra o colchão.

Eu não vou mais deixar que você foda comigo desse jeito.

Estamos os dois ofegantes e encarando um ao outro, eu não e movo e ele também não.

Talvez seja por ver ele sem maquiagem ou ver ele ainda pouco molhado e sem camisa. Talvez seja por causa de todos os sentimentos que ele me traz ou o pequeno contato pele a pele que estamos tento. Talvez seja este clima feroz ou a troca de olhares que me faz notar o quão atraente ele é. Alguma coisa faz com que eu não queira machucar ele, não sei se tenho mais tanta certeza do que quero.

Eu quero que ele me foda isicamente.

Largo os braços de Harry devagar. Ele senta na cama, comigo ainda em cima dele. Ainda não quebramos contato visual ou falamos alguma coisa, é como se a briga e os socos de alguns minutos atrás nunca tivessem existido, mas nós dois ainda.

Algo me diz que ele também quer.

Começo a tirar minha camisa, fico preso ao tentar passar pela cabeça, sem paciência ele a segura e tira em segundos, depois põem a mão atrás da minha cabeça e me puxa para um beijo. Ficamos assim por alguns instantes, sinto sua língua dentro da minha boca e algo acordando mais para baixo.


Notas Finais


Resolvi postar o capítulo +18 separado desses, pois sei que há pessoas que não gostam desse tipo de parte das histórias,


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...