História To the Sea - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Moana: Um Mar de Aventuras
Personagens Maui, Moana Waialiki, Personagens Originais
Tags Amor, Aventura, Drama, Maui, Moana, Romance
Visualizações 18
Palavras 1.331
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Siiiiim eu de novo e o capítulo de hj é especial porque eu descrevi algo sobre minha vida aqui.
Eu espero mesmo que gostem e me avisem se estiverem.
Caso estejam interessados a cama que eu falo não é chama normal igual a nossa é só um tapete bem grande e grosso que eles usam para dormir.

Capítulo 5 - Go away


Fanfic / Fanfiction To the Sea - Capítulo 5 - Go away

Maui se despediu de Moana assim que avistaram a ilha de Motonui, o semi-Deus se foi a contra gosto, não queria deixar Moana mas a menina garantiu que estaria bem perto de seus país. Maui decidiu ir depois que Moana disse que talvez seus pais não reagissem bem com o romance dos dois. Então ele voou dizendo que iria ajudar uns amigos mas caso qualquer coisa acontecesse ela deveria chamar pelo seu nome que ele iria onde quer que ela estivesse.

-Eu não acredito nisso! Como deixaram aquele homem escapar assim ?- O chefe gritava em uma cabana com os homens da viagem enquanto em outra cabana Moana era avaliada pela sua mãe que a abraçava e lamentava pelo ocorrido.

- Não acredito que confiamos naquele homem para cuidar de você querida. Ele é um monstro! Como pode machuca-la dessa maneira.

-Isso não tem importância agora mamãe. O importante é que vocês nunca mais tentem me casar com qualquer um.-Moana disse indo para atrás de uma cortina para se lavar.

-Isso mesmo.- Sua mãe disse em um tom otimista.- Dessa vez vamos conhecer bem ele antes de te dar em casamento. Eu estive pensa-Moana a cortou.

- Mamãe, eu realmente não quero me casar! Não quero ser forçada a viver com alguém que eu não amo!- Moana disse enquanto joga água em seu rosto e logo após prende seu cabelo em um coque.

- Moana querida, com o tempo você vai aprender a ama-lo. É só uma questão de tempo.

- Mamãe não tem como amar alguém se meu coração já tem um dono.- Ela disse suspirando, esperando a reação de sua mãe.

-O que quis dizer com isso?- Ela perguntou e Moana saiu de trás da cortina indo até ela.

- Quis dizer que já amo alguém.

-Ora, porque não disse logo? Me diga quem é e falarei com seu pai.

- Ele não é daqui.

-Ah é de uma das novas ilhas não é! Não tem problema, podemos ir busca-lo. Não quero que se sinta intimidada apenas por isso.- Moana ouviu as palavras de sua mãe pensando se deveria contar a ela sobre Maui ou não, quando alguém entrou.

- O chefe quer vê-las.- O menino disse logo em seguida correndo para fora.

Moana e sua mãe foram até a cabana onde seu pai se encontrava, assim que as duas entraram todos os outros saíram, deixando apenas os três ali.

- Moana. Precisamos falar sobre o que aconteceu na ilha.- Seu pai disse em um tom assustadoramente sério.

-Eu já disse, ele começou a..-Ela foi cortada por seu pai.

-Não é disso que estou falando. Estou falando sobre você ter desaparecido da ilha durante quase um dia inteiro.- O homem disse é Moana sentiu seu seu corpo paralisar. Não contaria a verdade para seus pais logicamente,mas nunca havia conseguido mentir para eles.

-E-Eu estava no mar. Estava tentando por os pensamentos em ordem.

-Estava? E como conseguiu fazer isso se todos os barcos estavam ancorados? Por acaso criou barbatanas e mergulhou?- A menina ficou estática, não sabia o que dizer. Ela só tinha uma saída. Falar a verdade.

-Moana responda seu pai.- Sua mãe disse a fazendo sair de seu grande e então ela respirou fundo.

- Eu estava com uma pessoa. Fomos a outra ilha próxima, e festejamos a noite toda. E pela manhã eu retornei para o acampamento.

- Quem era essa pessoa? Nós a conhecemos? Como você a conhece? - Seu pai dizia e ela não conseguia pensar.

- Ainda não entendi o porquê dessa conversa. Poderia me explicar pai?

- É Simples. O que Natomo te fez não tem explicação, e muito menos justificativa, porém eu imagino que possa ter existido um motivo. E porque esse seu desaparecimento é no mínimo estranho. Moana não estamos te culpando por nada aqui, eu apenas preciso saber o que houve, e te peço que por favor nos diga o que aconteceu.- Ele disse acalmando seu tom, e ela sentiu seu coração doer. Talvez eles entendam. Ela pensou.

-Mas essa é a verdade. Eu saí com um homem e fomos até uma ilha não tão próxima assim.

- Você disse que passaram a noite toda fora?- Sua mãe se pronunciou com um tom de dúvida em sua voz.

-Sim.

-Por que não voltou assim que a festa acabou?- Seu pai perguntou e ela abaixou a cabeça.- Moana, eu lhe fiz uma pergunta.

- Porque ele me pediu para ficar e... E eu fiquei.

- Vocês passaram a noite juntos?- Sua mãe disse é Moana apenas assentiu.- Por favor me diga que vocês não fizeram nada de errado.- Moana permaneceu calada e de cabeça baixa.

- Como você se atreve a manchar o nome da nossa família dessa maneira?!- Seu pai grita e faz Moana se assustar.- Você deveria ser minha herança! A herdeira dessa ilha e de todas as que encontramos, mas se expôs como uma prostituta!

- P-Pai não...- Ela tentou dizer já sentindo as lágrimas quentes descerem seu rosto.

- Não me chame assim! Eu sinto vergonha de ser seu pai.- Aquelas palavras a acertaram como um tapa no rosto.

- Mamãe...- Ela disse mas sua mãe virou seu rosto com uma expressão nítida de nojo.

-Saia daqui. Você não é mais minha filha.- Ele disse frio e Moana correu para sua cabana mal conseguindo respirar por conta do choro.

Ela pegou suas roupas, comida e seu porquinho e saiu por entre as árvores para o outro lado da ilha, onde seu barquinho estava. Ela embarcou e foi em direção a mar aberto, ela se virou para trás ainda chorando olhando para sua terra. Lembranças de sua infância vieram a sua mente e seu coração doeu. Ela sacudiu a cabeça se livrando daqueles pensamentos e foi em direção a ilha de Maui. A ilha em que viveram aquele momento tão lindo, do qual ela não se arrependia nem por um segundo se quer.

Por mais que a doesse a rejeição de seus pais, Moana não era mais uma menina, ela era um mulher, e sabia o que estava fazendo. Por mais que sua dor fosse gigantesca, o amor que ela sentia por eles era muito maior, não iria julga-los como eles fizeram com ela. Não irá odia-los pois foi realmente uma notícia jamais esperada vinda da "princesa". Mesmo que nunca mais voltasse a ver seus pais, decidiu que estava feliz e que se eles a amassem de verdade ficariam felizes por ela.

Depois de alguns dias de viagem Moana se viu parada na porta de seu "ninho de amor" como ela costumava chamar quando viaja em lembranças daqueles dia. Vazio. Era como ele se encontrava, totalmente vazio. Todos os tapetes, vazos, redes, as "tralhas" que estavam no local, tudo havia sumido, até mesmo a cama. 

Eu não acredito nisso.


***

Maui estava voando por cima do oceano procurando um bom local, e então em um local completamente afastado e qualquer outra ilha ele mergulhou virando homem e alcançando um pedaço de terra do mar e com toda a sua força o fez vir a superfície  criandos imensas ondas ao redor. Ele caiu sobre a ilha vendo os peixes caindo de volta no mar enquanto novas plantas cresciam instantaneamente, ele pegou seu anzol e foi para o centro da ilha cortando algumas árvores e as levando para a ponta alta da ilha onde começou a construir uma cabana.

Depois de terminar de construir, Maui passou os próximos três dias viajando para todas as suas "casas" pegando todos os presentes que os homens haviam lhe dado para organizar seu novo lar.

Todo aquele lugar havia sido pensado, feito especialmente para sua princesa, não que ele esperasse que ela deixasse seu povo para viver com ele,mas era o que ele queria.  

Maui estava descansando em baixo de uma árvore quando sentiu algo o incomodar, quase como um sussurro em seu ouvido e então se levantou segurando seu anzol, e então ouviu novamente, e sorriu. Moana estava o chamando. Ele se transformou e voou alto para chegar o mais rápido possível ao encontro de Moana. 

-Oceano! Aonde ela está ?- Ele perguntou e uma enorme onda surgil apontando para o por do sol, e então ele voou o mais rápido que pode.


Notas Finais


Pessoal eu espero que tenham gostado, eu adorei escrever tudo isso porque é a minha vida basicamente ksksksksksks quando eu perdi a virgindade meu pai agiu idêntico ao pai da Moana me expulsando e eu saí fora mesmo, fui morar com minha mãe e ainda estou namorando. Final feliz? Sim. Porém ainda não tô falando direito com meu pai porque ele tem nojo de mim kskskskskskksk disks tô nem aí.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...