1. Spirit Fanfics >
  2. Tobidei novo sentimento >
  3. Meu jashin

História Tobidei novo sentimento - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem, tentei fazer um bom capítulo

Capítulo 11 - Meu jashin


Fanfic / Fanfiction Tobidei novo sentimento - Capítulo 11 - Meu jashin

Deidara on 

Acordo com a claridade batendo em meus olhos, sinto uma leve dor de cabeça e tento me levantar mas vejo braços envolta a minha cintura, me assusto na hora, mas vejo que é obito e me lembro do dia anterior que ele ficou do meu lado em todo momento e tentando me acalmar, ele realmente me surpreende a cada dia que passa.

Olho pro mesmo e vejo que ele está dormindo tranquilamente e com a respiração calma, pude reparar o quanto ele é extremamente bonito, a cicatriz no rosto dele deixa ele único, e pra mim é super atraente, o que eu estou pensando em, será que estou afim dele? Impossível. Acabei de terminar com o Sasori

Tento me levantar sem acordar o mesmo, mas falhei, vejo ele abrindo os olhos lentamente e olhando pra mim esbanjando um sorriso curto 

- bom dia senpai... - diz ele com a voz rouca, me arrepiei no mesmo minuto, como alguém pode ter uma voz tão sexy? Impossível!!, Na verdade é possível, obito uchiha é portador da mais bela voz 

- senpai.... Diz ele novamente

-o-oi, bom dia obito

- vc tava me encarando de um jeito, fiquei assustado, diz ele gargalhando. e que risada ele tem, meu jashin

- a me d-descupe, perdi em meus devaneios 

- vc tá melhor?

- estou sim, e obrigado por ter me ajudado tanto obito, sou eternamente grato

- não precisa agradecer senpai, eu gosto muito de você e não quero que fique chorando por um cara que não vale a pena, tem pessoas mais perto que você imagina que te amam senpai, não se esqueça 

Faço cara de confuso, como assim ele gosta muito de mim? Estou criando paranóias? E como assim tem gente muito próxima a mim que me ama?, Acho que tô imaginando demais 

- bom , mesmo assim agradeço, e me sinto envergonhado em você ter visto todo meu dilema. Digo abaixando a cabeça

- não diga mais isso senpai, diz ele levantando minha cabeça e me olhando com aqueles olhos Onix profundos, não sei quanto tempo estávamos nos encarando, ele começa a me puxar para mais perto de si, nossos rostos estavam quase colados, até que...

- bom dia viados, diz Hidan arrombando a porta 

Me afasto rapidamente de obito, não queria que Hidan me enchesse o saco, paro pra pensar, será que ele ia me beijar mesmo? na minha cabeça me dizia para não beija-lo, mas meu coração falava simplesmente o contrário, esse garoto tá mexendo comigo de um jeito inexplicável

- não sabe bater mais não arrombado, digo nervoso e obito dá uma risada baixinha

-descupe atrapalhar seu sono bela adormecida, só queria falar que o café tá na mesa 

- tá tá, agora vaza daqui, digo sem paciência

- hum, vai transar com o obito? Diz ele rindo 

- Q-que? 

- até gaguejou, ele começa a rir mais ainda 

- saí daqui agora se não quiser ser explodido, nesse momento eu já me encontrava corado e obito também, que permanecia calado e pensativo, um sorriso mínino brotou no seu rosto quando Hidan disse aquilo? Não, eu tô imaginando coisas não é possível.

- usem camisinha viados, diz Hidan gritando e já se afastando do quarto, essa hora todos os membros já teria ouvido o que ele disse , o cristãozinho que grita hum

- bom, vou ir tomar café, vc vem? Diz ele quebrando o silêncio

- v-vou tomar banho hum, digo já levantando e me separando dos braços dele que ainda circulavam minha cintura, depois que entro no banheiro me sinto vazio, eu queria permanecer nos braços dele, me sentia seguro e amado.

Tomo um banho demorado e droga! Esqueci minha roupa e minha toalha no quarto, saio do banheiro pelado mesmo, afinal obito foi tomar café certo, errado. Ele estava em pé procurando uma roupa e automaticamente olha pra mim, seu rosto fica vermelho na hora, Sharingan tá com inveja, ele desce seus olhos até meu membro despido

- i-idiota Q-que você tá fazendo aqui? digo tentando cobrir meu membro o máximo que eu puder, não era tão grande nem tão pequeno, mediano eu diria, Pronto minha meta de vergonha utrapassou todos limites possíveis

- ai me d-descupe senpai, ele diz antes de desmaiar

Deve ter desmaiado de tanta vergonha, nem sei como eu tbm não desmaiei nessas circunstâncias

- melhor eu me vestir logo

Me visto, e olho pra obito que ainda não tinha acordado, automaticamente meus olhos param no membro dele que se encontrava bem duro pela imagem que tinha acabado de ver, e bom parece ser enorme, imagina ele dentro de mim... balanço a cabeça tentando espantar esses pensamentos e vejo que ele está acordando...

- senpai vc tá pelado?

- não baka eu já me vesti, digo vendo ele tentando cobrir a ereção, que no caso, missão falha!

- pelo que eu vejo se animou bastante em, digo provocando o mesmo, que corou 

- Ai meu jashin, perdoe-me 

-sem problemas obito, digo sussurrando no ouvido dele com uma voz sexy, o que fez com que ele se arrepiasse

Sorrio com o resultado 

-argh senpai diz ele soltando um leve gemido

- vou deixar vc aqui com seu amiguinho, bye

- nossa senpai, diz ele suspirando triste, acredito que ele queria que eu desse um jeito no amigo dele com as próprias mãos, mas quem sabe na próxima né.



Obito on

Acordo com Deidara tentando se livrar de meus braços em sua cintura, abro os olhos devagar e encaro aquelas orbes azuis intrigantes, ele parecia estar bem melhor 

- bom dia senpai, digo com voz rouca por conta do sono, vejo que Deidara esta me encarando e decido chamá-lo novamente

-senpai.... 

-o-oi, bom dia obito

- vc tava me encarando de um jeito, fiquei assustado, digo gargalhando. 

- a me d-descupe, perdi em meus devaneios 

- vc tá melhor? Decido perguntar

- estou sim, e obrigado por ter me ajudado tanto obito, sou eternamente grato, diz ele com um sorriso

- não precisa agradecer senpai, eu gosto muito de você e não quero que fique chorando por um cara que não vale a pena, tem pessoas mais perto que você imagina , que te amam senpai, não se esqueça , digo com certo receio, talvez ele desconfie que sou eu, mas sei que ele nunca ficaria com alguém como eu...

Ele faz cara de confuso

- bom , mesmo assim agradeço, e me sinto envergonhado em você ter visto todo meu dilema. Diz ele abaixando a cabeça envergonhado

- não diga mais isso senpai, digo levantando a cabeça e olhando aqueles olhos cor do mar, não sei quanto tempo estávamos nos encarando, mas eu começo a puxa-lo para mais perto de mim, eu já estava esperando ele me afastar ou me dar um soco, mas ele estava se deixando levar, nossos rostos estavam quase colados, até que...

- bom dia viados, diz Hidan arrombando a porta 

Ele se afasta rapidamente de mim, o que me deixou meio mal, mas não podia culpa-lo, Hidan ia provocar a gente com certeza, será que a gente ia se beijar se Hidan não tivesse aparecido? Isso tá rondando minha mente 

- não sabe bater mais não arrombado, diz ele nervoso e dou uma risada baixinha

-descupe atrapalhar seu sono bela adormecida, só queria falar que o café tá na mesa 

- tá tá, agora vaza daqui, diz ele sem paciência

- hum, vai transar com o obito? Diz ele rindo, isso fez com que eu abrisse um pequeno sorriso, fico imaginando transando com o Deidara, o quanto ele é gostoso, tento afastar esses pensamentos pra não ficar duro, isso seria constrangedor

- Q-que? 

- até gaguejou, ele começa a rir mais ainda 

- saí daqui agora se não quiser ser explodido, ele diz e olha pra mim, ambos estávamos corados

- usem camisinha viados, diz Hidan gritando e já se afastando do quarto, essa hora todos os membros já teria ouvido o que ele disse 

- bom, vou ir tomar café, vc vem? Digo quebrando o silêncio

- v-vou tomar banho hum, diz já levantando e se separando dos meus braços que ainda circulavam a cintura dele

Depois que ele entra no banheiro decido esperar ele pra irmos juntos tomar café, fico esperando até que a porta se abre e vejo um Deidara completamente nu, paro meus olhos até o membro dele que não era nem um pouco pequeno e fiquei imaginando ele na minha boca, nesse momento eu já estava duro

- i-idiota Q-que você tá fazendo aqui? diz ele tentando cobrir seu membro o máximo que pudesse 

- ai me d-descupe senpai, ele digo antes de desmaiar

Acordo um tempo depois e vejo que ele ainda está envergonhado

- senpai vc tá pelado? Digo tentando cobrir minha ereção o que não deu muito certo

- não baka eu já me vesti, diz Deidara irritado

- pelo que eu vejo se animou bastante em, diz me provocando o que deu muito certo, eu estava super corado e excitado

- Ai meu jashin, perdoe-me , é só o que eu conseguia dizer 

- sem problemas obito, diz ele se aproximando e sussurrando no meu ouvido com uma voz sexy, o que fez com que eu me arrepiasse

Ele sorri vendo que eu me arrepiei

-argh senpai digo soltando um leve gemido, que cobri a boca rapidamente

- vou deixar vc aqui com seu amiguinho, bye, diz ele, mas que safado

- nossa senpai, digo suspirando, só queria que ele cuidasse do meu amiguinho, mas isso nunca vai acontecer, banheiro lá vou eu 





Notas Finais


Capítulo longo em ksksks


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...