História Toda forma de amor - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 701
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Incesto
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Montanha Russa


Como combinado, estava eu, pronta para ir ao shopping! Usei minha camiseta do Star Wars, minha calça jeans e tênis. Chamei um Uber e desci no Shopping. De longe, pude ver Stefany e Bruno me esperando, e Rafael estava com eles vestindo a mesma roupa que sempre usa para sair.

- Oi pessoal! – Disse animada enquanto me aproximava! – Oi Rafael! – Disse com um tom desapontado.

- é tão ruim assim estar na minha presença?

- Talvez seja sim! – Disse dando um passo em sua direção.

- Sério? – Ele também se aproximava.

- Sim! – Estava quase tocando seu rosto com o meu.

- Vamos entrar logo gente! – Disse Stefany na porta do shopping. Depois que percebemos o quão perto estávamos, trocamos olhares e nos afastamos. Entramos no Shopping e logo de primeira já pude ver uma sorveteria!

- Que tal um sorvete pra começar? – Perguntei.

- To mesmo afim de comer um Sundae! – Disse Bruno.

Chegamos no atendente e pedimos um de cada vez, primeiro foi o Rafael, depois Bruno e Stefany. Quando chegou minha vez, pedi uma casquinha de baunilha, mas quando fui pagar, percebi que tinha esquecido minha carteira em casa! Procurei desesperada pela bolsa procurando algum dinheiro, mas não tive sucesso!

- Moço, pode cancelar meu pedi... – Antes de eu terminar de falar, uma mão veio de trás de mim com uma nota de 5 reais na mão. Rafael pagou para mim. Ele pegou a casquinha da mão do atendente e me deu. – Não lembro de ter pedido para que pague pra mim!

- E eu não lembro de precisar de permissão para pagar algo pra uma amiga! – Ele me deu um sorriso. Era um sorriso tão verdadeiro e simpático... Tinha muito tempo que não via um daquele!

Continuamos andando pelo shopping só que desta vez, com sorvetes nas mãos. Passamos pela loja de roupa e deixamos os dois esperando do lado de fora. Depois passamos por uma espécie de loja Otaku que parecia um oásis para Rafael. Ele entrou e ficou uns 30 minutos vendo uns mangás, Action Figures, Light Novels, etc. Depois que ele conseguiu escolher e comprar, entramos em outra loja de roupa, mas desta vez, estava lá para comprar! Tinha muitas opções, não conseguia decidir, então de repente, Rafael entrou na loja, pegou um vestido muito lindo e me deu.

- Experimenta! – Eu realmente adorei aquele vestido, então não perdi tempo e fui pro provador. Sai e mostrei a ele. – W-Wow! Ficou realmente muito bom...

Percebi que ele ficou um pouco vermelho e quando notei que era por minha causa, também fiquei vermelha! Ele pagou meu vestido e ainda carregou minha sacola. Pode até ser um namoro de mentira, mas ele age como um verdadeiro namorado!

Depois de caminhar bastante, paramos no Festa Park, que era uma área totalmente de brinquedos. O que mais me chamou a atenção foi a montanha russa.

- Vamos Rafa?

- Eu não sei não...

- Que foi? Medinho?

- Não tenho medo! Apenas... enjoou...

- Fica tranquilo! Essa é baixinha!

- Ta boooom!

Pagamos nossa entrada e sentamos num dos bancos. De repente, o brinquedo começou a andar, foi indo devagar e do nada, aumentou drasticamente a velocidade. Coloquei as mãos para o ar e comecei a gritar! Estava me divertindo, até que olhei para o lado e vi que Rafael estava segurando nos apoios com força e estava de olhos fechados! Segurei sua mão e disse no seu ouvido:

- Não precisa ter medo! Eu estou aqui! – Ele abriu os olhos e olhou nos fundos dos meus. Sinto uma atração por ele... o que é isso? Meu corpo esta quente!

Ele colocou sua mão em meu pescoço, inclinou sua cabeça e me beijou. O tempo parou pra mim! Até esquecera que estava numa montanha russa em movimento. Seus lábios me fizeram esquecer de tudo! Só consigo pensar no quão bom era aquilo! Ele se afastou um pouco e tirou sua mão do meu pescoço, acho que era pra ver minha reação, que foi essa: pulei em cima dele o beijando com meus braços em seu pescoço. Ele segurou minha cintura e ficamos nos beijando enquanto o brinquedo andava! Foi a melhor sensação que eu já senti na vida!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...