1. Spirit Fanfics >
  2. Todas as cores que possamos ver >
  3. Capítulo 3 - Lan Sizhui

História Todas as cores que possamos ver - Capítulo 3


Escrita por: marcia121927

Notas do Autor


Site onde eu posto várias fanfics minhas: https://perdida-nos-livros.com.br/blog

Capítulo 3 - Capítulo 3 - Lan Sizhui


Eu fui estudar na seita Baling Ouyang onde eu e o filho do líder da seita, Ouyang Zizhen, nos divertimos. Eu sempre fui muito certinho, raramente quebrava as regras, porém aqui eu me transformei. Quebrei várias regras, vivi várias aventuras, aprendi várias coisas novas.

Porém mesmo com tudo isso, uma pessoa não sai dos meus pensamentos: Jin Ling, eu sei que isso é machucar você mesmo, porém eu não posso evitar, eu sempre estou pensando nele, em como eu gostaria de ver ele de novo, porém como ele mesmo diz, não devemos nunca mais nos ver.

Eu sei da educação dele e da minha educação, eu sei que somos de seitas completamente diferentes e fomos criados por pessoas completamente diferentes, porém isso não dá o direito de ele me magoar daquela forma, era só ter dito que não sentia o mesmo, eu iria entender, porém eu deveria saber que não seria tão fácil assim.

Para ser bem sincero, o máximo que eu esperava quando eu me confessei, era uma ignorada, porém não esperava que palavras doía mais do que um soco ou alguma coisa do tipo.

A seita Baling Ouyang é mais liberal do que a seita Lan, um exemplo: pode fazer barulho, confesso que eu estranhei no ínicio, não estava acostumado com barulhos (tirando o meu pai, Wei Wuxian, é claro), porém hoje não consigo mais viver em total silêncio e eu me pergunto como vai ser amanhã.

Agora o Jin Ling deve está estudando na seita Lan, já que todos os anos a seita Lan pega alguns juniores das seitas vizinhas e os ensinem os seus ensinamentos, o Ouyang Zizhen não foi, quem foi para a seita Lan foi um primo distante dele, porém que tem parentesco com o líder.

Confesso que eu estou meio ansioso para ir amanhã, eu não espero muito, mas mesmo assim eu ainda estou sentindo um frio na barriga.

- Lan Sizhui - Ouyang Zizhen bateu nas minhas costas, me fazendo levar um susto.

- Hm?

- Eu já disse, você está cada vez mais parecido com os seus pais, até parecem família de sangue - ele falou chacoalhando a cabeça fingindo não acreditar nisso.

Ouyang Zizhen é uma pessoa super brincalhona, sempre rindo, confesso que ele me lembra um pouco o meu pai, Wei Wuxian, porém ele também tem as suas peculiaridades, como por exemplo: adora irritar o seu pai, não liga para as regras, sempre está aqui quando eu preciso (até nos meus momentos mais difíceis, que são os de choros, e olha que foram muitos), ele realmente é um ótimo amigo.

- Está pronto para amanhã?

- Quer a resposta mais sincera? - Ele acenou com a cabeça - Não, eu estou com medo, medo de ver Jin Ling e perceber que eu ainda sinto alguma coisa por ele, pois nesses 1 ano tudo foi incrível, e se deixar de ser incrível quando eu voltar?

Sim, eu contei tudo para ele, eu precisava desabafar, e ele é a melhor opção no momento, já que o Lan JingYi não está aqui (uma das pessoas que eu estou com muitas saudades).

- Só vai deixar de ser incrível se você deixar, e olha, eu tenho uma notícia boa. 

- Qual é? - O Olhei com expectativa.

- Eu vou junto com você.

Não deu nem tempo, só sei que eu choquei em cima dele, deixando o surpreso e fazendo-o cair, o que acabou derrubando nós dois, e nos fazendo gargalhar, eu realmente estava feliz.

- Seu maluco, eu poderia me machucar.

- Mais se machucou? Não, né?

- Mais você me paga.

Ele começou a correr atrás de mim e eu corri para longe dele, ele estava pronto para me encher de cosquinha, coisa que eu odeio, então corri o mais rápido possível para bem longe dele, porém eu parei quando eu vi o pai dele parado na nossa frente, e o Ouyang Zizhen também parou.

- Pai? O que foi?

- Só para avisar que o Lan Sizhui vai embora amanhã, então não se esqueça de arrumar as malas e eu desejo a você uma boa viajem - e saiu dali.

O Pai de Ouyang Zizhen é um pouco frio mesmo, porém é bem carinhoso e super protetor com o seu filho, acho que isso é só uma máscara para não mostrar que ele poderia ser sim, carinhoso e super protetor com a sua seita.

- Quer ajudar para arrumar as malas? Porque se você não sabe, eu já arrumei as minhas.

- Que apressado. Claro, quero sim.

A gente saiu dali e fomos para o meu quarto, eu confesso que nesse 1 ano eu não decorei ele, eu não sentia que aquele era o meu quarto, e realmente não era, mesmo o Ouyang Zizhen e o seu pai me dando a liberdade para eu decorar do jeito que eu quiser.

- Esse quarto é mórbido - ele falou quando entrou.

E realmente era, as paredes eram em um tom de cinza um pouco mais fraco, o guarda-roupa e o criado mudo, que ficavam de frente para a porta, encostados na parede, era de um tom de cinza mais forte, quase um preto, e a cama, que ficava do lado direito, tinha as cobertas pretas. Enfim, o quarto poderia causar medo em certas pessoas, de tão escuro que ficava, mesmo com sol.

- Parece que um vampiro mora aqui, e não eu.

Fomos arrumar as malas, e é claro que a gente se divertiu muito, foi uma loucura, e no final nós acabamos desabando na cama de tão cansados que estávamos e dormimos.

Muita gente já nos perguntou o que sentimos um pelo outro, e eu sempre respondo que eu considero o Ouyang Zizhen como um irmão e ele responde o mesmo. Já teve fofoca no meio da seita e fora dela dizendo que a gente era namorados, e quando eu escuto, eu sempre falo que isso é mentira, entretanto, eles não nos escutam.

A gente é muito grudado, fazemos praticamente tudo junto, e já dormimos várias vezes juntos, não dá maneira que as pessoas pensam, só conversamos bastante, rimos bastante, até caímos no sono.

E se só nós dois sabemos disso, é o que realmente importa, não ligamos para fofocas, pois nós dois sabemos como realmente funciona a nossa amizade.


Notas Finais


Site onde eu posto várias fanfics minhas: https://perdida-nos-livros.com.br/blog


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...