História Todo mundo pode trair todo mundo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias A Rainha Vermelha
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 3-Mare


esc da Guarda Escarlate ficava em Delphie,perto do Rio de Março.Eu já,pelo meu mapa cerebral, estava no rio Mortian, na fronteira de Norta e Piedmont.Para que?Para salvar a vida de uma vermelha chamada Emily, que morava em uma pequena Vila em volta do rio. Ao entrar na Vila eu puxo o capaz  da minha blusa para esconder o meu rosto,apesar que estava ainda bem escuro,ja que o sol não tinha nascido. Pelo endereço que estava escrito no caderno em minhas mãos, a menina mora pero de ond estou.Eu espero encontra-la em casa,se não ela teve esta morta em algum lugar,pois ela já completou 18 anos,ano passado,é nesta esposa o alistamento para a guerra ainda existia e recrutada qualquer pessoa acima de 18 anos que não tinha uma profissão. Eu escapei por um triz,é Kilorn também. Mas não tenho tanta certeza desta garota.

O sol acabou de começar aparecer e já estou de frente a casa da Emily.Ao bater na porta uma menina de pele clara e cabelos pretos longos apareceu na porta.

-Bom dia-disse

-Bom dia -respondi -Eu não quero qualsar nenhum tumulto, então eu pesso ,por favor,para me acompanhar até um lugar seguro. 

-Quem é você?

-Sou Mare Barrow, a garota elétrica. 

Eu disser meu nome a menina ficou pálida, parecendo que iria desaparecer. Foi nesse momento que percebi o seu poder: ela podia ficar invencível. 

-Eu seu que é meio esquisitolmas eu preciso da sua ajuda, você topa?

-O que que eu tenho que fazer? 

-Antes de tudo seus pais estão aí? 

-Não,eles morreram a dois anos e não tenho irmão. 

-Então você so irá me seguir, se quiser se juntar a mim para derrotar Maven.

-Preciso de levar alguma coisa?

-Se você tiver comida e água pode trazer o máximo que puder.

Quando ela foi lá dentro pegar as coisas eu observei a Vila e lembrei da minha "cidade" e da minha família. Eu sei que eles estão seguros,mas mesmo assim não conseguir contém uma lágrima.

-Pronto trouxe tudo que consegui.

-Ótimo!Agora me acompanhe sem fazer muito barulho. 

Depois de uma longa caminha,paramos de baixo de uma árvore para descansar e comer. Se passaram alguns minutos, quando eu tomei coragem te lhe pergunta uma coisa.

-Emily, você sempre soube que tinha poderes?

-Na verdade não.Eu comecei a ter poderes semana passada,depois te ter quebrado um copo.Foi quando eu percebi que posso ficar invencível quanto estou triste,assustada e com raiva.Posso te perguntar uma coisa?

-Claro.

-Cadê seus amigos da Guarda Escarlate? 

Eu lhe contei a história toda e ela me contou sobre a sua vida.Ela me disse que iria me ajudar a procurar os outros sanguenovos.Quando percebemos que já era bem tarde e começaremos  a nossa caminhada para o ri Príncipe, que infelizmente fica perto de Delphie. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...