História Todo o Meu Amor por Você - Capítulo 4


Escrita por:

Visualizações 28
Palavras 2.637
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Famí­lia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus amores, só vim agradecer por estarem acompanhando a fic e vendo no que isso vai dar e pedir desculpas por como o texto ficou, porque eu escrevo no celular e depois posto no aplicativo do Spirit, por isso me perdoem prometo melhorar. Agora sem mais enrolação. Boa leitura 😘.

Capítulo 4 - Capítulo 4: Entendendo Sentimentos


Fanfic / Fanfiction Todo o Meu Amor por Você - Capítulo 4 - Capítulo 4: Entendendo Sentimentos

No dia seguinte a todos os acontecimentos anteriores, todos os alunos estavam na sala em seus respectivos lugares esperando por Kakashi, o professor de português e línguas, chegar e dar aula. Enquanto esperavam acontecia várias conversas paralelas entre os estudantes, menos entre algumas duplas muito famosas naquele lugar. Sasuke e Naruto não estavam conversando mais como de costume. Depois do incidente do beijo na escada na qual os dois disseram que não contariam para ninguém, ficaram sem se falar direito, deixando um clima estranho e desconfortável entre ambos, mesmo que tentassem fingir que tudo estava bem.

Algo parecido acontecia com Edward e Ichigo, pois não estavam brigando com a mesma frequência de sempre, apesar de tentarem fingir algumas brigas para que ninguém, muito menos os seus amigos, desconfiassem de algo. Mas após o ocorrido no trem, estavam sem coragem de falar sobre o ocorrido um com o outro. Ed achou melhor fingir que nada aconteceu mesmo se lembrando constantemente da cena do beijo com Ichigo, no entanto Ichigo não conseguia ou pelo menos não queria esquecer o que aconteceu, muito menos fingir, porém sabia que teria de pedir desculpas para o Elric porque achava que tinha o magoado.

Em meio tantas pessoas conversando, um grito chamou a atenção de todos.

- Gente ele tá vindo! - Era Kiba gritando do lado da porta, vigiando para garantir que os alunos já estivessem nas suas cadeiras e quietos para quando o professor chegasse. Afinal ninguém queria levar bronca. Quando todos já haviam se sentado, Kakashi entra na sala.

- Obrigado por anunciar a minha vinda Kiba, muito gentil da sua parte, consegui escutar sua voz lá das escadas - Disse Kakashi num tom brincalhão fazendo todos rirem menos Kiba - Mas enfim bom dia para vocês. 

- Bom dia senhor Hatake! - Falaram todos os estudantes de forma sincronizada e barulhenta.

Kakashi Hatake era um homem alto, olhos escuros e cabelo branco, e por mais que não aparentasse tinha 40 anos. Era simpático, responsável, um pouco debochado e estava sempre usando uma máscara. Era muito amado e querido pelos alunos, contudo eram poucas as pessoas que conheciam seu passado e sua vida pessoal.

- Bom antes de tudo queria avisar a vocês que passarei um trabalho em dupla, que escolherei as duplas, e que deverá ser realizado em menos de uma semana. E antes que eu me esqueça: sem atrasos! Se não perderam pontos em suas notas. 

Depois de explicar do que se tratava exatamente o trabalho, Kakashi pegou uma folha de papel que estava dentro de uma pasta azul, que ele havia trazido consigo, com o nome de cada dupla.

- Bem...- Começou - Naruto e Ed, Sasuke e Ichigo, Al e Natsu... - E assim prosseguiu falando os outros nomes.

O Naruto, Sasuke, Ichigo e Ed se sentiram aliviados com aquilo, porque sabiam que acabariam tocando naquele assunto específico. A aula decorreu normalmente, até o sinal tocar e como não haveria mais aulas naquele período da manhã os alunos foram liberados. O grupo de rapazes seguiu com suas duplas para outros lugares para fazerem seus trabalhos. Naruto e Ed foram para a biblioteca, Sasuke e Ichigo foram para os jardins da escola e Al e Natsu foram para o apartamento dos mesmos.

A caminho do apartamento dos garotos, Natsu quebrou o silêncio que havia se instaurado. 

- Algo de errado não está certo - Apenas disse com uma cara desconfiada chamando a atenção do amigo.

- Como assim? - Questionou.

- Você não notou? Tem alguma coisa estranha com o Naru, o Sasu, o Ichi e o Ed. O Naruto e o Sasuke por exemplo, desde ontem depois que voltaram da biblioteca não se falam como de costume, as vezes tendo uma conversa amigável ou simplesmente discutindo quem é melhor em alguma coisa, parecia que nem se conheciam a anos - Exagerou - Eles nem se quer trocaram uma palavra no jantar de ontem! - Deu ênfase em "uma palavra" e Alphonse concordou com um aceno de cabeça. 


- É verdade também notei isso, o Ed e o Ichigo também estão estranhos. Depois que voltaram da vovó - Se referiu a senhora Pinako - não brigaram como de costume, até poderia dizer que estavam fingindo as brigas, eles nunca brigaram por um doce. - Falou referindo-se ao que aconteceu noite passada - Queria perguntar ao Ed o que aconteceu mas acho que ele não vai falar.

- Deve ter acontecido alguma merda entre eles certeza! - Natsu afirmou com firmeza o que dizia. Conhecia os garotos desde crianças e reconhecia até quando estavam brigados - Eles pensam que enganam a gente.

- Pra estarem fingindo "estar tudo bem" - Fez aspas com os dedos - Deve ter sido algo sério ou algum desentendimento. 

- Tem razão Al, mas seja o que for espero que se entendam logo, não aguento mais esse clima estranho - Abriu a porta do dormitório/apartamento.

- Eu também espero Natsu - Ambos entraram no lugar e começaram a fazer o trabalho. 

Na biblioteca, Naruto e Edward terminavam o trabalho graças a inteligência do de olhos dourados e da vontade de ir pra cama dormir do de olhos azuis. 

- Finalmente - Agradeceu Naruto se jogando de brusus na mesa do local.

- Você é bem preguiçoso sabia - Falou Ed sentado com cara de desagrado.

- Até parece que você não me conhece né Alquimista de aço - Levantou um pouco a cabeça dando um sorriso que contagiava.

- Felizmente ou infelizmente te conheço muito bem Uzumaki - Deu um sorriso logo ficando com uma expressão um pouco séria conseguindo coragem para perguntar o que tinha percebido e que lhe incomodava - Te conheço tão bem que sei quando tem algum problema e não quer dizer.

Por essa o Uzumaki não esperava, sabia da perspicácia do baixinho loiro mas não esperava que ele tivesse percebido tão rápido que o mesmo não estava bem. E agora provavelmente não o deixaria em paz até contar o que aconteceu.

- Vai Naruto conta, por que você ta assim?

- Assim de que j-jeito? - O Uzumaki gaguejava nervoso não sabia como evitar muito menos como não contar a verdade para Ed.

- Naruto eu não nasci ontem, fala logo em que merda você se meteu? - Olhava para Naruto começando a se irritar e ao mesmo tempo ficar mais preocupado. Ele se preocupava com loiro de olhos azuis queria ajudá-lo independente do problema que fosse. 

Todavia Naruto ficou quieto, não sabia o que responder, tinha dito a Sasuke que não contaria mas sentia tanta vontade de contar o ocorrido a alguém que questionava-se se devia ou não contar a amigo. Ed, impaciente, discretamente pegou alguns objetos feitos de metal no bolso do casaco vermelho junto com um papel e um lápis e com alquimia transformou os objetos de metal em uma pequena latinha, colocando-a em frente ao outro loiro.

- Segredo na lata.

- Não Ed, assim não vale - Naruto falou manhoso.

- Sim senhor, só desse jeito pra tu falar logo - Disse já sem um pingo de paciência.

Segredo na lata é um jogo, com um péssimo nome, que Natsu inventou quando os meninos eram crianças. Nesse jogo cada um deveria escrever em um papel algum segredo obscuro ou vergonhoso ou algo que realmente quisesse falar depois colocava seu nome no papel e depois o deixava dentro de uma latinha e quando todos os papéis fossem lidos, os mesmos deveriam ser queimados para que o segredo não fossem revelado a mais ninguém exceto as pessoas a quem ele havia sido confiado e deveria ficar guardado com elas para sempre. Agora essa brincadeira estava sendo usada para revelar mais um segredo. 

Naruto escreveu no papel mesmo a contragosto e o entregando a Edward. Por mais que a letra do Uzumaki não fosse das mais bonitas e tivesse alguns erros de palavras, Ed conseguiu entender perfeitamente o conteúdo da carta e quando terminou de ler, olhou para Naruto com os olhos arregalados.

- Você beijou o Sasuke! - Quase deu um grito sendo repreendido pelo Uzumaki.

- Shiuu!! Quer um microfone pra falar mais alto! - Repreendeu evitando gritar também.

- Naruto...Como...Ah...Eu... - Ed não fazia a mínima ideia do que fazer, estava muito surpreso e chocado com a situação em que se encontravam, apesar de ter passado por uma situação parecida com Ichigo, naquele momento se tratava de seu melhor amigo ter beijado seu outro amigo e concerteza Naruto precisava falar sobre aquilo com alguém - Olha me conta direito o que aconteceu.

- Ontem depois que a gente saiu da biblioteca e tava descendo as escadas, eu caí levei o Sasu junto e... Rolou - Suspirou profundamente colocando a mãos nas têmporas e na nuca as massageando.

- Mas porque vocês contaram pra gente?

- Porque... O Sasuke me pediu pra guardar segredo e fingir que nada aconteceu por isso não contei - Quando contou esse fato o rosto do Uzumaki entristeceu, algo que não passou despercebido pelo Elric.

- Naruto...Você gostou do beijo ou...Você gosta do Sasuke? - Perguntou sendo bem direto e tentando tomar cuidado com as palavras para não deixar o amigo mais triste e tentando não demonstrar a raiva que tinha de Sasuke por ter pedido aquilo.

Quando Naruto escutou a pergunta de Ed, travou ficando pensativo.

- Olha Ed... Eu não sei, acho que eu gostei e gosto dos dois... - Admitiu - Sabe o beijo ele foi calmo, gentil, mas ao mesmo tempo eu me senti bem... E sendo sincero se pudesse eu ficaria lá beijando ele até não poder mais - Deu um sorriso por final.

Edward abaixou a cabeça. No fundo ele tinha gostado do beijo com Ichigo, ainda lembrava o gosto da boca do Kurosaki e conseguia sentir o cheiro do perfume do mesmo, contudo por orgulho não iria admitir isso para si mesmo. Mas vendo o amigo falar sobre aquilo resolveu fazer algo que fazia com poucas pessoas: se abrir. Pegou o papel de Naruto, no qual ele havia escrito, e começou a escrever logo entregando ao outro loiro. Diferente do Uzumaki a letra de Ed era mais bonita e mais legível, porém quando Naruto terminou de ler, quase caiu da cadeira, ele também não acreditava no que tinha acabado de ler.

- Você beijou o...!! - Quase deu um grito, porém a mão de Edward na boca de Naruto impediu isso, além de serem repreendidos pelos outros integrantes da biblioteca.

- Me lembre de te dar um soco depois ok? - Fez a "ameaça" tirando a mão da boca do Uzumaki.

- Pera você e o Ichigo...?

- Sim e daí?

- Não me leve a mal - Passou a mão no cabelo vendo a cara de irritado do amigo aumentar - Mas eu sempre achei que vocês combinavam muito.

- Sério Naru! - Foi repreendido por mais uns "shiuus" de algumas pessoas.

- Mas é sério, vocês brigando desse jeito ia acabar dando em namoro.

- A gente não tá namorando - Esclareceu.

- Mas...?

- Eu gostei daquele maldito beijo Naru - Colocou as mãos na testa - O que me deixa mais puto é que eu gostei... Eu sempre fui amigo do Ichi e agora tô me lembrando daquilo o tempo todo e não sei se aquele desgraçado gosta de mim ou só tá brincando comigo e... Ah!...Essa merda de incerteza tá me matando - Desabafou finalmente suspirando pesado.

- Sinto o mesmo que você.

- Estamos ferrados Naruto.

- Estamos sim Ed.

Colocaram o papel dentro da lata e combinaram que iriam queima-lá depois que saíssem da biblioteca.

Enquanto isso nos jardins da escola, que eram cheios de flores e plantas diferentes, Ichigo e Sasuke já haviam terminado o trabalho e conversavam sentados no chão sobre vários assuntos até que o Kurosaki resolveu perguntar algo que ele também suspeitava.


- Sasuke que treta você e o Naruto se meteram? Vocês não tão se falando direito.

- Isso não é da sua conta Ichigo.

- É sim e não me obrigue a usar o "Segredo na Lata" pra te fazer falar.

Com um suspiro pesaroso o Uchiha respondeu. 

- Eu beijei o Naruto.

- Quê??!!! - Ichigo ficou extremamente surpreso quase tendo um surto. O Uzumaki e o Uchiha juntos? Quem iria imaginar.

Sasuke contou ao Kurosaki toda a história e com muita insistência contou como se sentia em relação aquilo.

- Eu não sei Ichi, mas quando aconteceu queria ficar lá sem parar um momento, me sentia bem e queria ficar com ele - Admitiu com dificuldade, mesmo não sendo apenas isso.

- Então por que diabos você pediu pra ele fingir que nada aconteceu idiota? - Questionou indignado.

- Porque... Eu não queria que ninguém soubesse e... Eu não queria admitir que estava apaixonado pelo Naruto.

Ichigo se surpreendeu com a declaração final do Uchiha, sabia que ele não de falar como se sentia, por isso não pode evitar uma cara de surpresa e perguntar.

- A quanto tempo Sasu? A quanto tempo gosta do Naru?

- Não sei quando começou, mas percebi já faz dois anos - Concluiu.

- E porque nunca falou pra ele? E se ele gostar de você também?

O moreno ficou em silêncio. Essa eram as perguntas que permeavam seus pensamentos desde de que descobriu que gostava do Uzumaki. Mas ele não iria falar isso para Ichigo.

- Ok se não quiser falar tudo bem, mas sabe que vai ter que resolver isso depois, se gosta dele tem que falar logo antes que alguém tire ele de você.

Sabia que o Kurosaki tinha razão, Naruto era alguém que qualquer um chamaria de lindo, era uma boa pessoa, e Sasuke sabia de muitas garotas que gostavam do loiro. Um de seus maiores medos era perder o Uzumaki para outra pessoa.

- E você Ichigo? - Perguntou para o amigo, que o encarou, tentando mudar de assunto - No que se meteu pra tá agindo desse jeito? E nem adianta mentir pra mim.

E com um longo suspiro Ichigo contou toda a história para Sasuke e falou como se sentia sobre tudo.

- Não faço a mínima ideia de quando comecei a gostar do Ed, mas naquele momento eu simplesmente agi - Colocou a mão na testa - Queria muito beijar ele, mas óbvio foi uma péssima ideia porque além dele ter me dado um tapa e depois ter ido embora correndo - O moreno ria um pouco internamente devido a situação mas não comentou nada por respeito ao amigo - Agora ele tá me evitando e fingindo que nada aconteceu! 

- Sinto por você Ichi, acho que nois dois estamos na mesma merda! - Fez cara de desgosto.

- Também acho mano - Ergueu um pouco a cabeça - Mas de qualquer jeito tenho que pedir desculpas pra ele e você tem que falar com o Naruto! - Disse apontando o dedo e olhando pro Uchiha.

- Como assim?!

- Você me ouviu! Eu peço desculpas pro Ed e você conversa com o Naruto! Se não quiser perder ele Sasuke e se realmente gosta dele tem que se acertarem logo, tem o meu apoio, então combinado? - Estendeu a mão ao amigo.

- Ok, mas você se desculpa com o Ed! Com aquele mau humor que ele tem pode não te perduar nunca mais - Estendeu e apertou a mão do Kurosaki.

- Quanta motivação você me dá em seu Sasuke - Deu uma risada irônica vendo o moreno dar um sorriso de leve.

- Bom vamos logo - Falou se levantando.

- Vamos - Se levantou.

Os dois rapazes voltaram para seu dormitório pensando em como fariam para cumprir seus objetivos. Ichigo de pedir desculpas a Edward e Sasuke de conversar com Naruto.


Continua?...?



Notas Finais


Então comentem o que acharam me dêem sugestões e perdoem por erros. Espero terem gostado e tchau, bjs e abraços para todos 😍😍😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...