1. Spirit Fanfics >
  2. Todos os Sentidos (Imagine Jungkook e Jimin - BTS) >
  3. Os Cheiros

História Todos os Sentidos (Imagine Jungkook e Jimin - BTS) - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Os Cheiros


Eu estava impaciente. Na verdade, nunca fui uma pessoa abençoada por esse sentimento.

O professor estava demorando para vir e enquanto ele não chegava, a sala parecia um festival, mas não queria me enturmar por ser antissocial como o próprio Taehyung me chama. Este, que era um beta, é o único próximo de mim, meu único amigo em quem posso confiar verdadeiramente e o primeiro que não me julgou por ser uma alfa lúpus. E mesmo sendo o representante de classe, foi o primeiro a fazer a festança.

── Você é chata! ── Vejo o beta se sentar numa cadeira vazia à minha frente. Estava a batucar o lápis incansavelmente contra a capa de meu caderno enquanto balançava a perna. Se soubesse que seria essa droga, eu nem viria para cá. ── Não é novidade, mas preciso dizer. ── Sorriu ele de forma adorável.

── Obrigado! ── Faço-o ri de mim. ── Volta lá para seus amigos festeiros, vai!

── Não seja má comigo desse jeito! ── Resmunga ele, fingindo estar ofendido. ── Vai fazer alguma coisa a noite?

── Pretendo ir no Solitude.

── Eu queria que você me fizesse companhia...

── Você sabe o que acontece quando eu vou na sua casa.

Por mais que Taehyung fosse meu melhor amigo e beta, eu não "resistia" a sua beleza e encantos. E se é assim comigo, imagino que para o beta é a sua guerra a cada momento quando me vê. O garoto era esperto, sabia puxar assunto e até desenrolar uma boa conversa. Talvez esse seja um dos motivos de eu sentir uma atração pelo mesmo. Seu cheiro me viciou nos primeiros dias em que o conheci, mesmo sendo beta, era quase possível sentir em meu paladar de tão gostoso que era. Doce e amadeirado ao mesmo tempo, suave comparado aos ômegas e outros alfas, mas considero um lado bom do meu lúpus. Tae sabia que era apenas isso que conseguirá de mim, noites na sua cama, contudo, parece aceitar bem isso e até se sentir sortudo, tanto por eu ser quem sou, uma alfa lúpus, o que na teoria eu seria mais exigente no quesito parceiros, e ele por ser um simples beta e não receber tanta atenção de alfas ou até mesmo de ômegas comuns.

A diferença entre ele e eu é que mesmo sendo uma garota de poucas palavras ou só falar quando tenho intimidade, já que sou sou uma alfa, consequentemente se alguém tiver interesse, não precisarei dizer nada, a pessoa ainda estará interessado e tentará falar para ter algo comigo, seja uma noite ou a até a minha mordida para ter-me toda a vida.

É a realidade de hoje. Porém, não pretendo morder alguém tão cedo.

Às vezes dá uma peninha de Taehyung. O beta precisa estar bem apresentável e ainda ter uma boa conversa para chamar atenção das pessoas, mesmo já sendo da sua personalidade, é necessário fazer triplicado para que alguém se interesse por ele. Como seu cheiro não é tão chamativo, quase imperceptível, sua lista de romances ou ficantes é bem pequena, e conhecendo como o conheço, isso era um problema para si. Queria que todos conseguissem sentir melhor os feromônios de Tae como eu sinto, é bem gostoso e te faz se sentir elétrico de alguma maneira. Talvez assim o Kim consiguiria ficar com quem ele realmente quisesse.  Porém, sempre foi essa dificuldade para os betas, até porque, não é muito comum ver betas ou outros betas, mas existem casos e casos.

Após a terceira guerra mundial, uma peste atacou o mundo e matou bilhões de pessoas. A cada ano que se passava, mais milhões morriam, os pesquisadores trabalharam por muitos anos para enfim achar uma cura, contudo havia um "porém". Os humanos poderiam acabar por serem modificados, sendo metade animais, mais precisamente: metade lobos.

Acreditavam que os cromossomos dos lobos junto com várias químicas que previniam doenças poderia servir como a cura e o exterminio da peste se todos fossem vacinados. Era a única solução para que a espécie humana não fosse extinta para sempre. Muitos anos de pesquisa em laboratório, descobriram existia sim uma salvação.

Demorou um tempo para que todos recebessem a vacina e esta não reagiu bem a uma parte da população, ocasionando muitos mais mortos. Além das pessoas que eram contra vacinações, estas foram vacinadas à força, pelo bem da humanidade. Foi o que o Novo Governo disse. Anos se passaram e até hoje estamos tentando se acostumar com os lobos dentro de nós, a lidar com a nova vida.

Servimos de cobaia para o Novo Governo, pois alfas, betas e ômegas ainda é considerado uma novidade. Os pesquisadores trabalham para tentar entender melhor a diferenças e necessidades de cada um. Uma das coisas que eram malvistas por estes eram fêmeas alfas lúpus.

Talvez por um motivo machista de que mulheres não deveriam ser alfas e também, lúpus significava mais força, mal humor ou raiva com mais frequência, perspicácia em cheiros e muito inteligentes, chamavam mais a atenção dos ômegas e até betas, mais protetor, uma raridade já que ainda são poucos os que existem, enfim, coisa que ainda não é aceito numa mulher na sociedade ainda.

E claro, não deixando de lado o nosso incrível, maravilhoso, odiado por muitos e amado por muitos outros, e delicioso pênis. Não importa se você é uma fêmea, mas se você é lúpus, então você tem um pênis escondidinho no meio das pernas. Meus parceiros nunca reclamaram, mas isso era a maldição para o governo e para minha mãe.

Então, se não existe quem resista a pessoas com lúpus, por que o governo leva isso como uma doença? Bom, talvez por sermos melhores? Talvez porque ômegas e betas, quando dormem com pessoas assim, nunca mais querem dormir com pessoas sem eles? Isso nós não iremos descobrir tão cedo. Contudo, aos olhos dos mais velhos, meninas alfas lúpus é que era o "fim do mundo".

E acredite, o pênis era a maldição, o repúdio, a desgraça... porém, só na cabeça deles, pois na prática, dariam tudo e qualquer coisa para ter uma noite e experimentar alguém com lúpus.

Eu não fui vacinada, minha mãe foi. Uma semana antes de saber que estava grávida, os médicos disseram que isso poderia causar algum tipo de sequela em mim, uma doença crônica, como muitos foram avisados sobre a vacina. Todavia, a única coisa que me aconteceu foi nascer alfa lúpus. Apenas isso. Minha mãe tinha se descoberto ômega e meu pai, que não ligava muito para mim, era alfa. E como à 20 anos atrás isso ainda era algo muito novo, acharam e ainda acham que é algum tipo de doença, me entupindo de remédios e vacinas que me faziam muito mal como se impedisse ou mudasse o que eu era até os meus 15 anos, quando decidi por mim mesma não os tomar mais.

Houve casos de pessoas morrendo com os remédios, diminuindo ainda mais a população, antes o que era raridade, agora é quase impossível de se encontrar alfas do tipo.

Até hoje minha progenitora fala para voltar a ingerir tais medicamentos, me insentivando a passar raiva quando se refere a mim como uma adoentada. Sou muito saudável, sei disso, tenho certeza! Não é porque que é raro, e que eu tenho dois órgãos genitores, que signifique uma doença, pois eu considero motivo de orgulho, mas esse sentimento só terei de mim mesma, infelizmente. Acredito que isso também faz parte do meu lado alfa.

Por isso, prefiro não ficar em casa. Aos meus 14 anos, descobri uma cabana perdida e aos pedaços numa floresta protegida pelo governo onde havia grades e placas ao redor da mesma que mandavam não avançar e quem o fizesse poderia até ir preso. Todavia, o próprio estava instável desde a terceira guerra mundial, mesmo que a violência e criminalidade tenha diminuído desde o século XXI, nosso país está por pouco de se tornar "uma terra sem leis", até porque o único problema do mundo até então são os alfas lúpus, aparentemente. Chega dá vontade de rir!

Ômegas e betas lúpus também existem, contudo, não é visto como um problema.

É difícil encontrar ricos pelos mundo hoje em dia. O clima é quase sempre úmido. Se não chove, fica nublado, pouquíssimos dias do ano temos Sol e até criaram festas comemorativas para quando isso acontece de tão raro que é. Por conta disso, as chances de se encontrar comida natural, plantada em hortas é quase como um monumento. Todos os alimentos são manipulados e em sua parte, enlatados. Não sei como era a comida de antigamente para saber se era de mesmo sabor, mas não acho nossa comida de todo mal. Muitas espécies de animais foram extintos, por conta da peste e a falta de adaptação ao clima.

Uma triste realidade, mas só nos resta seguir em frente.

A atmosfera da Terra não é mais o mesmo de antigamente como os nossos livros de história contam. O oxigênio é quase inexistente e só não ficamos com problemas respiratórios por conta das nossas forças de ômega e alfa, os betas precisam de atenção a mais, mesmo que alguns, como Taehyung, aguentem bem sem sentir qualquer mal. Sobre isso, adivinhem! Estão tentando descobrir uma forma de sobreviver mesmo sem o oxigênio, uma das ideias de "finalmente" habitar em Marte. Mas se o ser humano conseguiu destruir a Terra, imagine Marte! E se Marte for destruído, para onde vamos? Júpiter? Depois vamos direto para Urano? E quando não tivermos mais lugar para morar? Ainda não é oficial, mas até lá ficaremos dependentes das vacinas e tecnologias de maquinas com refis, onde cientistas que produzem oxigênio em laboratório. Refis estes que vedem em farmácias de pequeno porte e os hospitais possuem grandes bujões.

── Vai dizer que não me quer mais?

── Não é isso e você sabe! A vida não é só diversão. ── Passo os dedos por meu cabelo e os coloco atrás da orelha, enquanto escuto a voz rouca do beta dar o ar de sua graça mais uma vez.

── Então, quando você quiser, me procure. Sabe que para você eu nunca nego e nunca irei negar!

Descido então sair do meu mundinho me levantando da cadeira para seguir até o banheiro. Ajeito meu cabelo mais uma vez quando saio de sala e depois enfio minhas mãos no bolso de meu casaco.

Fui no banheiro apenas para jogar água no rosto, já que vim para o colégio sentindo o sono em posse do meu corpo. Na hora de voltar, encontro Jae Hyun, um dos machos alfas que mais detesto no mundo, parece estar sempre disputando comigo, mas nada correspondido por mim. Acho que sou uma ameaça para a sua masculidade e reputação de alfa, e não nego que adoro saber o deixo tão pequeno assim, então essas disputas que o mesmo inventa na mente é para aumentar seu ego.

Sorriu de maneira debochada e de uma forma em que eu não pudesse revidar rapidamente, até porque o próprio sabia quem era o mais forte entre nós dois. Deu um forte empurro de ombro em mim e saiu quase correndo. Completamente idiota, mas ignoro, pois o que menos preciso hoje é de estresse, mesmo sendo algo difícil para mim.

Tiro meu casaco moletom no corredor mesmo para que o cheiro de outro alfa não fique pregnado em mim, tal ato fez muitos me olharem e não precisava ver para saber que muitos estavam com desejo, principalmente depois de sentirem meu cheiro melhor.

Assim que entro na sala vejo novamente toda a turma fazendo sua bagunça e colocando em dia o papo. O mix de fragrâncias naquela sala entram em minhas narinas novamente e me arrepiam como se fosse algo novo.

O começo do ano letivo nunca é emocionante para mim assim como o fim do próprio. E é inevitável não aprender sobre de quem cada cheiro pertence, logo, foi quase impossível não perceber a novidade quando farejei e notei que havia dois tipos de perfumes novos. Estes são distintos, mas agradáveis demais para ômegas. Meu olhos varrem a sala de aula com pressa e acabo por encontrar Taehyung conversando perto do quadro branco, o único lugar com espaço para ficar, com dois garotos que pareciam prestar atenção em tudo que o mesmo falava.

Pelo cheiro que os dois exalavam e por conta de nunca ter os visto antes, podia afirmar que eram novos alunos. Observo que depois de respirarem fundo, os dois olham para minha direção, nos meus olhos. Uma conexão foi instalada e como se Taehyung ou qualquer outra pessoa não existisse, não ligaram se estavam sendo pegos no flagra por me olharem sem pudor e com curiosidade. Como reposta, sorrio enquanto ergo minha coluna, mais do que já estava, para estabelecer minha prepotência.

Assim que Tae percebe o que aconteceu, não se importou de fazer o papel de bom amigo e falou de mim para os ômegas novatos. As vezes minha super audição é minha melhor amiga.

Não pudia afirmar se eram ômegas lúpus, já que como alfas, também era uma raridade, contudo, já sabia que viciaria nos feromônios desses lobinhos. Feromônios esses que, assim que os dois me viram, iniciaram o processo de expulsão destes para tentar me seduzir e chamar minha atenção.

Assim tão depressa?

Me sento em meu lugar, não exito em olhá-los mais uma vez para observar melhor os detalhes de cada um. Como ômegas, são realmente muito atraentes para meu lobo interior, que parecia se revirar dentro de mim com a chegada dos mesmos. Um era mais alto que o outro e este tinha cabelos tingidos de um vermelho claro, realçando o tom de sua pele. O mais baixo não saia perdendo, já que seus cabelos escuros destacavam ainda mais seu olhar com ar de inocência e luxúria, dois opostos, mas que combinavam para ele. Seus cheiros são bem diferentes, algo que nunca farejei em toda a minha vida, me causando boas impressões, contudo, tento me recompor e me envolvo com outros cheiros da sala.

E se eu realmente quero eles, terei que estabelecer meu cheiro nos dois, porque se não, outros alfas o farão. Vi que quando os feromônios dos mesmos ficaram mais cahamativos, acabou por atender a atenção dos outros alfas da sala também, mesmo os próprios percebendo que a intenção era me atingir, e os ômegas conseguiram. Entretanto, se algum alfa tentar se aproximar, eu quebro os ossos do corpo do infeliz, e creio que os outros saibam bem disso.

Se eu continuar apenas envolvida com aqueles ômegas, com certeza irei me descontrolar.


Notas Finais


e ae povo bonito, beleza? dizem que as introduções de histórias quase sempre são chatas, acredito que foi o meu caso nessa fic, mas achei necessário para contar como é o cenário/ambiente que os personagens estão vivendo.

mas para um começo, o que acharam? espero que tenham gostado! ❤👌

queria ter dito mais coisa na estória do universo alternativo da fic, mas essa não é a intenção, a intenção é o hot mesmo kkkj

minha outra intenção era fazer a fanfic ter uns 10 capítulos, mas eu ando tento tantas ideias sobre ela que acho que no final vai ser umas 20 JWSNKAKA complicado!

Peço desculpas pelos erros que encontraram, porém, espero que não tenha afetado a leitura de vocês!
quando eu acabar o capítulo 2 eu irei trazer para vocês. 😘

>>me sigam e se decepcionem comigo:
• wattpad: https://www.wattpad.com/user/xKappo

• instagram: https://www.instagram.com/au_toria/

de: kappotou


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...