História Together Forever - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Alexander "Alex" Karev, Amelia Shepherd, April Kepner, Arizona Robbins, Bailey Grey Shepherd, Calliope "Callie" Torres, Meredith Grey, Nathan Riggs, Owen Hunt, Richard Webber, Sophia Robin Sloan Torres, Zola Grey Shepherd
Tags Calzona, Grey's Anatomy
Visualizações 113
Palavras 2.997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores... Tô sumida? Bastante! Mas eu posso explicar... O meu celular deu problema e eu não tenho computador em casa, então não tinha como postar. Mas agora ele já esta zero bala e vou voltar pra nossa programação normal!

Espero que gostem do CAP de hoje... Temos revelação do sexo do bebê e uma surpresa no final.
Boa leitura!

Capítulo 18 - Vai logo April! Quer me matar do coração?


Fanfic / Fanfiction Together Forever - Capítulo 18 - Vai logo April! Quer me matar do coração?

As duas semanas passaram correndo e foram muito cansativas. Callie e Arizona pegaram vários plantões, um atrás do outro. No final de semana passado tinha acontecido a festa do pijama que foi prometido para a Sofia, deixando as duas quase piradas com a bagunça que as meninas fizeram. Todas as noites, tanto no hospital, quanto em casa, Callie e Arizona ficavam pensando no nome que dariam para o bebê se fosse menina. Se fosse menino, já tinham escolhido, seria Ethan Timothy. Mas o dilema chegou quando foram escolher o nome se fosse menina. Callie havia falado Lia quando a loira ainda estava no hospital em repouso absoluto, mas já tinha trocado o nome várias vezes. Então elas ficavam fazendo uma lista com os nomes que tinham falado. Finalmente o chá revelação tinha chegado. O sábado estava maravilhoso, o céu azul com poucas nuvens, estava muito quente, mas um vento agradável também passava por lá. Nem parecia aquela cidade cinza e chuvosa de sempre... April, Lexie, Callie, Arizona e Sofia arrumavam a decoração no jardim.

- Sofia, coloca esses sapatinhos em cima da mesa, por favor? - Arizona entrega um sapatinho azul e um rosa para a menina.

- Mãe, por que coisas de bebês tem que ser tão fofas? - pergunta olhando encantada para os sapatinhos.

- Eu também não me aguento com tanta fofura - a loira sorri para a filha.

- Amor, acho que precisa trocar a Melanie... - Mark aparece no quintal.

- Mark, eu estou ocupada, por que você não troca ela? - Lexie fala arrumando a mesa

- Eu estou cuidando dos gêmeos e da Harriet, se eu tirar o olho deles por um minuto é capaz de acontecer a terceira guerra mundial!

- Deixa que eu troco, né princesa? O papai não está com nada... - Arizona entra na casa para trocar a Melanie.

Não demorou muito pra terminarem de arrumar tudo, então entraram para descansar um pouco antes de irem se arrumar.

- Ei vocês, fiquem bem longe dessa caixa, estão ouvindo? - April fala para Callie, Arizona e Sofia que estavam sentadas no sofá, uma do lado da outra.

- Você trouxe aqui pra dentro, só pra nos deixar mais curiosas. Isso é crueldade - Callie fala passando a mão na barriga de Arizona

- Eu vou esconder em um lugar bem longe, pra não ter perigo das crianças abrirem antes da hora. - sai, esconde a caixa e volta para a sala.

- Não tenho mais idade pra correr atrás das crianças. - Mark ofegante do lado de Lexie, que brincava com a Melanie.

- Não é você que diz que é o papai Sloan? Faça o papel de pai então, Mark - Arizona coloca a mão em cima da de Callie.

- Estou fazendo o meu papel, loira. Só preciso entrar no ritmo, foram anos em puro sossego.

- Seu sossego vai acabar logo que a Mel começar a andar, eu quero muito ver a cena: "Mel, volta aqui. Mel, você vai cair não corre". Espero que ela apronte bastante.

- Pode aprontar, se ela se machucar tem uma tia pediatra e uma tia ortopedista, caso se quebre.

- Credo Mark, vira essa boca pra lá. - Lexie da um tapa no braço do loiro.

- Crianças se machucam sempre Lexie. Se encostar na Sofia é capaz de desmontar inteirinha, de tanto que ela se machucou e se quebrou. - Callie ria da cara que a filha fez pra ela

- A Mel não vai ser muito diferente... Olha como ela já é arteira. - April fala e olha pra pequena que não parava de balançar as perninhas.

Ficaram conversando e brincando, até dar determinando horário onde todos começaram a se arrumar. Por sorte a casa tinha 2 banheiros. Em mais ou menos uma hora e meia todos estavam prontos. Arizona, Callie, Sofia e os gêmeos vestiam roupas rosas e azuis. A loira estava com um vestido rosa e uma sandália, já a morena usava um vestido azul e uma sapatilha.

- O meu pequeno fica tão lindo com essa camiseta rosa. - Arizona fala arrumando a gola da camiseta Polo do Nicholas.

- E a minha menininha ficou linda com esse vestido azul. - Callie amarrava o all-star rosa da Violet.

- Obrigada por falarem que eu estou linda também. - Sofia fala irônica levantando do sofá. Ela usava uma jardineira azul jeans, com um blusa rosa por baixo e um tênis adidas branco.

- Vem aqui, você tá uma princesa também. - a loira puxa a filha e distribui vários beijos pelo rosto da menina.

- Tá bom, tá bom mãe. Sem melação, por favor. - tentava sair dos braços de Arizona, mas sem sucesso.

Aos poucos, os amigos foram chegando e então elas começaram as brincadeiras. Até a Arizona que não curtia muito chá de bebê ou revelação se divertiu bastante com as palhaçadas que estavam fazendo. Finalmente chegou a hora de descobrirem o sexo, April pegou a caixa que revelava o sexo do bebê e levou para o jardim. A ruiva pediu para que Callie, Arizona, Sofia e os gêmeos se posicionassem de costas para a caixa.

- Vocês só vão poder virar quando eu falar que pode. Vou contar até três. Um... - contava lentamente - Dois...

- Vai logo April, quer me matar do coração?- a morena fala de mãos dadas com Arizona.

- Você atrapalhou a minha contagem, vou ter que contar tudo de novo! Um... Dois... Três... - a ruiva abre a caixa, fazendo os convidados vibrarem. - Podem virar. - quando a família virou viram vários balões rosas indicando que era menina. Callie e Arizona abriram a boca surpresas e depois deram um beijo. As crianças comemoraram, e até mesmo o Nicholas, que queria um menino comemorou.

- Mais uma menininha pra família. - Callie abaixou e distribuiu vários beijos na barriga da loira.

...

Já estava escurecendo quando o chá acabou, ficando apenas Lexie para ajudar a desmontar a decoração.

- Acho que acabamos - Callie fala entrando em casa com as últimas coisas da mesa em uma caixa.

- Estou exausta. - Arizona fala sentada no sofá.

- Os gêmeos já dormiram, Robbins. - Mark fala saindo do quarto dos pequenos.

- A Mel dormiu também. Hoje ela foi a atração do chá. Todo mundo queria ficar com ela no colo. - Lexie balançava a bebê de um lado pro outro.

- Ninguém mandou ela ser fofa desse jeito, tia Lexie. - Sofia sentou lado da loira.

- Puxou o pai. - Mark fala convencido

- Podemos ter a certeza que essa fofura toda não foi do pai que ela puxou.

- Isso tudo é inveja... Estou vendo que vou ficar com mais cabelo branco com as minhas filhas, agora com mais uma, estou ferrado.

- Alguém fala pra ele que a bebê não é filha dele?

- Robbins, seus filhos são meus filhos também. Mesmo se não forem de sangue. Eu sou o homem dessa casa.

- O homem dessa casa é o Nick. Lexie da um jeito no seu marido, por favor.

- Não adianta, Mark Sloan nunca vai mudar. Vocês já pensaram no nome da bebê?

- Nós só tínhamos certeza se fosse menino. Mas ainda estamos vendo, a Callie é muito indecisa, e ela falou que se fosse menina ela escolheria.

- Eu ainda estou pensando no nome, eu acho tantos nomes bonitos. Aí Jesus - a morena coloca a mão na testa.

- Boa sorte pra escolher, não vai ser uma decisão fácil. - Lexie coloca a Mel no bebê conforto. - Bom, estamos indo pra casa, preciso descansar também. Hoje o dia foi corrido.

- Obrigada Lexie, você nos ajudou muito.

- Que nada, somos uma família, sempre que precisar é só pedir. - o casal se despede de Arizona e Callie.

- Amor, vamos tomar um banho, aí vamos pensar no nome pra ela, sim? - Callie da um selinho em Arizona.

- Eu posso ajudar escolher o nome dela mãe?

- Pode Soso, vai tomar banho também e depois vai lá pro quarto. Hoje vamos decidir de uma vez.

- Já tenho vários nomes na mente - Sofia vai para o banheiro.

...

- Ok, eu já tinha feito uma listinha com alguns nomes. - Callie pega o caderno e volta para a cama junto com Arizona e Sofia. - Os nomes foram Lia, Emma, Sophie...

- Esse pode tirar, só pode existir uma Soso nessa família.

- Ok, ciumentinha. - risca o nome

- O que vocês acham de Nicole? - Arizona palpita pela primeira vez.

- Nicole? O Nicholas vai ficar com ciúmes, já temos Nick na família.

- Tudo bem...

- Aqui também tem Eloah

- Eloah Robbins Torres... Não combinou muito.

- Lara?

- Lara não, todas as Lara's que eu conheço são sempre bagunceiras.

- O que vocês acham de Manoela? Tem um significado bonito. - Sofia pega o tablet

- Gostei de Manoela... Qual o significado? - Arizona olha o Tablet junto com a filha.

- Deus conosco.

- Gostei... Vai ser Manoela - a loira fala e todas concordam.

- Por que não pedimos a ajuda da Sofia antes? Teria sido muito mais fácil.

- Eu tenho ideias geniais, eu sei. - a menina fala convencida.

- Tinha que ser filha da Arizona mesmo, convencida desse jeito... - ao falar isso, a morena sente um beliscão em sua coxa - Aii! Isso doeu

- Era pra doer mesmo!

- Poxa amor, vai ficar roxo. - passava a mão no local, que já estava bem vermelho.

- Depois eu dou um beijinho pra sarar - pisca para a morena

- Eu ainda estou aqui, sabia? - Sofia olha para as duas

- Desculpa, filha.

- Sofia, nós vamos viajar...

- Sério? Aí meu Deus, pra onde? Quando? - a menina falava animada

- Calma, vamos para Santa Mônica na Califórnia. Nós vamos segunda-feira. Já mandei um e-mail para a sua escola e para a creche dos gêmeos, avisando da nossa viagem e sua mãe também conseguiu a liberação do tio Karev pra viajar. Então amanhã nós vamos ficar em casa fazendo as malas!

- Santa Mônica não é uma praia?

- Sim! Uma praia muito bonita por sinal

- Eu amo praia! - Sofia sorri

- Claro né, filha de peixe, peixinha é! - Arizona aponta para as duas

Elas passaram quase a noite toda conversando, até olharem o relógio e ver que já estava de madrugada. Callie levou Sofia no colo para o quarto dela, já que a menina havia dormido durante a conversa.

...

A família passou o domingo inteiro arrumando as malas, limpando a casa e resolvendo as coisas da viagem. Callie já tinha reservado dois quartos de hotel pela Internet, para apenas chegar e pegar as chaves. As passagens já estavam compradas, Charlotte (babá) iria junto com elas para ajudar a cuidar das crianças. Agora só faltava chegar a tão esperada segunda-feira...

...

O voo estava marcado para as 8:30. Quando já era 6:30 todos já estavam prontos e apenas esperando por Mark que iria levar a família até o aeroporto.

Callie e Arizona estavam colocando as malas na sala, enquanto as crianças cochilavam no sofá.

Quando o Mark chegou, tocou a campainha Fazendo Sofia dar um pulo do sofá e abrir a porta.

- Aleluia pai. Você é mais enrolado que as minhas mães.

- Bom dia filha, como foi a noite. Dormiu bem? - o loiro fala irônico.

- Foi ótima, na verdade não consegui dormir direito de ansiedade.

- Oi Mark, até que enfim você chegou! - Arizona vai para a porta.

- Eu demorei porque a Mel está meio chatinha hoje. Acordou com febre e manhosa, estava ajudando a Lexie a cuidar dela.

- Melhoras pra ela.

- Vou pegar as coisas pra colocar no porta-malas - o loiro entra pegando as malas e levando até o carro.

- Vamos Callie, já estamos atrasadas! - Arizona fala alto da sala.

- Espera aí, eu tinha esquecido de pegar as passagens. Agora podemos ir.

Depois de colocar todas as malas e as crianças no carro, seguiram para o aeroporto.

- Boa viagem família, tirem bastante fotos! - o loiro aproxima de Callie e Arizona e fala baixo - Principalmente se for rolar alguma coisa na banheira do hotel...

- Você é muito pervertido, Mark Sloan - a loira revira os olhos.

- Só você mesmo! - Callie da risada.

- Tchau pai! Vou tirar bastante foto da praia e mandar pra você. - Sofia abraça o loiro.

- Divirtam-se! - o loiro acena para a família que estava embarcando.

Ao entrar no avião Arizona respirava fundo. Odiava entrar naquela caixa de metal, depois de tudo que aconteceu. Callie sempre percebia que a loira não ficava muito confortável.

- Calma amor, eu tô aqui do seu lado! - a morena dava as mãos para Arizona. Ficaram de mãos dadas até chegarem no destino delas. Desembarcaram depois de mais ou menos 1 hora e meia e foram direto para o hotel de táxi.

Ao chegar no hotel, Callie pegou a chave do quarto e já subiu. O hotel ficava bem de frente para a praia, o lugar era lindo.

Entraram no quarto que mais parecia um apartamento que um quarto de hotel.

- Olha esse quarto Calliope! Ele é maravilhoso. - Arizona deixou a mala em um canto.

- Eu sei escolher, né amor! - deu um selinho na loira.

- Mamãe, nós podemos ir na piscina? - os gêmeos estavam completamente ansiosos.

- Daqui a pouco meus amores. Vamos descer todos juntos, sim?

- Eu vou deitar um pouco. Estou meio enjoada. - a loira deita na cama de casal

- De novo amor? Tem certeza que essa viagem foi uma boa ideia?

- É por causa do avião amor. Claro que tenho! Viagem em família é muito bom.

- Ok então. Vou levar esses peixinhos na piscina.

- Já até coloquei meu biquíni mãe. - Sofia sai do banheiro.

- Me ajuda a arrumar eles Char? - Callie procurava na mala dos gêmeos a roupa de banho dos pequenos.

Colocou um biquíni da Pequena Sereia na Violet e uma sunga do Toy Story no Nicholas. - Estamos descendo amor. Qualquer coisa me liga!

- Tá bom amor, daqui a pouco eu desço pra ficar com vocês. Não esqueçam do protetor!

- Tudo bem. - da um selinho na loira e sai com as crianças para a piscina do hotel.

Depois de uns 20 minutos, Arizona colocou seu biquíni e um shorts, para descer. Sua barriga já está saliente, então decidiu colocar uma saída de praia também.

Chegando na piscina, encontrou Callie brincando com os filhos. A morena virava criança de novo sempre quando estava com seus pequenos. Arizona não pôde deixar de sorrir vendo a cena da guerra de água que estava entre Sofia e Callie.

- Oi amor! Nem vimos você aí.

- Acabei de chegar. - tira a saída de praia e o shorts e senta na beira da piscina colocando apenas os pés na água.

- Sua barriga está linda - a morena fica entre as pernas de Arizona.

- Já estou virando uma bolinha. - passava a mão por sua barriga

- A bolinha mais linda desse mundo, né Manu? - fala com uma voz fina e beija a barriga da loira.

- Não vai entrar mãe?

- Daqui a pouco filha, estou me acostumando com a água ainda. Pelo jeito os gêmeos estão se divertindo... - olhava os pequenos que estavam brincado com a Charlotte na piscina infantil bem ao lado da que elas estavam.

- Soso, vamos apostar uma corrida? Temos que ir mergulhando daquela ponta da piscina até aqui.

- Vamos!

- Você parece uma criança Calliope! - Arizona ria da infantilidade da morena

Ficaram por mais algum tempo ali na piscina brincando, até que todos começaram a ficar com fome. Decidiram subir e pedir alguma coisa no quarto mesmo.

Depois que comeram a família pegou no sono durante a tarde toda.

Já estava escurecendo quando Callie e Arizona acordaram, a vista da janela era linda, dava para ver direitinho a praia e o pôr do sol. Arizona ficou na sacada observando aquela maravilha natural, quando Callie a abraçou por trás, fazendo a loira dar um sorriso automático.

- Chegamos hoje e já estou amando essa viagem. Tirando a parte que eu fiquei enjoada depois de desembarcar. - falava baixo olhando a vista e abraçada com Callie.

- Eu também estou. As crianças estão encantadas com tudo. Essa pequena está dando um trabalhinho e ainda nem nasceu... - passa a mão na barriga da loira

- Não vejo a hora dela começar a se manifestar, foi mais ou menos nessas semanas que os gêmeos começaram a chutar... Ou lutar dentro de mim, acho que era mais uma briga por espaço mesmo!

- Arizona e suas teorias! - Callie ria do pensamento da loira.

- Podemos dar uma volta agora... As crianças estão dormindo, é só pedir pra Charlotte ficar aqui.

- Vou mandar uma mensagem pra ela. - entra no quarto e manda a mensagem para a Charlotte que não demorou pra chegar.

As duas se trocaram, Callie colocou um shorts e uma camiseta soltinha e Arizona apostou em um vestido florido que marcava a barriguinha linda que já estava formada.

Saíram do hotel de mãos dadas e resolveram andar pela areia.

- Esse lugar é lindo! - as duas andavam bem perto do mar, passando os pés pela água

- Decido vir aqui sozinha com você e aproveitar o pôr do sol pra fazer isso... - tira uma caixinha do bolso

- O... O que é... Aí meu Deus - a loira coloca a mão na boca surpresa.

- Arizona Robbins, você aceita se casar comigo de novo? - sorri

- É claro que eu aceito, Callie! - seus olhos já estavam marejados, deu um beijo nela e deixou escapar algumas lágrimas

- Noivas novamente... - a morena sorri e limpa as lágrimas que caiam dos olhos de Arizona.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Até o próximo CAP. ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...