História Together Forever (Yeonjun txt) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Tomorrow X Together (TXT)
Personagens Personagens Originais, Yeonjun
Visualizações 28
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aeeee carai, tô de volta!

Capítulo 18 - Capítulo 17


Fanfic / Fanfiction Together Forever (Yeonjun txt) - Capítulo 18 - Capítulo 17

Pov Bella

- falar o que?- Me dirijo até a sala, onde Yeonjun e meu pai conversaram

- filha...- sua expressão muda. Ele fica pálido e começa a mexer com as mãos.

- Falar o que pai?- insisto.

- Quero falar com a sua irmã também, então não vai ser agora.

- É tão sério assim?

- Sim...é muito sério, mas você pode sair com o seu namorado, quando você chegar, conversamos.

- tudo bem.- dou um beijo em sua bochecha e saio de casa com Yeonjun.- você sabe o que é?- pergunto quando já estamos na rua.

- Sim. Mas ele quer falar para vocês.

- Hm. Mas será que é tão sério ao ponto de ele não querer falar só para mim? Ou não querer que você fale.

- Acho que sim...mas vamos aproveitar, porque amanhã a gente volta para escola.

- Nem me lembre.

Andamos pelo parque por um bom tempo, observando tudo.

Quando já estava anoitecendo, Yeonjun me deixou em casa.

- Filha...- assim que entro em casa, vejo meu pai e minha irmã sentados no sofá da sala. Ele estava aparentemente nervoso.- Sente aqui, quero falar com vocês.

- O que aconteceu?- Bianca diz preocupada.

- É sobre a mãe de vocês.- ele diz diretamente.

- O que tem ela?- meu coração dispara.

- Ela...está viva.

- O que? para de brincar pai.- digo

- Eu não estou brincando- olho para Bianca, que estava em choque.- Ela esta viva, e está aqui em Seoul.

- Por que você mentiu?- Bianca.

- Eu tive que fazer isso. Era o melhor a se fazer.- ele diz de cabeça baixa.

- O melhor a se fazer? Nós crescemos sem mãe, não era o melhor a se fazer.- Bianca esbraveja.

Eu estava sentada no sofá, imóvel, aquilo foi como um tiro em meu peito. Saber que minha mãe está viva, e que todo esse sofrimento foi "em vao" me deixa ainda mais em choque.

- Onde ela está?- digo finalmente o olhando. Meus olhos estavam marejados.

- Ela está trabalhando em uma lanchonete no centro.- Meu pai diz sem me olhar nos olhos.- Me desculpe por ter guardado isso por todos esses anos, eu tive que fazer isso, a familia dela ameaçou tirar voces de mim. Nao irira superar ter voces longe.

- Mais e ela? você não pensou nela?- Bianca.

- Ela nao iria ficar com voces. Os irmaos dela queriam vender voces, já que não aceitavam o nosso relacionamento.

- Eu não quero olhar para ela- Bianca diz brava e sai de lá, indo até o quarto.

- Me desculpa, Bella.

- Eu...vou sair um pouco, preciso pensar.- saio de lá com o uniforme em uma mochila.

Na rua, ligo para Yeonjun.

Ligaçao on

- Alô?- ele atente.

- Yeonjun.

- Gatinha...Você está chorando?

- Eu posso ir para sua casa?

- Claro...o que aconteceu?

- te falo quando chegar aí.

- ok...cuidado.

- Tá bom.

ligaçao off.

Quando cheguei, toquei a campainha, que rapidamente é aberta por Yeonjun.

- Gatinha...- Sem dizer nada eu o abraço.

- Minha mãe...está viva, Yeon, eu não sei o que fazer.

- calma...eu estou aqui, vai ficar tudo bem.

Ele fecha a porta, me levando até a sala, onde continuou me abraçando.

- Eu quero falar com ela.- digo depois de um tempo.

- tem certeza?

- Tenho...ela pode ter feito de tudo, mais ainda é minha mãe.

- Eu vou te apoiar em tudo, fica tranquila.

Naquela noite custei a dormir. Os pensamentos sobre minha mãe sempre vinham a tona. Só de lembrar dos momentos que eu poderia ter passado com ela, do jeito que a minha vida poderia ter sido diferente se ela estive ao meu lado. Minha cabeça estava uma bagunça.

No dia seguinte, Yeonjun e eu fomos para escola em silêncio, acho que nós dois estamos passando por momentos difíceis, mas mesmo assim temos um ao outro para dar todo o apoio que precisamos.

- te vejo no intervalo.- ele me dá um último selinho e sai, indo até a sua sala.

Durante o dia todo, fiquei pensando se deveria ou não falar com a minha mãe. Eu queria saber a sua versão da história, queria saber por que não procurou a gente durante todos esses anos.

- Yeon.- O chamo. O mesmo estava de costas para mim, mexendo nos livros em seu armário.

- oi gatinha.- ele se vira.

- Você pode ir comigo até a lanchonete que a minha mãe trabalha?

- Claro...

Na noite anterior, mandei mensagem ao meu pai, perguntando o endereço do local.

Mesmo querendo muito, eu não vou chegar lá e falar " oi, eu sou sua filha. Aquela que você não vê a mais de 13 anos."

Após sairmos da escola, fomos até a lanchonete.

Quando entrei, vi uma mulher de costas, ela estava lavando algumas xicaras. Assim que ela percebe a minha presença se vira.

Seu olhar se cruza com o meu, fazendo com que a xícara que estava em suas mãos caísse e o sorriso estampado em seu rosto desaparecesse.

- Bella?


Notas Finais


Até mais meus xuxus.💜❤💜❤💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...