História Together //Stefonnie - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Malachai "Kai" Parker, Malachai "Kai" Parker, Stefan Salvatore
Tags Bamon, Stefonnie, Tvd
Visualizações 37
Palavras 1.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ❤️

Capítulo 11 - Eu te amo Bonnie Bennett


Fanfic / Fanfiction Together //Stefonnie - Capítulo 11 - Eu te amo Bonnie Bennett

 |Capitulo anterior |

 

Descemos e todos nós encaravam surpresos. Devem ter ouvido tudo. A porta voltou a abrir e Ric entrou, ao ver Kai surtou e saltou para cima dele o socando sem piedade.

 

-Motus.- gritei e o corpo de Alaric foi projetado até o outro lado da sala. - Acho que todos já sabem do feitiço certo? -grito e todos concordam.

 

-Então vamos começar a elaborar o nosso plano . -disse Caroline e começamos a fazer o nosso plano para acabar com Rayna.

 

[...]

 

Já estava de noite quando finalmente acabamos, eu estava exausta assim como todos presentes na sala. 

 

-Bem se tudo dar certo, Rayna não passa de amanhã.-murmurou Jane séria. Ela encarou Kai longos segundos e desfez o seu feitiço.

 

-Tem lugar para todos na mansão .-disse Caroline chamando a atenção de todos nós. -Eu irei dormir com Stefan o que deixa um quarto livre para você Jane. -acrescentou e senti ciúmes por um breve momento. Olhei pra Stefan e ele retrucou o olhar. Ambos sabíamos o que iria acontecer naquele quarto. 

 

Sai da sala antes que ela acabasse e Kai me seguiu. Fui até o jardim e respirei o ar puro tentando não chorar.

 

-Bonnie. -sussurrou e se aproximou de mim. 

-Você precisa falar com ele. O dizer a verdade. 

 

-Que verdade Kai? 

 

-Que você o ama. -disse como se fosse uma coisa óbvia.

 

-Eu...

 

-Sim, você o ama Bonster. -disse e riu sem graça. 

 

O vi dar meia volta e se afastar da mansão. 

 

-Vai aonde? -pergunto correndo atrás dele.

 

- Aproveitar a minha última noite neste mundo. -disse e eu sorri. 

 

-Eu vou com você . -digo e o sigo.

 

[...]

 

-Então já teve alguma namorada? -pergunto vendo Kai encarando o céu. Nós estávamos no fim da floresta, sentados no capô do carro, a frente do lago. Antes de vir aqui bebemos num bar, compramos as batatas fritas preferidas de Kai e roubamos um carro que íamos devolver de manhã.

 

-Não. -confessou e eu arregalei os olhos supresa.

 

-Como sabe beijar tão bem assim?! -exclamo o fazendo rir. 

 

-Não tenho ideia. -disse e se levantou.

 

O encarei confusa e o vi se despindo ficando apenas de boxer. Kai tinha um corpo digno de um Deus greco, ele era musculado e seus olhos só o rendiam mais irresistível.

 

Ele respirou fundo e se jogou na água . Ri com a sua ação e decidi ter com ele. Tirei minha roupa e entrei na água devagar. 

 

A noite estava linda, o céu estava limpo e a lua cheia iluminava a lago e a gente. 

Senti Kai nadando em minha direção e me preparei para me defender. De repente senti uma mão pegar minha perna e a puxando me fazendo entrar na água completamente. 

 

-MALACHAI PARKER! -grito voltando a surface. 

 

-Não me chame assim Bonnie Bennett. -retrucou me abraçando.

 

-E porque não? - o provoco passando as minhas pernas ao redor da sua cintura. 

 

-Só meu pai me chamava assim. -confessou e revirou os olhos. 

 

-Desculpa. -murmuro acariciando seus cabelos molhados. Ele me encarou e eu fiz o mesmo. Ficamos assim um tempo até ele decidir falar.

 

-Eu te amo Bonnie.

 

-Eu sei Kai. -digo e o beijo sem hesitar. O realidade nos pegou de surpresa e lágrimas vieram a surface. Depois de amanhã não iria ter mais Kai. 

 

-Deve haver uma solução. -digo e ele negou chorando também.

 

-Ela disse que se não fosse eu iria ser você Bonnie! -disse e eu o apertei mais contra mim.

 

-Foge. -digo e ele sorriu abanando a cabeça negativamente.

 

- Se eu fugir você morre.-disse e me pegou ao colo me tirando da água. -E eu não quero que isso aconteça. 

 

-Kai...

 

-Não Bonnie. Está decidido. -disse e se vestiu. Eu me vesti também e entramos dentro do carro. O clima ficou tenso. Eu não estava conformada com a escolha dele e nunca iria estar. O trajeto todo eu chorei, era a única coisa que conseguia fazer.

 

Chegamos a mansão e eu fui diretamente para meu quarto ignorando Jane e Matt conversando na sala.

 

Entrei e fechei a porta com força. Eu precisava de evacuar a minha raiva. Joguei tudo que me passava pelas mãos no chão mordendo meu lábio para sufocar meus gritos.

 

-Motus .-gritei jogando o móvel da cama contra a parede fazendo um estrondo enorme. 

 

Rapidamente ouvi gritos vindo do outro lado da porta mas não liguei. Selei a porta com um feitiço e continuei.

 

-BONNIE VOCÊ VAI SE ESVAZIAR DA SUA MAGIA! -gritou Kai batendo contra a porta. COMO QUER FAZER O FEITIÇO AMANHÃ?!

 

-BONNIE ABRE A PORTA POR FAVOR! -desta vez foi Stefan que gritou.

 

-BON PENSA NAS MENINAS. -pediu Caroline e eu parei. O silêncio tomou conta do lugar e eu solucei limpando o sangue que escorria do meu nariz.

 

-Droga. -murmuro vendo o estado do quarto. 

 

-Bonnie eu vou entrar. -disse Kai e eu fechei os olhos tentando me calmar. 

 

-Não você não vai! Se ela está assim é por sua culpa! -disse Stefan, podia se notar a raiva na sua voz. 

 

-Não! é por causa de você! Que me entregou! -retrucou Kai e rapidamente a gritaria repreendeu.

 

-Kai solta ele! -interferiu Caroline, resumi que eles estavam lutando. 

 

-Patentibus. -murmuro e a porta se abriu devagar. 

 

-Meu Deus. - exclamou Caroline vendo o estado do quarto . 

 

Senti braços me abraçarem e olhei para a porta. Caroline e Kai estavam lá, encarando a cena. 

 

-Nunca mais faça isso. -murmurou Stefan acariciando meu rosto.

 

-Stefan. -murmuro e olho para Caroline. Ele se repreendeu e se afastou de mim saindo do quarto sem olhar para Caroline, que o seguiu com o olhar.

 

-Vem, você precisa descansar.-disse Kai entrando no quarto com dificuldade e me levando até o dele. 

 

-Kai, eu estou com medo. -murmuro e ele me abraçou. 

 

-Não tenha, você é forte. -disse e eu o encarei com mais intensidade.  

 

Juntei os nossos lábios num beijo calmo que rapidamente se tornou mais íntimo. Nossas roupas deixavam nossos corpos uma de cada vez, devagar. 

 

Eu queria aproveitar cada segundo, cada beijo, cada toque. Tudo. 

 

-Bonnie não se sinta obrigada a...

 

-Cala a boca e me beija Kai. -digo e o puxo mais contra mim. 

 

Gemi ao sentir ele adentrando em mim lentamente, a gente não estava com pressa nenhuma. Ele se movimentava de uma maneira calma arrancando varios gemidos meus. Quando chegamos ao clímax , ele se deitou ao me lado a ficou acariciando meu rosto. 

 

-Este será o último momento que em qual eu irei pensar antes de morrer. -disse e uma lágrima escorreu sobre sua bochecha. 

 

Ficamos nos encarando por segundos e eu admirava seu rosto. Queria guardar aquela imagem na minha mente para sempre.

 

- Promete que você será feliz. - pediu Kai me encarando .

 

-Eu prometo. -murmuro e o volto a o beijar.

 

[...]

 

Acordei ouvindo vozes no corredor, abri meus olhos com dificuldade e olhei para Kai que dormia ao meu lado. 

 

Me levantei e tomei um banho, peguei um calça e uma camisa de Kai e vesti.

 

-Kai. -murmuro subindo na cama. -Kai acorda -digo acariciando seu rosto. 

 

-Bom dia. -disse e sorriu ao me ver. -Minhas roupas te ficam bem. -disse e eu sorri tristemente. 

 

-Não chore por favor. -pediu mas era tarde demais. Ele me abraçou e senti meu coração bater com  força me causando dor. 

 

-Eu sinto muito Kai.-digo sentindo minha voz quebrando.

 

-Eu também. -retrucou e se levantou para tomar seu banho.

 

Desci e dei de caras com todos na cozinha. Eles pararam de falar e me encaram. 

 

-Eu queria me desculpar por ontem . -digo e Caroline apenas assentiu com a cabeça. 

 

-Aonde está Kai? -perguntou Matt confuso.

 

-Tomando banho. -digo e Stefan me encarou . 

 

-Você transou com ele? -perguntou Jane e eu a encarei perplexa. 

 

-O que você tem haver com isso? -pergunto franzindo o cenho.

 

-Tudo. Se você transou com ele é porque está ligada a ele de maneira afetiva. -disse e eu cruzei os braços. -Está pronta à fazer o feitiço que o matará? -questionou e eu mordi o lábio inferior com força.

 

-Ela está. -disse Kai entrando na cozinha. -Ela vai conseguir. -acrescentou e pegou uma maçã. 

 

-Que horas são ? -pergunto mudando de assunto. 

 

-08:00. -disse Caroline de maneira fria. 

 

Encarei Stefan e ele baixou o olhar. O que está acontecendo ?! 

 

- Temos 1 hora para preparar o que falta. Rayna já deve estar a caminho. -disse Jane.-Alaric e Matt, vocês irão buscar Josie e Lizzie . -acrescentou e os deu um mapa com a localização das meninas.

 

Eles se apressaram e saíram. À partir dai o clima ficou tenso. Stefan encarava Kai com raiva, Kai não parava de me encarar e Caroline sorria para todos mais aquilo não era um sorriso verdadeiro, ela estava escondendo algo.

 

-Bonnie e Kai, nós vamos testar o feitiço. -disse e concordamos. -Caroline e Stefan preparem as armadilhas. 

 

-Vamos? -disse Kai estendendo sua mão em minha direção.

 

-Vamos. -murmuro a pegando.

 

 


Notas Finais


Oi gente linda do meu coreeeee ❤️
Gostaram do capítulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...