História Together with me (Korn e Knock) - ABO - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Together With Me
Personagens Bright, Farm, Knock, Korn, Mew, Plern Pleng, Yihwa
Visualizações 13
Palavras 1.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii meus amores como vocês estão?
Bom esse é o primeiro capítulo desse fic espero que gostem...
Bjs

Knock : ômega lúpus
Korn : alfa lúpus
Yihwa : beta
Cho : beta

Depois eu escrevo os outros personagens...

Capítulo 2 - 1 Capítulo


Fanfic / Fanfiction Together with me (Korn e Knock) - ABO - Capítulo 2 - 1 Capítulo

Knock

Abro os meus olhos ainda um pouco sonolento por causa do sono, mas voltou a fechar os meus olhos por causa dar claridade dar luz que invadiu o quarto que vinha dar janela na minha frente... perai o meu quarto não tem janela... Assim que me viro encontro o meu amigo de infância do meu lado esquerdo da cama... Só que tinha um pequeno problema ele estava pelado e eu também.....

- Merda !

"As vezes fazemos coisas entupidas sem perceber? Por que fazemos isso? Também não sei, o meu maior erro foi acordar nu ao lado do meu melhor amigo de infância Korn".

Escrevendo mensagem...

" o que devo fazer " perdi minha virgindade com o meu melhor amigo (18)".

"Olá, a todos. Preciso fazer alguma coisa mais antes preciso de alguns conselhos como eu mencionei no título. Eu perguntei sobre esse assunto, mais também tem uma alfa que eu tô namorando certo? mas agora mudou".

"Não teria nenhum problema se eu não namorasse, mas eu namoro, Nos somos melhores amigos de infância. já fazia algum tempo, desde a última vez que nos vimos. Ele tem a sua própria vida assim como eu. Ainda não me lembro como exatamente aconteceu, só sei que agora tudo mudou".

23:57

Alguns dias antes...

Olá, o meu nome é Knock, tenho 18 anos e sou um ômega lúpus, isso faz de mim muito mais sensível e frágil do que os ômegas normais, mais faço de tudo pra demostrar para os outros que sou mais forte do que aparento ser. E isso acaba dando certo a maioria das vezes...

Knock chegar perto do pátio atrasado era o seu primeiro dia naquela universidade e estava atrasado como maioria das vezes, no pátio aviar varios alunos cantando.

- ah, onde você estava?.- perguntar P'.

- acabei de chegar P'.- responder knock

- você está atrasado no seu primeiro dia. Cante mais alto.

- está bem!- responder.

- agora vamos continuar 1,2,3,4...

Knock estava cantado até alguém jogar um avião de papel nele, na mesma hora ele olha para trás. Quando ele viu que era o seu amigo de infância Korn ele gritar...

- hey, Korn. - falar gritando e corredor em direção ao seu amigo e logo abraçado, ja que fazia alguns anos que não o via.

- meu deus! E você mesmo?

- sim, como você está?

- tô ótimo, mais parece que você está mais gordo do que a última vez.

Eles estavam tão emocionados que nem perceberam que os outros alunos e o professor estavam olhando eles.

9 anos antes....

- como você fez para o seu avião voar alto assim. - perguntar Korn.

- vou fazer um avião para voar mais veloz. E por que eu sou o super-knock.- falo sorrindo.

Depois de algum tempo...

- eu tenho que ir embora Korn.- fala knock com uma carinha de tristeza, pois não queria deixar o seu alfinha ali.

- tenho algum para te dar. - falar knock entregando um garrafa de suco para Korn.

- temos que ir agora knock .- gritar a sua mãe.

- se você não encontrar um amigo ômega como eu, não fique triste pois eu vou ser sempre o seu melhor amigo mesmo morando longe de você. Adeus Korn.

- adeus knock.

9 anos depois...

- eu não aguento mas, está muito quente.

- estamos correndo nesse sol por causa da sua chegada.- falar Korn.

- quem está sendo infeliz aqui!- falar knock.

- você não entrou em contato comigo desde que eu voltei da minha cidade natal.

- sinto, muito.

- ahhh, está quente!

- por favor, não me permitam conhecer nenhum veterano!

- você já está chorando?

- você já esta desesperado por isso.

- ow, Korn "hor".- fala knock - eu estou com calor!

- o que diabos é "hor"?- perguntar Korn - qual língua você está falando?

- quero dizer Korn hor "cavalo".- responder.- posso subir nas suas costas Korn?

- os veteranos irão zombar da gente!

- por favor!

- não, apenas correr. Você continua com o mesmo comportamento de quando era criança.

- rápido. - falar Korn empurrando knock para ele corre...

Depois de darem 19 voltas pela quadra eles foram para o refeitório... E sentam na frente de um garoto de cabelos pretos...

- Ei, por que vocês estavam correndo?

- por que certa pessoa gritou o meu nome em voz alta, não é knock.

- em voz alta, foi você que me chamou primeiro.

- foi, você..

- oh, agora a culpa é minha?

- você é um....- e só o que Korn consegui falar antes do knock, começa a fazer cócegas na sua barriga. Mais knock parar por que quase levar uma bolada na cabeça.

Uma menina vem em direção a mesa onde eles então sentados e pegar a bola.

- hey, você não vai se desculpar.

- desculpa.- perguntar.

- sim!

- oh, não peço, não peço! Dê a sua mão, rápido.- ele coloca a sua mão em cima da dela é ela responde. - não fale com essa pronuncia.- falar indo embora.

- Quem é ela. - perguntar Korn.

- não sei.

- oh, vocês são amigos?

- não somos

- nem mesmo se conhecem?.- perguntar knock.

- não também.

Korn e knock ficam dando risadas do seu amigo.

- isso é chato. mais agora eu tenho medo de sua pronuncia.- falar a garota.

- Ei, o ano em que estamos os alunos não usam Desculpas!

- você pode usar " ku-mung" ( significa a forma informal).- falar knock.- você pode falar? Repita depois de mim!

- ku-u-ku, agora repete.

- ku

- ku

- ku

- não consigo!

- na verdade, não consigo pronuncia-la, minha família não me ensinou palavras informais.

- oh, a minha também não. Mais aprendi sozinho.- responder knock.

- entendeu!

- Korn!.- os quatro olhar para frente e vêem uma menina beta de cabelos castanhos escuro, com uma camiseta branca e uma saia preta longa. Todos os três ficam chocados com a beleza da amiga do Korn. Ela se aproxima.

- tão linda!

- nossa, muito bonita!

- Ei, Korn.- falar ela olhando furiosa para Korn.

- Eu te liguei várias vezes, é você não venho me buscar. Você me chamou para vim pegar alguns livros, não é?

- você sabe que eu passei em vários lugares para vir para aqui? De uma olhada, essa escola força as alunas a usarem saias enormes.

- Eu.... Yihwa!- ele não consegue terminar de falar pois ela continua falando.

- eu sou uma das garotas mais bonitas desse país, por que eu tenho que usa essa saias enormes e antiguada?

- hey, me falar?

- não sei o que falar.

Yihwa sentar ao lado de Korn e perceber a presença de um garoto ao lado do seu amigo que por sinal é lindo.

- Korn quem é ele?

- um amigo.

- por que você não me falou que tinha um amigo ômega bonito desse jeito.

- por que você não me perguntou.

- tá deixar pra lá, onde está os livros que você ia me entregar?

- aqui esta, mais espera você não disse que estava procurando alguém pra dormir no mesmo dormitório que você?

Continuar...


Notas Finais


Obrigado por lerem a minha história até o próximo capítulo....
Bjs ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...