História Tokyo Ghoul - Light and dark sky - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Akira Mado, Ayato Kirishima, Hideyoshi Nagachika, Hinami Fueguchi, Juuzou Suzuya, Ken Kaneki, Kishou Arima, Koutarou Amon, Kureo Mado, Nishiki Nishio, Personagens Originais, Renji Yomo, Rize Kamishiro, Shuu Tsukiyama, Touka Kirishima, Uta, Yoshimura
Tags Amonxakira, Ayahina, Touken
Visualizações 43
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Podem me matar mesmo! Eu deixo!
Postei e corri.

Capítulo 8 - Coelhinha


Fanfic / Fanfiction Tokyo Ghoul - Light and dark sky - Capítulo 8 - Coelhinha

 

 

 

As pessoas mudam, não apenas com o tempo, mas também as pessoas que convivemos, e a dor, ela nos muda completamente.

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

- Meu Deus Touka! Que bom que você está bem! -  diz Yoriko pulando em Touka a abraçando fortemente e chorando feito uma condenada. - Eu achei que você... - Ela novamente começou a chorar. - Onde você estava?!

- Eu estou bem, é isso que importa agora. - diz Touka. - Vamos entrar antes que mais gente fique nos olhando desse jeito. - Yoriko assente.

Assim elas entram na Universidade. Yoriko foi em direção à sua sala enquanto Touka entrou na sua.

Assim que entrou.Touka se deparou com Kaneki sentado no fundo. Muitas garotas ao seu redor.Touka não entendia o porque , mas ela se Sentia incomodada com isso.Da última vez que ela sentiu isso, foi quando uma garota se ofereceu para Ken quando ele trabalhava na Anteiku.Ela não sabia o que a garota tinha visto nele, talvez a inocência, ou a bondade, claro ele era bonito, mas muito ingênuo.Mas ela não pode reclamar, afinal, ela se apaixonou por ele por esse motivo, ele sempre estava sorrindo, não importava o quê.

Ela foi em direção à única cadeira vaga, que no caso era ao lado dele.Se  sentou e olhou pra ele, aí percebeu que ele a olhava.

- Ei, Kaneki-Kun, você tem namorada? - pergunta uma loira dos olhos âmbar, bonita até.Kaneki não responde, apenas  balança a cabeça em negativo.

O professor chega fazendo todos irem para seus lugares...

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Touka está voltando pra casa, teve de ficar até tarde na escola pra ajudar a limpar, era o dia de sua classe fazer a limpeza da escola.

 

Já estava escurecendo, entre cinco e seis da tarde. As ruas já não estavam tão movimentadas, se ela tivesse ido pela parte mais movimentada, iria demorar mais pra chegar em casa, ela tirou folga do café por causa da escola, Yoshimura entendia que ela tinha que se esforçar na a faculdade.

 

Ela passou por uma rua escura, onde dois homens de 25 e 27 anos estavam fumando, Touka odiava o cheiro de cigarro, era horrível pra que tem o olfato mais aguçado que dos humanos. Eles olharam a ghoul colegial e ficaram a encarando enquanto ela passava.

- Ei menina. Acho que te conheço. - diz o homem de 25 anos, ele era branco e loiro, seus olhos eram âmbar, era alto e musculoso, tinha uma cara de antipático, mas ao mesmo tempo calmo e sério. - Ei, eu falei com você menina.

- Você não ouviu pirralha! - diz o de 27 ele era ruivo e seus olhos castanhos escuro, não era tão musculoso como o outro e ele tinha um rosto de estressadinho. - Ô sua pirralha está surda é?! - ele diz pegando Touka pelo braço.

- Me solta seu desgraçado. - diz Touka já impaciente.Um pouco mais e ela perderia o pouco que resta de sua paciência.

- Como é?! Me respeite sua pirralha! Sou mais velho que você! - Ah, ótimo. Essa última frase a deixou estressada, ela perdeu sua paciência por completo.

 

Touka deu uma rasteira no homem, o fazendo cair de costas no chão.
Assim que seu braço estava livre da mão do homem, ela voltou à andar. O homem loiro ficou observando a cena impressionado com a força da garota baixinha.

 

 

---------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Touka chegou em casa, viu logo Hinami e Ayato estudando ciências juntos. Algo tão fofo de se ver.

Ela caminha de fininho em direção à seu quarto, para não atrapalhar o estudo dos mais novos.

Ela entrou em seu quarto, e se despiu, ficando apenas de lingerie.
Touka foi em direção ao Guarda roupas, e acabou pisando em parafuso, que acabou entrando em seu pé, deixando apenas a cabeça do parafuso,Touka gemeu. A dor foi grande, fazendo ter que se sentar para tirar o parafuso,ela tirou o parafuso, misturado com  seu sangue, por mais que tenha doído, era estranho, mas ela não se incomodou, achou até agradável. Ela riu.

 

- Ah ótimo! Virei masoquista agora? Haha! - ela ria,logo se levantou e foi ao roupeiro.

 

-----------------------------------------------------------------------------------

 

Touka estava escovando os dentes no banheiro de seu quarto. Já estava indo dormir, estava apenas de blusa e calcinha.
Depois de escovar os dentes, penteou os cabelos e antes de dormir foi à cozinha e sala, Ayato tinha um costume de esquecer todas as luzes ligadas quando ia dormir, não por medo, mas por preguiça, e Touka sempre dava um cascudo nele no outro dia, daí começavam uma discussão.

Touka estava indo em direção a sala, quando chegou lá, se deparou com Hinami, Kaneki e Tsukiyama conversando sobre algo que parecia ser sobre um livro. Assim que eles a notaram ela falou:

- Mas o que vocês... - ela não terminou, Percebeu que Tsukiyama estava surpreso e Kaneki estava corado. Logo ela lembrou que ela estava apenas de calcinha e blusa...Sem sutiã.

 

Touka correu como se o mundo fosse acabar, Entrou em seu quarto e trancou a porta, deslizando nela em direção ao chão, recuperando o fôlego, ela procurou algo para vestir, pegou um short jeans azul claro, e tirou a blusa, cobrindo seus seios numa ação natural,pegou um sutiã preto, mesma cor da calcinha, e colocou novamente sua blusa branca.Destrancou a porta e foi em direção à sala meio constrangida.
Ao chegar lá ficou encostada na parede observando-os.

- Ei, está tarde, por quê estão aqui? - Eles a olharam, Kaneki ficou aliviado por ela não estar apenas com aquelas roupas. Tsukiyama não ligou muito, agiu  como se nada tivesse acontecido.

-Onee-san, o onii-San está me ajudando no Kanji e Shuu San está acompanhando ele! - Hinami diz.

- Onde está Ayato? - Touka pergunta, já sabendo a resposta.

- Foi dormir cedo.

Touka virou-se em direção à seu quarto, quando Tsukiyama chamou.

- Kirishima-San! Por quê não se junta à nós? - Pergunta Shuu inocentemente, mas um tom de ironia na voz.

- Não valeu, vou dormir,  estou cansada e amanhã tenho aula, Kaneki você devia fazer o mesmo.Hina-Chan, você fecha e desliga a luz? - Hinami assente.

Touka dá Boa noite e eles também. Logo ela entra em seu quarto,  tranca a porta,volta com suas roupas de dormir e se joga na cama, adormecendo logo em seguida.

 

------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Em outro canto de Tokyo, um certo psicopata olhava a vista sadicamente, estalando os dedos.

Um homem homossexual apareceu observando o sádico à sua frente, eram os ghouls Nico e Yamori/Oomori.

- Apreciando a vista, Yamori-Kun? Ou está pensando em como capturar uma centopeia e um Coelho? Não acho que será fácil captura- los novamente.   - Nico diz referindo-se às cobaias de tortura que ele deixou escapar.

- Ah, Nico, não se preocupe, eu vou brincar com eles novamente. E não os manterei em cativeiro, minha brincadeira será ao ar livre. - diz Yamori rindo sadicamente, mas logo parando e transformando sua expressão sádica em uma expressão de puro ódio. - Vou ensinar à eles que não devem se meter com o Jason. - ele estala o dedo e vai embora.

 

 

 

 


Notas Finais


Só digo que o Tsukiyama não é gay gente, só é bi ksksksksk.
Sabe o loiro bombado aí.
Lembrem se dele.
Beijoos '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...