1. Spirit Fanfics >
  2. Tokyo revengers - Roses >
  3. Capítulo IV

História Tokyo revengers - Roses - Capítulo 4


Escrita por: Dani_sakamaki18

Notas do Autor


Oi meus anjos, espero que vcs estejam gostando, obrigada pelo apoio nos capítulos anteriores ❤

Gente, a fic que está no spirit não é plágio, aquela é uma conta bem antiga minha e eu resolvi-"me beli postar lá, agradeço a preocupação de quem mandou mensagem, mas está tudo bem.

Tenham uma boa leitura.
(^ω^)

Capítulo 4 - Capítulo IV


Fanfic / Fanfiction Tokyo revengers - Roses - Capítulo 4 - Capítulo IV


_________________________________

Peço 1 minuto de silêncio pela baba que eu deixei cair quando bati os olhos nesses deuses.

-"me belisca que eu to sonhando"- draken beliscou minha cintura- "ai cacete, não era pra beliscar de verdade".

-"especifique gnomia"- me respondeu recebendo um soco no estômago em seguida fazendo com que o mesmo se curvasse- "agressiva".

-"ta meio ofegante kenzinho, quer uma água?"-perguntou Mikey ironicamente.

-"vai tomar no meio do seu..."- não o deixei terminar.

-"ta bom chega! Agora eu quero saber das beldades que estão nos assistindo"- assim que terminei de falar um moreno de cabelos longos se aproximou.

-"prazer gata, Keisuke Baji também conhecido como o homem dos seus sonhos"- não pude evitar rir.

-"você quis dizer homem dos seus pesadelos, tu é chato pra burro. Prazer moça, Pah-chin ao seu dispor"- diz fazente uma breve referência e recebendo um olhar mortal do moreno.

-"Mitsuya Takashi"- diz o arroxeado me encarando fixamente e lambendo os lábios, ato que não passou despercebido por Mikey que parecia quer esganar o garoto.

-"oh moço, grava um despertador pra mim?" - todos me encaram confusos- "que foi gente? A voz dele é moh gostosa de ouvir".

-"acho que não vai precisar princesa"- respondeu me dando uma piscadela que quase fez meu coração parar.

-"Pode me chamar de Smiley" - iti malia que fofo.

-"Mocho, prazer".

-"Prazer é só na cama, me chamem de Alexa"- alguém me segura ou eu vou dar para todos eles.

-"Para de flertar com a minha gangue Lexa"- Mikey me repreendeu- "E vocês podem tirar o cavalinho da chuva, a Alexa é lésbica".

-"Sou?".

-"É?!"- perguntaram em uníssono.

-"Sim! Eu e o Kenzinho vimos você beijando uma ruiva na praça, não foi Kenzinho?"- responde olhando para o mais alto que apenas concorda com a cabeça, instantaneamente bati a mão na testa.

-"Em primeiro lugar, eu não sou lésbica, sou bi"- ouvi suspiros de alivio- "em segundo lugar, aquela praça em bem longe de onde vocês costumam andar, estavam me perseguindo!?".

-"Bem gente, agora que vocês já se apresentaram e já discutimos a sexualidade da gnomia podemos ir para aquele lugar?"- fiquei indignada com a audácia dele em mudar de assunto.

__________________________________

Todos concordaram em ir para esse tal lugar, desta vez fui na garupa do Smiley porque tava de birra com os loiros oxigenados. Estava tudo bem até o ruivo começar a acelarar feito louco enquanto gargalhava alto cada vez que eu o apertava em meus braços. Repentinamente, um carro se atravessou à nossa frente  fazendo com que Smiley travasse rapidamente resultando numa derrapagem e em um grito meu.

-"BERENICE NÓS VAMOS BATERRRR".

Fechei os olhos esperando o impacto que, graças a Deus, não veio, fazendo com que eu abrisse os olhos e percebesse que tínhamos parado a menos de 10 cm do carro.

Tanto eu quanto Smiley demos um suspiro de alivio, porem ainda nos encontrávamos ofegantes pelo susto. Não sabia se queria bater no ruivo por não prestar atenção à velocidade ou beijá-lo por conseguir parar a tempo.

-"você está bem baby?"- ignorei o apelido repentino e apenas fiz sinal que sim.

Não demorou muito para que o restante nos alcançasse e o dono aparente do carro saísse do veículo.

O homem que se encontrava a nossa frente aparentava ter vinte e poucos anos, trajava uma blusa branca e calças pretas, moreno de olhos cinza, carregava um cigarro entre os lábios e esbanjava um ar descontraído.


-"olha só, vocês quase bateram no meu carro"- disse o moreno com um olhar divertido.

-"ta maluco cara, você quase matou a gente"- dizia Smiley claramente irritado.

-"eu? Claro que não, porque eu perderia meu tempo matando pirralhos como vocês?!"- esse cara ta me irritando.

-"o que você quer ein?" - perguntei ganhando sua atenção que antes estava no ruivo, ganhando um olhar de dúvida - "isto não foi um acidente, eu não sou burra!".

-"que garota mais mal educada, parece que vou ter que te ensinar a respeitar os mais velhos hum?" - podia perceber a malícia na sua fala, o que me deu ainda mais ódio.

-"É que minha educação é bem seletiva sabe, só serve para gente"

Comecei a andar em passos lentos na sua direção, por fora sei que parecia calma mas por dentro eu estava quente e sedenta de sangue, rapidamente fui interrompida pela voz de Baji.

-"Alexa, deixa esse cara com a gente, ele pode querer bater em você" - disse com um tom gentil.

Talvez ele tivesse esperando que eu fosse recuar, de qualquer jeito, não o fiz, recebendo um olhar sarcástico moreno que neste momento se encontrava a poucos passos de mim.

-"não vai obedecer ao cachorrinho?"

Baji ia responder, mas fiz sinal para que que permanecesse calado, surpreendentemente ele obedeceu.

Mikey sabia que Alexa tinha derrotado cinco homens sozinha,  e sabia o estado em que eles tinham ficado, pois como é obvio ele não deixaria ficar por ali. Desde o relato de Emma que ele tinha ficado interessado em ver do que a meio azulada era capaz, e por esse motivo ele a deixaria fazer o que queria.

-"Se afastem rapazes! Alexa, deixo com você"- ordenou Mikey, dando a certeza que Alexa precisava para agir.

_________________________________

Eu pessoalmente não sei se este capítulo ficou bom, mas espero que tenham gostado.

Obrigada por lerem até aqui.
( ˘ ³˘)❤




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...