História Tokyo Youkai - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Ação, Aventura, Ayume), Escola, Magia, Sune, Tragedia, Usagi
Visualizações 31
Palavras 1.600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom pessoal. Desculpe pelos erros ortográficos. Até logo

Capítulo 5 - V- Capítulo: Youkai Mystic School. Parte 4


Fanfic / Fanfiction Tokyo Youkai - Capítulo 5 - V- Capítulo: Youkai Mystic School. Parte 4


16:35 pm



Sune on

- etto...onde..aí aí... estou?!

A última coisa que me lembro antes de apagar, foi de uma garota...E depois de uma dor infernal. Não pera, tinha mais alguma coisa...me lembrei ela era um vampira,  oh merda de "sorte" eu tenho viu. Tento me levantar dessa cama... cama?, pera, a onde diabos eu estou? Eheeee... ok, eu tava na escola. Olhando bem eu continuo na escola. Olho ao redor, vejo mais macas, cortinas brancas, um aparelho cardíaco também?. Creio que eu esteja na enfermaria... a mais a questão é.. quem me deixou aqui...

Sune: bom, tenho que sair daqui.

Me levanto, olho a parede e vejo um relógio digital mostrando ser 16:40 pm...merda dormi de mais. calço  meu sapato de volta, que estava perto da cama e abro a porta, saindo e fechando em seguida.

Sune: vamos procurar um quarto!!" as vezes eu acho que tenho que parar de falar sozinho rsrs..."


Sune off

      Horas antes.

Usagi on. 

Acabo de deixar o sune-kun na enfermaria e saio andando rumo ao meu dormitório. No meio do caminho passo por vários estudantes, a maioria novatos como eu, com certeza os veteranos estão no refeitório. Olho cada canto dos corredores da escola, paredes de cor bege  o teto com lâmpadas em forma de rosa de cor branca e o teto de cor azul claro...não que eu seja perfeccionista, nammm longe disso...mais gosto de estar atenta ao meu redor.

A estrutura da escola e ótima, várias áreas de lazer, dez laboratórios diferentes, cinco campos de treinamentos com ajustes para atividades diversas, dois salãos de teatro, o estádio dos jogos internos, dois refeitórios, uma grande enfermaria, os dormitórios masculinos e femininos...resumindo tudo..a escola e gigante mesmo já que os parques e a área comercial faz parte do colégio, só que bem afastado do colégio em si, de acordo com meus cálculos, equivale a quatro bairros completos, ou melhor 7 estádios de futebol contado com área de estacionamento....E como se fosse um enorme condomínio.... E a parte que eu mais amo, a tecnológia daqui e de primeira.

Olhei pra esquerda e vi pela janela do dormitório, uma enorme estrutura ao longe,...acho que la fica os prédios comerciais e essas coisas do tipo. Entro em outro corredor e finalmente chego ao meu quarto, entro e escuto uma conversa...ou melhor uma discussão.!

???: QUEM VOCÊ ACHA QUE É SUA PLEBEIA ?!- esculto a voz de uma garota desconhecida, deve ser a nossa colega de quarto, fora a dupla dinâmica.

Geovanna: CALA BOCA CABELO DE MENSTRUAÇÃO!!- geovaca sendo geovana, ela nunca foi de ter muita paciência e inteligência, talves o cérebro tenha ido todo pra Ayume.ando até o closet, e de lá que vem todo esse barulho.

Ayume: c-calma geovana, não precisa perde a c-cabeça.

Geovanna: não.me.pede.pra.ter.calma.AYUME!!- nossa ela gritou com a irmã dela, sinal que a coisa tá ficando feia, melhor eu interromper isso.

Usagi: que bagunça e essa ?-  no canto do closet vejo uma ruiva, ela ta só de top preto e de shortinho também preto, ela tem um corpo bem desenvolvido, tanto em peitos quanto é bunda, na linguagem dos garotos... ela e um mulherão.

???: presidente?!... eheee... essa sem classe que estar a causa problemas a minha pessoa.- diz ela com um ar de superioridade. Tá ela pode ser bonita e tals, mais e uma puta ignorante e arrogante, com cara de patricinha nojenta.

Geovanna: sem classe vai ficar a tua cara sua piranha - ela invoca a foice dela. Isso já chegou no limite, até a coitada da ayume ja esta com medo, e olha que ela e que tem mais calma.

Usagi. Já chega vocês duas!!!- falei com uma voz fria e seria."eu amo discussões e tudo mais, porém já tava indo longe de mais pro meu gosto."- se ponham nos seus lugares senhoritas. Isso aqui é uma instituição de ensino, não um bordel!!.- cara as vezes ate eu tenho medo de mim. Apesar de não gostar de ser fria, essa ocasião necessita. Elas se calaram e não deram um piu.- Não quero recorrer a uma advertência por uso de armas, então peço que se acalmem e resolvam seus problemas de forma civilizada.

Geovanna: droga..- ela murmura de cara feia e depois faz sumir a sua arma.

???: hummm...- fecha a cara de braços cruzados. 

Usagi: certo Ayume. Me conte o que aconteceu.- la vamos nos ne.

Ayume: ok...


Usagi off 

Sala da Diretora.

???:então senhora Diretora, o que acha dos novos alunos?-  pergunta um jovem mulher de cabelos brancos e olhos azuis, que estava lendo um livro.

Sawaii: senhora não ne beatcry!! So tenho 1600 anos.- revira os olhos com as palavras da albina- e você já analisou aqueles documentos que eu pedi?- a diretora se levanta e vai até a janela.

Beatcry: mais e claro que sim senhora hihihi- sorri da cara de raiva da morena ao te a chamado de velha novamente. Beatcry Wastemry uma maga de gelo, e vice-Diretora do colégio. - o que tanto olha pela janela Sawaii-chan?- andando lentamente a albina se aproxima da diretora, passa seus braços ao redor da cintura da outra a abraçando por trás se machucar suas asas.

Sawaii: apenas olhando um dos alunos novos..aham..p-para...humn..- diz gemendo do final.

Beatcry: você diz....o Humano?- pausa pra beijar o pescoço da morena, e sobe suas mãos pros seios ernomes da diretora, massageando ambos.- ele e um pouco... interessante não acha Sa.wa.ii-chan?- com um sorriso malicioso, a albina puxa o rosto da morena com cuidado, fazendo a fitar.

Sawaii: a-acho sim...aham... s-sua ..uhum.. safa-da..- geme com os toques gentis da outra que enfiou as mãos por de baixo da blusa da morena.- a-acho que... hummm i-sso.... que ele vai me dar... hammm ... muitos p-problemas..- sentindo a respiração fria da albina em seu rosto, a diretora fecha seus olhos aproximando o rosto de beatcry. 

Beatcry: vai ser ...di.ver.ti.do...- termina puxando a outra para um beijo quente e bem molhado, fazendo a morena virar, enquanto sentia o bico dos seus seios seres apertados pela albina.



Sune on. 

Até que não foi difícil aprender a mecher nisso. Ando em direção ao dormitório, que eu aprendi onde fica. Passo por duas portas duplas, e chego ao que parecia ser um salão do dormitórios,  e duas escadas duplas que davam para o segundo andar. Agora tenho que acha meu quarto... aqui diz que e o quarto 45..caramba aqui tem muitos quartos heim... vamos la. Subo as escadas e passo por um enorme corredor, olhando as placas dos quartos até finalmente chegar no meu. Ele já tava com a porta aberta, acho que meus colegas de quarto já chegaram. 

Entro sem cerimônias e fecho a porta em seguida, o quarto era grande, com quatro camas, um banheiro, um closet pra dividir, escrivaninha, três computadores, e tudo mais. Escuto um barulho que vem do closet e de la sai o Yurhe-san  saindo de lá. Seremos colegas de quarto?! Que ótimo..pelo menos terei alguém que eu conheça.

Yurhe: Sune cara... nos somos colegas de quarto hahaha-  ele tava animado, acho que isso tem haver com a genética ou algo assim. - escolhe uma cama ai cara.

Sune: beleza... acho que fico com essa aqui.- aponto pra uma que ficava no canto do quarto.- já tem alguém usando?.- pergunto.

Yurhe: nammm rsrs... o Sehtaky ficou com essa do seu lado.- ele se senta e uma cadeira de rodinhas do computador. - ele e meu amigo. Estudamos juntos.

Sehtaky: que tava falando de mim?- outro cara aparece saindo do closet- oe Yurhe vai termina de arrumar suas coisas,  ja terminei as minhas.- fala se deitando na cama do meu lado.- eai novato sou Rizuki Sehtaky, um espécie Demônio, 2 ano.- ele se apresenta a mim. Sehtaky vestia um moleton vermelho com detalhes pretos, uma camisa branca pro baixo, uma calça com rasgos nas coxas e nas pernas, cabelos roxos e olhos meio amarelos e um chapéu virado pra trás. 

Sune: sai cara, sou Kyouka Sune ,novato, espécie Humano - me apresento ao cara, e ele parece se surpreender com a minha espécie, ja que abriu os olhos que estavam fechados.

Sehtaky: Humano?- fala surpreso.

Yurhe: poise ele e raro hahaha.- sorri meio se graça pra ele.- deixa eu arrumar minhas coisas no closet.- ele se alevanta e entra no closet de volta.

Sune: hehe... poise.. não tem muitos humanos por aqui né?- pergunto sem graça. 

Sehtaky: não muitos.- volta a fechar os olhos enquanto cruza os braços atrás da cabeça.- e raro acha humanos por aqui... que eu saiba até agora... so tem tu mesmo hahhaha- diz soltando uma gargalhada- sem onfesa e claro. 

Sune: namm de boa. Hehe.- "de boa o caralho... porra to me sentindo um excluído aqui merda...calma Sune, nada de pensamentos deprimentes.". - então cade o outro do quarto.?- afinal faltava um aluno.

Sehtaky: deve est... ele chegou. - diz do nada. - ta ai na porta.

Sune: tu sentiu ele ?- pergunto.

Sehtaky- uma das minhas habilidades. 

Logo depois entra um cara esquisito com um moleton bem da hora hahaha, cabelos brancos com algumas cores pintados, e ele tinha cara de delinquente... sem quere ofender.

???: ola ola ola hahaha Meitho, se chama Meitho...Yami Meitho. Um vampiro. Hahaha prazeer.- sorri de forma psicopata?... pera...ele disse Yami?







Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...