1. Spirit Fanfics >
  2. Tomboy >
  3. My Boy, My Girl

História Tomboy - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Terminou :'(
Mas quero escrever mais sobre eles, que eu amo <3
Espero que tenham gostado (mesmo com esse final :p) e acompanhem as próximas fics!
Boa leitura <3

Capítulo 5 - My Boy, My Girl


Assim que os verdes se desgrudaram, ambos estavam sem jeito. Mais do que isso. Seus rostos estavam em chamas e seus corações batiam desgovernados. Buttercup não imaginou que Butch mexia tanto assim com ela, até beijá-lo. Ela teve certeza naquele momento que queria beijá-lo.

“Desisto. Eu gosto do Butch.” – Foi o que a morena pensou, após render-se para seu coração.

BT: Butter... D-Desculpa... – Coçando a nuca, sem saber o que dizer após o acontecido.

BC: N-Não precisa pedir desculpas... Não achei ruim... – A garota desviou o olhar.

BT: É-É sério? – Butch parecia surpreso e ao mesmo tempo feliz. – Também gostei... Na verdade, faz um tempo que queria fazer isso.

Agora foi a vez de Buttercup perder a linha. Ela não respondeu nada, só deu uma risadinha nervosa.

Os dois sentaram-se no banco que anteriormente Buttercup estava sozinha.

BT: Você fez tudo isso por mim? – Parecia surpreso e cheio de orgulho.

BC: N-Não foi bem assim! – Irritada e envergonhada. – N-Não foi por você!

BT: Ah... – Fingindo estar magoado. – Pode falar a verdade. Não vou ficar bravo. Pelo contrário, vou ficar muito feliz se você admitir.

O rosto da morena foi preenchido com um tom de vermelho meio claro.

BC: S-Seu convencido! – Cruza os braços.

BT: Marrentinha... – Ele ri e aperta uma das bochechas dela, fazendo-a reclamar. – Me ama tanto assim, é?

BC: E-Eu não! – Ela fala rapidamente.

BT: Mas eu te amo. E amo pra caramba. – Ele fixou seus olhos nos da garota, olhando profundamente, fazendo-a ficar paralizada. No final, deu um suspiro.

A morena não conseguia dizer que também o amava. Ao invés disso, ficou fitando o chão, enquanto Butch olhava para ela, todo encantado e bobo.

BT: Ficou linda de verdade. – Continuou. – Não quis te magoar com aquela história de parecer um garoto.

BC: Tudo bem, já passou... – Voz mais suave.

BT: É isso mesmo? – Surpreso. – Não está com raiva? Está até mais calma...

BC: É... Acho que sim... – Deu de ombros, meio irritada por Butch deixá-la daquele jeito.

BT: Fofa. – Ele sorriu e apertou a outra bochecha, deixando que a morena reclamasse o quanto quisesse. – Eu adoro quando você fica brigando assim.

BC: Ué. Mas assim eu pareço um... – Butch não deixou a garota terminar.

BT: Não parece, não. Aliás, se você parecesse um garoto, eu não faria isso.

BC: Isso o que? – Fica confusa.

Ela leva o maior susto com Butch se aproxima de seu rosto e a beija novamente. Não é como se ela não tivesse gostado, mas tinha aquele jeito de tsundere (durona) dela.

BC: B-Butch! O que você fez, seu piolhento?! – Se cuspindo toda, apesar de ter gostado.

BT: Te beijei, sua boba. – Ele riu da reação dela, sabendo que reagiria assim. – Se você fosse um garoto, jamais te beijaria.

BC: Ainda bem que não sou um garoto... – Murmurou ela.

BT: Como é?

BC: N-Nada! Eu disse que isso foi nojento! – Se cuspindo.

BT: Sei não... Parece que você gostou! – Piscando.

BC: Nunca! – O rosto dela estava corado, mas esta estava franzindo o cenho.

“Maldito seja. Estou toda confusa e pela primeira vez, não sei o que fazer por causa dele.”

BT: Tá bom então. Garoto! Garoto! – Provocando sem piedade.

BC: Seu maldito! Agora vou chutar tua bunda! – Furiosa.

BT: Só vai tentar! – Rindo.

Mas Butter resolveu surpreendê-lo num ato de coragem, que jamais imaginou que iria executar.

Ao invés de “chutá-lo”, ela o beijou, meio desajeitada. Foi só um selinho, mas foi o suficiente para calar a boca do Rowdyruff e para deixar a Powerpuff toda corada e sem ação.

BC: Pronto.

Butch levou os dedos à boca e não tinha acredito que ela tinha feito mesmo aquilo.

BT: Eu sabia que você era incrível, Buttercup. – Abrindo um largo sorriso. – Por isso me apaixonei por você e não me arrependo.

Os olhos verdes de Buttercup começaram a brilhar, bem como os de Butch.

BC: Parece que eu acabei me apaixonando também... Butch. – Ela deu um pequeno sorriso.

BT: Você está tão fofa agora... Nem parecia a ogra de antes... – Ele tinha que fazer uma piadinha. Levou um soco no ombro. – Brincadeira.

Butter bufou, mas voltou a se sentar naquele banco. Estava confusa, mas muito feliz de certa forma. Havia beijado pela primeira vez e era uma pessoa que ela gostava, apesar de negar sempre para si mesma.

BC: Butch... Somos inimigos, não devemos... – Mas foi interrompida pelo Rowdyruff.

BT: Isso é passado. – Assegurou. – Não quero mais machucar você e nem ninguém. Pelo contrário, eu quero estar ao seu lado e se precisar, te proteger também.

A morena colocou as duas mãos na boca, surpresa. Ela queria dar um tapinha nele e dizer “Boa piada!”, mas não conseguia. Queria acreditar naquilo. Nunca foi cuidada por ninguém, sempre fez tudo sozinha, então sentiu vontade de tentar.

BC: Bom, eu agradeço. – Foi tudo que ela conseguiu dizer. – Quero ver o que a Blossom e a Bubbles vão dizer...

Blossom e Bubbles aparecem de trás de alguns arbustos que estavam perto do banco deles e assustam os verdes.

Bloss e Bub: Que fofos!! – Olhos de coração.

Bloss: Agora a Butter parece uma menina!

BC: Eu tô fresca. – Mostra a língua. – E melosa.

Bub: Não... Você está apaixonada. Isso só te deixa mais linda ainda.

O rosto da morena fica levemente vermelho.

BC: P-Podemos não falar nisso, por favor?

As duas riem e Butch se junta a elas.

BT: Há quanto tempo vocês estão aí?

Bub: Faz um tempinho... Não queríamos atrapalhar vocês. Que bom que fizeram as pazes.

Bloss: Ai, foi tudo tão romântico!! – Eufórica.

BT: Bom, eu fui verdadeiro nas minhas palavras. – Coloca a mão no ombro da garota verde. – Eu realmente amo a Buttercup e abro mão de fazer parte dos Rowdyruff Boys por ela.

Bub e Bloss: Awwwwn! Fofos!! – Corações nos olhos.

BC: A-Acho que chega, né? – Gota.

BT: E saibam que lá no fundo meus irmãos também gostam de vocês. – Butch pisca para Bubbles e Blossom, que ficam felizes, porém envergonhadas.

Bloss: Puxa... Quem diria?

Bub: Fico feliz...

BT: E você, mocinha... – Aponta para Buttercup. – Vá mudar de roupas e volte a ser aquela Buttercup por quem me apaixonei. A molequinha mais especial de todas.

BC: Já era hora! – Comemora. – Não aguentava mais esse vestido, ui!

As amigas e Butch riram, enquanto a morena vai se “desconstruir”. Ela e Butch vão a um “encontro” que na verdade é um jogo de futebol e com direito a sorveteria depois. Típico deles.

Brick e Boomer saem da prisão três dias depois e conversam com Blossom e Bubbles. Eles acabam se entendendo e indo a um encontro também. Assim, os Rowdyruff não causavam mais baderna e ainda lutavam ao lado de suas então namoradas, como Powerpuff Boys.

O Professor, Ken, Poochi e o Prefeito ficaram surpresos como aqueles arruaceiros poderiam mudar tanto por amor. Mojo Jojo não gostou nada daquilo, porém não impediu que ficassem juntos, já que depois acabou aceitando, todo comovido.

No fim, Buttercup era mesmo uma garota. E como ela mesma pensava, uma garota muito sortuda por sinal.


Notas Finais


#Butchercup
Não teve foco em Brick X Blossom nem Boomer X Bubbles pois a fic era sobre Butch X Buttercup. Mas quem sabe em breve eu faça sobre os blues e os reds? :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...