História Tomsworld - Hate or love? - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Eddsworld
Tags Edd X Matt, Matt X Edd, Mattedd, Tom X Tord, Tomtord, Tord X Tom
Visualizações 72
Palavras 685
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oh wow

Capítulo 27 - "All for my sister"


(SIM VOU MOSTRAR O PASSADO DE TODAS, PROBLEMA?)

Point Of View|Autor(a)

Em um bairro rico, morava uma garota que se chama Ana, junto de sua irmã mais velha, Amanda, moravam em uma mansão, a família das duas eram cheias de riquezas, mas não eram felizes, seus pais não ligavam para as mesmas, Ana tem olhos verdes, é ruiva e sempre usa um bom suéter, Amanda é loira, tem olhos azuis e muda de roupa quase sempre, mas sua roupa favorita é sua camiseta branca junto de sua saia longa e preta, ambas sempre foram grudadas uma na outra por não ter amigos ou pais que dão atenção, as pessoas da escola nunca falavam com elas por elas serem ricas, achavam que eram patricinhas, mas não faziam Bullying por ter medo delas serem processadas por motivos bobos.

Ana sempre fazia um desenho, tentava mostrar para seus pais mais sempre era um "Estou ocupado", isso irritava Ana, sempre fazendo ela rasgar o desenho com uma cara irritada, a ruiva e a loira eram bem diferentes uma da outra, as vezes parecendo opostas, Ana se irritava facilmente e Amanda era calma e quase nunca se irritava, Ana tinha 10 anos e Amanda 13.

Um dia ambas foram até o parque sozinhas, como sempre, a ruiva desenhava sua irmã, a loira tentava pegar uma maçã na árvore, até a maçã cair na cabeça dela, ela caiu no chão e fingiu de morta.

"Pffft.. Hahah!" a caçula ria da mais velha, recebendo um olhar estranho da maior "espere- NÃO SE APROXIME" a maior começou a fazer cócegas na menor "PFFFT! HAHAAH! P-PARA" a menor berrava e ria ao mesmo tempo, até ficar sem fôlego, sua irmã parou.

A maior olhou para seu relógio de pulso, vendo que marcavam 2 horas da tarde, olhou para a menor, que estava conversando com uma garota.

"Qual seu nome?!"

"Sou... Gazelle!"

"Gazela?" perguntou amanda, vendo Gazelle pegar a maçã no chão e jogar na testa da loira

"Maçã do capiroto, xô Satanás!" ria Amanda, fazendo uma cruz com os dedos

"Sua irmã é engraçada!" disse Gazelle, dando um largo sorriso para Ana

"Eu sei!" Ana deu um sorriso, até ficar confusa por ver Gazelle corar um pouco.

"Você é tão fofinha!" disse Gazelle apertando as bochechas de Ana

"P-Para! E-Eu não s-sou fofa!" disse Ana, tentando ficar irritada, mas ficando mais fofa ainda

"OWNNN QUE FOFA! ACHO QUE VOU ME CASAR COM VOCÊ!" 

"Q-Quê?!" Gritou Ana, se imaginando com vestido de noiva, logo corando

"Que fofinhas!" gritou Amanda. "AH! TEMOS QUE IR!" 

Amanda pegou Ana e a levou até sua casa, ou melhor, mansão, ao chegar lá, viu seus pais trabalhando, novamente, seus pais a encararam e logo disseram :

"Vocês não moram mais aqui."

"O QUÊ? POR QUÊ? "

"Compramos casas separadas pra vocês, vão aprender a se cuidar e morar sozinha"

"M-Mas..."

"Saiam, nós damos o endereço da casa"

Eles dão endereços para Ana e Amanda, ambas se abraçaram e seguiram o endereço, Ana sorriu ao ver que sua casa não era tão ruim assim, seria uma mudança repentina, mas iria se adaptar.

Anos depois.

Lá estava Ana, Gazelle, Clarisse,Nily e Mely, sorrindo juntas e posando para uma foto, Ana colocou a foto em seu criado mudo, até ver uma foto dela e de sua irmã, deu um sorriso ao se lembrar da promessa que fez. 

...

Sempre ficar calma a seguir em frente.


[...]

Bônus...


"Irmã? Cadê você?" perguntava a loira, caminhando por uma floresta cheia de flores, seguindo um rastro de fios de cabelo "Irmã... O quê..?" arregalou os olhos e gritou e berrou mais alto alto que podia

Sua irmã morta na sua frente, uma motosserra largada no chão, sangue por quase todo todo, uma garota de cabelos da mesma cor da bandeira panssexual estava parada a olhando, com tristeza em seu olhar

"Olá? Quem é você? "

"Ah, eu sou Clarisse, amiga da Ana e... " ela me encarou e disse "desculpe pela sua irmã..."

Eu olhei para o lado, triste

"Que tal fazermos um trato?" ela deu um sorriso "eu sei quem assassinou ela, ou melhor, mandou assassinarem ela, se você matar ele, eu prometo trazer sua irmã de volta" ela mostrou uma foto de um cara ruivo.

"Sim... Mas como..."

"Pacto."

"Oh... Tudo bem... Se é só isso... Tudo pela minha irmã."






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...