História Toni Kroos - My Angel - Capítulo 2


Escrita por:

Visualizações 276
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus lindos antes de mais nada queria dizer que mudamos um pouco a história e trocamos nossa personagem principal. Espero que gostem e se apaixonem pela Bella como nós.
Boa leitura. Nos vemos nas notas finais.

Capítulo 2 - The Photo


Fanfic / Fanfiction Toni Kroos - My Angel - Capítulo 2 - The Photo

P.O.V Bella. 

   - BELLAAAAAA. - Ouvi uma voz me chamar e despertei no susto. 

   Abri os olhos com dificuldade e me deparei com o rosto da minha melhor amiga me encarando.

   - Ah meus deus Jade. - Disse ainda sonolenta. 

   - Meu deus digo eu. Como é difícil te acorda em. - Ela disse se sentando na cama. 

   - O que você veio fazer aqui? - Perguntei me xingando mentalmente por da uma copia da chave do meu apartamento pra ela. 

   - Como assim o que estou fazendo aqui? hoje tem jogo do Real esqueceu? - Perguntou como se obvio.  

   - Ah Jade não podemos deixar pra outro dia? Eu realmente tenho trabalhado demais. - Digo virando para o outro lado com cara de choro.

   - Não senhora, nem pensar. Você tem razão, está trabalhando demais. Não sei quando você vai ter outra folga, precisamos aproveitar. Ahh amiga levanta logo. - Ela disse puxando meu edredom.

   - Tudo bem, mas não vamos ficar lá esperando eles saírem pra vê se tiram uma foto com a gente. Assim que jogo acabar voltamos para casa. - Disse firme me levantando da cama.

   - Você não pareceu está incomodada quando conseguiu aquela foto com o Cristiano Ronaldo. - Disse com um sorriso cínico.

   - Não enche Jade. - Digo tacando meu travesseiro nela.

   - Escuta amiga você realmente tem trabalhado demais, faz tempo que não vamos pra balada pega os los chicos espanhóis. - Disse e eu ri de sua maneira de fala.

   Jade assim como eu era Brasileira e veio para Madrid a trabalho. Ela era uma das editoras de uma revista esportiva muito renomada em Madrid.

   Nós conhecemos assim que mudei do Brasil pra cá para cuidar dos vinhedos do meu pai e promover a marca Rouveron aqui na Espanha.

   - Eu sei amiga, mas agora que Otávio está no escritório não posso arriscar. - Disse indo para o banheiro.

   Otávio é um idiota que puxa o saco do meu pai e veio para Madrid para tentar disposta a gerência dos vinhedos madrilenos comigo.

   - Você é a filha do chefe, porque não bota ele no lugar onde ele deve fica? - Perguntou la de fora. 

   - Não posso fazer isso, sabe como Otávio é puxa-saco e papai realmente está querendo recompensa-lo por sua "dedicação". então ele disse que ao final do ano quem se sair melhor fica com o cargo. - Disse revirando os olhos. 

   - Não sei porque ainda briga por isso. Quando seu pai morrer você que vai ser a dona de tudo mesmo. - Disse enquanto eu entrava no chuveiro. 

   - Para de fala besteira e me faz um café. Ah gente não pode se atrasar lembra. - Digo e ouço seus passos apressados para fora do quarto. 

   Sorri e comecei meu banho. Lavei o cabelo e passei o sabonete líquido no meu corpo, escovei os dentes no banho mesmo e sai.

   Me enrolei na toalha e sai do banheiro indo para o closet, indo seca meu cabelo. Peguei o secador e comecei a secar meus fios negros e lisos.

   Depois de alguns minutos terminei e fiz uma maquiagem leve pois estávamos indo para o estádio, terminei e fui escolher uma roupa.

   Optei por uma calça jeans de lavagem escura, um tênis branco e minha camisa do Real com meu nome e o número 7.

   Me olhei no espelho e gostei do resultado final, voltei para o quarto e segui para a cozinha, onde já sentia o cheiro do café.

   - Vem logo meu deus que nós já estamos atrasadas. - Ela disse e eu revirei os olhos.

   - Deixa de ser exagerada Jade. - Disse me sentando.

   - Já são duas horas. - Ela disse e eu a olhei.

   - Nossa eu dormi tanto assim? Realmente tenho trabalhado muito. - Digo me servindo.

   - É mesmo. - Disse e eu sorri.

   Tomamos o café conversando e depois lavamos a louça correndo, pois Jade não parava de fala o quanto estávamos atrasadas.

   Depois dela quase me matar fomos no carro dela e seguimos para o Santigo Bernabeu. Minha casa não era muito longe então em 20 minutos chegamos ao local que já estava cheio.

   Seguimos para o estacionamento ao lado do estádio e deixamos o carro lá como de costume. A fila para a entrada já estava enorme e os torcedores cantavam o hino do real sem parar. Essa era minha parte preferida, a energia, o grito, o sentimento. só quem é torcedor sabe. 

   Entramos na fila e depois de 20 minutos entramos no estadio e achamos nossas cadeiras. 

   - Ah olha só nós chegamos atrasadas. - Jade disse bufando. 

   - Como assim garota? O jogo nem começou. - Disse confusa. 

   - Mas nós perdemos o aquecimento e aqueles jogadores maravilhosos. - Disse e eu rir. 

   Ela ficou reclamando o tempo todo até o jogo começar e todas as reclamações derem lugar aos gritos de angustia e de felicidade. Ao final de tudo o real ganhou de 4x1 do Leganés. 

   O jogo acabou e eu e a jade fomos saindo o mais rápido possível pois ela queria ir pra zona mista e conhecer os meninos, ela falou disso a semana inteira e de como ela quer ser a primeira a chegar lá e tirar foto e pegar autógrafos com deles.

   Fomos até a zona mista e parece que a jade não deu sorte de ser a primeira dessa vez mas pra ela não importa, ela tirando foto e pegando autógrafo tá ótimo.

   - Jade, depois de você fazer tudo o que quiser a gente vai embora pra casa, eu to muito cansada. Meus ombros estão doendo - Eu disse manhosa.

   - Ok amiga. - Jade me respondeu.

   Eu sinceramente não entendo essa loucura da jade pelos jogadores, ela não consegue se controlar quando vê um independente do time, ela se derrete toda mas claro ela se derrete mais pelos meninos do real que são a paixão dela e posso confessar que é a minha também e a Jade nem desconfia, até porque nunca falei.

   O tempo foi passando e a nossa vez chegou, eu deixei a jade ir sozinha primeiro e só fiquei tirando as fotos para ela até porque eu tenho uma certa vergonha de ir lá e falar com eles e tirar foto.

   Tirei todas as fotos da Jade, já que eu deixei ela ir sozinha então ela me encarregou de ser a sua fotógrafa nesse meio tempo.

   Eu estava tirando foto da Jade com o Toni kroos, quando ela começou a me chamar pra tirar as fotos com ele e eu como sempre não queria mas ela ficou batendo o pé me chamando.

   - Vai amiga, aproveita que você já tá aqui e ele também. Se você não tirar agora depois você vai se arrepender, pensa nisso amiga. - Ela disse com um bico.

   - Amiga é sério não quero ir não, só quero ir pra casa e descansar. Eu já vi ele aqui, não preciso de uma foto pra me lembrar. - Eu disse relutante ainda.

   - Aí para Bella, vamos logo. É só uma foto. - Disse ela batendo o pé.

   -Já disse que não. - Disse ficando nervosa.

   - Bella Rouveron você vai tirar... - Ela foi interrompida por uma voz.

   -Vamos Bella, escuta sua amiga. Eu não mordo não fica tranquila, é só uma foto nada demais. - Disse ele sorrindo.

   -OK, eu vou.- Digo derrotada.

   Me posicionei do lado dele e Jade já estava com a câmera aberta. Tiramos 2 fotos e eu me virei para agradecer.

   - Obrigada Toni. - Disse dando um sorriso.

   - De na... - Ele foi interrompido pelas fãs que estavam gritando o nome dele.

   - Desculpa, mas eu preciso ir. - Ele disse.

   - Tudo bem, eu entendo, vai lá. - Digo dando um meio sorriso.

   Ele sorri também e sai para atender os fãs e eu volto pra perto da Jade que me olha de maneira entranha.

   -Eu senti esse clima viu. - Disse ela dando risada.

   - Que clima? - Pergunto confusa.

   - Um clima que pintou entre você e o loiro ali. - Diz ela portando pra ele.

   - Jade, não teve clima nenhum. Você tá ficando doida.- Digo dando risada da cara que ela fez. 

   - Se você diz, quem sou eu pra descordar. - Disse ela levantando as mãos em rendição.

   - Chega de falar dos meninos do real. Amiga eu sei que você quer ir pra casa o mais rápido possível, mas antes vamos comer pele amor de deus, eu to com muita fome e você mocinha deve estar também. - Diz ela com os olhos cerrados.

   - Tem razão, estou doida pela minha cama mas preciso comer. - Digo suspirando. 

   - Ótimo, então vamos. - Ela disse me puxando. 

   Saímos da zona mista e fomos para o estacionamento pegar o carro e achar algum lugar para nós matarmos a fome, ficamos brigando e brigando pra decidir o que comer e no fim decidimos por um lanche do MC, eu e Jade somos viciadas então fomos atrás de um McDonald's.

   Não demorou muito e achamos, entramos e fizemos nosso pedido. Não demorou muito e começamos a comer, que dizer tentei comer pois Jade não parou de me encher o saco com a Historia de Toni Kroos... 

Autoras do capitulo: Thainá Gomes e Pamela Goes.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo e da Bella. Até o próximo, beijos.

Sigam os personagens no Instagram: @tonikroos923 @bellarouveron


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...