História Tons do prazer - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bts, Jungkook, Romance
Visualizações 39
Palavras 552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hj to animada pra escrever rsrs.

Gente, eu realmente to muito feliz por vcs estarem lendo minha fanfic, eu amo muito vcs❤❤

Mais um capítulo, espero que gostem. ✌

Capítulo 14 - Só seu...


Fanfic / Fanfiction Tons do prazer - Capítulo 14 - Só seu...

Capítulo 14

Autora P.V.S

Enquanto s/n estava sentada sobre a pia, Jungkook abria sua blusa, botão por botão, e beijava seu pescoço, seus lábios arrepiavam os pelos do corpo da jovem. Ao  posicionar a boca em uma canto específico do pescoço, ele começa a chupar e beijar o local, fazendo s/n arrepiar ainda mais e puxar o corpo do mais velho para ainda mais perto.

Jungkook P.V.S

Sentia seu pescoço quente, e sua pele arrepiada, passei a encostar meu membro em sua intimidade, que a deixava um pouco corada -tão linda-, suas mãos delicadas tiraram minha blusa e deslizava sobre minha pele nua. Agarrei em seus cabelos e puxei sua cabeça para trás, deixando todo seu  pescoço para meu proveito, fiz um caminho de beijos da sua boca até seus seios, beijando e chupando cada um, ela gemia ofegante me deixando com ainda mais vontade de amá-la.

S/n era completando linda, seu rosto, seu cabelo, seus olhos, sua pele delicada, seu corpo sexy e o seu gosto doce, ela tinha o poder de deixar qualquer homem louco e por sorte esse homem sou eu. Deixei de lado qualquer pensamento e só podia podia focar em deixá-la cada vez mais sentido prazer, sentido meus lábios em cada parte do seu corpo, era isso que eu queria, simplesmente porque não podia perde-la.

Seu corpo curvava cada vez que chupava o bico de seus peitos, ela soltava um gemido manhoso e meu desejo de amarrá-la e usar seu corpo só aumentava. Soltei seu cabelo e ela colocou o rosto ao lado do meu, despejando beijos e chupadas em meu pescoço, senti meus pelos arrepiarem quando ela deu uma mordidinha abaixo da minha orelha.

- Agora você é só minha.- Falei encostando nossas testas.

- E você é só meu.- A mesma disse e me fez soltar um sorriso de canto da boca, um tanto que malicioso.

- Só seu...

Ao perceber que meu membro estava um pouco ereto, s/n saiu da pia e se ajoelhou na minha frente abrindo o zíper da minha calça jeans. Ela tinha um rostinho doce, mas sabia ter um rosto safado quando queria. Podia fingir bem, mas eu estava louco pra ela colocar aquela boquinha em meu membro. Ela desceu minha cueca box e começou a beijar a cabeça do meu pênis, deixando-o ainda mais duro e comprido, sua língua lambia cada parte do meu membro me fazendo gemer. Com uma das mãos ela fazia movimentos no meu membro e com a outra ela acariciava levemente meu saco. S/n começou a colocar meu pênis na boca com movimentos calmos, ela realmente estava me torturando e sabia disso, logo suas chupadas passou a ter movimentos mais rápidos, sua boca sabia fazer maravilhas. Entrelaçei meus dedos em seu cabelo, fazendo com que eu pudesse controlar cada movimento,  que estavam rápidos e prazerosos. Sentia meu gozo próximo, e assim, acabei despejando o mesmo dentro da boca da s/n, ela engoliu tudo e limpou uma gota que descia por sua boca com o dedo, me olhava atrevida enquanto levantava.

- Meu trabalho aqui está completo... Vou pra casa ler o contrato.- Ela disse e eu assenti ainda com a respiração ofegante.- Te quero mais vezes.- A mesma sussurrou no meu ouvido. 

- Eu também te quero.

                            (...)

Deixei a s/n em casa e voltei para cara, não podia parar de pensar naquele boquinha, completamente boa. 


Continua...



Notas Finais


Até o próximo capítulo.

•Não seja um leitor fantasma•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...