História Too Good At Goodbyes - Capítulo 20


Escrita por: e MhelryTheresa

Postado
Categorias A Escolha Perfeita (Pitch Perfect)
Tags Bechloe, Pitch Perfect
Visualizações 99
Palavras 4.351
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Obrigado pelos comentários fofos no último capítulo! Agora vem o noivado da Aubrey, minha lindinha favorita! Espero que gostem!

Capítulo 20 - O Noivado


Beca batia na porta várias vezes seguida, Stacie não atendia o telefone, e nem queria ver ninguém, a morena e Chloe tinham ido à casa de Aubrey para começar os preparativos do jantar de noivado que seria essa noite, mas as duas tinham ficado muito tristes ao ver a amiga no estado em que se encontrava, Aubrey estava tristonha, as vezes chorava do nada, depois se recompunha apenas para iniciar o ciclo de tristeza novamente, parecia até que Stacie era a noiva, de tanta falta que fazia, Chloe chamou a namorada de lado enquanto os outros não chegavam, e implorou que Beca fosse a casa de Stacie, para tentar convencê-la a ao menos ir ver Aubrey. Beca voltou a bater forte e gritar.

- EU NÃO VOU SAIR DAQUI STACIE, ABRE ESSA PORTA!

            Beca ouviu a voz de Bella, então viu a pequena puxando a cortina da janela da frente, apenas seus olhos estavam a mostra, ela parecia assustada olhando a cena, Beca suspirou irritada.

- Eu vou arrombar Stacie, estou te avisando!

            Stacie abriu a porta de supetão surpreendendo Beca, ela tinha uma feição irritada, estava sem maquiagem e seu rosto parecia cansado.

- O que você quer Beca? Eu já disse que não vou!

            Beca entrou na casa sem esperar que Stacie dissesse não, a mais alta a seguiu bufando, Beca sacou o celular procurando alguma coisa, então achou uma foto de Aubrey chorando em casa.

- Está vendo? Isso é o que acontece quando uma amiga abandona a outra! Se ela soubesse o que fez seria mais fácil! Mas ela acha que você odeia ela sem motivo aparente!

            Stacie encarava a foto chocada, não conseguia acreditar naquilo, apesar das lágrimas estarem em seus olhos, elas não caíram.

- Ela sabe o que fez Beca!

            Stacie quase rosnou as palavras, estava indignada, mas Beca sabia que não era assim que se sentia totalmente.

- Ela sabe o que você sente por acaso? Você contou? Ou você só fugiu igual uma covardona? Por que eu acho que é a segunda opção! Stacie, pensa direito, ou você vai até lá e conta a real, que ama ela, e que quer mais que ser amiga dela, pra ela entender porque você está se afastando, ou vai até lá com sua covardia e guarda esse sentimento só para si como melhor amiga dela!

            Stacie tinha a boca entreaberta surpresa, seus olhos estavam marejados, mas ela se controlava para não perder a compostura.

- Eu . . . Não posso Beca . . . Eu não sou forte o suficiente!

            Beca suspirou caminhando até Stacie enquanto a prendia num abraço apertado, a mais alta agarrou as costas de Beca como se ela fosse um porto seguro e apenas derramou as lágrimas sem esperar, elas se soltaram após alguns minutos de choro, Beca encarou a amiga.

- Vamos fazer o seguinte, se arruma, sua melhor roupa, e vamos até lá, quando você bater de frente com ela e vocês ficarem olho no olho, você decide o que vai fazer!

            Stacie assentiu com um suspiro derrotado caminhando para o banho com Bella no colo, após poucos minutos Beca foi a porta pegar a pequena enquanto Stacie terminava seu banho, Beca até tentou vestir Bella, mas não sabia como colocar a fralda e quando se virava um minuto a bebezinha já tinha corrido para longe. Após um tempo em silêncio no carro, em que Stacie parecia remoer suas atitudes, conseguiram chegar à casa de Aubrey, Chloe abriu a porta para elas, ela sorriu largo ao ver que Beca tinha conseguido trazer Stacie, a mais alta colocou Bella no chão enquanto perguntava.

- Cadê ela?

            Chloe indicou a cozinha com a cabeça enquanto Bella já corria gritando mamãe, em questão de segundos Aubrey apareceu na porta, e seu rosto borrado de maquiagem se iluminou de felicidade, aquilo foi como um soco no estômago para todas, a felicidade de Aubrey era palpável, a loira se ajoelhou abraçando a pequenina.

- Oi querida, eu senti tanto a sua falta!

            Aubrey se levantou com Bella no colo caminhando até Stacie decidida, Beca e Chloe deram espaço para as duas caminhando para a cozinha.

- Senti muito a falta de vocês duas!

            Stacie suspirou derrotada abraçando a amiga, como amava aquele abraço, o cheiro do cabelo de Aubrey, o quanto a textura de seus lábios era macia no encontro com a pele do seu pescoço, Stacie se arrepiou voltando a encarar a amiga.

- Você veio mesmo, eu estou tão feliz!

            Stacie sorriu envergonhada, encarava Aubrey tentando organizar os pensamentos, o quanto amava aquela mulher, tudo o que mais queria era ser dela, e que ela fosse sua, sua mente fervilhava de opções para palavras, de como diria que a queria, de como Aubrey reagiria, de como ela diria não, encarando a loira podia perceber as olheiras embaixo dos olhos, mas o sorriso largo demonstrava o quanto estava feliz brincando com Bella, isso também a tinha deixado mal, deixa-la longe da afilhada, que ela amava como uma filha, tinha sido doloroso para as três, e não era justo com ninguém que Stacie fizesse isso sozinha, que decidisse deixar Aubrey por causa de um amor não correspondido, Stacie segurou o braço de Aubrey chamando sua atenção.

- É isso o que as amigas fazem, elas apoiam uma a outra, e eu estou aqui pra te apoiar!

            Aubrey sorriu largo entusiasmada, puxando Stacie para mais um abraço perfeito, de corpos que se encaixavam completamente, Bella abraçou as duas num abraço em trio, Aubrey desatou a chorar novamente, só que dessa vez sendo amparada por Stacie, era um choro de liberdade, um choro feliz, Beca caminhou para a porta as encarando com desdém, seu olhar julgava Stacie completamente, e a morena mais alta quase podia ler seus pensamentos que gritavam “COVARDE”,  Amy entrou pela porta aberta por Beca, ela encarou o trio choroso com uma feição confusa.

- O que está acontecendo aqui? Você tá chorando?

            Disse apontado para Aubrey, a loira começou a limpar as lágrimas envergonhada.

- Eu não estava chorando, eu só estava . . . Quer saber, eu estou feliz tá, Amy gorda!

            Amy riu alto entrando na casa, as outras meninas começaram a decorar a casa, Aubrey agora tinha um enorme sorriso se divertindo entre elas, até mesmo Stacie sorria animada, apesar do sofrimento aparente, as duas pareciam muito mais felizes juntas. À noite, as outras meninas chegaram, além de Jesse, seus pais, os pais de Aubrey, e alguns outros convidados, era uma comemoração enorme, a loira foi para o quarto se arrumar, Stacie estava lá com ela a ajudando com algumas coisas, Aubrey retocava a maquiagem em frente ao espelho enquanto Stacie a encarava sentada na cama.

- Você está tão linda!

            O sorriso no rosto de Stacie era contagiante, tão quente, Aubrey se virou encarando Stacie com um sorriso enorme.

- Obrigado Stacie! Você é maravilhosa, sabia? Eu estava ficando louca sem você!

            Stacie mordeu o lábio baixando a cabeça envergonhada, Aubrey caminhou até ela levantando seu rosto, a morena encarou a visão maravilhosa de ver Aubrey de baixo daquela maneira, a loira a abraçou prendendo o rosto de Stacie entre seus seios, a morena aspirou o cheiro doce de Aubrey suspirando em seguida, então empurrou a loira com cuidado se levantando, armou seu melhor sorriso, mesmo que falso e chamou Aubrey pra seguirem para o jantar, não tinha cabeça para continuarem sozinhas. Enquanto os pratos eram postos os convidados conversavam em pequenos grupos espalhados pela casa, Beca tentava não se meter mais no assunto Staubrey, já que isso não lhe dizia respeito, Chloe estava conversando animada com Aubrey, Emilly e Stacie, Beca suspirou caminhando para fora, ver aquela cena lhe deixava enjoada, a pequena encostou a porta da cozinha que dava para o quintal encarando as estrelas distraída, o som da porta se abrindo a fez se virar, Jesse caminhava para perto com um sorriso, o garoto abriu os braços rindo baixo.

- Vejam só, Beca Mitchell!

            Beca sorriu abraçando o amigo, fazia tempo que não tinha uma conversa civilizada com Jesse, os dois ainda se encontravam as vezes, saiam para beber, mas desde que Chloe havia entrado em sua vida isso tinha se tornado irrelevante para ela, ele encarou a vista com Beca.

- Noivado! Isso é incrível Jesse!

            Beca disse com um meio sorriso, queria que o amigo fosse feliz também, apesar de isso magoar Stacie, ela sabia que não podia prezar apenas pela felicidade de uma das partes.

- Aconteceu tão depressa, sabe que essas coisas não têm como controlar!

            Beca assoviou baixo tomando um trago de sua bebida, não tinha assunto com Jesse, não tinha assunto com muita gente, mas uma coisa a preocupava, sabia que Aubrey tentaria o máximo por Jesse, sabia que Stacie tentaria de tudo para deixar a loira feliz, mas não sabia o quanto Jesse estava dedicado pela amiga.

- Eu espero mesmo que você faça a Aubrey muito feliz, por que eu tenho certeza que ela lhe fará!

            Jesse tinha um sorriso bobo enquanto a encarava, Beca conhecia aquela cara, tinha visto quando os dois estavam se conhecendo, aquilo era estranho, Beca pigarreou olhando para o outro lado.

- Você gosta mesmo dela, não é? Mas está mesmo tudo bem pra você? Digo, sobre eu namorar uma das suas melhores amigas?

            Beca deu de ombros indiferente.

- Claro que está, você e eu sempre fomos mais amigos que namorados, eu estou muito feliz por ela!

            Jesse comprimiu os lábios pensativo quando Beca frisou a palavra amigos, ele se virou de frente para Beca fazendo a morena também se virar para encará-lo.

- Eu só queria ter certeza que você não estava com ciúme!

            Beca franziu o cenho confusa, Jesse levantou a mão colocando uma mecha de cabelos de Beca atrás da orelha carinhosamente, a morena o encarou com suspeita.

- Eu senti muito a sua falta, sabia?

            Beca entreabriu os lábios para dizer algo quando a porta se abriu, Chloe estava parada ali encarando a cena perplexa, Jesse sorriu envergonhado.

- Hey, Chloe! Eu vou ver a Aubrey, sabe, eu sempre percebi uma coisa diferente em vocês duas, espero que sejam felizes!

            Chloe fechou a cara caminhando para perto de Beca enquanto Jesse saia, Beca ainda tinha uma linda feição confusa.

- Mas que diabos acabou de acontecer aqui?

            Chloe disse entredentes, a cena que presenciou parecia um início de beijo, se tivesse chegado um pouco depois poderia ter pegado os dois revivendo os “Bons tempos”.

- Eu também não entendi nada! Qual é a dele? Que coisa estranha!

            Chloe continuava irritada, Beca a encarou percebendo a feição fofa.

- Você está com ciúmes Chloe?

            A ruiva a encarou com desdém.

- Que? Claro que não!

            Então sua feição mudou rapidamente para uma mais suave.

- Quer dizer, sim, estou com muito ciúme!

            Disse enquanto um sorriso malicioso se formava em seu rosto, Beca apertou os olhos rindo baixo.

- Nem pense nisso, você não vai receber nenhum castigo, não aqui!

            Chloe sorriu de canto voltando a caminhar para a casa com Beca no seu encalço, o jantar já estava pronto, todos foram se sentando ao redor das várias mesas disponíveis no salão de jantar da casa de Aubrey, a loira tinha uma casa grande demais para uma solteira, todas as Bellas poderiam morar ali juntas que ainda sobraria espaço, Jesse se sentou ao lado da noiva, e Beca ficou incomodada com a ação do outro mais cedo pelo resto da noite, durante a sobremesa, as conversas se alastraram, Beca e Chloe estavam com as outras Bellas em uma mesa, enquanto Aubrey, Jesse e seus pais estavam numa mesa ao lado, as Bellas ouviram as perguntas de quando seria o casamento, elas se viraram para ouvir melhor a resposta de Aubrey, quando a loira se preparava para falar Jesse a interrompeu.

- Será em dois meses!

            Os olhares se viraram para Aubrey confusos, eles mal tinham começado a namorar, isso parecia precipitado demais, Stacie tinha uma feição horrível, tão triste, decepcionada, um misto de sentimentos tristes, Aubrey estava confusa, encarou o noivo preocupada.

- Dois meses?

            Ela perguntou atraindo a atenção dos outros.

- Sim querida, eu não posso mais ficar longe de você, e nós nos amamos, por mim, poderia ser até amanhã!

            Aubrey sorriu envergonhada assentindo, não queria colocar uma data tão próxima para o casamento, mas dizer isso na frente de todos seria muito humilhante, eles voltaram a conversar normalmente, foi quando Chloe percebeu o olhar de Jesse em direção a Beca, aquele olhar era assustador, e isso não parecia bom, Chloe levou a mão até a mão da namorada por baixo da mesa pensativa, Beca a apertou com um sorriso, o jantar terminou rápido após isso, e Beca levou Stacie de volta para casa antes de voltarem para casa, na volta Chlo dirigia pensativa, finalmente conseguiu exprimir seus pensamentos.

- Do que vocês estavam conversando?

            Beca a encarou confusa tentando entender do que ela estava falando assim de repente, antes que a morena pudesse responder Chloe emendou.

- Ele ia te beijar, não ia?

            Beca entreabriu os lábios surpresa, mas então assentiu pensativa.

- Acho que sim!

            Chloe desviou o olhar da estrada por alguns segundos, outro carro buzinou por ela sair um pouco da sua pista.

- Você quer me matar Chloe, presta atenção na estrada!

            Beca bravejou agarrando-se ao banco, Chloe comprimiu os lábios se concentrando na estrada.

- Não parecia que você estava tentando fugir!

            Beca passou as mãos no rosto suspirando irritada, Chloe era fofa com ciúmes, mas as vezes passava dos limites, quantas vezes precisaria provar que não queria nada com mais ninguém no mundo?

- Por Deus Chloe, eu não ia beijar ele, eu estava apenas tentando entender o que ele estava fazendo!

            Chloe socou o volante, a ruiva estava vermelha e parecia ferver.

- Se você estiver pensando em ter uma recaída, eu mato você!

            Beca piscou devagar suspirando, não conseguia acreditar na maluquice da outra, aquilo era meio sem limites as vezes.

- Eu estava pensando, eu não devo contar isso pra ela, né?

            Chloe mordeu o lábio pensativa.

- Eu não sei o que estava havendo lá, o que o Jesse tinha em mente?

            As duas se calaram por um tempo apenas pensando, Chloe ainda tinha a feição fechada, a ruiva dirigia depressa cortando e ultrapassando os carros como uma corredora, Beca apenas segurava na porta com força olhando pela janela, não conseguia entender o que tinha acontecido, mas sabia que alguma coisa estava errada, as duas chegaram em casa depressa, Chloe entrou jogando a bolsa no chão com raiva, Beca começou a caminhar para o quarto cansada, mas Chloe a impediu irritada.

- Ainda temos o que conversar Beca!

            Beca passou as mãos no rosto se acalmando.

- Escuta amor, meu bem, você não tem o que temer, eu nunca faria isso com você, nunca jamais! Tenha um pouco de confiança, não apenas na minha índole, mas também no seu taco! Eu vou deitar!

            Chloe a encarava com uma feição perplexa, a ruiva parecia querer dizer algo, mas não conseguia colocar para fora, Beca caminhou para o quarto se despindo, Chloe a seguiu voltando a bufar, a morena já estava sem camisa quando Chloe agarrou seu braço unindo seus corpos, a ruiva encarava os olhos azuis de perto.

- Eu vou te foder pra você se lembrar do que gosta!

            Beca arregalou os olhos com um sorriso sem graça.

- O que deu em voc . . .

            Seus lábios foram tomados pela ruiva, a pele de Chloe queimava contra a fria de Beca, a ruiva a empurrou para a cama puxando suas roupas com voracidade, Beca tentava manter a namorada calma enquanto se ajeitava na cama.

- Meu bem, calma aí . . .

            Novamente sua fala foi interrompida por um beijo de arrancar o fôlego, a cabeça da morena girou enquanto se deixava cair na cama, Chloe estava de joelhos sobre o colchão jogando as próprias roupas longe, Beca levantou os olhos encarando o belo corpo bronzeado, a morena mal conseguia ver a cor dos olhos da namorada, ela estava tomada pelo desejo, Chloe se jogou sobre ela beijando o queixo enquanto traçava a linha da mandíbula com pequenas mordidas intercaladas de beijos, Beca gemia tentando se manter lúcida, as mãos de Chloe desciam pelo corpo apertando os seios, a ruiva finalmente chegou ao pescoço, ela sorriu maliciosa, sabia o quanto Beca era fraca em relação ao pescoço, a morena gemeu mais alto na primeira mordida,  os beijos ficavam mais quentes e molhados enquanto descia pela clavícula, beijou os seios com força mordendo o bico, Beca gemia sem se conter, a ruiva subiu aos lábios de Beca atacando a morena, Chloe estava entre as pernas de Beca colidindo os sexos nus, Beca arfou encarando Chloe quando a ruiva separou o beijo, depois encarou Chloe confusa quando a ruiva estapeou seu rosto com força, Beca passou a língua por dentro da bochecha curiosa a encarando em seguida com um sorriso malicioso, quando ela tentou brigar Chloe tomou seus lábios de novo com força puxando os cabelos de sua nuca, Beca gemeu novamente surpresa, Chloe estava chateada, estava mais que chateada, estava furiosa, mas não era de todo o ruim.

- Chloe? Você me bateu?

            Chloe a encarou de cima com um olhar malicioso e dominador.

- Cala a boca Beca Mitchell, você é só minha!

            Beca tinha os olhos arregalados de surpresa, aquilo só estava a deixando mais molhada.

- Sou só sua é?

            Chloe riu baixo voltando a morder o pescoço de Beca, a morena tentou segurar a namorada, mas Chloe estava fora de controle, Beca gemia enquanto os beijos cálidos da namorada desciam pelo seu corpo.

 

            Beca terminou a chuveirada suspirando, mal tinham dormido noite passada, Chloe dormia tranquilamente na cama, parecia um anjo adormecida, enquanto tinha sido o próprio demônio noite passada, a morena olhou o reflexo no espelho enquanto descia a blusa, Beca se virou levantando a saia, a marca da mão de Chloe estava desenhada em sua bunda, ela suspirou revirando os olhos, a morena se sentou ao lado da namorada na cama a chamando baixinho, tinha pegado a mania estranha de Chloe, a ruiva começou a se espreguiçar como um gatinho na cama, ela levantou os enormes olhos azuis em direção a namorada com um pequeno sorriso angelical, Beca se levantou mostrando a marca na bunda, Chloe a encarou surpresa, seu rosto tomando uma coloração avermelhada.

- Você foi bem selvagem ontem!

            Chloe conteve um sorriso envergonhada.

- Foi ruim?

            Beca revirou os olhos com um riso baixo.

- Cala a boca!

            Disse num sussurro, Chloe se sentou deixando o lençol cair e mostrar seus seios nus, Beca corou encarando o corpo mordido e chupado à frente do seu.

- Eu te dei um castigo também!

            Beca estreitou os olhos indignada, Chloe a encarou de novo, dessa vez estava séria.

- Você ia beijar ele Beca, você não ia fugir!

            A ruiva se levantou sem deixar que Beca dissesse qualquer coisa e saiu do quarto completamente nua, Beca sabia que não beijaria Jesse, por que não o queria, mas se o outro a forçasse era outra história, um arrepio enojado passou por sua coluna ao imaginar o que ele poderia fazer.

 

            A rotina voltou ao normal, e apesar de sair com Stacie, Beca quase não viu as outras amigas, até mesmo Amy estava bastante sumida, a pequena brincava com Julius sentada no sofá, jogando uma bolinha para tentar treina-lo para buscar, Chloe estava sentada na mesa da cozinha tentando terminar uma papelada da escola, coisa que Beca não entendia bulhufas, Chloe suspirou irritada quando a bolinha bateu pela terceira vez nos pés da sua cadeira, Julius correu até lá, virou para um lado e para o outro procurando a bola, e depois correu tentando segurá-la na boca, Beca ria baixinho na sala se divertindo ao ver o animal brincar.

- Beca, vai brincar com ele lá fora!

            Beca lançou um olhar divertido para a namorada.

- Eu não, vai que alguém me olha na rua, eu que não quero deixar minha namorada com ciúme, ela gosta de bater sabe!

            Chloe estreitou o olhar sentindo o rosto corar bruscamente, a ruiva ainda tentou disfarçar seu descontentamento, mas Beca já ria.

- Você vai acabar quebrando alguma coisa aqui dentro!

            Chloe disse baixo.

- Bobagem, nunca aconteceu nada!

            Chloe virou o olhar para a namorada confusa, quantas vezes ela já tinha brincado de bola ali dentro? Antes que ela pudesse reclamar do fato dela sempre fazer isso, Julius esbarrou na estante derrubando um quadro no chão, o animal correu para longe dos vidros indo em direção a Beca, a morena o pegou no colo irritada.

- Você precisava quebrar na frente dela? Agora não vai dar tempo de comprar antes que ela veja!

            Chloe encarou a namorada indignada, a ruiva se levantou colocando as mãos na cintura numa postura decidida, Beca suspirou levando Julius para o quarto para limpar os cacos, depois de tudo limpo voltou com a corrente do cachorro para saírem.

- Obrigado!

            Chloe comentou com desdém, Beca assentiu com o filhote no colo enquanto caminhava para a porta.

- Desculpe amor, eu vou brincar com ele lá fora!

            Chloe sorriu se levantando para beijar a namorada, a ruiva apenas assentiu enquanto assistia Beca entrar no elevador brincando com o filhote no seu colo, Chloe voltou a trabalhar agora num ambiente mais calmo, em poucos minutos tinha terminado tudo o que tinha pra fazer, a ruiva se levantou procurando o celular, procurou o nome de Beca ligando em seguida, quando a morena atendeu, Chloe ouviu vários gritos.

- Amor, o que está acontecendo?

            Beca tentava acalmar as pessoas ao seu redor, pedindo calma e que estava no telefone.

- Desculpe amor, estou na área verde aqui em frente, vários fãs se juntaram aqui!

            Chloe franziu o cenho irritada, podia ouvir as vozes das mulheres, a ruiva suspirou tentando se acalmar, eram os fãs e ela não podia dar uma crise de ciúmes a cada bobeira que acontecesse.

- Sei, quando você vai vir?

- Eu já estou indo pra casa, vou só terminar aqui!

            Chloe assentiu dizendo apenas um estou te esperando e desligou, a ruiva se jogou no sofá abrindo as redes sociais, abriu o perfil de Beca e conseguiu achar uma foto recém postada da morena brincando com Julius na grama, ela sorriu involuntariamente, Beca tinha um sorriso divertido, e apesar de ter brigado por causa do cachorro, ela o amava tanto quanto Chloe ou até mesmo mais, ela o levava a clinica quando chegava o dia, passeava, e até mesmo o educava para fazer suas necessidades apenas no lugar marcado, e ele era muito mais obediente para Beca, Chloe fechou os olhos com um sorriso, Beca seria uma boa mãe se chegasse o dia, ela achava que não, mas Chloe sabia que ela era muito amável e cuidadosa, e seria uma mãe excelente quando chegasse a hora.

 

 

            Beca chegou em casa após dois dias fora, a morena tinha ido a um show, Chloe estava sentada no sofá revisando algumas apostilas, quando a porta se abriu, a ruiva se levantou correndo e pulando sobre a namorada, enquanto a enchia de beijos, a morena quase tombou para trás para segurar Chloe,  Beca ria divertida segurando Chloe com força em seus braços.

- Eu estava morrendo de saudades!

            A ruiva comentou encarando os olhos de Beca finalmente, Chloe comprimiu os lábios de forma reprovadora, sempre que Beca saia para shows voltava assim, extremamente cansada, os olhos com olheiras pesadas, até seu sorriso era cansado, pequeno, Chloe suspirou, podia matar à vontade depois, agora precisava cuidar dela.

- Você precisa descansar, para o quarto agora!

            Beca negou com a cabeça decidida.

- Não amor, eu estou bem! Vamos descansar depois, eu quero aproveitar você!

            Beca respondeu enquanto acariciava o corpo da namorada.

- Nem pense nisso! Porque você nunca dorme durante os dias que está fora trabalhando!

            Chloe segurou Beca pelos pulsos abaixando suas mãos, a morena suspirou se deixando ser levada para o banho.

 

            À noite, Beca se levantou procurando a namorada, Chloe estava entretida no celular jogada no sofá, enquanto Julius dormia embolado sobre as costas da ruiva, Beca sorriu se abaixando ao lado do sofá.

- Oi!

            Chloe sorriu a encarando, se virou com cuidado para que o filhote não caísse, e quando o colocou no chão abriu espaço para Beca se deitar.

- Está descansada agora?

- Claro, eu estou acostumada a dormir de dia e ficar acordada a noite!

            Chloe bufou irritada, e Beca conteve uma risada.

- O que você acha de fazermos uma atividade juntas hoje? Faz um tempo que não saímos juntas, só nós duas!

            Chloe acariciava o rosto de Beca com carinho.

- E pra onde você planeja me levar senhorita Mitchell?

- Nós podíamos ir ao cinema, é muito romântico, podemos jantar juntas depois!

            Uma feição maliciosa se instalou no rosto da ruiva.

- E depois eu pago o motel de novo?

            Beca a encarou completamente corada.

- Jesus Chloe, aquele dia eu tinha esquecido a carteira e eu realmente não planejei te levar a um motel, apenas aconteceu! Mas se você quer ir a um motel nós vamos sim!

            Agora Chloe era quem estava corada, enquanto Beca tinha um sorriso de canto que beirava ao cafajeste.

- Idiota!

            Ela sussurrou antes de beijar a namorada.

- Eu aceito ir num encontro com você!

            Beca sorriu apertando a cintura de Chloe, as duas foram interrompidas por Julius tentando subir de volta no sofá, ele choramingava baixinho.

- Mas e esse camaradinha?

            Beca perguntou segurando o filhote em mãos, Chloe sorriu o abraçando.

- Ele vai ficar bem, por apenas algumas horas!

            Beca virou o olhar para ela rindo.

- Você está mesmo planejando ir para um motel, não é?

            Chloe lhe acertou um tapa no braço se levantando e caminhando em direção ao banheiro, a ruiva chegava a porta quando virou o olhar em direção a namorada.

- E você vai pagar!

            Beca riu correndo atrás de Chloe.


Notas Finais


Obrigado aos que leram! Abraços e até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...