História Too Good To Say Goodbye - 2° Temporada - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars, Dwayne Dugger, Eric Hernandez, Jamareo Artis, James King, John Fossit, Kameron Whalum, Personagens Originais, Philip Lawrence, Phredley Brown
Tags Amor, Brasil, Brunomars, Comedia, Drama, Ficção, Hot, Musica, Romance, Sexo
Visualizações 106
Palavras 976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Trilha sonora:
Shawn Mendes - There's nothing holdin'me back

Capítulo 17 - De volta ao Brasil


Fanfic / Fanfiction Too Good To Say Goodbye - 2° Temporada - Capítulo 17 - De volta ao Brasil

Mars chegou no Brasil, foi direto para a casa... Ao abrir a porta, foi recebido com um abraço caloroso de Cida.

Cida: Eu disse que ela era forte... Ela não entregaria tudo assim, de mão beijada.

Bruno: É... Agora tudo vai voltar ao normal e finalmente teremos a nossa vida, do jeito que sonhamos.

Cida: Vocês merecem...

Mars sorriu ainda não acreditando no quão a vida tinha sido boa com ele, em dar mais uma chance de fazer tudo certo... e ele sabia que nessa chance ele não podia errar... Bruno aprendeu que em um piscar de olhos tudo, simplesmente tudo, pode acabar de repente... 

 Cida: Luana está te esperando no quarto.

Bruno: ah, obrigado...

Andou rumo ao cômodo citado... e ao abrir a porta, foi recebido por Luana com um abraço apertado... viu? Todos estavam felizes...

Luana: Eles estão prontos...

Disse em relação aos gêmeos que ela acabara de dar banho... Lindos, com a roupa mais fofa que ela conseguiu escolher... e com cheirinho de bebê...  

Finalmente eles irão conhecer a mamãe, se apoiar nos braços que sempre foram deles, finalmente se aconchegar no calor do corpo dela e sentir, enfim, a proteção que uma mãe passa para seus filhos.

Bruno: Quem vai com o papai ver a mamãe no hospital em? -disse se aproximando da cama- hmm... que nenê cheloso -fez uma voz infantil.

Bruno: Eu estou ansioso, preciso vê-la 

Luana: Então vamos logo...

Bruno: Calma, eu não posso ir assim... preciso de um banho, preciso estar impecável, pra ela... Minha mulher merece...

Luana sorriu

Luana: Então vai... Antes que eu mude de ideia e deixe você para trás, igual você fez com o meu namorado.

Bruno: ah, eu nem vi o Jam hoje... eu nem consegui avisar ele que eu ja estava voltando.. saí de lá muito apressado.

Luana: Eu sei, eu estou brincando, amanhã ele vem... -sorriu de lado

...

Bruno demorou exatamente 50 minutos até ficar de fato "Impecável para ela"..

No caminho, eles passaram em uma pequena floricultura que, por sorte, ainda estava aberta e la, Mars comprou algumas flores para Lester... 

...

Luana: Quer entrar sozinho? Eu e a Tiara ficamos com a eles (bebês) -perguntou enquanto manobrava o carro no estacionamento do hospital. 

Bruno: Melhor né?

Luana: Sim, assim vocês conversam um pouco... acabam logo com essa saudade.

Bruno: Pode ser então...

...

Mars colocou a mão na maçaneta da porta do quarto em que Lester estava o espetando... sua mão estava fria, tremia uma pouco... e seu coração estava disparado, era uma mistura de vários sentimentos... dessa vez, todos bons...

Ansioso ele respirou fundo e abriu a porta de vagar... Bruno olhou diretamente para a cama, onde havia uma morena com o sorriso mais perfeito desse mundo... O sorriso que ele estava esperando a meses, finalmente apareceu; e graças a Deus, mais lindo do que nunca...

Mars tinha muito o que dizer, mas até se aproximar da cama nenhuma palavra foi capaz de sair de sua boca... Mas isso não foi um problema ja que aqueles olhos e aquelas duas boquinhas pareciam conversar muito enquanto se admiravam em silêncio. Emocionados demais... O cantor delicadamente pegou na mãozinha dela, parece que ela sentia o mesmo que ele, ja que sua mão também estava fria e também tremia...

O silêncio foi quebrado...

Bruno: Obrigado -Ela olhava atenta para ele- Obrigado por ser tão forte

Emy: Eu não podia deixar nossa família desfalcada -Disse bem humorada

Ele deu um largo sorriso, como se dissesse "Essa é a minha garota"

Bruno; Eu...

Emy: Heeey... espere um minuto -O interrompeu dizendo a frase que ele sempre usava. 

E já sabendo exatamente o que ela queria, ele à beijou...

Um beijo lento, delicioso e demorado... e quando eu digo "demorado" é porque realmente foi muito demorado. Suas bocas, finalmente se encontrando novamente em um suave beijo... parecia até o primeiro da vida deles, de tão especial e aguardado... 

Emy: Eu precisava muito disso -Disse baixinho, com os olhos fechados e finalizou com um selinho.

Bruno: Senti tanto a sua falta... Eu não estava mais conseguindo... Impossível viver sem você, não dá... eu juro, não dá... Eu não estava vivendo, eu apenas existia...  

Emy: Obrigado por me esperar

Ele sorriu de lado

Bruno: Estava doendo muito, mas eu iria te esperar o tempo que fosse necessário... A minha vida toda... se fosse preciso, Lester.

Ela parecia não ter o que dizer... mas disse muito exausta daquele quarto...

Emy: Me leva daqui, Bruno.. -Ela chorava- Me coloca no carro e me leva pra bem longe daqui... Eu quero ficar nese lugar... Eu quero minha vida de volta... Quero conhecer o Ian e a Luna...

Bruno: Eles estão aqui -E ela imediatamente parou e ficou olhando pra ele, sem acreditar- mas... Você não vai poder ir pra casa agora... eu falei com o médico e ele disse que você precisa ficar mais alguns dias em observação...

Emy: Mas eu não quero ficar aqui, eu estou bem...

Bruno: hey, eu vou ficar com você... Eu tenho "nove meses" de histórias para te contar... -Ela sorriu- Agora eu vou buscar dois pacotinhos pra você...

Ele deu um beijinho na testa dela e se afastou... Lester, agora sorria muito.

...

Bruno retornou ao quarto depois de 5 minutos...

Bruno: Oiii mamãe, eu me chamo Ian... -Disse fazendo uma voz infantil enquanto entrava com Ian nos braços..

Lester levou as duas mãos no rosto e simplesmente desabou, chorava muito.. Logo atrás de Bruno, veio Luana com Luna nos braços... Eles usavam macacãozinhos amarelos comprado por ela, antes de tudo acontecer...

Bruno também não conseguiu evitar as lágrimas... se aproximou da cama e colocou Ian nos braços dela... Assim que entregou Luna para ele, Luana se retirou deixando a família sozinha no quarto.... sabia o quão isso era importante para eles.

Lester sorria emocionada....

Emy: Nossos filhos...

Bruno: Nossa família...

Emy: Ela está completa... 

O cantor deu um rápido beijo nela...

Bruno: Mais do que nunca.... completa. -ela sorriu

Emy: Como eles são em casa?

Bruno: Olha, Luna é mais quietinha, igual a você, ja Ian é mais animado, acorda várias vezes durante a noite... Mas eu gosto disso, eu amo ser pai, Lester...


Notas Finais


Oii amores, espero que estejam gostando, tem muita coisa pra rolar ainda... e eu estou com alguns projetos novos em mente, inclusive para BruEmy... mas hoje eu vou contar uma novidade pra vocês e eu espero gostem...
Eu acabei de postar a introdução da minha nova fanfic (1990), então se vocês quiserem acompanhar, eu ficarei muito feliz... eu vou dar o meu melhor nela também...
Não se preocupem, eu não vou deixar TGTSG de lado, vou continuar postando a cada dois ou três dias...
Então sempre terá capítulo aqui ou la...
Obrigada pela atenção.. ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...