História Tormenta - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yuma Mukami
Visualizações 14
Palavras 2.050
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoal voltei com mais um cap pra vcs
Lembrando q é uma fanfic somente pra teste
Desculpa se tiver algum erro ou de eu ter me perdido um pouco.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Depois que Ayato saiu do meu  quarto,eu fui  voando trancar a porta para não ocorrer de outro doido  querer me devorar.Dei  sorte do cabeça de fogo  ter sido “bonzinho” comigo.

Me visto e fico uns minutos deitada na cama.Reiji me disse para esperar no  quarto,só que ele está demorando  muito e eu to ficando sem paciência.Surge uma idéia na minha mente.

Porque não perambular um pouco pela mansão?

Mas pode ter algum outro doido que nem  o Ayato a solta.

Ah eu  não posso ter medo,meu pai sempre disse que eu tenho  que me defender sozinha,pois o  mesmo  havia me falado que não estaria sempre comigo para me proteger.

Crio coragem e vou até a porta.Destranco.Olha para um  lado e depois pro  outro.Ótimo ninguém nesse corredor pelo  menos.

Começo  a andar pelo  meu corredor até ver a figura de um menino.Ele está de costas,tem cabelos roxos,magro e pálido.Espera.Um  urso?Então ele deve ser uma criança.Ah que bom,eu gosto de crianças.Dou  um  passo,ele vira e olha pra mim.Seus olhos são roxos e tem  olheiras profundas abaixo deles.Ele tem uma aparência infantil mas meio que assustadora.Resolvo  começar um diálogo.

-Oi,tudo  bem?-digo sorrindo  para ele.Mas ele me olha de um  jeito que eu não consigo decifrar.

-Ahhh,então você que é a nova bolsa de sangue que vai alimentar eu  e meus irmãos?-ele me olha dos pés a cabeça.

Me assusto com suas palavras.Bolsa de sangue?Eu  pensava que iria somente morar com vampiros mas não pra ficar dando  meu sangue.

-Você deve estar bastante confusa não é mesmo?-ele diz se aproximando de mim.

-Han,me desculpe mas eu realmente não entendi  o que quis dizer.-digo sorrindo  amarelo.

-Ora,você é mais burra do que eu pensava.Não é Teddy?-o  menino diz acariciando a cabeça do urso marrom com  um  tapa olho.

Pelo  o  seu falatório vejo que ele nem é realmente uma criança,somente sua aparência me fez sugerir que fosse.

O clima está pesado.Ele é muito esquisito.Resolvo mudar de assunto.

-Então,qual é o seu  nome?

-Eu  não queria te dizer.Bolsas de sangue devem somente servir os seus donos.Mas o  Teddy  quer que eu conte.Meu  nome é Kanato.

-Ahh,é um  lindo  nome.O  meu é Yumi.-disse a ele com um  sorriso,mas ele não muda de cara.

-Yumi...parece com  o  nome da sonsa.-disse ele com  a mão  direita no  queixo.

-Sonsa?Quem é essa pessoa?-digo confusa.

-Hoo,ela dorme ao lado do seu quarto e você não a viu?Hahaha,provável que um  de meus irmãos já  devem tá fazendo algo com ela.

Sua risada é assustadora.

Ele é um  garoto bastante esquisito,pensava que fosse uma pessoa doce,mas meu pensamento sobre ele foi bem  longe.

-Ayato falou que você tem um cheiro bom.E realmente,é  bem  gostoso de sentir.Eu  e o  Teddy  estamos curiosos para provar o  seu sangue.-disse com  um  olhar psicopata.

Meu Deus,um  pior que o  outro.Estou  na casa de loucos?Pai...porque me colocou  num  lugar assim?

Sinto passos atrás de mim.Olho e vejo  Reiji.

-Kanato,não a assuste porfavor.Yumi,irei te apresentar para os outros.Me siga.-disse logo indo  para outro canto da mansão.

Olho  para onde o  menino esquisito tava e não o  vejo.

Pelo visto uma das habilidades dessa família diabólica é desaparecer num  piscar de olhos.

Volto para a realidade e corro até o  Reiji.

Olha para onde ele estava me aguardando e vualá.Todos os irmãos e uma menina estão ali na sala.

-Meninos essa é a Yumi,nossa nova moradora.-disse Reiji 

Alguém toca o  meu ombro  e vejo que é um rapaz de cabelos ruivos e olhos verdes assim como do Ayato.O que o diferencia é que ele tem uma pinta perto  da boca e que seu cabelo é longo.

Parece que ele é o  mais estiloso dessa casa maluca.

-Hooo,você é tão cheirosa e bonita.Seu cheiro adocicado é melhor do que da Bitch-chan.-disse ele dando  uma lambida no  meu  pescoço.

Dou  um  pulo quando ele faz isso.

-Não fique assustada gatinha,isso foi bem leve porque você chegou agora.-disse ao pé do  meu ouvido.

-Oe,tire suas patas da minha bolsa de sangue.-Ayato falou.

-Ahnnn  irmãozinho você é tão possessivo.Já tem a Bitch-chan e agora quer essa belezura aqui.-disse fingindo  tristeza.

-Cale a sua boca Laito,você também a marcou.-disse Ayato.

Meu Deus,um  é pervetido e o outro possessivo.Deu para perceber que o  azar chegou na minha vida.

-Dá pra vocês pararem?O Teddy não tá gostando.-disse Kanato.

-Tsc,Kanato cala a sua boca esquisitão.Vou arrancar a cabeça do seu precioso Teddy.-disse Ayato sorrindo após ver que o menino havia ficado com raiva.

-Como você ousa falar-Kanato foi interrompido por Reiji.

-Porfavor,comportem-se.Deixem para brigar depois.

-Então,essa é a Yumi,assim como Yui ela veio nos servir.-disse Reiji  me apresentando aos outros.

-Era pra isso que me fez sair do meu conforto irmão?-disse um menino de cabelos loiros.Ele está deitado no sofá com um fone de ouvido.Pelo visto ele deve ficar horas ouvindo música.

-Agora que eu a apresentei,pode ir embora Shuu.Não necessito  mais de sua presença-disse  Reiji curto e grosso.

Shuu  murmurou  um  “Ótimo” e foi embora sei  lá pra onde.

-Bem,você já conhece grande parte.Esse daqui é o Subaru.-disse apontando  para um  menino  de cabelos brancos no  canto da sala.

Ele tem  jeito de ser bem  na dele,sozinho  e um pouco rabugento pelo  visto.

Subaru  olha para mim com aqueles olhos vermelhos.Ele é um  albino bastante bonito.Pisco  novamente e ele some.Meu Deus essa família só sabe desaparecer em segundos.

-Continuando,esse é o Laito e esse o  Kanato.-continuou Reiji com as apresentações.

-Prazer Bitch-chan dois.-disse o cabeça de menstruação com uma risadinha irritante.

Sem perceber reviro os meus olhos e ele alarga o  sorriso.

-E essa é a Yui,nossa primeira moradora.

Olho  para a menina de cabelos loiros ondulados curto e de olhos rubis.Ela parece ser bastante tímida por estar fitando  o chão.

-O-Oi.-disse ela olhando  para mim  e logo  em seguida olhando  para o  chão de  novo.

-Oi.-digo a ela.

-Yui,apresente os cômodos a ela.-disse Reiji autoritário.

-Sim.-disse Yui.

Reiji  logo sumiu.

Ayato e Laito ainda estavam ali  nos observando.

-Vou acompanhar vocês.Bitch-chans.-Laito olha para mim  e Yui piscando.

-Tsc,não seja grudento com algo que não é seu.-Disse Ayato.

-Hooo,irmãozinho eu já disse que você fica feio mostrando esse seu  lado possesivo chato.

-Tsc,cale a boca Laito,você é outro que é um  pervetido.Quantas vezes já te vi quase arrancando a roupa da tábua.

-Hihihi,eu não consigo aguentar,ela me deixa sempre com tesão.-disse Laito olhando para Yui labendo  os lábios.

Vejo  que a menina ficou  vermelha que nem  uma pimenta.Ela veio  até a mim  e disse baixo que era pra eu acompanha-la.E eu  a sigo.Mas não somente eu.As duas aberrações menstruadas também.

Yui  me mostrava os cômodos de toda a mansão com  um  olhar bem tímido pois pelo  que eu  percebi  não era só eu que tinha os olhos dos dois cabeça de fogo queimando nas costas.

Depois de muito tempo,com as provocações de Laito e também com suas brigas com Ayato,Yui finaliza a apresentação dos cômodos todo da mansão.

-Bem é isso Yumi.-Disse Yui

-Hann,Bitch-chan ainda bem que terminou,já tava quase dormindo.-disse Laito fingindo um bocejo.

Pelo visto  não é só o Ayato que tem o deboche como espírito.

-É,agora que vai começar a festa.-disse Ayato olhando para mim.

E eu  abro minha boca:

-Começar a festa?Só se for na  hora da sua morte,porque eu to indo pro meu quarto.Quer ir comigo Yui?-a garota olha pra mim e concorda.

-Ho  melhor ainda,acompanhamos vocês e cada um vai pro quarto com sua dama.-disse Laito.Sua personalidade pervetida tá me deixando com nojo.

-Tsc elas duas são minhas já disse isso pra você Laito.-Falou Ayato.

-Hummm  ok irmãozinho,eu vou indo que eu tenho um encontro com uma gata da escola.Mas isso não quer dizer que eu  vou deixar elas duas pra você.-e Laito desaparece.

-Sorte de vocês duas que eu  não estou com fome.Você se safou de  novo esquentadinha.

-Ahhh que legal,muito  obrigada por você ser gentil.-digo  a ele debochada.

-De nada bolsa de sangue.-disse ele com seu sorrisinho.-Eu vou indo,mais tarde procuro  uma de vocês duas pra me alimentar.

E ele desaparece pelos corredos mal iluminados.

-Bem,acho melhor a gente ir se não aparece mais um  louco.-disse a Yui  que riu  baixinho.

Comecei a andar e após alguns minutos Yui  puxa assunto.

-Sabe,eu entendo como deve estar se sentindo.Confusa não é?-ela disse me fitando.

-Sim,mas não é aquela confusão.Estava me fingindo de sonsa,não queria acreditar que estou morando com vampiros e além disso ter que doar meu sangue.Você tá aqui a quanto tempo?

-Hammm,mais ou  menos uns 5  meses.-disse ela não com tanta certeza.

-Isso tudo?

-Não é uma data exata mas sim  faz meses que estou morando com  eles.

-É um inferno morar com esses chupa sangue,não é?-ela ri  com  o apelido que eu dei aos seis irmãos 

-Sim,mas você acaba se acostumando sabe...-ela disse com um olhar triste.

-Porque não tentou  fugir Yui?

Eu queria entender o   motivo dela continuar aqui nesse lugar assombrado.Porque se rebaixar tanto assim?

-Já passou por minha cabeça essa idéia,mas resolvi deixar de lado.

-Porque?-digo a ela confusa.

-Bem,quando eu cheguei aqui vi algumas coisas relacionadas comigo.Queria entender sobre minha existência...E minha ligação com Cordélia.

-Cordélia?-paro de andar e ela também.-Quem é essa mulher?

-Ela é a mãe dos Trigêmeos.-ela viu que eu estava entendendo  nada.-São o Ayato,Laito e Kanato.Eles são os filhos da Cordélia.

-Hooo,então eles são trigêmeos...mas Kanato não tem nada haver com os dois cabeça de fogo.-digo a ela abismada e ela ri da minha cara.

-Pois é,quando eu cheguei aqui também fiquei assustada com isso.-disse ela ainda rindo.

-Mas deixando isso de lado Yui,o que você tem haver com essa mulher?

Ela ficou uns segundos em silencio,até que resolveu me responder:

-Algumas vezes eu ficava sonhando sobre coisas que não entendia,também desmaiava do nada e quando eu acordava não sabia o que tinha acontecido.Depois eu acabei descobrindo que ela estava possuindo o  meu corpo,por isso os desmaios.

-Mas o que ela queria?

-Reencarnar.Por isso eu quero saber sobre a minha ligação com ela.Eu até hoje estou procurando respostas.-disse ela com um olhar triste.

Fiquei em silêncio,não estava mais conseguindo dar continuidade a conversa.É um assunto bem complicado.

Continuamos a andar até chegarmos ao corredor onde está os nossos quartos.

-Ahh,finalmente.-eu exclamo.-Meus pés estão latejando de tanto andar.Essa mansão é enorme.

-É verdade,mas com o tempo você acaba se acostumando de tanto andar.-ela ri

-Nossa Yui,como você conseguiu decorar esses cômodos todos?

-Ah,foi bem difícil no  começo.Eu ficava perambulando por aí tentando achar o meu quarto,mas parecia que eu estava andando em círculos.Era um saco.Mas como eu às vezes fugia deles eu acabei conseguindo decorar tudo daqui.

-Meu Deus,porfavor me ajude a decorar isso.Não quero ficar com aqueles demônios.-digo a ela com um olhar tristonho

-Claro que ajudo,mas eu preciso de dizer uma coisa.A maioria das vezes eles irão te achar por conta do seu cheiro,então você tem que tomar muito cuidado  porque quando eles acham...eles acabam te punindo.

Pelo visto ela foi  muito punida tadinha.

-Haaa...E tem alguma coisa que faz com que meu cheiro diminua?-digo a ela esperando uma solução.

-Infelizmente não,é impossível.O olfato deles são bastante aguçados.

-Tsc,que droga.Pelo  jeito não vou escapar mesmo.

-Haha,realmente não tem como.Bem Yumi,vou ir para o  quarto.Preciso ajeitar algumas coisas.

-Ah tudo bem,eu também preciso fazer algumas coisas.

-Ok,até mais Yumi.-disse ela abrindo a porta e fechado em seguida.

-Até.

Entro  em meu  quarto e me jogo na cama.

-Estou exausta.Porque pai?Porque foi confiar nesse seu  amigo?

Estou começando a perceber que a minha vida agora vai ser completamente um  inferno.E eu vou ter que bolar um  plano pra fugir aqui o mais rápido possível.Não quero sofrer que nem a Yui.

 


Notas Finais


Bem pessoal foi isso kkkkk espero q tenham gostando
Críticas construtivas são bem vindas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...