História Torneio do Poder - DBS. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Goku, Goku Black, Vegeta
Tags Dragon Ball, Goku, Torneio Do Poder
Visualizações 15
Palavras 5.578
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite, caros leitores. Primeiramente quero pedir-lhes sinceras desculpas pela demora sem aviso prévio para lançar novos capítulos, acontece que eu preciso trazer um conteúdo de qualidade, e isso particularmente leva um tempinho. Se eu tento fazer algo com pressa, fica muitas das vezes sem uma coesão e incompleto, fora que podem conter muitos erros originais e isto eu não admito. É basicamente isso, espero que gostem deste capítulo, boa leitura!

Capítulo 2 - Capítulo II - Black vs Goku.


Fanfic / Fanfiction Torneio do Poder - DBS. - Capítulo 2 - Capítulo II - Black vs Goku.

Templo Sagrado


『••✎••』 


Gowasu chamou por Kusu, Anjo do décimo universo, para que o levasse juntamente com Goku Black e Zamasu para o sétimo universo numa viagem de ida e volta. Isso seria vantagem para Black, pois ele queria saber cada vez mais sobre o Saiyajin da Terra, Son Goku.


- Muito bem, só precisamos esperar que o senhor Rumoosh chegue acompanhado pela Kusu. - Assegurou, Gowasu.

- Certo, Mestre! - Disseram Zamasu e Black em uníssono, o Senhor Kaioshin franziu a testa em concordância.

Alguns minutos depois, eles enfim chegam, surgindo de um feixe de luz brilhante que apareceu na frente deles, inesperadamente.

- Olá, Gowasu. - Saudou, Rumoosh.

- Sejam bem-vindos, é uma verdadeira honra recebe-los aqui. - Disse, agachando-se como cumprimento diante deles.


      No momento em que eles chegam, ficam surpresos ao verem o guerreiro de vestimenta escura, com seu olhar sério, parecia não haver temor em sua alma diante de um Deus da Destruição. Rumoosh encarou os discípulos do Senhor Kaioh e eles fizeram o mesmo, Gowasu percebendo isso, interviu:

- Zamasu e Black, cumprimentem ao grande Rumoosh. - Solicitou em ordenança.

Zamasu fez como mandado mas Black, no entanto, continuou a encará-lo e Kuso, o Anjo e assistente de Rumoosh, ficou com uma expressão confusa.
Ambos permaneceram encarando um ao outro com olhares amedrontadores.

- Eu não deveria me curvar diante de uma divindade tão patética quanto você, no entanto, por hora eu farei tudo de acordo com o plano: serei bonzinho por enquanto. - Dizia a voz do pensamento de Black.


Então, ele se prostrou-se lentamente, fechando seus olhos:

- Sejam bem-vindos. - Falou, curta e friamente.

- Um dia irei reinar sobre todas as divindades, começando pelos deuses da destruição.

- E então, Gowasu. - Ele fez uma pausa, mas logo prosseguiu. - Por que nos chamou aqui mesmo? Espero que seja relevante. - Indagou, Rumoosh.

- Não acredito que se esqueceu, Senhor Rumoosh. - Disse Kuso, perdendo as esperanças na forma que seu acompanhante usa sua "boa memória" para se lembrar de coisas relevantes.

- Eu não a ouvi direito quando me falou, por isso estou perguntando à ele. - Explicou; o Anjo assentiu com um suspiro fechando os olhos, esfregando os dedos nos olhos.

- É sim, consideravelmente importante, precisamos de vocês para nos levarem até o universo sete, Kuso pode viajar pelos universos numa velocidade incrível, a ajuda de vocês seria ótima. - Solicitou.

- Hum, universo sete? - Ele ficou com uma expressão pensativa, e indagou a Kuso. - O que você acha?

- Você tem ficado muito parado ultimamente, essa viagem lhe fará bem, Senhor Rumoosh. - Respondeu.

- Tem razão. Está certo, vamos ao sétimo universo! - Bradou Rumoosh, com empolgação.

- Perfeito. - Sussurrou, Black.

- Vai dar tudo certo. - Afirmou Zamasu, colocando uma de suas mãos no ombro dele, com um sincero sorriso.

- Eu espero que sim. - Retrucou.

Então, Kuso mandou que todos se segurassem firme nela.

- Peço que evitem se mexer durante a viagem, vamos ultrapassar a velocidade da luz, então a não ser queiram cair no vácuo do espaço, peço que se mantenham parados. - Todos assentiram. - Levaremos exatas uma hora e meia para chegarmos ao nosso destino. - Finalizou. 

Imediatamente, ela bateu seu enorme cajado duas vezes no chão, então partiram em viagem para o universo dos Saiyajins e dos humanos.

Goku e Vegeta treinavam ainda mais no Planeta de Beerus, ambos mostravam grande poder surgindo de dentro de si, deixando o Deus da Destruição ainda mais feliz e aliviado, mas não o bastante.


═───────◇───────═


Planeta Terra - sétimo universo. 


• • • ₪ • • •



      Todos estavam reunidos no jardim da Bulma, na sede da Corporação Cápsula.
Estava tendo ali um churrasco, após o Torneio de Artes Marciais feito pelos Deuses da Destruição dos universos seis e sete, tudo parecia estar em paz, sem vilões terríveis, sem ameaças ou invasões. Então, a brilhante e mais rica cientista do mundo resolveu reunir todos para firmar um vínculo de amizade entre eles, e os convidados aparentavam estarem muito contentes, não havia nada melhor que um almoço bifes, salsichas, hambúrgueres e diversos quitutes saborosos ao ar livre; com o céu totalmente limpo num tom azul claro, o sol ficava ainda mais radiante naquele verão.

Chi-chi cuidava da pequena Pan, filha de Gohan, enquanto Bulma fazia os preparativos para um bingo, todos amavam isso e era uma atividade corriqueira entre eles. Naquele mesmo espaço, numa área aberta e livre, Goten e Trunks treinavam juntos com Gohan, que apesar de afastado das artes marciais, tem voltado aos poucos com a ajuda de Piccolo, que como nos velhos tempos, voltara a treinar o jovem rapaz todos os dias. Ao mesmo tempo, Majin Boo se empanturrava de sobremesas açucaradas assentado na mesa, Mr. Satan tentava dar um freio nele:

- Ei, vai com calma aí amigão. Não quer fazer o grande Satan passar vergonha, não é mesmo? Tem bastante comida para você então não tenha pressa.

Boo no entanto o ignorava e continuava a se lambuzar de doces.
O tempo passou e Black finalmente chegou à Terra junto aos outros.

- Lembranças perturbadoras deste mundo. - Sussurrou Black, com um olhar sério, seguindo de um sorriso sádico ele continuou: - Será diferente desta vez.

- Bem, aqui estamos. E agora? - Indagou Kuso.

- Você por acaso sabe onde o Son Goku poderia estar, Black? - Perguntou Zamasu.

- Estou tentando sentir o Ki dele, mas neste planeta o Ki dos humanos me atrapalha muito. - Admitiu Black.

- Tente se concentrar. - Solicitou Gowasu.

- Não, algo está errado. Não sinto a presença dele neste mundo. - Falava a si mesmo, em sua mente.

De repente, Gohan, Piccolo, Kuririn e os demais guerreiros pararam tudo que estavam fazendo, os Kis que começaram a sentir era muito intenso.

- Senhor Piccolo! - Chamou Gohan, que voava em direção a ele juntamente com Trunks e Goten.

- Antes que me pergunte, eu também senti isso, Gohan. - Afirmou Piccolo, nervoso.

- É uma grande quantidade de energia sendo emanada não muito distante daqui!- Afirmou, Yamcha.

- Mas quem poderia ser tão forte assim?! - Perguntava Kuririn, assustado.

- Não é apenas um Ki, são vários reunidos próximos uns dos outros. Eles surgiram de repente, eu não entendo. - Disse Piccolo.

- Ande logo com isso. - Ordenou, Rumoosh.

- Não me dê ordens. - Rebateu Black, que o encarou brevemente com uma expressão séria.

- O que disse? Tem idéia de quem eu sou?! - Perguntou retoricamente, enfurecido.

- Mantenha a calma, Senhor Rumoosh. Lembre-se que essa viagem é algo para destraí-lo e não estressa-lo. - Disse Kuso, repreendendo qualquer ação dele, que resolveu escuta-la.

- Encontrei alguns Kis que se destacam em meio a tanto lixo humano, com certeza devem saber onde possa estar o Son Goku, ou irei força-los a dizer, para a minha sorte eles estão próximos uns dos outros. - Pensava.

- Já encontrei, segurem-se em mim. - Todos fizeram, Black imediatamente utilizou seu teletransporte.
De repente, eles apareceram no meio do jardim, todos ali ficaram surpreendidos.

- Ora, ora, ora. - Disse Black, observando as pessoas ao seu redor.

Todos se afastaram, criando um espaço circular onde estava Black e os outros, ficando apenas os guerreiros por perto; até mesmo Rumoosh e Kuso se distanciaram um pouco. Black, percebendo a ação dos terráqueos, falou com um sorriso tenebroso.

- Não precisam ter medo, eu vim aqui atrás do Son Goku.

- Ele está dizendo que está atrás dele mesmo? Mas o que é isso? Quem são estes com você, Goku E onde está o Vegeta? - Indagou, Bulma, que pensava ser o próprio Goku.

- São perguntas tão tolas que beiram o absurdo, só podiam ser proferidas mesmo por um mero humano. - Provocou, Zamasu.

- Bulma espera aí, esse daí não pode ser o Goku. - Duvidou, Kuririn.

- Como assim? Ele apenas mudou de roupa, mas é claro que é o Goku, vocês não estão vendo?! - Insistiu.

- Por mais que possa ser loucura, eu acho que ele está certo, Bulma. - Disse, Gohan. - O Ki desse cara não é o mesmo de meu pai.

- Quem são vocês e o que querem com o Goku? - Indagou Kuririn, com nervosismo.

- Isso não é da conta de vocês, apenas tragam ele até aqui de uma vez ou teremos que tomar atitudes cruéis, tragam-no por bem ou por mal. - Retrucou Zamasu.

- Por favor, mantenham a calma, eu me chamo Gowasu e vim do universo dez a procura do guerreiro que chamam pelo nome de Goku; poderiam trazê-lo até aqui? Não queremos fazer nenhum mal. - Solicitou, tentando abaixar a poeira.

- Ele não está aqui, foi treinar em outro planeta! - Disse Gohan, corajosamente aparecendo na frente de todos, com sua guarda atenta e uma séria expressão.

- Está tudo bem, não queremos confusão. Poderia nos dizer quando ele voltará? - Indagou Gowasu, educadamente.

- Sinceramente eu não estou entendendo nada. - Sussurrou, Rumoosh.

- Está me parecendo que estes guerreiros possuem algum tipo de conflito que precisa ser resolvido, mas há algo estranho. - Opinou Kuso.

- Que inusitado, tomara que haja algum entretenimento. - Disse o Deus da Destruição.

- Goku e Vegeta voltariam outro dia, mas já que estão aqui podemos chama-los para vir agora num instante. - Afirmou, Bulma. Todos viraram sua atenção para ela.

- Façam isto e rápido. - Ordenou Black.

- Mãe! - Disse Trunks, que já tinha parado de treinar. - Ligue para o meu pai e o senhor Goku, agora!

- Tudo bem! - Bulma correu para pegar alguma sobremesa, e voltou minutos depois erguendo-a para o céu com seus braços e chamando pelo nome: Whis.

- Mas que forma mais esquisita de chamar por ele, esses humanos são mesmo dignos de pena. - Disse Black, em sua mente.

Por incrível que pareça, Black e os outros esperaram, enquanto os guerreiros da Terra, com medo, ficavam em suas poses de luta caso tentassem algo.


═───────◇───────═

Planeta de Beerus - sétimo universo. 


• • • ₪ • • •


- Continuem assim! Vegeta você está pensando demais para agir, isso dará brechas para Goku, precisa se mover pelo seu instinto. - Disse Whis, explicando.

- Argh, eu sei disso, mas não é tão simples! - Vociferou enquanto tentava defender os socos e chutes de Goku de forma desorganizada.

- Muito bem, agora segure essa! - Bradou Goku.

Aproveitando que Vegeta abriu vasão na região da costela, Son acertou um chute na mesma região fazendo o corpo dele ir para o lado com a pressão da pancada.

- Mas que maldição! - Falou no subconsciente.

De repente uma espécie de pérola esverdeada na ponta do cajado de Whis começa a apitar, reproduzindo a imagem de Bulma no topo do objeto.

- Alô, alôzinho! - Atendeu com um sorriso.

Do cajado, ela dizia:

- Whis, até que enfim! eu preciso que venha até a Terra imediatamente, e traga esses dois patetas que não voltam há quase dois meses! - Suplicou, sem paciência.

- Ora, ora mas o que houve? - Indagou, confuso.

- Acabou de chegar uma gente bem esquisita que está procurando pelo Goku. Um deles é totalmente idêntico à ele! - Explicou.

- O que, igual a mim? - Perguntou, mas ainda treinando.

- Hum, então acho que vamos ter que ir até a Terra e parar o treinamento. - Ele fez uma pausa, e fixou bem sua visão, vendo a tigela de sorvete de morango nas mãos dela, então prosseguiu: - Oh, Bulma, isso em sua mão é o que estou pensando que é?

- Sim, uma tigela de sorvete de morango com pedaços da fruta e calda de caramelo.

Beerus, ouvindo isso, levantou-se da cadeira de praia que estava deitado ali perto e veio voando até Whis, perguntando:

- É o mesmo que comemos daquela vez que Freeza tentou se vingar de Goku? Parece mesmo delicioso. - Ele lambia os beiços de desejo para degustar tal sobremesa.

- Esse mesmo! - Afirmou Bulma, com um sorriso forçado.

- Certo Bulmazinha, chegaremos aí bem rapidinho.

Goku e Vegeta pararam de treinar, então foram até Beerus e Whis, Son indagou:

- Erm, Senhor Beerus, nós já vamos parar?

- Parece que há uma emergência lá, é melhor irmos pois tem uma sobremesa deliciosa nos esperando. - Respondeu Whis.

- Isso aqui não está me distraindo ou me entretendo, Kuso. - Admitiu, em voz baixa.

- Paciência Senhor Rumoosh, prevejo algo bem interessante vindo por aí. - Disse Kuso, convicta de algo que parece ser intempestivo.

- Ei, será que dá para acelerar o processo? - Indagou Black, se aproximando um pouco de Bulma.

- Essa voz, realmente se parece com a do...

Whis é interrompido pela cientista, que fica com uma expressão de desespero:

- Whis, venha logo! - Solicitou, impaciente.

Imediatamente a comunicação se encerrou, Whis então alertou os Saiyajins:

- Vocês do, vamos ter que ir para a Terra o mais rápido possível, então vamos logo.

Eles assentiram, ficando cientes de que era sério. Goku, se aproximou mais e disse:

- Ah, eu ouvi minha voz...

- Alguém chegou na Terra à procura de você, e pelo que ouvi é exatamente igual a você.

- O que, mas como isso é possível? - Perguntou, Vegeta.

- Que maneiro, ele deve ser tão forte quanto eu! Vamos logo para lá! - Pedia Goku, com exuberância.

- Parece interessante, vamos logo, Whis. - Ordenou, Beerus.

- Certo, vamos nessa então, tem um quitute saboroso nos esperando. - Disse Whis, sorrindo.

Eles se seguraram no Anjo, que bateu seu cajado no chão duas vezes, então partiram em viagem à Terra.

- Chegaremos lá em exatos 3 minutos. - Afirmou.


═───────◇───────═


Planeta Terra - sétimo universo.


• • • ₪ • • •



- E então, o Son Goku já está vindo? - Indagou Black, Bulma assentiu.

- Eles estão à caminho, chegarão logo. - Respondeu.

- Vamos esperar mais um pouco, não devem demorar. - Assegurou, Gowasu.

- Assim espero. - Disse, Zamasu.

De repente, eles chegam num feixe de luz intenso e Goku, que não estava acostumado com a hora de parar quando se viaja com um Anjo, acabou caindo no chão uns dez metros a frente dos outros que estavam com ele.

Ao chegarem, Black os observara, falando mentalmente:

- Hum, Vegeta; o Deus Destruidor Beerus e o Son Goku...

- Ai, ai, ai, ai... doeu... - Resmungava, esfregando uma das mãos na cabeça.

- Son Goku, até que enfim. - Afirmou, com um leve sorriso.

Whis ao vê-lo não pôde acreditar e confuso, indagou:

- Mas, como podem haver dois de você, Goku?

- Por acaso você é do futuro, rapaz? - Indagou Beerus.

- Eu tinha dito, igualzinhos. - Afirmou, Bulma.

- Nem mesmo eu acredito, afinal quem é você de verdade? - Indagou, Beerus.

Black se virou para ele, sorrindo. Então respondeu:

- Quem sou eu? Ora, o próprio Son Goku, é claro!

- Dois para encherem a minha paciência, o que mais falta acontecer?! - Vociferou, Vegeta.

Gohan e os outros se aproximavam de Goku, comentando o quão astuto aquele desconhecido aparentava ser, e que ele deveria tomar cuidado. Son, ouvindo a eles, prometeu que tomaria cuidado.

O Anjo, Kuso, e o Deus da Destruição, Rumoosh, cumprimentaram Whis e Beerus, então, após muita conversa, Black finalmente chegou ao ponto mais esperado:

- Okay, então vamos ao que interessa. Gowasu, é com você. - Seu mestre entendeu, então direcionou-se para o Goku.

- Precisamos lhe pedir algo, Goku.

- Me pedir algo, mas o que seria, exatamente?

- Meu discípulo, Black, quer entender como funciona a transformação do Super Saiyajin, quer que você demonstre a ele e explique.

- Também queremos saber o quão forte você é. - Acrescentou, Zamasu.

Todos olharam diretamente para o Saiyajin virtuoso, apaixonando por lutas ele não se imaginaria negando àquele pedido, logo assentiu:

- Mas é claro, será uma honra para mim! Hehe, quero ver do que você é feito já que realmente se diz ser eu. Eu só queria que você não fizesse tanto mistério. E para se transformar em Super Saiyajin não é difícil.

- O gatilho para se transformar é a raiva, o sentimento que define a nossa raça é este. - Acrescentou Vegeta.

- A raiva, se a minha é a maior de todas então logo eu me tornarei o ser mais poderoso do universo...

- Os meus mistérios serão revelados a você em breve. - Assegurou, sorrindo.

- Hehehe, então vamos começar!

Todos se atentaram para a luta, Bulma já demonstrava desapontamento por saber que seu jardim provavelmente seria destruído.

Então, eles se colocaram um à frente do outro, logo, começaram a flutuar subindo à uma altura mediana de mais ou menos 20 metros.

- Maldito, Kakaroto... Não ouse perder para esse impostor, seja esse guerreiro quem for.

- Vai, pai! - Bradou, Gohan.

- Mostre para ele, Goku! - Gritava também, Kuririn.

Piccolo observava em silêncio, com uma séria expresso e atento aos movimentos de ambos guerreiros.

- Certo, agora vamos começar. - Goku então concentrou o seu Ki, aumentando seu nível de força. - Ahhhh! - Seus cabelos levantaram e se fixaram num estilo espetado, também mudaram de coloração ficando loiro, aquela era a bela transformação do Super Saiyajin.

- Que interessante, isso me traz lembranças de nossas lutas.

- O que achou dessa? - Perguntou Goku, com um sorriso.

- Super Saiyajin, não é? Não me surpreende muito, é tudo que pode fazer?

Goku deu uma risada curta e começou a concentrar ainda mais o seu ki, faíscas surgem ao redor de sua aura que aumenta de tamanho, criando rajadas de vento movendo todas as árvores e plantas do enorme jardim.

- Veja, esta é a transformação do Super Saiyajin que supera a força de um Super Saiyajin, ou pode chamá-la só de Super Saiyajin Dois.

- Essa eu nunca cheguei a ver, seu nível de força aumentou ainda mais, quais são os limites desse terráqueo? - Perguntava a si mesmo, Zamasu.

- Novamente, Son Goku se transformou. - Disse Gowasu.

- Se você quiser, podemos começar nesse nível de força.

- Se é tudo que pode fazer, vamos! · Bradou, Black. O mesmo fez sua pose de luta, obviamente a mesma que Goku faz.

- Hehe, até a minha guarda de luta você faz, vamos ver como se sai lutando!

 Black resolveu de início testar o Goku, criando uma esfera de ki amarela, com um circulo escuro dentro, ela cresceu de tamanho se tornando um globo enorme de Ki.



      Então a energia ficou maior em suas mãos, e ele a jogou contra Goku, pegando-o de surpresa.

- Mas o que?!

Goku utiliza os braços para defender-se, mas o ataque o atinge, explodindo dele e o jogando para longe. No momento que ele abre seus olhos via o adversário voando em sua direção, tentou atingi-lo com um soco cheio de pressão, mas Goku reage esquivando-se para o lado ainda no céu, pegando no braço de Black e o jogando contra o chão numa velocidade incrível.

O mesmo se equilibrou ao cair no chão, e utilizou uma rajada de ki contra o Goku, que voava desviando das mesmas.

- Essas energias não farão efeito em mim! - Bradou Goku, que começava a rebate-las para longe, Black aproveitou avançando contra ele, utilizando uma seção de golpes pegando-o de surpresa.

Os dois começam a rebater socos e chutes muito precisos criando rajadas de vento para todos os lados.

- Esse Black é mesmo igualzinho ao Goku lutando. E o seu poder fica aumentando cada vez mais que luta! - Confessou, Kuririn.

- O poder de ambos estão quase equilibrados. - Comentou, Whis.

- Você disse, quase? - Indagou Kuso, curiosa.

Ambos continuavam combando golpes, Goku se encontrava meio pressionado pelos golpes de Black, que sorria com seu olhar tenebroso.

Son então utiliza o teleporte para detrás de seu adversário, atingindo-o nas costas com um chute muito forte, jogando-o contra várias árvores de um pequeno bosque no jardim de Bulma.

Black levantou-se, intacto. Ele voava novamente aos céus sorrindo.

- Você está rindo mesmo depois de levar um golpe em cheio desses?

- Então esse é o poder de um Saiyajin, Son Goku? Me relembro agora.

Black então elevou seu ki sombrio criando muita pressão para todas os lados, então avançou para cima de Goku com uma velocidade inestimável, ao chegar até ele em um segundo, começou a utilizar vários golpes em partes aleatórias do corpo de Goku, que tentava se defender tendo seu corpo afastado para trás.

- Tenho que admitir que ele é tão forte quanto eu, mesmo na forma de Super Saiyajin Dois, não consigo acompanhar sua velocidade direito.

- Saiba que eu já sei como me transformar em Super Saiyajin, mas não vou utilizar minha transformação. Vejo que não precisarei.

- Você irá vencer, Black. - Disse Zamasu, convicto.

- Creio que sim, Gattai. - Todos olharam para o Anjo Whis, que prosseguiu: - O poder de Black mostra-se superior ao do Goku, creio que ele terá dificuldades para garantir sua vitória.

Kuririn rangeu os dentes ao ouvir aquelas palavras, então assegurou:

- Ele vai vencer, sempre deu um jeito de ganhar. Não importa o quão forte seu adversário seja, isso só o anima ainda mais numa luta, então eu sei que o Goku é capaz.

- O poder desse sujeito não para de aumentar... - Comentou Vegeta em voz baixa.

- O que há de errado, Son Goku? Você parecia tão animado quanto eu para lutar! - Imediatamente atingiu-o no estômago em cheio com um soco, fazendo ele cuspir saliva.

- Woah! - Agonizou.

Black não parou, dando sequência com um murro nas costas de Goku, utilizando seus dois braços, jogando ele contra o chão numa velocidade incrível.

Ele então, no céu, criou outra esfera de Ki amarela, e a jogou contra o Son, que estava caído.

- Levante-se, Kakaroto! - Gritou, Vegeta.

- Hehe, você é mesmo incrível Black, admito. - Goku se levantou, sorrindo. E rebateu a energia jogada por Black, a mesma caiu longe.

- Hum. - Black ficou na espectativa de algo.

- Agora vi a forma que você luta, realmente parece sentir prazer nisso, assim como eu. No entanto, é diferente quando vem de você.

Black se atentou às palavras dele, e aterrissou no chão, pouco próximo dele.

- Fique sabendo que eu não me darei por vencido, agora não vou me segurar nessa luta! - Completou Goku.

- Mas o que? Goku não estava lutando sério?! - Indagou, Piccolo.

- Parece que ele estava querendo observar os movimentos do Black, para assim ataca-lo com maior eficácia, para assim vence-lo. - Comentou, Whis.

- Esse laranjinha é mesmo inacreditável. - Admitiu, Beerus.

- Confesso que estou com um pouco de inveja deste universo. - Admitiu, Rumoosh.

- Então estava apenas me testando, quanta audácia testar a uma divindade como eu. Mas é bom saber que me estudava enquanto lutávamos - Black começou a elevar ainda mais o seu poder.

- Ele disse, divindade...? - Questionou Whis a si mesmo.

- Agora vamos lutar à sério!

Goku voltou a forma base, e começou a elevar o seu Ki drasticamente, o céu que antes estava azul, ficou repleto de nuvens cinzentas, relâmpagos podiam ser vistos e ouvidos o tempo todo. O corpo dele ficou envolvido por uma aura azul num resplendor intenso, a mesma aumentou de tamanho, ficando com quase cinco metros de altura, seu cabelo e sobrancelhas ficaram num tom de um azul brilhante e forte.
Quase todos ficaram boquiabertos com tal poder.

- Aaaaahhhh! - Deu um alto brado, sua voz ecoou por todas as dimensões daquele lugar, sua aura aumentava ainda mais de tamanho.

Vegeta naquele momento deu um leve sorriso.

Zamasu, Gowasu, Rumoosh e Kuso ficaram sem reação para com aquela transformação deslumbrante.

- Ele aumentou ainda mais o seu nível de poder, afinal qual será o limite deste Saiyajin? - Indagou Zamasu a si mesmo, sem acreditar no que contemplava.

Goku não hesitou, avançou contra o adversário, acertando-o no rosto em cheio com um soco, e depois iniciando uma sequência de golpes no nele, deixando-o sem escapatória alguma.

- Argh! Como ele é forte lutando sério... - Admitiu, em sua mente.

- Olha só, Goku está na vantagem. O que foi que eu tinha dito? - Dizia Kuririn, entusiasmado.

- Ahhhh! - Continuava a golpeá-lo, cheio de bravura.

O chão ao redor deles começou a rachar e se desmoronar criando tremores no solo.
Logo, uma cratera se formou, ela ficava cada vez maior e milhares de pedrinhas subiam no ar levitando ao redor deles, a cada golpe que Goku acertava.

Black se via encurralado, então criou uma esfera de ki em uma de suas mãos e utilizou contra Goku, que voou para cima com o impacto do ataque, mas não sofreu dano.
Já ferido, Black proferiu:

- Son Goku, eu sou grato por utilizar toda sua força contra mim, agora que chegou ao seu ponto mais forte também irei mostrar o meu!

Black começou a aumentar inestimávelmente o seu poder, todos ficavam cada vez mais surpreendidos com a luta.

- O que será que ele vai fazer? - Indagou Goku, curioso.

- Parece que quando um fica mais forte, o outro resolve ficar ainda mais poderoso. Esses dois possuem um poder incrível, fica difícil saber quem vai ganhar. - Argumentou, Kuso.

- O meu pai é mais do que capaz de vencer, eu tenho certeza que ele dará conta. - Assegurou, Gohan.

- Não tenha tanta certeza. - Retrucou, Zamasu.

- Calem a boca e assistam a luta. - Ordenou, Beerus.

Eles olharam assustados e fizeram como dito.

Black continuou a elevar seu Ki, então uma aura rosa o envolveu, criando várias rajadas de vento dificultando a vista dos espectadores.
Seu cabelo ficou espetado e num tom de um rosa choque intenso.

- Contemple, venere, deslumbre! A transformação divina, eu a chamo de: Super Saiyajin Rosé.

- Como é? Super Saiyajin Rosé?! - Indagou Vegeta, a si mesmo.

- Isso é incrível! Haha, agora eu fiquei ainda mais animado!

Goku aterrissou lentamente no chão, e fez sua pose de luta, Black fez o mesmo.


- Sentirá o gostinho do meu poder, Son Goku! - Bradou, então começou a elevar seu poder, uma enorme aura rosa com extremidades avermelhadas envolvia todo o corpo do guerreiro.

- Que poder incrível, ele não para de aumentar sua força, é inacreditável. - Comentou Piccolo.

- Haha, eu não vou me segurar com você, cara!

Goku avançou na direção de Black, utilizando vários socos muito poderosos contra ele, em partes vitais do corpo, mas ele conseguia defender os golpes, acompanhando os movimentos do Saiyajin de cabelo azul.
Então, Black revidou afastando Goku chutando-o no peito, então teleportou-se detrás dele e utilizou sua lâmina de ki para atingi-lo na nuca.

- Eu não consigo ver os movimentos direito! - Admitiu em voz alta, Gohan.

- Kakaroto, atrás de você! - Apontou, Vegeta.

Goku rapidamente se virou criando uma esfera de energia em uma das mãos e rebatendo contra a lâmina de Ki do Black, agiu na sorte e teve êxito, ele então conseguiu acertar um soco no estômago do adversário em cheio, fazendo o mesmo abaixar a guarda.
Goku não hesitou, começou a pressiona-lo com vários ataques, acertando todos.

- Goku conseguiu revidar, agora está atacando. - Comentou Kuririn, aliviado.

- Humm... - Rumoosh olhava intensamente aquela luta, surpreendido por haver um lutador tão poderoso como Goku Black, em seu universo.

- Acho que essa batalha está longe de chegar ao fim, até agora estamos em seu clímax. - Pontuou, Whis.

Goku continuava utilizando vários golpes contra Black, que recuava para trás em modo defensivo a cada instante.

- Tenho que revidar, não posso deixar que ele fique se achando.

Goku tentou usar um golpe decisivo, apostando num soco cheio de pressão no rosto do adversário, que, de modo importuno, segurou com uma das mãos, sorrindo.

- Obrigado novamente, Son Goku. Graças a você pude ficar ainda mais forte, vou lhe retribuir a este privilégio.

Ele então, no mesmo instante, atingiu o estômago de Goku duas vezes e em sequência o girou numa velocidade incrível, então, ainda o segurando pelo braço o jogou para o alto. Imediatamente teleportou no céu, e atingiu-o novamente nas costas com um chute, Goku caía em direção ao chão numa velocidade inestimável, mas Black novamente teleportou e antes que ele caísse, o chutou de novo na costela, fazendo-o voltar para o céu.

- O papai está perdendo?! - Perguntou Goten, assustado.

- Vem cá, por acaso esse cara aí é seu discípulo? - Indagou Kuririn ao Gowasu.

- Ele é sim, mas, é complicado.

- Como pode existir outro Goku, em outro universo? E, tão poderoso?!

O Kaioshin não respondeu, ficando em silêncio atentado a luta. Zamasu interviu:

- É melhor assistirmos a luta, e deixarmos a conversa para depois. - Todos concordaram.

Black, ao chuta-lo novamente para o alto, começou a carregar o Kamehameha.

- Não é possível, ele também pode usar o Kamehameha?! - Indagou Mestre Kame que também estava lá, ele estava trêmulo.

- Isso não é possível, há algo de errado com este guerreiro, ele tem um ki sombrio e obscuro, sinto um desejo maléfico no coração dele. - Alegou Piccolo, suando de assustado.

Black então, teleportou na frente de Goku que tinha acabado de ser atingido e estava no céu atordoado, imediatamente utilizando o ataque, que era enorme e devastador.
Goku é atingido em cheio, e cai no chão já destransformado e com as roupas rasgadas.

Todos olhavam atentamente, e alguns diziam: "ele perdeu? Como pode ser?" outros ainda afirmavam: "esses guerreiros são cheios de poder, possuem um Ki realmente incrível".

- Acabou, você não pode me vencer. Sou o guerreiro mais forte do meu universo, e acho que daqui também.

Vegeta imediatamente resolveu por o pé para fora do barco, parou na frente do Goku caído, olhando para o Black que flutuava no céu com um sorriso orgulhoso.

- Eu sabia que não conseguiria vence-lo, Kakaroto! Agora eu mesmo farei isso. - Continuava a encarar o adversário.

- Hum, você, Vegeta? Nunca seria capaz de me derrotar nem se quisesse. - Ele então aterrissa no chão e começa a caminhar na direção deles.

- Calado! Sou muito mais forte do que o ele, nunca perderia para uma cópia fajuta! - Afirmou com convicção.

- Vegeta... espere... - Goku se esforçava para levantar, após sofrer ataques impetuosos em seus pontos vitais de um ser muito poderoso.

- Kakaroto? Você ainda não desistiu?

- Eu ainda posso lutar, e desistir não é uma opção. - Finalmente se levantou, mas com dificuldade. - Será que você poderia pegar uma semente dos deuses com o Mestre Kame?

- O que?! - Perguntou, confuso e surpreso.

- Eu não pretendo parar, Vegeta. Essa luta não acabou. Treinei duro no planeta do Senhor Beerus e isso já me deixou cansado, usar a transformação do Super Saiyajin e depois a de Super Saiyajin Blue me esgotou.

- Quando os dois resolverem terminar o bate-papo, voltaremos a lutar. - Provocou, Goku Black.

- Argh, é bom que saiba o que está fazendo. - Avisou.

Vegeta se enfureceu, mas foi assim mesmo buscar uma sementes dos deuses.

Chegando até lá, perguntou:

- Kame, você tem alguma semente dos deuses?

- Sim, mas para que você quer?

- O idiota do Kakaroto ainda quer lutar contra esse Black.

- M-Mas será que ele não entendeu? Esse cara aí é muito poderoso.

- E você acha que ele vai dar ouvidos?

Mestre Kame então pegou uma pequena bolsa pendurada em sua cintura, e deu uma semente à Vegeta, que levou imediatamente ao Goku.

- Valeu, Vegeta. - Goku comeu e teve suas energias totalmente restauradas. - Beleza! - Ele novamente se transforma em Super Saiyajin Blue.

- Ele se compadeceu de Goku. - Comentou, Whis.

- O que disse? - Indagou, Beerus. Todos ao redor olharam para eles também.

- Goku Black carregou um Kamehameha Instantâneo com muita energia, mas não toda sua energia. Ele usou bem na frente de Goku, se ele depositasse um pouco mais de energia naquele ataque, Goku certamente teria morrido e virado pó.

Todos se assustaram, e ficaram confusos do por que de o Black teria feito isso. Então finalmente Kuririn pergunta por todos:

- Mas por que ele teria feito isso?

- Talvez ele esteja gostando dessa luta, só isso.

- Então, Son Goku! Está pronto para retornar? - Indagou Black, sorrindo.

- Hehehe, você é mesmo muito forte, e tem uma transformação incrível que eu nunca tinha visto antes, que talvez supere até mesmo a do Super Saiyajin Blue!

- Hum. - Continuava sorrindo.

- Mas eu não irei perder, ainda tenho um truque na manga! - Afirmou com exuberância.

- Isso é música para os meus ouvidos, ande, mostre-me todo o seu poder Saiyajin da raça guerreira! - Suplicou, ansioso.

Goku começou a concentrar seu ki por alguns instantes, controlando sua energia, então, num brado ensurdecedor:

- Kaio-Ken!!!

No mesmo instante, Black ficou surpreso ao perceber o nível de poder enorme que Goku começou a emanar de seu corpo.

- Mas como isso é possível, seu poder de luta aumentou em cinco vezes! É inacreditável... Mas... Não para de aumentar... seis vezes... sete... Não, está aumentando ainda mais?!

- Kaio-Ken dez vezes aumentado!!! - Bradou em voz alta.

De repente, para os dois lutadores, o tempo e espaço não era mais o mesmo, o cenário todo ficou num tom vermelho intenso como sangue, todo o solo num raio de 800 metros se estremeceu, uma enorme cratera se formou abaixo de Goku, e ele aumentava cada vez mais seu poder de luta; aquilo ainda estava longe de acabar, e agora realmente chegara em seu clímax mais impactante.

Goku finalmente libera todo seu poder, tendo como última opção a utilização arriscada do Kaio-Ken unido ao Super Saiyajin Blue, ficando agora com um poder e velocidade multiplicados em dez vezes, que final terá esta luta? Poderá Goku, vencer um guerreiro tão poderoso quanto misterioso chamado Black?


• • • ₪ • • •


╭──────────╮


ENCERRAMENTO.


╰──────────╯


「• • •」


Pré-visualização do próximo capítulo.

• ────────╮•╭──────── •


Olá, eu sou o Goku Black! Parece que eu lhe subestimei, Son Goku. Realmente você possui um poder incrível, mas eu não me darei por vencido.
Zamasu: Como esse humano conseguiu aumentar ainda mais o seu poder, dessa forma tão peculiar? Mas que técnica será essa?!


Goku Black: Não importa, você pode aumentar sua força o quanto quiser, Son Goku! Não perderei para você de maneira alguma! Se tem dúvidas quanto a isso, humanos fracos, não percam o próximo capítulo:


"Uma luta além dos limites! Venerem o incrível poder de Goku!"


Vai ser demais.

• ───━━━━─ ● ─━━━━─── •


──────╯•╰──────

ᙖϒᕮ!

──────╮•╭──────




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...