1. Spirit Fanfics >
  2. Totalmente Insanos >
  3. Capítulo 3

História Totalmente Insanos - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 3



Justin Bieber


- Lembra quando você chegou aqui e eu te disse que a tortura seria pior? Eu não menti - disse Ryan e riu - eu não sei se você teve sorte por não ter sido o Jeremy ou se teve azar por ser o tio Levy - disse e olhei para ele

- Eu aguento o que for - disse e ele riu 

- Porque nós temos que fazer isso tudo? - perguntei enquanto ca7minhávamos para casa e olhei para trás vendo os outros vindo 

- Eu não sei. Quando o nosso pai me adotou, ele me trouxe para cá para ter uma vida melhor. Eu cheguei aqui com ele e todos me receberam de braços abertos, ele me levou para a ilha e foi lá onde aprendi tudo que sei

- Quanto tempo você passou lá? - perguntei e ele pareceu pensar

- Quase 1 ano. Tudo no começo foi difícil

- Porque eu só passei 6 meses?

- Porque você se desenvolveu bem. Você é filho primogênito do Jeremy Bieber, eles vão esperar mais de você do que qualquer outro. Os Bieber's tem nome, eu lembro que antes nós éramos apenas fantasmas, mas agora nós ressurgimos

- Eu não estou aqui pelo poder ou por carregar um nome - disse e ele me olhou confusa

Então porque está?- perguntou e suspirei

- Pela Mia - disse e ele parou

- Mia Parker? - perguntou e assenti - Justin, eu sei que eu não devia te falar isso, mas se não quiser arrumar briga com sua própria família, então acho melhor esquecer ela - disse e o olhei

- Porque todos me querem longe da Mia? - perguntei um pouco alto fazendo eles me olharem - hum? - continuaram se olhando - enquanto eu não souber, eu não irei descansar até encontrar ela - disse e passei na frente, eu odiava quando me escondiam as coisas e eu sinto que essa família me escondia muitas coisas.



………



    Abri a porta de casa e bati com força vendo todos que estavam no sofá me olhar e subi as escadas até meu quarto, tirei toda a roupa e fui tomar um banho. Fechei os olhos e enquanto a água caia pelo meu corpo pensei em Mia, quando ela me abraçava quando Michael vinha até nós, quando ela falava que se sentia protegida comigo, quando ela dava aqueles sorrisos de tirar o folego, quando a respiração dela acelerava quando Michael mandava eu tocar nela, quando eu beijava ela, quando minhas mãos deslizavam pelo seu corpo, quando nossos lábios se juntaram pela primeira vez, quando meu pau deslizava pela sua boceta, quando…

- Justin - ouvi a voz de Ryan batendo no banheiro e desliguei o chuveiro passando a toalha pelo meu corpo e saindo do banheiro

- Se veio aqui dizer que eu tenho que esquecer a Mia, então perdeu seu tempo - disse e ele me parou

- Não, eu não vim aqui pra isso - disse e o olhei confuso e vi ele puxar o ar várias vezes e abri a boca para tentar dizer algo e depois fechava

- Ryan - disse e ele soltou novamente a respiração

- Tudo bem, eu vou te contar - disse e abriu a porta olhando para os lados e depois fechou - a Mia tem algo haver com a morte da sua mãe - ele disse e o olhei confuso

- O que? - perguntei me sentando na cama - Jeremy me disse que eu e Mia não somos irmãos - disse e ele se sentou do meu lado

- Eu não sei em detalhes o que aconteceu. Nosso pai nunca me contou nada, eu só sei as coisas que já ouvi aqui. Mia é sua meia irmã, ela é filha do Michael e ela tem algo haver com a morte de sua mãe é por isso que Jeremy odeia tanto a garota, pois por culpa dela sua esposa morreu

- Esposa? Ela era casada com o Michael - disse e ele olhou confuso

- Ela era casada com Jeremy - disse óbvio e neguei

- Não, ela casou na igreja com o Michael. Eu lembro disso porque foi eu e a Mia que levamos as alianças - disse e ele me olhou confuso

- Tem algo errado nessa história. Desde que cheguei aqui eu sinto que essa família esconde muita coisa - ele disse e assenti

- Eu preciso achar a Mia - disse e ele assentiu

- Conte comigo

- Isso vai dá merda - disse Chaz entrando no quarto e o olhamos assustados - mas vocês iram precisar de alguém que entenda de computadores - falou e sorrimos - contem comigo também - disse e sorrimos




…………….



- Eu nao sei se é uma boa envolver a July nisso - disse Ryan quanto eu, Chaz, Chris, Nolan e Petter estavamos no galpão

- Porque não seria Ryan? - perguntou July entrando no galpão - vocês acham mesmo que eu não imaginaria que Justin fosse querer encontrar a irmãzinha dele ? - ela perguntou com deboche e então jogou um envelope na mesa - pois saibam que eu sei onde ela está - cantarolou e sorriu 

- O que é isso, July? - perguntei lendo todos aqueles papéis

- Não sei quem colocou ela ali, mas foderam totalmente com ela - não podia ser

- Isso é coisa do Jeremy ? - perguntei entredentes e ela deu de ombros

- Encontrei no escritório dele - falou e vi os garotos tirando os papéis da minha mão para ler 

- Caralho! Ela está no Alexandria - disse Ryan e fechei as mãos em punho e senti meus olhos lacrimejarem



Narrador 



Alexandria. 

Como posso explicar esse lugar? 

Um lugar devastador e insano. Alexandria foi criado para disciplinar aqueles que a sociedade despreza. Eles são classificados como: estupradores, agressões, serial killer e tantos e tantos outros. Só que existe uma parte mais escura da Alexandria, aquela parte que o governo esconde da sociedade, a parte ao qual eles eliminam pessoas com bipolaridade, transtornos mentais, pessoas que tem o mais alto grau de crises de pânico e ansiedade, são tantas coisas que eles fazem nessa ala que até o diabo temeria

- Em qual ala ela está? - perguntou Chris para Ryan que examinava aquilo tudo

- Ala 5 - disse abaixando a cabeça e Justin deixou as lágrimas cairem e esmurrou a mesa


Ala 5. A ala que até o demônio temeria.










Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...