1. Spirit Fanfics >
  2. Totalmente Insanos >
  3. Capítulo 6

História Totalmente Insanos - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capítulo 6


5 horas antes 


- Tudo pronto? - perguntei para o meu irmão que colocava as últimas coisas na mochila

- Tudo pronto - falou e então ouvimos o celular tocar

- Fala

- O juiz assinou os papéis agora é com vocês - disse um dos nossos amigos de infância

- Muito obrigado por isso, Enzo - falei e logo desliguei - a parte 1 já foi feita

- Vamos para Alexandria - ele disse colocando a mochila nas costas e logo fiz o mesmo e saímos do quarto



Jaxon Bieber


    Eu não conseguia acreditar que isso havia acontecido. Eu ainda estava parado no mesmo lugar e olhava o lugar que o caixão havia caído, eu não acredito que fizeram isso com ela. Eu caminhava por aquelas pedras e fiquei na ponta de uma, era alto, bem alto, então sem pensar duas vezes eu pulei e logo senti meu corpo quente se chocar com a água gelada. O mar estava agitado, tentei encontrar o caixão mais nada e então subi para a superfície, mas logo uma onda forte veio até mim e afundei para baixo e de novo e de novo, até eu começar a achar que isso também seria o meu fim. Senti meu corpo ser puxado por outra pessoa e logo várias outras estavam nos ajudando a entrar na lancha, eu comecei a tossir e colocar resquícios de água para fora e quando estava um pouco melhor levantei os olhos e fiquei em choque.

- Você? - perguntei sem acreditar e a pessoa me olhou confuso

- Você me conhece? - perguntou e quase tive vontade de rir, mas só fiz concordar e isso fez todos ali ficarem mais confusos

- Justin. Você é o outro gêmeo que a mamãe e a Mia falavam - disse - ela achava que você viria salvar ela - falei e então olhei para o mar - foi minha culpa, eu tinha um plano e não o arquitetei antes


3 horas antes



- Felix - chamei o meu irmão que me olhou na mesma hora

- Tira a Mia viva de lá não é uma opção - falei e ele assentiu na mesma hora

- Vai da tudo certo. Esse plano está perfeito e já estamos trabalhando nele desde que descobrimos onde ela está - disse e assenti vendo o Hospital de aproximar 

- É agora - falei quando chegamos e pegamos as malas logo encontrando Phill que já nos esperava com seus trajes de enfermeiro.

- Phill - cumprimentei ele e logo meu irmão fez a mesma coisa

- Quanto tempo que não vejo vocês - ele disse e rimos - a cada dia que passa vocês conseguem ficar mais parecidos - disse e riu - isso é uma missão arriscada, mas ajudarei vocês em nome da amizade que tive com o pai de vocês

- Muito obrigado, Phill - disse Felix e assenti junto olhando o homem mais velho

- O relatório da garota é esse e com essa ficha nem tão cedo ela sairia daqui, seja lá quem for que está pagando para essa garota está aqui isso é porque não quer ver ela viva - ele falava enquanto entrávamos pelo corredor 

- Quem é o tal psiquiatra dela agora? - perguntei olhando a ficha do cara

- Jason Mallette, ele é um dos melhores psiquiatras dos Estados Unidos e cursou sua faculdade em Harvard sendo o melhor da turma 

- Mas? - perguntei sabendo que tinha algo estranho

- Procurei pela vida do cara na internet e não tem nenhum Jason Mallette, eu acho que esse cara está aqui a mando de alguém. Ele não parece ser um mal tipo de pessoa, desde que ele chegou aqui ela não mais torturada e ela parece se familiarizar bastante com o cara - ele disse e olhei para Felix na mesma hora

- Okay. Vamos tirar ela daqui e depois descobriremos quem é esse cara - falei e ele assentiu e entramos no quarto

- Vocês tem que serem rápidos. Luke conseguiu entrar no sistema e as imagens será repetidas por 10 minutos e logo ele perderá o sistema - ele disse e assentimos - boa sorte garotos



  Phill fechou a porta e agora em diante seria por nossa conta, peguei meu notebook e olhei a hora no celular vendo que faltava 5 minutos para a terceira parte do plano. Atualizava a ficha da Mia a cada 2 segundos e batia minha perna freneticamente esperando Ander conseguir modificar parte da ficha.


4 minutos


 Ander, ele era o hacker que estava por trás de tudo isso. Enquanto nós estávamos aqui, Ander estava em um galpão abandonado entrando no sistema e modificando tudo naquela ficha da Mia e depois disso vinha a sua outra parte do plano, acabar com todas as pistas que pudesse encontra-lo e nos encontrar.


3 minutos


A 4 meses atrás descobrimos onde Mia se encontrava e isso foi com a ajuda do nosso queridíssimo Phill. Phill trabalha aqui a bastante tempo da sua vida, ele era uma dessas pessoas que vivia trancada dentro de um quarto e desprezada por toda a sociedade até que de alguma forma, não me pergunte como, ele conseguiu um trabalho aqui dentro. A 4 meses atrás perdemos o nosso pai, Phill era amigo da família a bastante tempo e no funeral do nosso pai ele nos contou a história de uma garota que havia sido trazida para o Hospital dois dias depois do desaparecimento da Mia, ele disse que eles faziam várias atrocidades com a jovem, quando eu e Felix perguntamos o nome da garota mal podemos acreditar quando ele disse o nome dela.


2 minutos


  Então a partir daí bolamos um plano e de início os que vinham em mente nada dava certo aos nossos olhos, mas até que Felix teve a idéia de injetar algo que os batimentos cardíacos diminuissem e desse a impressão que a pessoa estaria morta e puff encontramos. Tivemos que viajar até o México para conseguir a droga que iria parar o coração da Mia, ela iria entrar em um sono da morte, seus batimentos seriam tão fracos que mal daria para ser ouvidos.


1 minuto

- Felix, John - disse Phill entrando - tudo pronto, já injetamos nela - disse e então olhei para Felix

- Vamos tirar ela daqui - ele disse e assenti


Mia Bieber



  Abri meus olhos sentindo como se dez elefantes tivessem passado por cima de mim, suspirei sentando na cama e sentindo tudo rodar

- Jaxon - chamei meu irmão e logo a porta foi aberta e mal consegui acreditar no que vi - John? - perguntei ainda confusa e vi outro corpo aparecer atrás dele - Felix? Mas o que? - perguntei sem entender nada e eles entraram no quarto

- Como você está?- perguntou Felix sentando na cama

- Como se dez elefantes tivessem passado por cima de mim - falei e eles riram

- Pensei que não fosse acordar mais - disse John sentando na outra ponta e o olhei confusa - Você não lembra de nada? - perguntou e comecei a forçar a memória e logo os flash invadiram 

- O que aconteceu comigo? Onde está o Jaxon? - perguntei e eles me olharam confusos

- Vamos te contar tudo, ok? - perguntou e assenti - Você apagou por 5 dias - falou e arregalei os olhos

- Nós descobrimos onde você estava e fizemos um plano para te tirar de lá - disse Felix

- Desculpa fazer você passar pela cadeira elétrica de novo - disse John passando sua mão pelo meu rosto

- O plano era usar só a medicação, mas Phill achou que não funcionária e a gente precisou fazer isso - e então eles começaram a contar tudo detalhadamente

- Você ainda não respondeu quem é Jaxon? - perguntou Josh e então o olhei

- Meu irmão - disse e eles me olharam confusos

- Pensei que era Justin o nome do seu irmão - disse Felix e então foi minha vez de contar tudo

- Os gêmeos - disse Felix e o olhei 

- Os gêmeos da lancha - completou Josh

- Nós vimos eles assim que jogamos o caixam sem corpo na água, tivemos que te colocar dentro de uma lancha nada discreta já que o Ander não sabe o que é ser discreto. Nós vimos eles, nossa lancha passou do lado da deles e os dois estavam junto com várias outras pessoa

- Eles nos viram com as roupas do hospital e não nos olharam muito bem não - disse e ri

- Então o Justin também estava? - perguntei e eles assentiram



Justin Bieber



- Ela não morreu - Jeremy disse entrando na sala - meus homens encontraram o caixão e ele estava vazio, alguém tirou o corpo de lá ou então o corpo nunca esteve lá - ele disse e senti minha respiração acelerar

- Não morreu? - perguntei e ele negou sorrindo

- Nossa Mia está bem viva - disse e sorrimos 

- Mas onde? - perguntou Jaxon e o olhamos - aqueles caras da lancha, eu nunca os vi no hospital - ele falou e se levantou do sofá e começou a andar de um lado para o outro 

- Deveriam ser novos - disse Chaz dando de ombros

- Não, isso está muito estranho. Me fala porque duas pessoas novas entram no hospital no mesmo dia que a Mia é "morta"? - ele perguntou e negou com a cabeça - isso é muito estranho - A Mia nunca recebia visitas ali, até porque a ala que ela se encontrava não era permitido

- Chaz, procura a ficha daqueles caras - disse Ryan e logo Chaz começou a mexer em seu notebook

- John Lins e Felix Lins - ele disse nos mostrando a foto de ambos e Jaxon pareceu pensar

- Claro - ele disse e todos o olharam - ela está com eles. No último dia em que estive com ela pouco tempo antes de sair ela me contou sobre eles. Mia disse que eles ajudaram ela a sair de onde ela estava e então eles sempre mudavam de cidade a todo tempo, mas em uma dessas cidades ela foi pega e quando acordou estava naquele lugar

- E como a gente sabe se não foi eles mesmo que deduraram onde ela estava, eles poderiam estar sendo ameaçados ou algo assim - disse e ele pareceu engolir a seco

- É…acho que não - ele disse tentando esconder algo e ergui a sobrancelha

- O que está escondendo? - perguntei e ele respirou fundo

- Mia teve um caso com esses irmãos - disse e pude perceber seus olhos escurecerem e sua mãe fechar em punho, ninguém na sala percebeu, mas eu vi e na hora que ele percebeu tratou de mudar a postura. Eu não acredito que ela me traiu dessa forma se deitando com outros. Saí da sala em direção ao meu quarto abrindo a porta e logo fechei com força, todos na sala ficaram sem entender o porque reagi assim aquela notícia, mas clara ninguém além de mim, Ryan e Chaz sabiam o real motivo daquilo.

- Posso entrar? - perguntou Jaxon já entrando e ergui a sobrancelha, ele colocou as mãos em seu bolso da calça e respirou fundo - eu sei - disse e o olhei sem entender

- Sabe o que?

- Sobre você e Mia - disse e na mesma hora fiquei branco - ela me contou e prometo não contar a ninguém - disse e eu ainda estava sem acreditar

- Eu não quis - disse me virando de costas e olhando a janela - Michael nos obrigava, então no começo eu tinha nojo de mim por não fazer nada para acabar com aquilo, mas depois

- Depois você começou a desejar ela, igual ela te desejava - disse e assenti - eu te entendo e nao vim te jugar - disse e me virei na mesma hora

- Porque? - perguntei e ele olhou o chão e molhou os lábios e logo seus olhos vinheram até mim

- Porque eu sinto por ela a mesma coisa que você. Eu desejo ela igual você, eu anseio por ela igual você, eu amo ela igual você, então se você contar algo, eu também contarei, porque diferente de você, eu nunca toquei um dedo nela



Notas Finais


Essa fanfic não é movida a comentários, mas seria legal se vocês dissessem o que acharam ☺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...