1. Spirit Fanfics >
  2. Touch. >
  3. O toque perfeito.

História Touch. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - O toque perfeito.


Fanfic / Fanfiction Touch. - Capítulo 1 - O toque perfeito.

Era uma tarde fria e eu estava sozinho em casa,  e como não queria ficar sozinho a noite toda chamei meu namorado para dormir comigo. Como se eu não soubesse que dormir seria a última coisa que nós faríamos.

— Jinnie, você já 'tá chegando?

Perguntei com um biquinho, que mesmo que ele não pudesse ver através do celular,  sabia que estava em meus lábios. E assim me peguei falando o mais manhoso possível, talvez eu gostasse de provocá-lo desse jeito. Hyunjin bem sabia o que eu queria apenas pelo tom da voz, então sua resposta veio junta a uma risada gostosa (e se eu não estiver louco, uma pouco safada).

— Sim, amor, eu já estou perto da sua casa. Quanta pressa.

Algum tempo depois a campainha tocou e assim meu coração se acelerou, ver Hyunjin me fazia ter diferentes sensações de uma vez só. Arrumei meus cabelos rapidamente, mesmo sabendo que não adiantaria nada depois, e fui até a porta alta de madeira escura. Abri um sorrisinho quando vi o rostinho de bebê do mais alto e o abracei pelo pescoço, sentindo-o envolver seus braços em minha cintura.

— Eu 'tava com saudades, baixinho.

Nem consegui me soltar dele direito para trancar a porta de entrada, não queria sair de seus braços, aqueles momentos sempre eram muito únicos. Eu o puxei para dentro da sala rapidamente, sorrindo bobinho ao que encarava seu rosto de forma apaixonada.

— Você é tão bonito que dá raiva, sabia, senhor Hwang?

Eu disse baixo e me deparei com um biquinho novamente, acariciando o rosto dele e me colocando na ponta dos pés para tentar subir em seu colo. Assim, ele me levantou e me levou até o sofá, finalmente ficamos agarradinhos depois de tanto tempo sem nos ver. 

O filme já estava na metade e eu nem estava prestando muita atenção nele, os toques de Hyunjin eram os melhores e ficar implorando silenciosamente por mais era prazeroso, tanto para mim quanto para ele que entendia todos os sinais de meu corpo. O som do beijo molhado era alto, totalmente excitante, nós dois não estávamos aguentando mais segurar o nível de tesão.

Dali a pouco a boca dele desceu até meu pescoço, seus dentes roçaram em minha pele e suas mãos agarraram minha cintura. Eu sabia direitinho como aquilo iria terminar, não que eu também não estivesse provocando com a mão dentro de sua blusa, brincando com seus mamilos que já estavam bem eriçados. 

Ele adentrou a mão em minha calça moletom e depois disso, eu senti meu rosto se avermelhar tão rápido quanto minha resposta à aquilo, um arfar pesado. Hyunjin tinha uma pegada inexplicavelmente maravilhosa e suas mãos grandes o ajudavam nisso, além de ele conhecer todos os cantinhos do meu corpo, o que já era uma enorme vantagem para m deixar à beira da loucura.

As mordidinhas na minha orelha me arrepiou todinho e ele já sabia no que estava se metendo, a noite seria longa. As mãos continuaram passeando em meu corpo, até o mais novo (porém bem maior) me jogar no sofá, ficando entre minhas pernas e me olhando com aquela carinha de safado. Aquela que me forçava a pensar em como eu havia conseguido me controlar por tanto tempo.

— Não precisa mais se segurar, Bin, eu sei que você quer tanto quanto eu.

Ele disse, baixo e rouco, se tornando sexy e me fazendo imaginar coisas muito erradas naquele momento. Eu não esperava que ele fosse tão pervertido nas primeiras vezes em que resolvemos fazer algo. Hoje eu me acostumei com a dualidade de Jinnie. Ele pode ser muito carinhoso e fofo, mas quando ele quer alguma coisa... Nem o diabo segura. E eu amo poder provocá-lo e receber grandes punições por isso.

As mãos dele apertaram minha cintura e a cada vez que ele fazia isso, eu soltava um arfar pesado. Os toques de Hyunjin eram macios mas também podiam ser muito fortes, e aquilo mexia comigo de uma forma inexplicável.

— Você quer continuar aqui ou eu já posso descer, baixinho?

E depois de longos minutos nada mais me deixava tenso, ele me relaxava tão bem com aquela boca vermelhinha e molhada. Hyunjin era excepcional em tudo o que fazia, até mesmo em um simples oral ele conseguia com que eu revirasse os olhos de prazer. Tudo nele era perfeito, dos fios de cabelo até a pontinha dos pés.

Mas nada era melhor que o som dos nossos corpos se chocando rapidamente. Eu não conseguia segurar nenhum gemido alto quando se tratava do maior, ele com certeza usava meus pontos fracos contra mim e isso me deixava sedento por mais. Implorar para Jinnie ir mais rápido era o passe vip para não andar no dia seguinte. Os puxões de cabelo e os tapas me faziam gritar de prazer e eu nem sei explicar como Hyunjin descobriu que aquilo podia me deixar descontrolado daquele jeito.

Os beijinhos após a transa tão violenta só esclareciam o quanto nós nos amávamos e o quanto aquilo fazia bem para nós dois.

É, Hwang Hyunjin. Você tem o toque perfeito pra mim.


Notas Finais


Ficou um cocô mas o que importa é a intenção🤡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...