1. Spirit Fanfics >
  2. Touch My Heart - Imagine Park Chanyeol >
  3. Capítulo 15

História Touch My Heart - Imagine Park Chanyeol - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Como estão?!

Aviso logo que apesar de curto, esse capítulo promete!

Boa leitura!

Capítulo 18 - Capítulo 15


Fanfic / Fanfiction Touch My Heart - Imagine Park Chanyeol - Capítulo 18 - Capítulo 15

 Assim que o carro estaciona em frente à casa de Chanyeol, ele desde e em passos largos já está destrancando a porta de casa.

- Obrigada, meninos. - Agradeço a todos com um sorriso no rosto.

- Não ganho nem um beijinho de agradecimento? - Kris pergunta malicioso.

Deixo um selar na bochecha de cada um deles e saio do carro, ouvindo Kris reclamar.

- Deixei de ser especial, não é isso? - O chinês questiona.

- Eu sempre fui o favorito. - Taeyong me lança um beijo no ar.

- Ah, pronto! - Kris o fuzila com o olhar.

- Dá pra vocês pararem? - Winwin pede impaciente.- Vamos logo pra festa.

- Esse garoto ta muito abusado. - Kris pragueja.

- Não fala assim do meu chinês favorito. - Lanço um beijo para Winwin, que sorri de orelha a orelha.

- AH É?! - Kris me encara boquiaberto.- Agora é assim, S/n?!

- Tchau! - Taeyong grita e sai com o carro.

- Isso ainda não acabou! - Kris grita, com a cabeça para fora da janela.

Me viro sorrindi e vejo Chanyeol está prestes a fechar a porta, mas entro antes que o faça.

- Já estou em casa, mamãe. Pode ir. - Ele ironiza, com o hálito fedendo a álcool.

- Só saio daqui depois que você tomar seu banho e deitar. Ainda mais sabendo que seus pais viajaram. - Arqueio uma sobrancelha e ele bufa, subindo as escadas com raiva.

As subo logo atrás dele e me sento em sua cama, esperando que ele entre no banho.

- Vai ficar me admirando tomar banho também? - Ele é ríspido, como quando nos conhecemos.

- Vou esperar sair. - Cruzo as pernas e continuo o encarando.

- Essa é a coisa mais idiota que já ouvi. O que me impede de sair depois do banho? - Questiona, tirando o casaco, a blusa e depois a calça.- Já que insiste. - Por fim, tira a cueca e fica completamente nu.

Sei que está fazendo isso para me irritar, mas não vou me deixar abalar. Ou ao menos vou fingir não estar abalada. Chanyeol entra no banheiro bufando e bate a porta com força.

- Bundinha bonitinha. - Penso alto.

- Eu ouvi! - Chanyeol grita do outro lado da porta e rio baixinho.

Ele tem razão. Provavelmente vai sair depois que eu for embora. Por isso, mando uma mensagem para minha mãe, avisando que vou dormir fora. Prometi para a senhora Park que cuidaria de Chanyeol e não quero decepcionar Chung-ho. Ele me deu seu coração e vou ajudá-lo também.

- Pronto. - Chanyeol sai do banheiro enrolado em uma toalha.- Está livre para ir.

- Não vou. - Digo simplesmente.

- Como é?! - Ele questiona espantado.

- Vou passar a noite aqui. - Anuncio.

Chanyeol ri fraco, passa a língua pelo lábio inferior e o morde em seguida. Ele parece enfurecido. Para me afrontar mais, ele tira a toalha, joga no chão e coloca uma cueca.

- Não pedi uma mãe reserva. - Ironiza, se tacando na cama.

- Parece que pediu sim, indo encontrar aqueles caras que você mesmo denominou de insanos. - Começo a me alterar.

- S/n, não me estressa. - Ele pede calmo.

- Te estressar? Por favor, Chanyeol! Você me trata super mal e ainda me vem com essa? - Reverbero, de frente para ele.

- Ah... Então se trata disso. - Chanyeol se senta na cama e ri fraco, mostrando sua covinha.- Não gostou de ser recusada?

- Você é um babaca! - Rio incrédula.- Fica se entupindo de bebida e festas por aí.

- Engraçado... Kyungsoo é outro que vive bêbado pelos cantos e você estava lá cheirando o rabo dele! - Chanyeol fica de pé e começa a gritar.- Mas quando sou eu, você me dá bronca.

- Kyungsoo tem os motivos dele. - Argumento, falando mais alto.- Ele estuda e trabalha demais! Precisa de uma válvula de escape.

- E EU NÃO?! - Ele grita ainda mais alto.- Vai me dizer agora que eu não tenho os meus motivos?! Deixa eu te lembrar que meu único irmão morreu. Ele literalmente ta morto! - Assim que ele diz isso, um peso enorme me atinge.- Acha que não tenho meus motivos?! Pois eu tenho! Se Kyungsoo tem os "motivos" dele - Ele faz aspas com os dedos.- eu tenho o dobro de motivos. O triplo! O universo inteiro de motivos!

- Já entendi. - Falo calma.- Desculpa. - Peço realmente arrependida.

- Aceito. - Chanyeol também parece mais calmo.- Agora vamos dormir. - Chanyeol deita e bate ao seu lado na cama.

- Eu posso dormir no chão. Não me importo. - Garanto.

- Vem logo. Isso já é normal pra gente, não acha? - Chanyeol sorri e resolvo não questionar mais.

Me arrasto para de baixo do edredom com ele e adormecemos abraçados.


[...]

Acordo no meio da noite e percebo que Chanyeol não estava mais deitado ao meu lado. Me levanto em um pulo e desço as escadas varada.

Estava me culpando aos montes, por ter caído no papo de distração de Park Chanyeol. Eu prometi que cuidaria dele, mas falhei miseravelmente.

É aí que ouço um barulho e um feixe de luz vindo da cozinha. Corro até lá e o encontro, bebendo um copo de água, escorado na ilha da cozinha.

- Que susto. - Aperto o peito, tentando acalmar meus batimentos.

- Não vou fugir de você. - Ele garante, focado no conteúdo transparente de seu copo.

- Fico feliz. - Rio fraco e me apoiado do outro lado da ilha, de frente para ele.

- Desculpa pelo jeito como te tratei aquela hora. - Ele me encara.- E nas demais horas que te tratei mal.

- Tudo bem. - Pego a sua mão e sorrio sem dentes, enquanto o encaro.- Só não entendo porque surtou hoje e foi atrás de Kris.

- Eu só... - Ele puxa a mão e suspira alto.- Não consegui lidar com aquela foto.

- Que foto? - Questiono completamente perdida.

- A sua foto com Kyungsoo. - Ele pega seu celular, que estava na bancada e me mostra a foto que tiramos na escada mais cedo e que D.O pediu para publicar.- Simplesmente não conseguia olhar pra ela e não desejar que fosse eu no lugar dele.

 


Notas Finais


Declarações da madrugada... KAKAKAKAAK

Qual seria a reação de vocês???

Sei que a maioria dos leitores tem estado irritados com o jeito do Chanyeol, mas é importante lembrar de tudo o que nosso gatinho passou.

Um grande BEIJO e nos vemos por aí!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...