História Tough School Interativa. - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Moonnie_Si

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Interativa, Jeon Jungkook, J-hope, Jin, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin, Rap Monster, Sobrenatural, Suga
Visualizações 60
Palavras 3.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - She died?!


Narradora

Bom, a aula de Educação Física com a professora Choi tomou os dois primeiros tempos, ou seja, aproximadamente uma hora e quarenta minutos apenas de baboseiras, mas que fizeram a mais velha se irritar bastante apesar de ter gostado do bom humor de alguns e ter se impressionado com as habilidades de alguns, mas ficou decepcionada com outros que não irei mencionar nomes. 

Agora, temos os cinquenta minutos de intervalo dos alunos, que mesmo tocando o sinal alguns nunca voltam para as suas respectivas salas, eles matam aula se escondendo em algum lugar da escola ou melhor, tentando, afinal na Yonsei é quase impossível de matar aula ao menos que você possa ficar invisível. 

Vamos observar como eles se comportam? sim? então aqui vamos nós novamente!

 

Era hora do intervalo e os alunos tinham duas opções: ou almoçar ao ar livre, ou abaixo de um teto porque a parte do refeitório e metade aberta e coberta. Enfim, enquanto alguns alunos estavam sentados e comendo, alguns estavam sentados apenas conversando ou até mesmo em pé. Outros ouviam música e outros desenhavam, ou estavam lendo alguma coisa.

─ Vamos.. acontece alguma coisa.. ─ sussurrou Yoon Ha enquanto olhava fixamente um coelho que apareceu lá "magicamente", afinal ninguém sabia o que este bendito coelho estava fazendo lá.  ─ Aish, desisto. ─ disse ela em pé novamente, e olhando com uma cara maldosa para seus amigos que estavam ali rindo dela. ─ Vocês sinceramente não tem mais o que fazer não? eu nem sei se eu realmente tenho algum poder pô. 

─ Tenta de novo lindona, cê consegue. ─ disse Anne encorajando a garota.

─ Tá, cadê o coelho?

─ Tá com o Jeongguk. ─ após Jimin falar, todos olharam para o Jeon que estava com o coelho no colo cuidando como se fosse um filho.

─ Que é? vai que ela mata meu irmão? 

─ Você é retardado? me da o coelho! ─ disse a acinzentada olhando para o moreno.

─ Aish, tá. Cuida bem do meu irmão.

─ Vou cuidar muito bem dele, bebê. ─ disse a garota pegando o coelho enquanto gargalhava, então ela começou a olhar o coelho de novo e dessa vez ele sumiu. ─ CADÊ O COELHO?

─ Eita porra..

─ Olha a boca! ─ disse Seokjin para Anne, que apenas mostrou a língua para ele.

─ MANO, MEU IRMÃO! CADÊ ELE?

─ Acho que alguém perdeu um membro da família.. ─ disse Yoongi e todos olharam para ele. ─ Que foi? tô mentindo agora?

─ QUE LOUCO, EU POSSO FAZER AS COISAS DESAPARECEREM! 

─ Mas será que essas coisas voltam? 

─ Vishe, acho que não hein.

─ Jungkookie, sinto-lhe dizer mas seu irmão tá morto! ─ disse Taehyung provocando o mais novo, que apenas ficou emburrado.

─ Isso não tem graça gente, meu irmão morreu!

─ Ele nem era seu irmão, ô acéfalo!

─ Me deixa em paz Namjoon.

─ Tá foda-se vocês. ─ disse Yoon Ha. ─ O que será que eu posso fazer a mais? 

─ Vai que você consegue voar que nem o Yoongi ou sei lá, tenha os poderes trevosos dele! ─ Anne disse provocando o pálido.

─ Vai se foder Anne. ─ rebateu Yoongi. ─ E, é meio impossível ela ter meus poderes trevosos porquê eu meio que não posso fazer as coisas desaparecerem sabe?

─ Ah é.. foi mal aí. 

─ Eu quero um abraço! ─ "aleatoriamente", disse Hoseok finalmente ali e Anne fez questão de dar um abraço nele, dando tapinhas nas costas dele e alguns segundos depois, desfazendo o abraço rindo que nem uma louca.

─ Por que você tá rindo? ─ perguntou Yoon Ha, o que fez Anne ir até ela e sussurrar algo no ouvido da garota que também caiu na gargalhada.

De repente, Jimin deu um chute na bunda de Hoseok, o que fez ele cair no chão e olhar para o Park com uma expressão de "você tem problemas mentais, menino?". Todos começaram a rir após entender o que havia acontecido: Anne colou um papel nas costas de Hoseok com uma seta apontando para baixo e dizendo "Chute aqui se você é um homem de verdade".  

─ AH SUA PESTE! MELHOR VOCÊ CORRER! ─ disse o ruivo antes de sair correndo atrás de Anne e os dois sumiram de vista, restando apenas Yoon Ha, Maggie, Jeongguk, Seokjin, Jimin, Yoongi e Namjoon ali já que Taehyung saiu para "falar com alguém".

─ Gente, fiquem aí que eu já volto. ─ disse a Min antes de sair correndo atrás de uma pessoa. 

 

─ SAYURI, ESPERA AÍ! ─ disse ela parando ofegante ao lado da garota com as mãos apoiadas em seus joelhos. 

─ Hm? 

─ Eu queria saber... se.. ─ falou pausadamente enquanto respirava de uma forma pesada, tentando ganhar ar novamente. ─ Se você quer ser minha amiga. Desculpa pela forma ignorante que eu te tratei quando você veio falar comigo pela primeira vez, eu era muito imatura..

─ Ah, tudo bem, está desculpada..

Flashback {on}

Era o primeiro dia de aula de uma japonesa chamada Ishikawa Sayuri na Yonsei. Ela estava um pouco insegura em como seria, ela gostaria de ter pelo menos uma amiga ali para poder se guiar, e foi o que tentou fazer. Foi falar com uma garota de cabelos cinzas e compridos, que aparentava ser legal, aparentava apenas.

─ Oi.. eu sou nova aqui então eu estava pensando se-

─ Estava pensando o que garota? Acha que eu iria querer falar com alguém que nem você? Vai com seus amiguinhos idiotas ali vai! .. espera, você não tem nenhum, que pena. Nem pense em vir falar comigo novamente. ─ Yoon Ha havia tratado Sayuri dessa forma e sem ao menos deixar ela falar alguma coisa, virou bruscamente fazendo seus cabelos baterem no rosto dela e saiu andando como uma verdadeira filhinha de papai.

Apesar da forma grosseira de ter sido tratada por Yoon Ha, Sayuri não parou de tentar trocar alguma palavra de jeito normal com ela, o que funcionou apenas uma vez e depois disso não se falavam mais. 

Flashback {off}

─ É sério, eu parecia um cavalo falando com você aquele dia e eu nem quis te ouvir de novo. Pode me xingar do que você quiser e pode me bater se quiser, mas é sério, me desculpe.

─ Posso mesmo? 

─ Sinta-se á vontade.

Após dizer isso, um estalo foi ouvido e a mais velha sentiu uma ardência em seu rosto. Ela havia levado um tapa na cara de Sayuri, estava doendo? estava. Mas ela estava sentindo que tinha um peso a menos nas costas? também. 

─ Nossa.. sua mão é pesada.. ai.. ─ e então a morena começou a rir descontroladamente.

─ Isso que eu senti vontade de fazer naquele dia. Está desculpada agora.

─ AI, OBRIGADA! ─ fez um coração com as mãos e abraçou ela. Voltaram para perto dos meninos e, ainda faltava mais ou menos ,trinta minutos para o intervalo acabar.

─ Nossa senhora.. que cheiro.. ─ Namjoon se pronunciou após Yoon Ha chegar perto deles com Sayuri, erguendo uma sobrancelha. ─ Sobrou perfume no pote, Ishikawa?

─ Namjoon, pelo menos eu passei perfume diferente de você que provavelmente nem banho tomou! 

─ Não tá mais aqui quem falou! 

─ CHEGUEEEI! ─ gritou Haru após chegar correndo.

─ Ninguém se importa. ─ disse Yoongi.

─ Credo, o que eu te fiz bebê? 

─ Nada, eu quero ficar bravo então eu tô bravo. 

─ Que bicho te mordeu, Suga? ─ após Haru o chamar de "Suga", o pálido olhou para ela com um olhar de "você não tem medo de morrer não, menina?"

─ Alguém vai tomar no cú, e não vai ser pouco não! ─ gritou Jeongguk.

─ Adeus pregas do céu orifício anal, Haru. ─ disse Maggie.

─ Boa sorte com esse aí, amiga. ─ disse Yoon Ha dando tapinhas levez nas costas da menor. 

─ Agora, você vem comigo. ─ Yoongi saiu puxando ela pelo pulso, rindo da expressão de medo da morena.

─ Eu tô com dó dela, sérião. ─ disse Jimin rindo. 

─ Eu tô com dó da Maggie por ter um namorado tão ridículo que nem você. ─ disse Sayuri.

─ Gente.. vocês nem vem com essas treta! ─ exclamou Seokjin, era o primeiro dia de aula, porquê brigarem?

─ Fala pra essa idiota calar a boca então! ─ disse Jimin, já morrendo de vontade de esganar a japonesa.

─ Se eu fosse vocês eu calava a boca pra não apanhar do Jin ou da Yoon depois, isso é um conselho pra vida de vocês. ─ Jeongguk aconselhou-os. 

─ VALEU POR FALAR, JEON. ─ gritou a Min, já quase vermelha de raiva e Jin? bom.. Jin não estava nada diferente.

─ Agora vocês dois, é melhor vocês pedirem desculpas um pro outro.

─ Eu pedir desculpa pra esse loirinho oxigenado? prefiro é me jogar daqui de cima!

─ Pedir desculpas pra essa japonesa estúpida tá fora de cogitação também, ela que veio me irritar sem eu fazer nada!

─ Jeongguk, vem comigo ou eu quebro a cara desses dois. ─ sem deixar o maior responder, a garota de cabelos cinzas saiu de lá puxando-o pelo pulso, que no meio do caminho virou a cabeça e começou a rir silenciosamente para atormentar os dois lá atrás, que simplesmente mostraram o dedo do meio para ele, que fingiu estar ofendido. 

─ Então, vocês dois vão facilitar a situação para mim ou não? ─ disse o Kim, de braços cruzados olhando para eles. 

─ Tá, foi mal Jimin, não sei o que deu em mim.

─ Desculpa por te chamar de japonesa estúpida. Amigos? 

─ Amigos. ─ sorriu por final, mas acabaram com esse clima quando ouviram gritos na parte coberta do refeitório. Todos os alunos foram lá dentro ver o que era. Nayeon e Yoon Ha estavam brigando?

 

Quando estava indo para longe dos amigos para tentar se acalmar ─ junto de Jeongguk ─,  Yoon Ha sem querer esbarrou em alguém e ambas as pessoas caíram no chão, quando estavam levantando, a Min pediu desculpas ainda sem ver quem era e quando estava prestes a começar a puxar o Jeon para longe novamente, ouviu uma voz extremamente familiar:

─ Hm, levando o bofe pra longe, Yoon Ha?

─ Aish Nayeon, vai encher o saco de outra pessoa, não tô com cabeça pra isso hoje.

─ Que peninha que eu quero te encher o saco, piranha.

─ Você me chamou de que? 

─ Você não é surda, ouviu o que eu disse, sua burra!

─ Repete se você for mulher de verdade.

─ Eu te chamei de PIRANHA, quer que eu soletre? ─ disse a garota com uma cara debochada, dando um ênfase no "piranha".

─ Fodeu.. ─ disse Jeongguk indo para longe das duas, esperando a rodinha se formar para a briga começar.

Até então, Yoon Ha que estava virada de costas, virou-se lentamente até conseguir ter uma visão por completo da ruiva olhando-a como se fosse apenas um lixo qualquer, o que a deixou com mais raiva ainda. 

─ A única piranha que eu tô vendo aqui é você, tanto que se eu perguntar pra todos os garotos da escola se eles já levaram alguma garota, tenho certeza que pelo menos mais da metade vai falar que já levou você. Pelo menos eu tenho namorado e não tenho que ficar dando uma de prostituta e indo para a cama com todos!

─ Olha aqui, garotin-

─ Olha aqui o quê Nayeon? para de se achar a gostosona menina! Se liga que você é só um pedaço de osso e os garotos são os cachorros, a sua relação com eles é tipo isso: eles pegam e depois de um tempinho brincando largam, idiota!

─ Você quer brigar, é isso?

─ Até onde eu saiba, eu não mencionei nada sobre isso. Você que quer brigar comigo para se mostrar!

─ Eu não preciso brigar com seres inferiores como você para me mostrar.

─ Ah, aquieta o seu cu vai, vadia. 

─  Agora você falou de mais também!

Após isso, Yoon Ha levou um tapa na cara, assim como o de Sayuri, apenas levemente mais fraco, mas que fez um barulho tão alto que chamou a atenção de todos do refeitório, que fizeram uma rodinha em volta delas para ver a briga. A Min olhou para a Im indignada, mas após se recompor, caminhou lentamente até ela, pegou-a pela gola da camiseta que ela usava e a olhou profundamente nos olhos, dizendo:

─ Você tem certeza de que quer brigar comigo? Acho que você ainda não se ligou que eu posso fazer você deixar de existir apenas com um estalar de dedos. Tente reconhecer seu inimigo, menina infantil. ─ após terminar, jogou ela no chão e esperou para ver se ela teria mais alguma coisa pra falar. 

─ Me mostre do que é capaz então!

Dito isso, Yoon Ha deu um soco na cara de Nayeon que apesar de fazer a mão dela doer, fez o rosto da garota ficar vermelho, provavelmente ficaria roxo por conta da força que ela usou. Quando Yoon Ha estava andando para longe, Nayeon se levantou e correu até Yoon Ha, dando um empurrão nela, fazendo-a cair no chão e todos do refeitório começaram a rir. "Agora você passou dos limites!"  gritou em sua mente, antes de partir pra cima da ruiva. Usando algum tipo de telecinese, Nayeon "pegou" a Min usando seus poderes mentais, indo até a beirada da escola, onde ela poderia muito bem jogar a acinzentada.

─ Ai que pena, bem que eu poderia te jogar agora mesmo, eu pelo menos não sentiria sua falta nem um pouquinho sabe! Eu até pensaria no seu caso se pedisse desculpas para mim ou aceitasse ser minha empregada por alguns meses..

─ Nunca!

─ Ah, então adeus. ─ cansada de segurar a garota, apenas deixou-a cair. Gritos desesperados eram tudo o que os alunos conseguiam ouvir, enquanto eles corriam para a beirada da escola para ver algo, sem sucesso. 

─ SUA VAGABUNDA! ─ disse Alyne, uma garota que conversava com Yoon Ha ás vezes na aula. ─ VOCÊ TEM A MENOR IDEIA DO QUE VOCÊ ACABOU DE FAZER? QUER ACABAR COM A REPUTAÇÃO DA ESCOLA, SUA IDIOTA? ─ chegou perto de Nayeon que até então, estava ignorando ela. ─ O QUE VOCÊ ACHA QUE O GOVERNO VAI FAZER SE SOUBER QUE UM DOS ALUNOS DAQUI JOGOU OUTRA PESSOA? VÃO DIZER PRA POPULAÇÃO SE ACALMAR SÓ PORQUE CHOVER PESSOAS É BEM LEGAL NÉ?

Apenas riu debochada, e continuou ignorando a ocidental. 

─ Ela tá falando com você, sua patricinha metida a besta! ─ disse Yeji saindo do meio da multidão e puxando os cabelos de Nayeon, fazendo-a além de gritar de dor, olhar para as duas meninas. ─ Você realmente não tem ideia do que acabou de fazer, né? acha que vai sair dessa toda plena assim? tá enganada, queridinha. Se descobrirem que a menina que caiu é uma aluna daqui e é uma sobrenatural, irão vir aqui querer saber o que aconteceu e sabe o que normalmente acontece quando algum aluno daqui cai e outro que jogou? o governo pega o culpado pelo homicídio e leva para um laboratório secreto no meio do oceano para você passar o resto de sua vida lá como um animal para experimentos. Acho que não gostaria disso, hm? ─ suspirou, mexendo em seus cabelos. ─ Pessoas infantis como você me dão nojo, isso sim! 

─ O que aconteceu aqui? ─ ouviram a voz da diretora e após isso, logo todos os alunos se viraram para ela e se curvaram em sinal de respeito. ─ Vamos, quero ouvir o que aconteceu isso da boca de alguém daqui, não quero ser obrigada a olhar pelas câmeras. Facilitem a situação!

─ Diretora. ─ ela ouviu a voz de Jeongguk, um pouco chorosa. ─ A Nayeon jogou a Yoon Ha daqui de cima. ─ disse fazendo a diretora fazer uma expressão que aparentava ser de ódio, não apenas de raiva. 

─ VOCÊ FEZ O QUE, IM NAYEON? ─ gritou ela, já perto da ruiva que chorava se fingindo de vítima.

─ D-Diretora, é m-mentira! ─ disse ela, aumentando seu choro. ─ E-Eu estava conversando c-co-com m-meus amigos, e então a m-monstra da Yoon Ha v-veio e começou a m-me enfrentar, e e-eu estava com m-medo, então eu perdi o meu controle e q-quando eu estava me aproximando dela, ela caiu para trás!

─ DIRETORA NÃO ACREDITA NESSA GAROTA, ELA TÁ SE FAZENDO DE VÍTIMA! 

─ Hm, a história de Nayeon é bem convincente, mas pelo o seu histórico Senhorita Im, eu não consigo acreditar em você por completo. ─ suspirou e mexeu em seus cabelos. ─ Vamos fazer assim, quem concorda com o que Jeongguk disse? ─ todos levantaram as mãos, menos Nayeon e suas amigas. ─ E quem concorda com a versão de Nayeon? ─ e então, Nayeon e seu grupo levantaram as mãos. ─ Sabe, Nayeon.. ─ começou a andar para perto dela, deixando-a com medo. ─ Não tem como eu acreditar na sua versão sendo que apenas você e suas amigas, que obviamente concordariam com a sua história, levantaram as mãos quando eu perguntei de sua versão. Não irei nem tirar meu tempo para comparar como o ensino médio inteiro levantou as mãos concordando com a versão do Jeon, então você garotinha, vem comigo. ─ começou a andar em direção da escola, sendo seguida da ruiva que estava de cabeça baixa.

Após a saída da diretora, o sinal tocou e quase todos foram para dentro de suas salas, menos Anne e Jeongguk, que estavam lá fora perto da beirada chorando, pensando que Yoon Ha havia morrido de uma forma tão injusta assim.

─ Sabe Jeon, eu não acho que Yoon Ha tenha morrido. 

─ Nem eu Anne, seria meio impossível disso acontecer, nós não morremos tão facilmente assim..

─ Relaxa que ela vai voltar, relaxa. Eu conheço a minha melhor amiga.

Foi então que as nuvens que cobriam a escola começaram a ficar em um tom avermelhado, junto com uma ventania que havia começado de repente e raios começaram a aparecer nos céus, fazendo a loira e o moreno saírem correndo para dentro da escola.

O que foi isso, de repente assim?


Notas Finais


moral do capítulo: nayeon merece morrer

gente
sera que yoon ha morreu? KKKK
VOU DEIXAR SUSPENSE PQ EU SOU MALVADA KKKKK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...