1. Spirit Fanfics >
  2. Tower Of God: Season 2 >
  3. Season 2: Andar Oculto: Mundo Oculto

História Tower Of God: Season 2 - Capítulo 62


Escrita por:


Notas do Autor


Fala pessoal !! Continuando o arco do andar oculto, nesse capítulo vamos ter a batalha contra o grande reprodutor e mais revelações, a imagem do capítulo é pertinente ao que vai acontecer e também é bem bonita :) eu não sei quantos capítulos esse arco vai ter, é um arco relativamente grande na verdade e tem muita coisa pra acontecer ainda, não sei dizer quando ele vai se encerrar. Talvez em um algum dia dessa semana eu volte a frequência de 2 capítulos por dia, pra andar mais rápido. Aproveitem o capítulo !!

Capítulo 62 - Season 2: Andar Oculto: Mundo Oculto


Fanfic / Fanfiction Tower Of God: Season 2 - Capítulo 62 - Season 2: Andar Oculto: Mundo Oculto

Bon: “Inimigo jurado ?! Não minta para nós !! Se fosse o inimigo jurado de alguém, a outra pessoa saberia imediatamente ! Além do mais, nunca vi um inimigo jurado com consciência como você !!”

??: “Provavelmente porque... eu sou único. Eu sou ao mesmo tempo um e todos... um indivíduo que existe e não existe ao mesmo tempo. Sou meramente uma “corrente de incontáveis vidas”. Agora... que a caçada comece.” Várias cobras começam a sair corpo e da boca dele e atacar todos.

Eles tentam se defender, mas vários já foram mortos e o número de disparos foi caindo, até não sobrar nenhum. Todos estavam mortos e as cobras voltam até o homem, formando seu corpo.

??: “Incrível. Então até mesmo essa habilidade funciona. Agora é melhor eu dar o fora daqui. Antes que esta área de quarentena desapareça.”

Baam: “Sr. Koon !! O que o Sr. Rak está fazendo aqui ?!”

Koon: “Ele disse que foi trazido pra cá antes de ser atingindo pelo rose shower !! Mas eu também não sei mais detalhes !!”

Baam: “Sério ?!! V-Você realmente está vivo, Sr. Rak !!”

Rak: “É claro ! Achou mesmo que eu ia morrer !!” Ele tinha lágrimas nos olhos.

Baam: “Que alívio ! E que bom, Rak !!”

Rak: “Hunf ! Uma tartaruga como você se preocupando comigo ?! Eu não vou chorar só por causa disso !!”

Androssi: “Ele ficou bem emocionado com isso, Baam.” Ela aponta para Rak que tentava disfarçar os olhos cheio de lágrimas

Koon: “Mas Baam e vocês ?! Onde vocês dois estiverem esse tempo todo ?!! É por que esse cara tá com vocês ?! Ele é feito de dados ?!!” Han Sung deduzia que eles também tinham um passado negro com ele.

Baam: “Estávamos presos na área de quarentena !! Encontramos Han Sung lá e ele nos ajudou a escapar !!”

“O quê ? Então... isso quer dizer que quase matamos o Baam e a Androssi ?!!” Koon ficou assustado com a possibilidade.

Mi-Eum: “Quem são essas pessoas ?”

Dee: “Eu também não sei ! Mas o que... como essas pessoas subitamente surgiram aqui...” Batis olha para ela, a reconhecendo como Rose.

Batis: “V-Vamos a-acabar com isso. Grande... reprodutor !!” Ele mira sua arma, Chung olha para Baam.

“Aquele cara... deve ser o que estava preso na quarentena.” Pensa Chung.

Chung; “Como um ínfimo humano de dados ousa interferir na grande quest ? Isso é imperdoável. Matem-no !!” Ele manda os soldados.

Han Sung: “Baam ! Preciso te pedir um favor ! Cruze aquela porta atrás do grande reprodutor !!”

Baam: “A porta ?!”

Han Sung: “Sim, o grande reprodutor que está aqui não é o verdadeiro !! A porta atrás dele leva para outra área, é lá que o verdadeiro grande reprodutor está !!”

Baam: “Oh !!”

Han Sung: “Por enquanto, vá com Androssi e saia da linha de visão do grande reprodutor !! Ele não é tão cauteloso então vocês tem mesmo chance de escapar !! Na hora em que ele se distrair, você precisa abrir a porta e entrar !! Você é o único que pode abrir a porta !”

Baam: “Certo !!” Ele desvia do robô com o Blue Oar e vai até Medley e a tira de lá. Ele conta o plano para Androssi.

“Esses caras... estão arruinando o meu plano... acho que é melhor liberar vilão agora.” Chung aponta o cajado para o pássaro e um dos ovos em sua cabeça começa a chocar é um grande monstro começa a sair.

Boro: “O que está havendo... o grande reprodutor é mesmo inimigo ?!” 

Hockney: “É perigoso, Boro !! Cuidado !!!” Ele corre até Boro e tira de lá, antes de receber um ataque.

Boro: “O que diabos é aquilo ?!” Era o novo vilão, tinha uma aparência aterrorizante. “Mas o quê ?! De onde esse troço enorme saiu ?!!” A galinha achava que aquilo era o bebê dela.

Koon: “O que é aquilo ?! Essa coisa saiu do ovo ?!! Eu sabia que tinha razão !! Ele estava escondendo um troço perigoso no ovo !!”

Rak: “Por que tá tão feliz com isso ?!!” Ele o cutuca com a lança. “Não deveríamos ajudar a tartaruga negra ?”

Koon: “Eles não precisam, teoricamente eles são nossa dupla mais forte. Eles conseguem lidar com isso.”

Chung: “Batis. O que diabos estava pensando quando deixou aquele lugar ? Achou mesmo que haveria algum tipo de solução se escapasse de lá ? Você sabem muito bem, Batis... que eu posso fazê-lo desaparecer agora mesmo.”

Batis: “Eu... sei. V-Você pode m-me destruir q-quando quiser... o-o motivo d-de me deixar v-viver... é-é porque v-você quer me a-atormentar.”

Chung: “Haha. Então já sabia, não é ? Vocês são apenas dados virtuais. Deveriam se comportar de acordo com a vontade de seu criador. Veja os outros humanos de dados desta vila. Mesmo em meio ao caos, nenhum tenta fazer nada, porque esse é o papel deles. E o seu é guiar os guerreiros... e certificar-se de que eles aproveitem a aventura neste lugar e impedi-los de quebrar o equilíbrio deste mundo. Você não é guerreiro desperto nenhum, é apenas algo defeituoso.”

Batis: “Sim... eu sei... e-eu sou d-defeituoso... q-quando vi a v-verdade sobre v-você... n-na hora em que s-senti raiva e d-decepção em relação a v-você... e-eu percebi... w-que estava com defeito... d-depois d-de apenas e-elogiá-lo... q-quando c-cantei aquela música o e-elogiando... t-tive m-medo... mas... e-eram os meus s-sentimentos... a-algo que não foi c-criado por n-ninguém... e-e quando eles explodiram em f-forma de m-música... e-eu senti. E-Essa é... a m-minha verdadeira v-voz... e-eu sou defeituoso. E-Eu... n-não sou mais uma “máquina”... q-que só canta as m-músicas que você q-queria... e-eu me tornei um s-ser humano de v-verdade ! Se é isso o que quer dizer com “defeituoso”. E-Então eu q-quero viver com defeito para sempre !” O grande reprodutor fica com raiva.

Chung: “Desgraçado !! Aprenda o seu lugar !! Vou fazê-lo desaparecer !!”

Androssi: “Agora é a chance, Baam !!” Baam acumulava Shinsoo nas mãos, eles estavam em um lugar um pouco longe de Chung. Baam lança o ataque e os dois somem no Bong Bong.

“Que poder é esse ?!” Chung defende o ataque com seu cajado. Baam e Androssi surgem perto dele.

“Ele bloqueou !! A esfera do buraco negro de Shinsoo ?!!” Baam não acredita.

Chung: “Como ousa... imitar o poder deles... quem é você ?!” Baam não tinha opções, então tenta um ataque direto. “Não adianta. Desapareça.” Ele usa o mesmo poder que usou para defender, Baam tenta atacar, mas seu Shinsoo começa a desaparecer e ele teve um ataque direto.

Baam: “Aaaaah !!”

Androssi: “Baam !!!” Os outros lidavam com o novo vilão.

Hockney: “Boro !! Cuidado !!!” Boro desvia do ataque.

Boro: “Esse monstro Ta atirando enlouquecidamente !” O vilão mira no pássaro.

Han Sung: “Não ! Se o vilão campeão morrer, a quest vai...” Koon o protege com o farol.

Koon: “Não sei o que está havendo !! Mas nós não deveríamos superar a quest, não é ?! O vilão não deve morrer !! Não é ?!”

Han Sung: “Você é rápido mesmo !! Gosto de trabalhar com gente como você !!”

Koon: “Cala a boca !! Eu não quero nem falar com você !!” Ele faz uma cara de enjoado.

Rak: “Eu também não.”

Após Baam sofrer o ataque, Androssi o pega no ar e o leva para um pouco mais longe do grande reprodutor.

Androssi: “Baam !! Você tá bem ?!”

Baam: “Srta. Androssi !! Estou...” ele fica um pouco envergonhado pois eles estavam muito perto. “N-Não precisava se arriscar assim...”

Androssi: “Eu te disse que se acontecesse algo com você, eu iria te tirar de perto dele imediatamente.”

Chung: “Uah, que mágia incrível. É Teletrans... porte ?!” Ele devia de uma bala. “Isso é perigoso, Batis !!”

Batis: “N-Não brinque g-grande r-reprodutor. V-Você se l-lembra, n-não é ? Essas balas q-que me d-deu... a-antes de me p-prender você me d-deu bala pra p-parar e e-eliminar humanos de dados. E-Essas são as b-balas capazes de e-eliminar os humanos de d-dados. M-Mas elas também m-matariam você se te a-acertassem.”

Chung: “Ahh, é verdade. Eu as dei a você. Lhe dei esse ínfimo raio de esperança... bem, isso não é bom. Para que seu desespero fosse ainda maior... num lugar onde você jamais poderia escapar.” Batis atirava e ele apenas desviava. “Não adianta, Batis. Eu só preciso desviar delas. E balas que não podem acertar nada, são inúteis, não acha ?”

Baam: “Srta. Androssi !! Vamos usar um ataque combinado, use as balas !! Se conseguirmos acertar o grande reprodutor com uma delas !!”

Androssi: “Certo !! Vamos lá !!” Os dois somem novamente e aparecem na frente do grande reprodutor, que continuava desviando das balas.

Chung: “Não adianta !” Baam ia pro ataque direto.

Androssi: “Movimento separado Bong Bong 40% !!” Ela teletransporta a bala, deixando ela bem na frente da cabeça do grande reprodutor, ela o atinge. “Beleza ! Eu o acertei !!!” Baam ia na direção dele.

Chung: “Achou mesmo que eu morreria ?” Baam e Androssi não acreditam que não funcionou, ele perfura o ombro de Baam com a lança e depois a tira.

Baam: “Urgh... Argh !!!”

Androssi: “Baam !!!” Ela voa na direção dele e o tira de lá. Koon vê que Androssi estava segurando Baam e algo tinha acontecido.

Koon: “Baam ?!”

Batis: “O-O que está havendo ?! C-Como você n-não está m-morto ?!”

Chung: “Porque... quando lhe disse que essas balas poderiam me matar, era mentira !” Ele passa o dedo pelo buraco em sua cabeça e o fecha. “Elas na verdade não funcionam contra mim. Embora pudessem funcionar contra outros humanos de dados.”

Batis: “Seu d-desgraçado !!!”

Chung: “Haaah !! Ficou mesmo empolgado porque achou que poderia me matar ?”

Baam: “Ugh...”

Androssi: “Não tente fazer força, Baam. Tente se recuperar um pouco.” Apesar de estarem em uma luta, os dois gostavam de estar naquela situação. (Androssi abraçando o Baam por trás)

Baam: “C-Certo...”

Chung: “Hahaha ! Que hilário !! Vocês realmente não sabem de nada !! Acharam mesmo que poderiam escapar ? Hahahaha !!!” Rachel acordava no quarto e o via rindo. “Ah... como é divertido, mexer com idiota como vocês. Não importa o quanto eu lhes diga, vocês não entendem, viu a diferença entre eu e você, Batis ? Pode achar que sabe... mas só está se enganando, sou eu que realmente sei. Você... não sabe absolutamente nada sobre esse mundo !!! Você ainda é uma larva dormindo !! E eu sou a borboleta ! Porque pelo menos sei a verdade !”

Androssi: “Esse cara...”

Baam: “É irritante...”

Androssi: “Hmm... se não estivéssemos em meio a uma luta, eu esteria rindo de você completar minha frase...”

Baam: “Só tenho que me recuperar...”

“Onde diabos estamos ? Quem é esse cara ?” Rachel tinha acabado de acordar e via Chung em uma cadeira rindo e falando.

Chung: “Ei, chefe !!”

Dee: “O que ?!!”

Chung: “Venha aqui.” Ela a levada até ele.

Mi-Eum: “Chefe !!!”

Batis: “G-Grande R-Reprodutor !! O-O que v-vai fazer ?!”

Chung: “Ela. Ela era sua esposa, não é ? Provavelmente foi a “história”... não é ?”

Dee: “Eu... esposa desse homem ? Do que está falando ?! Grande reprodutor !”

Chung: “Cala a boca. Escute, chefe. Se eu lhe disesse pra morrer, você morreria ?” Ela fica assustada com a pergunta.

Dee: “Grande reprodutor... o que diabos...”

Batis: “N-Não ! Rose !!!”

Chung: “Vou perguntar novamente, você quer me matar ?” Ele usa seu controle pra fazê-la responder.

Dee: “Sim.”

Chung: “Então eu vou matá-la.”

Batis: “N-Não... R-Rose !!!”

Baam: “Deixe-a em paz !!”

Androssi: “Baam ! O que está fazendo ? Você ainda não está bem e essa cara é perigoso !! Não tente nada perigoso !!” Ela aperta os braços pra ele não sair.

Chung: “Bem... aqui vamos nós.” Ele sorri ironicamente.

Han Sung: “Batis !!!”

Hockney: “Não... N-Não !!!” Chung prepara um ataque e Batis mira sua arma é atira.

Chung: “Tolo.” Ele coloca Rose na frente da bola, ela é atingida, a Flor que estava em sua roupa se despedaça.

Batis: “R-Rose !!!” Baam e Androssi ficam chocados.

Chung: “Hehehe... hahahaha !!! Não deveria disparar sua arma assim, Batis.” Algo começa a dar errado.

Rachel: “Ei ! Do que está rindo ?! Por que não me responde ?!! Quem é você ?! E por que diabos está vivendo aqui ?!!” Ela tira o visor que estava com ele. Chung some na visão dos outros.

Androssi: “Ele sumiu ?!”

Baam: “Srta. Androssi !!! Precisamos pegá-la !!!”

Androssi: “Ah... deixa comigo !!! Você já consegue se mover sozinho, Baam ?!”

Baam: “Eu me viro, obrigado... vamos pegá-la !”

Chung: “Ei... á quanto tempo... você está acordada ?”

Rachel: “Acabei de acordar. É você tava rindo muito alto. No que estava tão concentrado ? Um jogo ?” Havia uma tela na frente dele.

Chung: “Hmm... bem... err... vamos só chamar de “algo como um jogo” !”

Rachel: “Algo como um jogo ?”

Rachel: “Sim, já que é basicamente um jogo ! Eu explico tudo depois ! Então, por favor... pode me devolver o dispositivo de RV ? Parei numa parte importante... agora ! Rápido !!!”

Rachel: “Não quero.”

Chung: “Anda logo e me dá !”

Rachel: “Não, você só vai jogar essa coisa se eu te devolver. Você não deveria jogar tanto assim.”

Chung: “Veja, não é só um jogo, é importante !” Tinha brinquedos na estante, versões menores dos soldados e do próprio grande reprodutor.

Rachel: “Ta, ta. Aposto que é um jogo muito importante. Anda logo e me diz o que estou fazendo aqui.”

Chung: “Mas... escuta !!”

“Por algum motivo, essa coisa parece ser muito importante para esse cara. Eu posso usá-lo.” Pensa Rachel.

Rachel: “Este é o andar oculto ? É totalmente diferente do que eu imaginava...” ela vai até a porta.

Chung: “Não, espera !!! Não !!” Ela sai do quarto e vai pro lado de fora.

Rachel: “Que lugar é esse ?” Ela vê vários prédios e veículos voando.

Batis: “R-Rose !!! R-Rose !! P-Por favor... acorda !!” Baam estava sentado cabisbaixo.

Androssi: “Baam... não fique assim...” ela coloca a mão no ombro dele. Baam dá um sorriso sem muito ânimo.

Batis: “P-Por que raios... i-isso está acontecendo ?!!” Ele chorava com o corpo de Rose nas mãos.

Mi-Eum: “Chefe...” ela também chorava.

Koon: “Baam, vocês estão bem ?!!”

Baam: “Koon !!”

Koon: “E aquele machucado de antes ?!”

Baam: “Eu estou bem. Mesmo doendo um pouco... podia ser pior se a Srta. Androssi não estivesse lá...”

Androssi: “O ferimento quase se curou já.”

Koon: “Será por causa do espinho ?”

Baam: “Mas Koon, e a grande quest ?”

Koon: “Ainda não terminamos. Pode ter alguma coisa ainda mais perigosa dentro por isso eu o prendi por enquanto. Quando o grande reprodutor sumiu... o monstro colossal também...”

Baam: “O que diabos aconteceu ?”

Koon: “Não sei ao certo... aconteceu muita coisa ao mesmo tempo... pra onde o grande reprodutor foi ?”

Rose: “Quem... quem é você ?” 

Batis: “R-Rose !!”

Rose: “V-Você foi mesmo m-meu marido ? M-Me desculpe mas eu... não... conheço você...”

Batis: “Eu não pude... cantar... aquela canção... m-me esqueci... t-tudo que a-antes eu elogiei... d-desde o p-primeiro dia... que... eu te vi...”

Androssi: “Uma canção...?”

Batis: “E-Eu fiquei t-tão cego... por você... q-que não p-pude mais c-compor... f-foi você q-quem me salvou m-meu... amor... v-você é... a-a flor em meu coração... minha forte e bela Rose...” ele chorava muito.

Rose: “Que tipo de canção é essa ? Dá... vergonha... mas... eu realmente... gostei.” Ela para de se mexer e morre.

Batis: “R-Rose !!” Ele abraça o corpo dela.

Androssi: “É linda...”

Baam: “Sim...”

“Grande... reprodutor !!!” Baam aperta o punho com raiva.

Han Sung: “Baam. Tem uma coisa... que preciso contar a todos vocês. Sobre o segredo por trás deste “andar oculto”.” Eles vão até um lugar, que era como uma casa. “Este deve ser um bom lugar.”

Koon: “O segredo por trás do andar oculto ? Como assim ? Sabe pra onde o grande reprodutor foi ?”

Han Sung: “Sim. Não sei porque ele sumiu do nada...? Mas sei onde o seu corpo principal está. Precisamos ir para o próximo estágio antes dele voltar.”

Koon: “Então devemos matar essa coisa logo ? E finalizar a grande quest ?” O pássaro estava dentro do farol.

Han Sung: “Não. Tudo bem. Na verdade, a grande quest não é a única forma de passar deste estágio.”

Baam: “O quê ?! Então existe outra forma ?!”

Han Sung: “Pensem bem. Não é estranho ?”

Koon: “Como assim ? Tem várias coisas estranhas aqui...”

Han Sung: “A muito tempo... como todos vocês, eu também passei pelo trem e entrei nesse lugar. E tinha alguém que eu realmente queria encontrar aqui... mas mesmo vagando pelo estágio durante um longo tempo, eu tive que deixar este lugar sem falar com ele. Aí depois que o verdadeiro eu partiu, a versão de dados pensou muito nisso. Por que o andar oculto é controlado por esses tais “grandes reprodutores” ? Por que eles tem comando e controle total acima de todas as outras regras ? Por que é “bom” vencer as quests que eles dão e “ruim” se opor a eles ? Como este andar oculto era antes dos grande reprodutores chegarem ? Aí comecei a colocar essas dúvidas em prática. Depois de conhecer algumas pessoas que chegaram aqui depois de passar pelo trem... diferente de antes, eu tentei completar o estágio aumentando a parte negra do medidor do dispositivo de medição. É surpreendentemente... a “grande quest oculta” surgiu. A verdadeira grande quest, não aquela dada pelos grandes reprodutores !!”

Koon: “O quê ?! Então as quests do grande reprodutor são falsas ?”

Han Sung: “Provavelmente. Eles mandaram aquele “menestrel vagante” para ficar de olho em nós e nos enganavam chamando a verdade de maligna. Aquela quest falsa é uma forma de nos impedir de encontrar o caminho verdadeiro. É assim eu parti numa jornada com eles para finalizar a verdadeira quest. No fim, eles foram eliminados e eu escapei para uma área de quarentena onde terminei esperando por vocês. Mas eu encontrei uma coisa enquanto tentava finalizar a verdadeira quest. O corpo principal dos grandes reprodutores não fica aqui. E existe uma grande chance do local onde os corpos deles estão ser um outro mundo de dados diferente deste.”

Koon: “O quê ?”

Androssi: “Como assim ?”

Baam: “Outro mundo de dados ?!!” Rachel encarava o local.

Rachel: “Isso é...”

Chung: “Ei ! Você não pode simplesmente abrir a porta e sair assim !!”

Rachel: “Este é o andar oculto ?”

Chung: “Bem... podemos dizer que este é o andar oculto... mas não é um lugar que qualquer um possa chegar. Porque este lugar... é o andar oculto “oculto”. Você provavelmente não sabe... mas o andar oculto é um mundo virtual dentro de um espelho, criado por Zahard para preservar uma versão de si mesmo... desde que quando ele finalizou o Expresso Infernal. Depois disso, o jovem Zahard e seus companheiros se tornaram dados e criaram seu próprio mundo. Mas depois disso, muitos regulares terminaram vindo para este lugar... aí Zahard e seus companheiros se cansaram do aumento do número de pessoas de dados dentro do espelho. Por isso eles quiseram se separar dos outros. Então alguém do lado de fora que descobriu isso... trouxe outro espelho e os deixou um de frente para o outro... para que apenas Zahard e alguns poucos escolhidos fossem trazidos para este lugar. Por isso aqui... é o espaço onde os humanos de dados vivem. E regulares do lado de fora não podem mais entrar... este é o andar oculto “oculto”.”

“Andar oculto... oculto. Então isso significa que em algum lugar aqui... estão os “dados do jovem Zahard” ?” Pensa Rachel.

Rachel: “Com licença... então onde fica o outro andar oculto... que você mencionou ?”

Chung: “É o mundo na tela que você chamou de jogo antes.”

Rachel: “Ah...”

Chung: “Esse é o outro andar oculto. Eu não posso cruzar diretamente até ele a partir daqui, por isso preciso criar um clone de dados para isso. Bem... provavelmente para você pareceu que eu estava jogando um jogo... mas meu trabalho é gerenciar as pessoas nele... e impedir as pessoas que passaram do trem de chegar neste lugar. Eu confundo os seus sentidos e faça-os embarcar numa jornada inútil... me certifico que eles não descobrem a existência deste mundo e elimino todos que ficam no meu caminho. Mesmo agora, existem poucas pessoas neste mundo por isso eu preciso voltar para lá.”

Rachel: “Mas o que estou fazendo aqui ? Eu sou como eles...”

Chung: “Também não tenho certeza. Alguém minutos antes de entrarem... algum tipo de poder misterioso trouxe você pra cá. E eu a deixei sozinha para que ninguém descobrisse...”

“Não sei o que exatamente aconteceu... mas com certeza parece que eu ganhei uma chance especial.” Pensa Rachel.

Chung: “Agora que lhe contei tudo... me devolve isso !!”

Rachel: “Não ! Não quero !!”

Chung: “Por que não ?! Eu já te contei tudo ! Eu preciso trabalhar !!!”

Rachel: “Escuta... antes... você disse que usou um clone para cruzar até o outro andar oculto, não é ? Pode me ajudar... a criar um clone para entrar nesse mundo assim como você ? Eu quero ir até lá e encontrar algumas pessoas do trem !”

Chung: “B-Bem é possível, mas...”

Rachel: “Sério ?!” Ela fica empolgada com a possibilidade.

Chung: “Mas você não deveria !! Se te pegam fazendo isso, aquelas pessoas vão...”

Rachel: “Por que não ? É só um mundo virtual mesmo. Se me deixar entrar lá, eu te devolvo isso.”

Chung: “Eu... disse que não !! Ei !!” Eles voltam para o quarto. “N-Não posso te deixar fazer isso ! Ei !!! Não é qualquer um que pode entrar aí ! Senão alguma coisa ruim vai acontecer !!”

Rachel: “Tipo o quê ? Você mesmo disse que é como um jogo.”

Chung: “Eu só quis facilitar a explicação !!”

Rachel: “As pessoas aí dentro vieram comigo. Eu só quero encontrar a pessoa que estou procurando e sair sem fazer mais nada, certo ?”

Chung: “Mas...!!”

“Parece que todos exceto eu caíram naquele lugar. É claro, pode ser uma boa oportunidade, mas ainda não estou pronta para encontrar Zahard. Preciso trazer meus companheiros pro lado de cá de qualquer jeito.” Rachel senta na cadeira e se prepara para colocar o dispositivo RV.

Chung: “Merda !! Eu disse que não !!” A arraia aparece e o empurra para longe.

“Droga... isso não pode acontecer... se descobrirem que outra pessoa além de mim acessou aquele mundo...” Chung estava preocupado.

Computador: “Bem vinda. Bem vinda ao mundo dentro do espelho. Eu nunca a vi antes. Por favor insira o nome do avatar que será mostrado naquele mundo.” Rachel pensava em usar um nome falso. “Pense conforme pressiona com o segundo dedo da sua mão direita para inserir o nome.” Rachel coloca um nome. “O nome foi inserido. Agora, por favor crie o seu avatar. Uma vez que decidir a aparência do seu avatar, você não pode fazer alterações futuramente, então decida com cuidado.”

“A aparência ? Também posso mudá-la ? Então... isso significa que posso ser uma pessoa completamente diferente nesse mundo ?! Eu quero ser...” Rachel termina a configuração e o dispositivo começa a transmitir para o mundo no espelho. Ela acorda de frente pra um rato com olhos vermelhos.

Koon: “Outro mundo de dados ?!! Está dizendo que tem outro mundo de dados diferente deste lugar ?!”

Han Sung: “Sim. Eu ainda não fui até lá... mas tenho certeza que existe. Os dados de Zahard que vocês estão procurando, provavelmente também estão lá. Acho que se cruzarmos aquela porta por onde os grandes reprodutores surgem para chegar aqui... podemos chegar até esse mundo. Mas dizem que pessoas normais não conseguem fazer isso. É por isso que dessa vez eu queria tentar mandar pelo menos o Baam... mas os grandes reprodutores são muito poderosos. Por isso é melhor evitarmos um confronto agora e encontrar uma outra forma.”

Koon: “Outra forma ?”

Han Sung: “Sim, na verdade, existe uma outra pessoa capaz de cruzar para esse outro mundo além dos grandes reprodutores. Sei onde ele está graças a minha aventura passada... mas o problema é que ele é muito difícil de encontrar...”

Koon: “Difícil de encontrar ? Está falando do...”

Han Sung: “Sim, um dos líder das 10 grandes famílias.”

Koon: “Sério ?!”

Han Sung: “Atualmente os únicos dados de um senhor presentes aqui, são dele. Então a partir de agora, vamos finalizar a quest oculta... e ir encontrar um dos 10 líderes...”

Baam: “Bem... acho que estamos avançando, pessoal !!”

Koon: “Também acho !!!” Todos ficam animados.

Rak: “Não sei o que tá rolando, mas parece legal.”

Han Sung: “Baam, por favor cheque o seu bolso. Agora que saímos da área de quarentena... o dispositivo de medição deve estar com você.” Baam coloca a mão no bolso.

Baam: “Ah ! Aqui está !!!”

Koon: “Hã ?!! O medidor está todo negro ?!”

Han Sung: “Derrotamos o seu inimigo jurado e fugimos da área de quarentena... além disso, enfrentamos o grande reprodutor então é claro, o medidor está cheio.”

Baam: “Então...”

Han Sung: “Sim, isso significa que agora estamos qualificados a finalizar a grande quest oculta. Baam... pressione o botão no dispositivo de medição e tente gritar: “Surja grande quest” !”

Baam: “Surja, grande quest !! Apareceu um pergaminho !” Mostrava um rato.

Koon: “Essa deve ser a imagem do vilão !!”

Androssi: “É nojento.”

Han Sung: “Escaneie o pergaminho com o dispositivo de medição !!!” Ele escaneia o pergaminho e uma luz surge do lado de fora. “Parece que o vilão está na cidade. Eu vou para a área de quarentena. Vocês derrotem o vilão antes do grande reprodutor voltar !! Vou levar a princesa comigo.” Baam faz um semblante preocupado. “Tudo bem, Baam ?” Baam olha para Androssi, que só assente com a cabeça.

Baam: “C-Certo !!”

Han Sung: “Princesa, vamos nos teleportar para a área de quarentena.”

Androssi: “Bem... acho que não tenho escolha. Urgh... isso fica muito longe. Vamos lá !!” Ela usa o Bong Bong para levar todos para fora, eles caem em um beco e Androssi e Han Sung vão para a zona de quarentena.

Koon: “Tudo bem pra você, Baam ? A Androssi com aquele cara...?”

Baam: “Bem... por mais que eu esteja preocupado, ele vem nos ajudando e ela sabe se cuidar.”

Koon: “Certo !” Eles chegam até o centro da cidade, os ratos já estavam lá. “Boro !! Sachi !!”

Boro: “Koon !! Onde vocês foram sem avisar ?! Ratos enormes do nada apareceram na cidade !!”

Koon: “Ah ! Nós invocamos esses ratos !”

Boro: “O que ?! O que vocês aprontaram ?!”

Koon: “Desculpa !! Eu explico depois !!! Por enquanto, vamos nos livrar desses ratos !!” Baam ataca os ratos com 5 bangs, e derrota vários.

Sachi: “Vamos só acabar com essas coisas, Boro !!”

Boro: “Malditos roedores !” Eles entram na luta.

Androssi e Han Sung chegam até a área de quarentena, Han Sung sentia que algo parecia errado. Baam e os outros conseguem derrotar todos os ratos.

Boro: “Fiu... acho que acabamos com todos. Agora que terminamos, pode explicar, Koon ? Por que invocou esses ratos pra cidade ?”

Koon: “Hmm... a história é meio longa..”

Boro: “Resume. Eu to cansado.”

Koon: “Hmm... bem, deixa eu ver... acho que os ratos que vencemos eram os verdadeiros vilões da grande quest.”

Sachi e Boro: “O quê ?!!”

Boro: “Como assim ?! Nos dê mais detalhes !!”

Koon: “Você não me pediu pra resumir ?”

Boro: “Preciso de mais do que só isso pra entender, não acha ?!!”

Hockney: “Um rato !!” Ele o vê passando num corredor.

Baam: “Eu pego ele !!” Ele vai atrás do rato no Blue Oar.

Koon: “Valeu !!”

Baam tenta cercar o rato com alguns Bangs, mas ele era bem rápido, diferente dos outros. O rato vira em um beco e vê uma pessoa surgindo dentro dele, ele vai em direção a ela. A mulher usa um ataque para se livrar do rato, era a avatar de Rachel.

Rachel: “Consegui !!” Baam chega no beco e vê Rachel, só que não a reconhece por estar com uma aparência muito diferente.

Baam: “Quem ?”

“Baam !!!” Rachel logo o reconhece.

Rachel: “Ah...”

Baam: “Quem é você ? Foi você que matou esse rato ?” Ela pensava se devia logo dizer que era a Rachel, mas ela perderia sua vantagem naquele lugar. Ela queria primeiro fazer encontrar Yura e depois poderia fazer um acordo com Baam.

Rachel: “Ah ! Isso mesmo, sou um humano de dados !! Então não precisa se preocupar !! Sou só um humano de dados normal !! Não sou nem um pouco suspeita.” Ela sorri.”

“Ela é super suspeita...” Pensa Baam, um pergaminho surge na frente dele.

Pergaminho: “Parabéns por ter finalizado o estágio, guerreiro !! Você obteve o direito de avançar para o próximo ! Use seu dispositivo de medição para escanear o espelho no pergaminho, e abrir o caminho para o próximo estágio !!!”

Baam: “Funcionou !! O caminho para o próximo estágio se abriu !!” Rachel não entende a situação. “Desculpe, eu to ocupado !! Obrigado por ter matado esse rato por mim !!” Ele se prepara para sair dali.

Rachel: “E-Ei !! Ah... o estágio ?”

Androssi: “Ei, o que foi ? Você não vai ?”

Han Sung: “Bem...”

Androssi: “Por que está só olhando ?”

Han Sung: “Estou com um mau pressentimento...”

Androssi: “O que ? Mal pressentimento ?” Eles veem algo branco passando.

Han Sung: “O que foi isso ?!!” Algumas cobras surgem das pedras. “Cobras ?!”

Androssi: “Essas são...”

“Será possível ?!!” Androssi estava bem surpresa.

??: “Olá, princesa.”

Han Sung: “Princesa ? Então isso quer dizer...”

Androssi: “Sim... então você é meu inimigo jurado. O encantador de serpentes.”

Han Sung: “Encantador de serpentes ?”

Androssi: “Ah... é só o apelido dele. Ele deve ser meu inimigo jurado.”

Han Sung: “Mas... isso é estranho. Se fosse seu inimigo jurado você teria percebido... além do mais, ele nunca ficaria parado sem mostrar qualquer hostilidade !” As cobras miram em uma só, e a mata.

“O que... essa coisa está fazendo ?! Ele matou um da própria espécie ?!” Han Sung não entende a atitude.

ES: “Desta vez, este perdeu o controle. Apenas relaxe, vou matar qualquer um que ficar hostil... este pode ser um mundo virtual... mas não tenho a menor intenção de machucá-la, princesa, minha joia.” Androssi faz uma cara de desconforto.

“Pode ser composto de vários indivíduos... isso quer dizer que ele pode controlar o corpo como um todo eliminando os indivíduos hostis ? Será possível ?” Pensa Han Sung.

Androssi: “Então o que... você quer ?” Ele fica diante dela como uma cobra, com um “símbolo” na ponte.

ES: “Me leve com você em sua jornada. Eu vou ajudá-la, princesa. Qualquer um de seus inimigos, ou alguém que não se de bem com você... será eliminado por mim. Como aqueles na área de quarentena.” 

Han Sung: “O que você fez com eles ?!!”

ES: “Eu matei todos. Eles apenas ficariam no caminho se os tivesse trazido. Ah, sinto pena de você. Parece que arruinei seu jogo.”

Han Sung: “O quê ?!”

ES: “Eu sei que o motivo de ter tentado espadar da área de quarentena... não é por serem seus amigos ou ter pena deles. Você simplesmente queria escapar com mais facilidade, você queria sair da área de quarentena criada pelo grande reprodutor num estado otimizado. Se os levasse também, sentiria uma sensação de realização ainda maior, conheço muito bem gente como você, que nasce com habilidades superiores às dos outros... por isso as vezes você age como se estivesse ajudando gente mais fraca que você. Acha que dá pra chamar de um tipo de “gentileza mascarada”, para você, ajudá-los era... meramente um “jogo”.”

Han Sung: “Seu desgraçado !! Eu vou te matar !!” Ele prepara um ataque de Shinsoo.

Androssi: “Pare, Han Sung !! Não tente lutar contra ele. Você também sentiu, não é ? Ele é completamente diferente de nós. Ela não é... alguém que possamos enfrentar com o nosso poder. Já estamos ocupados demais e não seria ruim se ele não fosse nosso inimigo. Por enquanto, vamos fazer o que ele quer.”

Han Sung: “Urgh...” 

“Eu não gosto disso... mas não tenho escolha no momento, não é uma boa ideia ter ele como inimigo, ainda mais se ele descobrir mais coisas...” Androssi estende a mão e todas as cobras vão pra um ponto em sua mão, naquele símbolo amarelo.

ES: “Hehe... mal posso esperar. Este pode ser um mundo virtual... mas mal posso acreditar que posso viajar com você agora que cresceu tanto, princesa.” Ela não responde.

“Você ficaria decepcionado...” Pensa Androssi.

Androssi: “Vamos voltar para a vila.” Eles voltam com o Bong Bong.

Boro: “Então... o que está dizendo é... este é um andar oculto... Sachi e eu já estivemos aqui antes... vocês vieram aqui para encontrar os dados de Zahard... o grande reprodutor na verdade trabalha para ele e nos fez completar uma quest falsa... para tentar nos impedir de encontrar Zahard. É aquele rato ainda agora era na verdade o vilão da verdadeira Quest ?!”

Koon: “Sim, você entendeu.” Hockney tinha um quadro com tudo escrito, para facilitar.

Boro: “Entendi ?! Como é possível que isso faça sentido ?!! Você memorizou tudo isso ?! Vamos, Sachi ! Vou perder a cabeça se continuar viajando com esses caras.”

Sachi: “Que seja, só esquece.”

Baam: “Koon !!” Ele chega no local.

Koon: “Baam !”

Baam: “O pergaminho !! Quando vencemos o último rato, se transformou num pergaminho que leva ao próximo estágio !!”

Koon: “Sério ?!!” Androssi e Han Sung aparecem.

Baam: “Srta. Androssi ! Han Sung ! A área de quarentena... por que só vocês ?” Eles fazem uma expressão um pouco triste.

Han Sung: “Todos os humanos de dados na área de quarentena... estão mortos.” Baam fica chocado.

Baam: “Mortos ?! Como ?!!”

Han Sung: “Eu conto os detalhes depois. Já que estamos com pressa... por enquanto, vamos para o próximo estágio... vocês finalizaram a grande quest ?”

Baam: “Sim, toma...” ele dá o pergaminho.

Han Sung: “Então só esperem um pouco. Eu vou buscar Batis.” Ele vai até a casa onde Batis estava, ele estava de frente para uma cama com o corpo de Rose. “Batis.”

Batis: “Yu Han Sung...”

Han Sung: “Eu fui até a área de quarentena.”

Batis: “T-Todos e-escaparam em s-segurança ?!”

Han Sung: “Bem... estão todos mortos, eles encontram um inimigo jurado no caminho..”

Batis: “O-Oh não...”

Han Sung: “Me perdoe. Eu não pude cumprir a promessa que fiz com todos... talvez... eu tenha achado que ajudar todos vocês era só um jogo. Na verdade, eu tinha um objetivo mais importante, e salvar vocês todos terminou sendo um objetivo menor... mas por dentro, talvez eu tenha achado que eu podia desistir ou que seria um teste muito difícil de passar. Me desculpe, Batis.” Ele se curva.

Batis: “T-Tudo bem... v-você n-não fez nada de e-errado...”

Han Sung: “Batis ?”

Batis: “A-Afinal nós somos apenas h-humanos de d-dados. T-Todos eles vão v-voltar a-a vida quando os o-próximos guerreiros voltarem. R-Rose também. E-E em algum ponto... n-nossas vidas e mortes... t-tudo passou a-a ser uma p-piada... d-desde que os g-grandes reprodutores tomaram o c-controle de tudo... q-quando eles v-voltarem a vida... e-eu vou r-recuperar esta cidade de volta do g-grande reprodutor. P-Para que eles não p-precisem mais v-viver num m-mundo assim. I-Isso por si só já é o b-bastante.”

Han Sung: “Batis...”

Batis: “Vamos... p-parece que v-você tem mais coisas a d-dizer, mas vamos f-falar no caminho.”

Han Sung: “Claro.”

Mi-Eum: “Com licença !! Hm... o que... eu devo fazer agora ?”

Batis: “Esqueça t-tudo o que viu. E-Embora o g-grande reprodutor já vá fazer isso. C-Cuide se Rose por mim. A-Apenas espere... algum dia... a-apenas as músicas que falam a v-verdade serão cantadas nesta c-cidade.” Eles vão até o local onde Baam estava.

Han Sung: “Vamos. Para o próximo “estágio”.” Rachel os observava.

“O que eu faço ? Perdi a chance de ir com eles. Mas o que Yu Han Sung está fazendo aqui ?! Cadê a Srta. Yura ? Não sei o que está havendo. Com o Sr. Hoaqin e seus companheiros de viagem... mas parece que eles pretendem ir a algum lugar... por enquanto, devo ir com eles. Mas devo contar que sou Rachel ? Digo... deixando de lado todo o resto, como explico minha aparência a eles ?!” Rachel os observava, quando uma luz azul os leva para outro lugar.

Rachel: “Esperem !!!” Ela corre, mas não consegue chegar a tempo.

Baam e os outros vão para um lugar parecido com a entrada, mas um pouco diferente.

Baam: “É isso ?”

Espelho: “Estrangeiros !! Parabéns por terem passado de estágio !! Todos receberam o privilégio de passarem para o próximo estágio !! Por favor, escolham qual dos estágios a seguir vocês querem ir !!”

Han Sung: “Espera ! Eu faço isso ! Não podemos ir parar no errado. Eu sei o caminho mais curto para chegar até “Koon Eduan”.”

Koon: “O quê ?!!!” O susto de Koon acaba chamando a atenção de todos. “E-Espera aí !! Tá falando... dos dados do líder da família que você está tentando encontrar ?!!”

Han Sung: “Ah... sim. O líder da família Koon. Os dados de Koon Eduan.” Koon fica ainda mais surpreso.




Notas Finais


Capítulo finalizado !! Esse eu consegui andar com a história como eu queria, eles já estão atrás do Koon Eduan, particularmente, é o chefe de família que eu mais quero ver na obra, já que sou muito fã de poderes que envolvem eletricidade. Androssi com seu inimigo jurado, é um período meio complicado pra ela, pretendo dar uma certa atenção pra isso, já que ela está em grande conflito na mente dela, o inimigo jurado dela ser o cara que fez ela princesa já diz tudo, pq tudo seria mais simples se ela não fosse, mas vai ser importante pra evolução dela e amadurecimento dela em todos os sentidos. Até a próxima !!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...