História Toxic - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Boris, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Viktor Chavalier, Violette, Wenka, Willi
Tags Castiel
Visualizações 16
Palavras 648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello espero que gostem essa e minha prmeira fanfic então ignorem alguns erros!

Capítulo 1 - O encontro!


Fanfic / Fanfiction Toxic - Capítulo 1 - O encontro!

Hoje era o dia em que o Castiel iria me apresentar como sua namorada aos pais dele...

Eu estava de boa me arrumando no meu quarto quando alguém abre minha porta com agressividade.

- Onde você pensa que vai vestida assim? (Perguntou Anna, ela estava parada em frente a minha porta com os braços cruzados e bati o pé freneticamente no chão) Responda! Onde você pensa que vai vestida assim?

- Vou encontrar o meu namorado!

- Com o mesmo namorado que você roubou da minha filha? (Perguntou ela com uma voz sarcastica)

- Esse mesmo! Agora você poderia dar licença do meu quarto? Quero terminar de me arrumar!

- Eu não te lembro de dar permissão pra você ir a esse "encontro"!

- Não preciso da sua permissão! Meus pais deixaram, é elea e que mandam em mim, não você!

- Sua...Sem educação!

- Com muito orgulho, agora saia do meu quarto!

Ela saiu do meu quarto com mais furia e bateu minha porta com força, pude escutar os gritos vindo de seu quarto, provavelmente reclamando de mim para o meu pai.

Eu não ligava muito pra isso, na maioria das vezes meu pai nem me chamava atenção, só quando ele via que era algo serio que ele fazia alguma coisa mas mesmo assim não era um castigo pesado, era apenas uma reprensão boba...

Eu ficava pensando,como mudei tanto com a Anna! Primeiro eu achava ela legal, depois vi que eu estava errada, logo em seguida eu era "espancada" por ela e por suas "filhas", logo em seguida brigavamos e agora ela discute comigo como se fosse uma adolecente revoltada!

Sai dos meus pensamentos com meu pai batendo em minha porta, dizendo que o Castiel jà chegou pra me buscar

Dou uma última olhada no espelho para ver se realmente minha roupa estava boa

Eu estava vestindo uma blusa branca com rendas floridas com uma saia justa e uma meia arrastão escura, vestia um casaco laramja com as mangas cinzas e uma bolsa preta que eu tinha ganhado da minha mãe

Depois de me olhar mais uma 50 vezes no espelho abri a porta do meu quarto e sai o trancando em seguida

Desde que a Nathy colocou aranhas no meu quarto só pra ver o quão forte era minha reação alergica, eu não deixo meu quarto destrancado nem que me paguem

Assim que guardei minhas chaves em minha bolsa desci as escadas na esperança que não tivesse ninguém na sala, mas não foi isso que aconteceu...

Assim que eu coloquei os pés na sala senti a Debrah me fuzilar com os olhos, ela estava sentada no sofá vendo algum progama na TV, enquanto Nathy estava sentanda a poltrona ao lado de Debrah mechendo em seu celcelular

- Vai algum lugar irmãnzinha? (Perguntou Debrah em um tom ameaçador)

- Vou sair com o meu namorado! (Disse abrindo a porta e saindo)

Deu pra escutar o grito esterico da Debrah gritando sua mãe, provavelmente pra perguntar por que eu iria a esse encontro ja que eu tinha "roubado o seu namorado"

Assim que direcionei meu olhar para frente vi o Casteil encostado no carro com um sorriso no rosto

- Do que você está rindo? (Perguntei me aproximando dele)

- Da dificuldade que e pra você sair de casa sem ser masacrada!

- Isso não é engraçado!

- Foi engraçado a cara que você fez quando saiu de casa!

-Você não tem que suportar a Debrah 24 horas por dia noseu pé!

- Você tem razão! (Disse ele me dando um longo selinho logo em seguida) Não é nada engraçado!

Castiel me beijou mais uma vez,um beijo calmo e gostoso como eu amava isso...

Depois daquele delicioso beijo acabar, Castiel abriu a porta do carro pra mim, eu entrei e coloquei o sinto de.segurança

...

Demorou cerca de uns 22 minitos para chegarmos em frente ao um restaurante italiano famosismo

- Está pronta pra conhecer.meus pais? (Perguntou ele enquanto tirava o cinto de sigurança)

- Na verdade não! (Ei respondi enquanto tirava o meu cinto)

(Será que os pais dele vão gostar de mim?)






Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...