História Toxic Blood - Jikook - Capítulo 3


Escrita por: e alwaysugar

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Blackpink, Bts, Chaesoo, Chimchim, Got7, Jenlisa, Jikook, Jimin, Kook, Kookmin, Markson, Namjin, Taeyoonseok, Yaoi, Yuri
Visualizações 89
Palavras 1.048
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura :) <3

Capítulo 3 - Intense look


Fanfic / Fanfiction Toxic Blood - Jikook - Capítulo 3 - Intense look


— Olha só quem temos aqui... — falou o moreno em que estava em meus pensamentos, com uma gargalhada maléfica.

— Hm? — murmurei sem entender.

Jin me deu um beliscão discreto, olho de lado para ele, que faz uma cara irritada para mim, como sinal de não falar nada.

— Park Jimin, não é? — sorriu, ainda com sua cara diabólica.

Assenti com cuidado, até que o rapaz rosnou, andando em passos rápidos e fundos em nossa direção. Os outros caminhavam juntos a ele.

— Jimin, corre! — Hoseok disse me puxando.

Jin vinha logo ao lado. Dava pra se ouvir os vampiros correndo atrás de nós, e eu sabia que eles nos alcançariam, até por quê, quem não sabe de sua velocidade desumana?

— Eles vão nos alcançar! — Jin tirou as palavras da minha boca, olhando apavorado para Hoseok.

— Eu já sei o que fazer! — Hoseok olhou para mim, me lançou como uma força que eu não sabia que ele tinha para dentro de uma moita.

Como era um pouquinho afastada da casa, acabei por me arranhar todo, ralar os cotovelos e joelhos e ainda rasgar um pouco da minha blusa.

Poxa, era minha blusa favorita!

Me ajeitei para poder ver o que estava acontecendo. Vi os vampiros vindo furiosamente na direção de Hoseok e Jin. Mas vampiros tem o dom de se teletransportarem, por que não usam eles?

Bom, não vou pensar muito nisso, pode acabar acontecendo, e não quero meus queridos amigos morrendo, não é?

— Agora, Hobi! — deu para ouvir Jin berrando.

De repente Hoseok liberou descargas de eletricidade em cima dos vampiros, que ficaram se contorcendo de dor. Então Jin fez algo, algo que parou eles. Os vampiros encaravam o ar como se pudesse uma parede que os impediam de passar.

É claro, o poder de ilusão do Jin!

Nossa, que 'daora! 

Logo os dois vieram correndo em minha direção, me puxando da moita e correndo pelo bosque como nunca. 

— O que foi aquilo? — finalmente tive consciência para perguntar.

— Aquilo o que? — Jin continuou correndo ofegante, sem me olhar.

— O que vocês fizeram, oras.

— Nossos poderem, Jimin. Você viu?! É incrível! — Hoseok falou sorrindo, me olhando.

Assenti sorrindo também, porém triste. Eu também queria meus poderes.

— Pra mim, tendo esses poderes e habilidades, não passamos de aberrações. — Jin falou com uma expressão cansada.

Hoseok o encarou incrédulo: — Como você tem coragem de falar isso? Nós somos escolhidos por Deus ou sei lá quem para matar as aberrações, não ser elas. 

— Eu só queria ser normal, Hoseok. Corremos muito risco de vida com tudo isso, ainda mais Jimin, está mais vulnerável ainda. 

— Ei! — falei o empurrando. — Já podemos parar de correr um pouco? — paro colocando as mãos no joelho e respirando ofegante.

— E teremos mesmo. — Hoseok apontou para baixo, mostrando um penhasco.

Arregalei os olhos assustado, aliviado, surpreso e sei lá mais o que. Mais um pouco e cairiamos nesse precipício, e já era.

— Como fizeste isso? — Jin perguntou, encarando o penhasco, suspreso.

— O que? — indaguei confuso.

— Podemos dizer que você previu que se continuassemos cairiamos. Como...? — Jim não finalizou, por não encontrava palavras certas para descrever o ocorrido.

Dei de ombros: — Foi só a sorte mesmo.

— Bom, precisamos achar um lugar para dormir essa noite. Não podemos passar no bosque, aqui é o território dos vampiros. — Hoseok disse, olhando atento para cada canto.

— Ali! — apontei para uma caverna, que nem sei como consegui ver, estava muito escondida entre as folhas e árvores.

Hoseok me olhou estranho, até que foi ao lugar onde indiquei. Ele sorriu, entrou dentro do local e desapareceu.

— Hoseok? — Jin chamou.

Olhei para ele, que olhou de volta assustado.

— Hobi? — me aproximei mais da caverna, dando uma espiada.

— Jung Hoseok, se isso for uma brincadeira... — falou tentando soar irritado, mas dava pra sentir a preocupação em sua voz.

— Shhh, parem de gritar! Assim vão atrair vampiros para cá, retardados! — Hoseok apareceu do nada. Jin soltou o ar aliviado. 

— Você é louco!? — Jin deu um soco leve em seu ombro.

— Ai! — riu massageando o lugar. — Aqui é ótimo, tem bastante espaço. Mas precisamos nos aquecer com algo, ali dentro é frio demais.

— Por que não pega gravetos e faz aquilo que você fez com os vampiros? Eletricidade também faz as coisas pegarem fogo! — falei sério e ansioso.

— Meu bebê é tão inteligente! — Jin apertou minhas bochechas.

Fiz bico, ele sabia que eu odiava quando faziam aquilo. Odeio quando apertam minha bochecha, parece que sou muito mais gordo.

[...]

Depois de Hoseok conseguir acender fogueira improvisada, me deitei perto dela e fechei os olhos.

A única coisa que vinha em minha mente era aquele moreno. Ele era bonito. Tão bonito que chegava a ser perigoso. Seus olhos negros transmitiam raiva, rancor, fúria... Mas, tinha algo a mais ali dentro, algo que não consegui identificar.

Olhar nos olhos daquele rapaz me fazia querer penetrar neles, mergulhar ali e não sair mais. Era profundo, era um olhar verdadeiro, de alguma forma.

Vampiros são mentirosos, enganam para assim tornar sua presa mais fácil e vulnerável. E os mais ingênuos, acabam caindo. Mas eu não era assim, não confiava facilmente nas pessoas. Mas algo me dizia que eu deveria procurar saber mais sobre aquele cara, aquele demônio. 

E por que ele olhou para mim daquela forma? Como sabia meu nome? A explicação mais lógica é que eles adentram nas mentes das pessoas, mas... Ele nem me conhece, como exalta tanto rancor? 

E o confuso, é que esse rancor parece ser guardado de anos, mas a anos nem nascido eu estava... O que será que houve? Alguma vida passada, será?

Não. Eu não acredito nisso. Vidas passadas são só mitos. Mas bem, vampiros, poderes e tudo mais também eram mitos, e olha onde eu estou.

Tudo é possível, pelo meu ver. Bom, pelo menos agora. Se você acredita em algo, corra atrás, por mais que outras pessoas te desmotivem, não desista daquilo que quer. Antigamente, quando eu era menor, meus pais contavam histórias a mim de suas caçadas, mas eu não acreditava, obviamente. Porém, quando vi com meus próprios olhos, vampiros de verdade, aos meus 13 anos, eu acreditei.

Enfim, chega de lembrar do meu pessado.

Mas qual será o nome do moreno dos olhos negros por trás daquela figura?

 Será a destruição, ou a salvação?



Notas Finais


oioi, podem me matar por ter demorado :O
a segunda autora (Vitória), acabou ficando sem celular, e não me mandou o capítulo... Então tive que escrever na corrida hoje, sorry.

e também, as aulas voltaram TT
porém, também tenho outras 3 fanfics pra atualizar, tá difícil colegas, não sou tão criativa assim! :(

espero que gostem, um bjao <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...