1. Spirit Fanfics >
  2. Tóxic Desire >
  3. Officially boyfriends.

História Tóxic Desire - Capítulo 70


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura pessoas lindas!

Capítulo 70 - Officially boyfriends.


Sim, seu sexo me leva ao paraíso e isso transparece..- Locked Out Of Heaven. - Bruno Mars. 


Kathleen P.O.V

— Ai! — Tropecei bêbeda e quase cai se Justin não tivesse me segurado.

— Vem, Kath! — Justin me ajudou a entrar no carro e Ryan entrou junto com Candice.

— Por que estamos aqui? Vamos voltar lá pra dentro! — Me indignei quando Ryan deu partida no carro e Justin estava atento a mim.

— Amiga, para! Você vomitou no barman e tava querendo sair do banheiro sem abotoar o body! Chega de vergonha por hoje, Justin cuida dela. — Candice revirou os olhos e eu bufei.

— Affs! Tá cedo ainda. — Reclamei e cruzei os braços emburrada, estávamos na boate Marquee e realmente essa é um dos melhores rolês que eu já fui, aquele lugar é impecável, então eu tinha que curtir muito. Chegamos no hotel e Justin me ajudou a chegarmos na nossa suíte, porque se dependesse de mim ia ser difícil. Escovei meus dentes e troquei de roupa pra dormir.

— Tem certeza que você não quer tomar banho? — Neguei com a cabeça. — Toma mais um pouco de água. — Me entregou uma garrafinha de água e eu tomei, depois me deitei na cama com ele, dormimos de conchinha não demorou muito até eu pegar no sono.

[…]

Depois de ter acordado e feito a minha higiene matinal tomei o meu café da manhã na cama mesmo, pão com geléia indiana, uns morangos e um suco de uva, Justin não estava no quarto quando eu acordei e eu estranhei isso, até tinha mandado mensagem perguntando onde ele estava, mas não recebi resposta, assim que terminei de tomar café, me levantei da cama, quando abri a porta ele apareceu na minha frente e dei espaço pra ele passar.

— Onde você estava? O que é isso? — Perguntei quando percebi uma caixinha que parecia um presente em suas mãos.

— Fui comprar um negócio pra fazer uma surpresa pra você. — Justin me induziu até a cama e me entregou a caixinha, eu franzi o cenho.

— Um presente? Pra mim? — Estranhei e ele arqueou as sobrancelhas.

— Quase isso, na verdade é um pedido e eu espero que você goste. — Sorriu sacana e eu desconfiei, o que será que esse ser está aprontando agora.

— Hum. — Semicerrei os olhos e desatei o nó da caixinha, era uma caixa de bombom ferrero rocher e os bombons estavam organizados em formato de coração. Meu coração disparou e não contive o sorriso de orelha a orelha que surgiu no meu rosto.

— Jus. — Suspirei. — Você sabe o quanto eu amo chocolate, eu amei! Obrigada. — O abracei e ele negou com a cabeça.

— Ainda não acabou, tem a melhor parte. — Ele tirou o primeiro bombom me entregando e tirou outro pra si. Franzi o cenho, como assim ainda tem mais? Quando tirei a embalagem e comecei a comer senti algo duro e gélido, tossi quase me engasgando e não acreditei quando vi um anel na minha mão, fiquei em choque por alguns segundos. Eu realmente não estava acreditando.

— Kathleen? Você não gostou né? Olha se você quiser, eu... — O interrompi com um beijo rápido e sorri dando vários selinhos nele.

— Você ta brincando né? Eu amei. — Sorri feliz e suspirei cada vez mais apaixonada pelo homem a minha frente.

— Que bom que você gostou, e agora se você aceitar somos oficialmente namorados. — Ele pegou o anel que estava no bombom dele e colocou no meu dedo. Era de prata e estava escrito "JB" bem pequeno por dentro. Sinto meus olhos marejados e pego o anel que eu quase tinha engolido, colocando no dedo anelar da mão direita dele, entrelaçamos nossas mãos e nos encaramos começando um beijo intenso e calmo, nossas línguas bailavam em perfeita sincronia, com calma degustando o sabor da boca um do outro, encerrei o beijo com uma mordida no lábio inferior e coloquei a minha mão em volta do seu pescoço enquanto senti suas mãos na minha cintura.

— Só de ver esse seu sorriso e esse brilho no teu olhar já valeu a pena ter parecido um gay fazendo isso, e olha não conta pra ninguém viu? — Ele zoou e eu dei um tapa em seu braço.

— Idiota! — Ri revirando os olhos. — Ah eu vou contar pra todo mundo, todos vão saber que o Bieber deixou a faixada de criminoso frio pra me pedir em namoro. — Provoquei. — E que agora ele é só meu. — O meu namorado riu me selando.

— E você é só minha. — Se deitou em cima de mim, mas apoiando o seu peso em cima do colchão. — Na verdade eu até pensei em comprar flores, mas lembrei que você não gosta. — Ele disse e eu anui em concordância, não gosto porque acho muito clichê e não suporto o cheiro.

— Eu te amo. — Disse o encarando no fundo dos seus olhos e ele respondeu um "Eu também", vindo me beijar e eu desviei. — Não isso não é resposta, sem beijos até a resposta certa. — Fix birra e o empurrei tentando sair da cama mais ele puxou meu pé me fazendo cair em cima da mesma. Eu ri e comecei a bater nele, enquanto ele tentava me beijar e não deixava com que eu saísse da cama.

— Ah, Justin! Assim não vale, você tem mais força. — Reclamei quando ele me jogou na cama de novo que nem um saco de batatas.

— Ué você começa a brincar de lutinha e depois não aguenta? — Debochou enquanto eu tentava regularizar a minha respiração.

— Bobo. — Reclamei bufando e ele prendeu minhas pernas com sua cintura e meus braços acima da minha cabeça com suas mãos.

— Eu te amo. — Disse sincero me encarando nos olhos e ficamos nos encarando fixamente por uns segundos. — Mesmo você sendo chata, teimosa e mimada. — Eu ri, tinha que ser ele pra quebrar o encanto, bufei.

— E você? Chato, ciumento, mais teimoso que eu e insuportável. — Revirei os olhos e ele riu irônico, em seguida me beijando, nosso beijo foi se intensificando e ficando até agressivo, nossas línguas travavam guerra por espaço e gemi baixinho quando senti ele chupar a minha língua, Justin se levantou e peguei em sua mão, ele me induziu até o box do banheiro e tiramos nossa roupa, sinto sua mãos em minha nuca e voltamos a nos beijar, depois ele me apoiou na parede do banheiro enquanto a água quente caia sobre nós dois.

Bárbara Palvin P.O.V

— Mas amor, tenta me entender, por mais que seu irmão não esteja aqui, ele deixou um monte de coisa pendente e eu e os caras que temos que resolver. — Christian reclamou e eu bufei.

— Tá bom. — Revirei os olhos e o selei rapidamente. — Mais tarde você passa no meu quarto. — Sussurrei e mordisquei sua orelha o provocando. Pisquei e dei meia volta, entrei na sala de estar e Caitlin estava comendo uma salada de frutas enquanto mexia no seu MacBook.

— E ai. — Cheguei por trás e ela levou um susto, peguei um pouco da salada de frutas dela.

— Que susto você me deu Babi! — Reclamou. — Ei, folgada! Pede pra Maria ou pra Evelyn fazer pra você. — Pegou a vazia com salada de frutas pra si.

— Ai gulosa! Ai tem bastante. — Bufei me sentando ao seu lado numa cadeira. — O que você estava fazendo? — Perguntei curiosa quando vi ela desligar o MacBook.

— Conversando com o Liam, combinando dele ir em casa hoje a noite. — A encarei com os olhos semicerrados.

— Hum, sei não em! Acho que você está gostando de pegar o Liam de "mentirinha". — Fiz aspas com os dedos e ela me fuzilou pelo olhar.

— Ai Bárbara! Nada a ver o meu lance com ele já passou e faz tempo. — Ela bufou. — Mas acho que vou desistir, não vai adiantar mana! O Charles só pensa nela e fala dela. — Revirou os olhos. — Não sei porque eu ainda insisto nisso, só pra me machucar? Na verdade o Chaz sempre me viu como amiga e eu não devia ter confundido as coisas, era pra mim gostar dele só como amigo também. — Ela engoliu em seco.

— Olha amiga! Você não tem culpa, ninguém manda no coração e enquanto houver chances, tente, até porque esse amor que o Chaz diz sentir por ela nunca vai acontecer, a Kathleen nunca vai corresponder e ai sim ele vai perceber que perdeu tempo, quando na verdade deveria investir em você. — Aconselhei e Cait passou as mãos entre o rosto.

— Não sei, Babi! Não sei de mais nada. — A abracei em forma de consolo, eu não gostava de ver minha melhor amiga daquele jeito, doía no fundo da minha alma, eu queria estar feliz pela felicidade dela assim como ela está pela minha, mas infelizmente nem tudo é como a gente quer. 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro ortográfico e até o próximo! ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...