História Toxic Love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Cole Sprouse, Elizabeth Gillies, Froy Gutierrez, Harry Styles, Ian Somerhalder, Louis Tomlinson
Personagens Cole Sprouse, Elizabeth "Liz" Gillies, Froy Gutierrez, Harry Styles, Ian Somerhalder, Louis Tomlinson
Visualizações 4
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agradeço a todos que favoritaram e comentaram, realmente estou muito agradecida. Meus agradecimentos também devem-se a @MorenaGabs a escritora desse capítulo e que representou esse maravilhoso personagem, sou realmente muito grata.
Peço desculpas pela demora e tenham uma boa leitura.
XOXO

Capítulo 2 - His devil side


Fanfic / Fanfiction Toxic Love - Capítulo 2 - His devil side

Seattle

Acho que quando somos traídos e machucados, temos uma imensa dificuldade de acreditar nas pessoas, e Benjamin Warrion não sabia disfarçar nenhum pouco aquilo. O garoto misterioso e atraente sempre foi o desejo de muitas garotas, e de alguns garotos de sua nova escola, LongWood High School, em Seattle, porém, ele nunca foi próximo de ninguém, ou confiava em alguém para poder contar toda sua trajetória até aqui, nem mesmo para sua melhor amiga; Preferia poupar uma certa azulada de sua vida completamente fodida. Todo aquele peso era compartilhado em dois, já que Lilá, sua irmã mais nova presenciava algumas coisas, bem como também sofria, e apesar de seguir a mesma personalidade sardônica de seu irmão, não desejaria isso para ninguém.

Acho que você não está entendendo nada, certo? Vamos lá, Benjamin é foi nascido e criado no Sul da cidade de Detroit, mas, naquelas cidades pacatas cheias de bares e gangues que quase ninguém lembra o nome ou sabe que está no mapa, diga-se de passagem que era um bom lugar para se morar, e há quem diga que era possível memorizar o nome de cada cidadão de lá, sem contar que o Sol parecia nunca querer parar de brilhar, e aquilo tornava a cidade um lugar feliz, bom para se viver, mas Benjamin Warrion não achava aquilo de jeito algum. Começamos com Hayley, mãe de Benjamin, ela é uma viciada em todo tipo de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas, e quando deu a luz para o menino, desprezou sua presença, deixou que tudo de mau acontecesse com ele, e logo depois veio Lilá, com quem teve pelo menos um mês de afeto, antes de jogá-la totalmente para os braços de Benjamin, deixando-o responsável por ela, e logo depois veio a época em que tinha que trabalhar com a arte para deixar algum dinheiro entrar em casa, já que sua antiga escola só sabia questionar a razão de ele andar tão briguento ou a razão de suas notas despencarem, e poupava Lilá de ver as ações grotescas contra ele enquanto ela estava na escola; E quando trazia a renda, e guardava, nunca era o suficiente, já que sua mãe furtava-o para ter acesso à todos seus vícios, coisa que aumentava a ira do loiro. Agora, falar de Elijah, seu pai, é muito fácil; Ele o descreve como o monstro que destruiu sua vida. Aparentemente, ele não era um péssimo pai, mas, a bebida transforma algumas pessoas, e Elijah se encaixava nessa descrição, se tornando um homem agressivo verbal e fisicamente, e Benjamin sempre foi seu alvo, visto que o loiro nunca permitiu que sua irmã participasse da brincadeira cruel de seus pais.

Mas, um dia isso simplesmente acabou. Não por obra do destino de seus pais ficarem completamente sãos e dar valor à eles, e sim porquê Benjamin e Lilá fugiram de casa, não que seus pais fossem se importar. Eles simplesmente pegaram um trem qualquer no meio da noite, e seguiram até o último destino do trem, Seattle. Lá, não passou metade dos problemas que tinha com seus pais, mas, obviamente que no começo foi difícil já que o dinheiro que havia conhecido levar tinha acabado mais rápido do que o previsto, todavia, conheceram o anjo de suas vidas, Meredith Marshall. A dona de uma pensão no centro de Seattle se apegou facilmente ao pequeno artista de rua e sua pequena Dj, e logo, adotou ele, e como via que Benjamin esbanjava talento, investiu tudo com ele, enquanto passava os melhores momentos com Lilá, sua bonequinha. E bem, tempo depois entrou na LongWood High School, onde tudo pôde finalmente ter um início.

Apesar de ser estudante de lá durante um bom tempo, ele não era conhecido, não como a tal Queen G, Addison Montgomery, porém, havia jurado que ele iria ser reconhecido antes mesmo de pegar seu diploma; Mas obviamente sua aparência não ajudava, e o tempo fez um milagre e tanto, e bem, ele começou finalmente à frequentar algumas festas feitas pelas diversas fraternidades, se amarrava com algumas garotas e bebia e fumava, nada que chamasse muita atenção, todavia, era um bom começo para sua socialização com os demais alunos. E bem, na noite de uma festa feita pelos Bethas, tudo que conhecia e impôs para si mesmo pareceu cair, desabafar quando suas íris azuis se encontraram com o belo par de olhos acinzentados, quando os lábios estavam juntos, e quando as peles se tocavam.

Para ele era estranho beijar alguém, já que quando vivia no Inferno na terra não tinha tempo para isso, mas a sensação que a morena te proporcionava era ótima, mas, ele logo separou os lábios com um sorriso sacana, enquanto era fuzilado por um olhar reprovador da morena, porém ele apenas deu as costas e se sentou ao lado de sua amiga azulada, também conhecida por Blue por seus íntimos. Ele buscou com olhos pela morena, que ainda fuzilava o loiro com o olhar, e ele provocativo, lançou uma piscadela para ela, e bebericou a bebida que continha em seu copo vermelho que estava á sua frente.

- Continuando, pessoal!

Uma ruiva gritou e girou novamente a garrafa, e viu várias pessoas se engolindo em alguns cantos afastados, enquanto uma pequena porção de pessoas dançavam na pista, enquanto a garrafa girava e pessoas se beijavam de todas as formas, e a morena ainda lhe encarava, e o loiro recebeu várias cutucadas de Blue, que zombava do mesmo, e ele provocava da mesma forma, contra atacando com o fato de que ela havia beijado Damon minutos atrás, e ela logo ficava com as bochechas rosadas.

Ele levantou para ir para a mesa de bebidas, e chegando lá, sentiu uma mão gélida e pequena em seu braço, e foi necessário apenas um chacoalhar por parte do maior para se livrar da mão, e ele seguiu com os olhos, até ver Addison Montgomery à sua frente; Ele soltou uma risada irônica, e o olhar fulminante da morena ainda permanecia lá. Benjamin umedeceu os lábios, e deixou o copo em cima da mesa e cruzou os braços, cobertos pela jaqueta e sorriu.

- Está buscando por mais do que teve lá, Addyzinha?


Notas Finais


Mais uma vez peço desculpas pela demora, mas agora voltei. Provavelmente postarei outro capítulo logo depois de amanhã.
Obrigada por tudo, até o próximo capítulo.
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...