1. Spirit Fanfics >
  2. Tóxico >
  3. Apagar

História Tóxico - Capítulo 14


Escrita por:


Capítulo 14 - Apagar


Naruto acordou em cima de uma das camas do quarto, e logo descobriu que era a de Hinata. O cheiro doce misturado com cheiro de mar passeava por todo o colchão e lençóis. Fechou os olhos por alguns segundos desejando nunca perder aquele cheiro, mas sabia que as coisas estavam prestes a acabar completamente agora. Sakura havia descoberto seu segredo  e talvez devesse viajar para bem longe e fazê-la esquecer imediatamente de tudo, ao mesmo tempo que sentia que não devia. Ela pediu para não esquecer e não queria quebrar esse pedido.

Tentou se levantar aos poucos, pensando sobre todos os lugares que perseguiu as universitárias do Japão em Pequim. Estava sempre desesperado esperando algum ataque surpresa de Uchiha Sasuke em cima de Sakura, ou até de Hinata para provocar Naruto, foram férias terríveis para as três e principalmente para ele, era uma responsabilidade muito grande de se carregar: a vida dos outros...

Se espreguiçou lentamente, ainda se sentindo fraco e exausto. Seus ferimentos demoravam para se curar e a única coisa que podia fazer era esperar e o mais longe possível de Karin ou Sasuke, sabia que não teria chances contra eles agora, estava vulnerável e com fome, muita fome. Não se lembrava da última vez que se alimentou.

— Você acordou. - disse Sakura. Ela havia dormido ao lado da cama, no chão, esperando o loiro despertar, sua voz estava arrastada e tinha a expressão sonolenta. - Como se sente?

Naruto olhou para seus próprios machucados e tinha pomada em todos eles, até nas pernas e... Coxas. Sentiu um leve arrepio passar pela nuca, pensando em como Sakura chegou até aquela parte se ele estava usando calça. 

— Bem. - respondeu, ainda constrangido e olhando para o cobertor que cobria suas pernas. - Você me trouxe até a cama?

Ela assentiu.

— Você é bem pesado, mas... Eu tentei.

— Sabe... Eu estou morto. - disse ele  Sakura piscou os olhos rapidamente, desconcertada. Continuou olhando para Naruto esperando explicações. - ...Então pomadas não ajudam. 

— Oh! - exclamou Sakura, agora ruborizando e desviando o olhar para o chão, se afastando um pouco da cama. - Eu não pensei nisso, quero dizer... Eu sei que você está morto mas, eu... Não lembrei.

O silêncio se instaurou terrivelmente no quarto e Sakura perdeu toda sua vontade de querer saber alguma coisa sobre vampiros ou Naruto, só queria sair correndo e fingir que nada aconteceu. Como podia esquecer que ele era um vampiro? Tirou as calças dele sem permissão, passou pomada em todos os lugares machucados que encontrou sem segundas intenções, mas agora se sentia idiota.

— Estou te enchendo. - disse Naruto quebrando o clima, com uma expressão divertida no rosto. - Obrigado.

— Ahn.. De nada. - respondeu Sakura ainda envergonhada, mas sorrindo de volta. - Então... Você pode me contar o que aconteceu?

Naruto suspirou.

— Você conheceu Sasuke, certo? Bom, ele vem tentando encontrar a mulher da vida dele há muitos anos. - começou a explicar enquanto Sakura se endireitava no chão para prestar atenção. - E você é a mulher mais parecida com ela, então ele ficou obcecado.

Sakura arqueou as sobrancelhas e depois franziu o cenho, cada vez mais confusa.

— E porque isso tem a ver comigo? Quero dizer, eu não sou ela... Não poderia ser.

— Ela foi morta por caçadores há 200 anos, ele vive tentando encontrá-la e...

— 200 anos? - repetiu Sakura estupefata. - Quantos anos vocês tem?! Como isso é possível?

— Temos 220 anos. Fomos transformados com 20 anos... Sasuke a encontrou logo em seguida, e tudo virou um grande inferno.

Haruno apertou uma mão na outra de nervoso, era muito fora da realidade, parecia um sonho ou um filme muito difícil de absorver. Tinha um adolescente de 220 anos na sua frente, na verdade um vampiro que podia matá-la e sugar toda sua vida a qualquer momento.

— Sinto muito por estarmos te perseguindo, estou tentando manter Sasuke longe de vocês mas...

— Longe da gente? O que ele pretende fazer?

— Ele tem sede de você, ele...

— Sede de mim?! Eu não sou ela! Não sou quem ele procura!

— Sinto muito, mas vocês são muito parecidas, e ele...

— E ele o que?! Quantas garotas parecidas com ela foram perseguidas? Quantas... Quantas morreram? - perguntou Sakura agora se levantando e aos prantos, já se sentindo morta.

— Ele não vai te matar. - falou o loiro. 

— Oh! Obrigada, agora me sinto mais calma! - disse Sakura ironicamente e andando de um lado para o outro pelo quarto. - Como fujo dele? Como eu...

Sakura parou de andar e lembrou-se de algo terrível. Neji. Hyuuga Neji. Havia feito algo extremamente vergonhoso na frente de muitas pessoas por um sentimento que não soube decifrar, mas agora se lembrava. Ao ver Uchiha Sasuke com outras garotas sentiu vontade de provoca-lo. Mas porque? Eles não se conheciam. Também pensou no momento em que o encontrou no banheiro durante a viagem, na vontade desesperadora de agarra-lo. Porque sentiria isso por alguém que não conhecia? E agora, pensando bem, porque Neji saiu de repente e a largou sozinha e constrangida? Lembrou do vulto negro atrás de suas amigas... Sasuke e o quarto vermelho. Pensar nele fazia seu coração explodir sem motivos plausíveis. 

— Naruto. - disse Sakura, virando-se para ele. Estava séria.

— Sim? 

— Me faça lembrar. De tudo. Agora. - falou cada palavra pausadamente. 

Naruto se remexeu desconfortável na cama.

— O que quer dizer?

— Sasuke vem me perseguindo há tempos, e você também. O que mais fui forçada a esquecer?! 

Naruto agora estava com os olhos arregalados, sua expressão era de medo e continuava em silêncio.

— Eu não posso.

— Naruto! - disse Sakura em alto e bom tom, e um flash passou por sua cabeça no mesmo instante. Quantas vezes já não havia chamado pelo loiro daquela maneira irritada? 

E Naruto parecia ter reconhecido também, pois olhou de novo para baixo no mesmo instante.

— Me faça lembrar. - pediu Sakura novamente, ficando cada vez mais determinada em saber de tudo. - Eu sinto que você jamais me machucaria, e sei que vai me ajudar agora. Isso é estranhamente normal pra mim, e eu preciso lembrar o motivo!

--

Sakura corria desesperadamente por uma floresta. Sua vida parecia depender disso e não sabia exatamente o porque, mas continuava correndo e olhava para os lados desesperadamente procurando quem quer que fosse que estivesse a seguindo. Escutou passos pesados atrás dela e vultos estranhos passavam por ela em um piscar de olhos. A noite escura também não ajudava, talvez fosse mais de meia noite, e ela precisava encontrar um lugar para se esconder antes que a encontrassem.

Após vários minutos e já com as pernas doloridas, se agachou atrás de um arbusto alto entre algumas árvores e ficou em silêncio com a mão na boca, a única coisa que sabia era que a pessoa ou a coisa que a seguia iria ouvi-la facilmente. Escutou um homem gritar e colocou as mãos nas orelhas começando a chorar de medo. Ele gritou novamente e sons estranhos se misturaram com os gritos e tudo cessou. Completo silêncio.

Sentiu uma respiração próxima a sua nuca e se afastou aos berros, saindo engatinhando e tentando se levantar e olhando para trás ao mesmo tempo tentando enxergar alguma coisa. Mas a silhueta de uma pessoa foi surgindo entre as sombras, e Uchiha Sasuke apareceu diante da luz do luar, com as roupas pretas ensanguentadas. Sakura ficou imóvel.

— Desculpa pelo atraso. Ele te machucou?

— Sasuke? Você...?

— Ele não vai mais te incomodar.

Sakura se levantou do chão e correu para os braços do Uchiha, sujando suas roupas com o sangue também. Mas não importava, só queria abraçar aquele homem mais do que qualquer coisa no mundo, e ainda chorava. Sasuke a abraçou pela cintura com um braço e o outro acariciu os cabelos rodados para acalmá-la.

— Obrigada... Sasuke. - sussurrou Sakura.

-

— O que é isso?! - perguntou Sakura se esbarrando na cômoda do quarto e derrubando um abajur. Sua cabeça estava rondando, queria vomitar de tanta dor. - Por que eu...

Naruto estava bem a frente de Haruno, os olhos fixados nela como um animal olha sua presa, estava fazendo a menina se lembrar. Sakura tinha a respiração ofegante e queria gritar, se lembrou de algo assustador mas não se reconhecia naquela garota, e muito menos Sasuke. Porque correria para ele?

— Essa é uma das lembranças que precisei apagar. - falou Naruto. 

— Porque... Porque apagar? Me explica isso!

— Não foi só a sua memória que foi apagada. A de Sasuke também foi. 

— O qu... Por quê? Um vampiro pode apagar a memória de outro?

— Só os mais antigos, os transformados pelo próprio Drácula.

— Drácula?! Isso é real?

Naruto riu.

— Ainda duvida de alguma coisa aqui?

Sakura finalmente vomitou no chão.

Naruto correu até a menina pronto para ajudar mas a mão de Sakura se posicionou entre os dois. Ela não queria ajuda. 

— Porque nossa memória foi apagada?!

— Porque ele não pode te transformar! Ele precisa te esquecer todas as vezes que te encontrar!

— Me transformar?!

— Ele quer que vocês vivam para sempre juntos e fujam e... E muitas outras coisas! 

— POR QUÊ?! - gritou Sakura, começando a chorar. - Eu não quero! Eu não sou aquela garota que ele conheceu há sei lá quantos anos! E eu não consigo entender essas memórias! O que você fez comigo, Naruto?!

— Se acalme. - pediu Naruto, mas logo paralisou, ficando duro e reto como uma pedra, encarando-a.

Sakura olhou para sua mão entre os dois, e viu algumas gotinhas de sangue caindo de seus dedos. O abajur antes de cair diretamente no chão, havia tombado na cômoda e ficado alguns cacos, onde Sakura se segurou para vomitar.

E Naruto estava com fome.

— Naruto? - chamou Sakura cautelosamente, sentindo seu coração batendo o mais devagar possível. Por um momento havia esquecido que o garoto não era humano. Ele bebia sangue. - Naruto... 

— Sakuraaa! - ouviram, vindo do corredor. Passos pararam atrás da porta. - Você está aí né? Neji me pediu para buscar algumas coisas dele e disse que você estaria por aqui... Eu me chamo Tenten, sou a menina com quem ele está saindo.









Notas Finais


Ebaaaa, capítulo novo e muitas confusões! O que acharam? Nos próximos a coisa vai ficando mais esclarecida e a história finalmente vai se desenvolver ❤️ Não deixem de comentar e acompanhar, hein?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...