História Trabalho Difícil - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Gaaino, Gaaten, Haruno Sakura, Hyuuga Hinata, Narusaku, Naruto, Policial, Romance, Sasuhina, Shikatema, Uchiha Sasuke, Uzumaki Naruto
Visualizações 61
Palavras 2.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minhas leitoras do CÉUU, eu já tava angustiada com a minha falta de inspiração pra essa história, maaaas, ta aí, ela voltou do nada e cá estamos com o 6° cap!

Sinceramente? Não sei quando sai o próximo mas não me matem se n nunca sai hehe

Talvez o próximo cap da outra sai no final de semana, até pq já soltei 2 nessa semana ♥

Boa leitura!

~♥~

Capítulo 6 - Precisamos de pistas para ontem


Fanfic / Fanfiction Trabalho Difícil - Capítulo 6 - Precisamos de pistas para ontem

Narradora ON

E hoje já fazia exatos uma semana desde aquela confusa – e ao mesmo tempo acolhedora – gravação, exatos uma semana que Hinata não obtera respostas para suas perguntas e mistérios. Mas ao menos hoje o grupo 15 iria ter uma missão. E assim, a Hyūga ao menos poderia ocupar sua mente com algo, nem que fosse mais uma simples missão que realizações com êxito, bem, isso se a missão não fosse sobre a gangue que já tentaram capturar mas não conseguiram, e ainda por cima, ainda tinha o suposto Neji, isso sim era ainda mais confuso.

Na noite passada, Hinata havia bolado um plano, iria se “infiltrar” na sala de Kakashi para tentar quaisquer tipos de documentos que fossem pistas/ comprometedoras, mas adivinhem... Uma certa rosada havia à achado no “flagra”.

Flashback ON

Hinata ON

Será hoje. Hoje irei colocar meu pequeno plano em prática, e por incrível que pareça, justamente hoje tudo está a meu favor. O resto do grupo havia saído em uma missão que levaria mais de um dia para voltarem; hoje não teria tias da limpeza que rondam o departamento inteiro; e o melhor, Kakashi não estaria em sua sala hoje a noite, ele partiu para uma cidade vizinha, e óbvio, seus seguranças iriam juntos com ele. Toda noite ficam somente dois seguranças no corredor do Kakashi, ou seja, derrubando eles, poderei entrar livremente.

Eu preciso achar pistas, qualquer tipo será mais que bem-vinda. Somente preciso.

Sempre que perguntava algo para Kiba, o mesmo mudava de assunto sem nem ao menos conseguir disfarçar, então, terei que conseguir informações sozinha.

E assim será. E não passará de hoje. Claro, se tudo der certo, mas estou tão confiante.. Tem que dar certo.

Olhei para meu relógio em meu pulso, 01:09 da manhã, horário perfeito, já que todos.. – com excessão dos seguranças e alguns médicos de plantão para receber os agentes que chegam de missões – tem que dormir.

Coloquei somente minha cabeça para fora para ver se ainda tinha alguém no corredor. Ninguém. Saí em passos lentos enquanto cobria minha cabeça com o próprio capuz do uniforme. O corredor do diretor não era muito longe dos dormitórios, o que também me ajudava.

Para a minha completa surpresa, não haviam seguranças no corredor, agora não me pergunte o por quê, por que eu não sei. Aproveitando a situação eu dei apenas um passo a frente, mas parei ao lembrar que aquele era o principal corredor de câmeras, mas, elas não eram fixas em apenas um ponto, então, quando elas gravarem o outro lado, é só eu ir.

Segui essa idéia e, pelo menos eu acho, que tudo correu perfeitamente bem, já que se me pegassem, não me reconheceriam por causa da roupa que deixava apenas meus olhos à mostra, – tudo bem, isso já me entregaria, se não fosse o fato de eu usar capuz e olhar apenas quando preciso para cima –. Segui rapidamente para a porta de Kakashi e, para a minha completa NÃO surpresa, não estava trancada. É incrível como Kakashi sempre esquecia de trancar a principal sala do departamento. Abri a porta com cuidado para não fazer barulho, o que era impossível já que era de um tipo de ferro/ aço específico, que eu nunca consegui decifrar qual era. Mas não importa agora.

E lá estavam eles, ou melhor, ele. O segurança que costas dentro da sala estava de costas folheando alguns papéis que eu tenho certeza que não são da conta dele.

Ele deve ser, a minha visão, apenas uns 15cm maior que eu, e olha que eu tenho 1,65. Ele é maior, mas não é impossível de derrubar. Peguei um pequeno pano e deixei apenas alguns pingos de clorofórmio cair, apenas para dar cheiro, o suficiente para o desmaiar. Fui à passos inaudíveis e lentos até o homem, quando cheguei perto o suficiente, pulei em suas costas colocando rapidamente o pano sobre seu rosto – mas específico, nariz e boca –.

Quando o vi se fraquejar e parar de se debater, me soltei. Cheguei sua pulsação. Ele estava apenas desmaiado, mas vai demorar para acordar. Fiz o mínimo de barulho possível ao abrir algumas gavetas, avistei uma lá no fundo com o nome “Caso Hyūga's”, arregalei meus olhos, mas para não perder mais tempo, quando ia o pegar, ouvi a porta ser aberta com um ruído alto o bastante para me fazer dar um pulo.

Não havia lugar por perto para me enconder. Novamente coloquei o capuz que havia tirado para entregar melhor e me levantei devagar.

- Eu sei que é você... Hina.

Não pode ser.

– S-Sakura?! – perguntei ainda sem me virar de fato para a porta. Ah não. Estou fodida.

– O que faz aqui à essa hora?! – me virei no mesmo momento que os olhos dela encontraram o segurança no chão. – o que você fez?!

– Não é da sua conta – é mais que perigoso falar assim com ela? LÓGICO. Mas simplesmente não consigo evitar.

Ela veio até mim e me olhou nos olhos, suspirando.

– Não é?

– ...

– Mas é do Kakashi – ela gargalhou – Imagina quando ele souber que sua favoritinha agente fuça nas coisas dele enquanto ele não tá – ela andou até o segurança – ou melhor ainda, quando souber que ela desmaia seus seguranças.

Pisquei algumas vezes para assimilar tudo

– Você não seria louca

– Não? Tem certeza que não? – semicerrei meus olhos

– o que quer para manter essa matraca fechada? Mesmo que nada do que estou fazendo seja da sua conta, claro.

– Oh, tenho que pensar ainda Hinatinha. Não se preocupe, irei me aproveitar bem da oportunidade.

Isso era para ser um alívio Sakura?!

Suspirei.

– Ah, não faça essa carinha... Mas, saia daqui.

– Agora manda em mim?

– se ficar, vai ser pega pois vi seguranças vindo para cá, e se for pega, não poderei usar você, não é? Ou você é lerda demais para entender?

Já ia rebater quando ouvi passos pesados por perto, e ainda, o que acho ser o segurança fez um estrondo no corredor de cima. Do qual não era muito longe daqui.

Empurrei Sakura, que antes estava na minha frente, e saí dali indo direto meu quarto.

Que ódio! Se não fosse por essa garota, eu teria achado algo! Joguei algumas coisas que estavam em minha mesa para o chão. Soquei a mesa agora vazia e em seguida me joguei na cama.

Flashback OFF

Hinata acordou novamente aos berros de um certo loiro, que para a irritação da morena, entrava sem mais nem menos quase todos os dias. Um verdadeiro despertador ambulante.

– HINA-CHANNN VOCÊ JÁ ACORDOU?– Gritou enquanto fechava a porta, já quando Sasuke estava junto.

– Eu tenho cara de quem tá dormindo ainda Naruto? – a Hyūga rebateu como se fosse algo natural e em seguida bocejou.

– assim você fere meus sentimentos hina-chaaaan – choramingou e Sasuke, sem nem perceber, ficou ainda mais carrancudo.

Hinata foi olhar seu relógio, mas se lembrava que tinha o colocado em cima da mesa, que agora não tinha nada em cima, já que havia jogado no chão.

– Aaaaah! Droga! – a morena falou mais para si mesma, como se os “irritantes” não estivessem ali.

– Que bagunça é essa? – Sasuke falou enquanto revezava olhar para o chão e para o rosto sereno da Hyūga. Quase se hipnotizou. Quase.

– A-ah... Nada de mais. – ela falou se levantando e só percebeu depois que havia dormido com o uniforme. Bateu a própria mão na testa.

– Hina-chan? – a Hyūga o olhou ainda com a mão na testa – por que está de uniforme? DESCOBRIU QUE A GENTE IA TE CHAMAR? VOCÊ É INCRÍVEL HINAA – Sasuke revirou os olhos.

– Seu baka! Isso faz parte do “nada de mais”. Apenas esqueci de tirar, estava bem cansada ontem. – o moreno, que até agora tinha falado pouquíssimas palavras, comentou:

– A noite foi boa?

A Hyūga corou ao perceber o tom malicioso e franziu o cenho

– O que quer insinuar Uchiha? – falou respirando fundo enquanto já parava de corar. – Não fiz nada. Não precisa de ciúmes não – brincou com a cara do mesmo, que não gostou nada do que ela disse. Já que ele achava que era exatamente isso, porém ciúmes de amigos mesmo, não entendia seu mal-humor repentino. – até por que dormi de uniforme, duur.

Naruto, que apenas observava as alfinetadas um do outro, se entristeceu minimamente. Havia se interessado no jeito arrogante dela, até arriscaria um “gostar dela”.

– Éé... Vamos né. Kakashi está nos chamando.

Hinata, que sem entender o por que Naruto ficou calmo do nada, apenas assentiu e os expulsou de lá.

Tomou um banho rápido e colocou seu uniforme “reserva”, não gostava muito desse, pois ele era, mesmo que pouco, mais justo que seu principal.

Saiu de seu quarto dando de cara com uma Sakura quase que se esfregando em Sasuke. O que fez a morena ficar mais irritada sem sua permissão. “Idiotas.” Pensou se referindo aos três.

Logo Naruto percebeu que Hinata já começara a andar em direção à sala de Kakashi e rapidamente foi ao seu lado. Sasuke fez o mesmo, deixando uma Sakura com cara de tacho para trás.

– Iam me abandonar? – a rosada perguntou em uma voz mais fina que normal para chamar atenção de um certo moreno.

– Bem que poderíamos. Não faria falta alguma. – falou descontando sua raiva de pouco tempo atrás.

– O que?! – falou alto o suficiente para até Sasuke achar aquilo mais ridículo que o normal.

Hinata simplesmente à ignorou e chegaram à Kakashi.

– Com licença, Kakashi-sama. – a Hyūga fez uma pequena reverência ao chegar no meio da sala.

– Já falei para parar com esse ‘sama’ aí Hinata. – falou com certo divertimento misturado com cansaço de falar sempre a mesma coisa.

_ Aah, é o costume Kakashi, velhote pode ser?

– Oe! Não sou velho! – falou forçando uma expressão fechada e Hinata riu debochadamente.

– Você que acha. Bem, nos chamou? – perguntou enquanto Sakura achava a Hyūga idiota para tratar seu chefe daquele jeito; Sasuke estava sério, mas por dentro adorava aquelas partes debochadas da morena e Naruto, bem, Naruto estava claramente tentando segurar o riso, mas não conseguiu conter uma pequena risada abafada.

– Até você, Naruto?! – bufou – ... Bem, vamos direto ao ponto, vocês terão novamente que repetir a última missão. Já que, segundo Sasuke e Hinata – Kakashi falou sério – eles fugiram.

– Encontraram o local onde eles estão Kakashi-sama? – Perguntou a rosada.

Hinata ON

– Lógico – Kakashi respondeu o óbvio. Não somos rastreadores para acharmos a gangue. – Eles estão no norte da floresta de Tongass, sabem onde fica, certo? – assentimos – Vocês partirão amanhã de manhã, por volta das 08:00hrs, provavelmente, se tudo correr bem, irão voltar por volta do entardecer. Estão dispensados.

– Ér.. Com licença Kakashi-sama – Sakura falou e Kakashi à olhou dando sinal para que prosseguisse – Nessa floresta, não é onde vários outro malfeitores se encontram?

– Exatamente. Obrigado pela pergunta Haruno, me fez lembrar de algo muito importante.

Narradora ON

Hinata lançou um olhar sugestivo e confuso para Kakashi.

– Vocês terão reforços – a Hyūga suspirou.

– Não precisamos de re- – foi interrompida por Kakashi.

–... “Reforços”, oe, oe, já entendemos. Mas vocês realmente vão precisar dessa vez, aliás, são pessoas que você gosta Hinata.

A mesma ficou confusa.. “Pessoas que você gosta”, por que Kakashi nunca era mais específico?, ela se perguntava sempre que falava com o mesmo.

– Shikamaru, Tenten e Temari – Ele respondeu percebendo o cenho franzido misturado com confusão de Hinata mudar-se para um arregalar de olhos. A Hyūga, levou uma mão à boca.

– ... O que?

– Exatamente. Shikamaru e Temari são delegados agora, porém, já foram agentes super bem treinados. E Tenten, como sabe, é uma agente da SSD.

Hinata tentava assimilar tudo. Fazia tanto e tanto tempo que não via Tenten, que a última característica da mesma que lembrava era os coques em sua cabeça e a personalidade. Com Shikamaru e Temari era diferente, os três mantinham contato, até por chamada de vídeo.

– Estão dispensados.

A Hyūga estava no automático que apenas fez uma reverência desengonçada e saiu sorrindo para o nada. O resto do time 15 não entendia nada, então, após saírem, Naruto se pronunciou primeiro:

– Eehhh? Quem são eles Hina?

– São antigos amigos meus, faz um bom tempo que não os via – Falava enquanto sorria e sem a mesma saber, Sasuke olhava cada detalhe do rosto de pele alva da morena, cada movimentar dos lábios, nem percebia quando fazia isso, quando via, apenas estava à olhando. Mas não parava. Não conseguia. Porém Sakura percebia esses breves olhares que Sasuke dirigia à Hyūga.

Perdeu algo no rosto dela Sasuke-kun? – Perguntou sussurrando em seu ouvido de um jeito manhoso e o Uchiha se manteu neutro.

– Por que Sakura?

– Aah, qualquer um percebe o quanto você olha para ela.. – Mesmo não transparecendo, Sakura estava queimando de ciúmes por dentro. Queria Sasuke apenas para si.

– Tsc, o que eu deixo ou não deixo de fazer não é da sua conta, Sakura – a voz saiu rouca o suficiente para a rosada corar e deixar de perceber o quanto ele estava desinteressado na conversa.

– Hm... Tudo bem né.. Mas será que ela já ficou com esse Shikamaru? – comentou apenas para confirmar algo. E confirmou quando, mesmo que quase imperceptível, o cenho de Sasuke franzir e o maxilar travar. Sem ele perceber – já entendi... – ela abaixou o olhar, confirmou o ciúmes que ele sentia pela morena, e não por si. Confirmou que ele já estava interessado nela. Mas não iria desistir, não depois de tantos anos lutanto por esse amor platônico. Iria fazer Sasuke à ver como uma mulher digna de si, e não como sua amiga de infância, ele mal havia conhecido Hinata, enquanto ela já o conhecia à anos!, ela pensava enquanto cerrava os punhos.

E assim, com uma Sakura irritada; um Sasuke mal-humorado pelo suposto ciúmes, já que Hinata falava mais de Shikamaru que as outras duas e um Naruto confuso sem entender nada, apenas rindo e conversando animadamente enquanto andavam, eles foram cada um aos seus quartos para, algumas horas depois, almoçarem.

~


Notas Finais


Só explicando uma coisa aqui.
No anime/mangá, o time 7 é composto pela Sakura, Sasuke e Naruto, e como a Hinata faz parte do time 8, e todos fazem parte do mesmo grupo, resolvi fazer 7+8 que é igual a 15. Enfim, grupo 15.

Se tiver algo confuso, é só perguntarem que eu esclareço
(´∀`)♡

~♥~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...