História Traced Souls - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Megan Fox
Personagens Justin Bieber, Pattie Mallette
Tags Criminal, Revelaçoes
Visualizações 179
Palavras 1.536
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ei, oi, olá, tudo bem com você amores?
Então amores, aqui estamos nós de volta.
Miih Is Back \o/ E quando eu prometo uma coisa eu cumpro. Agora eu só irei sair daqui quando finalizar essa estória que terá na faixa de 30 capítulos.
Estou cheias de ideias.
Eu espero do fundo do meu coração que vocês gostem desse capítulo porque eu escrevi com muito amor para vocês.
Me ajudem com os comentários <3
Vejo vocês nas notas finais amores. *-*
Boa leitura!

Capítulo 4 - Enemy.


Fanfic / Fanfiction Traced Souls - Capítulo 4 - Enemy.

POV. Katherine Johnson – Estados Unidos – Atlanta.

– Já que queremos a mesma coisa. – o loiro a minha frente pigarreia a sua garganta. – Eu tenho uma proposta para te fazer. – diz e eu o fito curiosa colocando as minhas mãos apoiadas sobre o balcão.

– Não aceito proposta de gente errada como você Bieber. – rio pelo nariz.

– Você é exatamente igual a mim. – ele passa os dedos na borda do copo que está em suas mãos. – Você é fria, calculista e está disposta a tudo em busca de novos territórios.

– Você esqueceu-se de uma coisa. – me levanto da banqueta que eu estou. – Você esqueceu-se de dizer que eu vou conseguir.

– Não tenha tanta certeza. – o ouço gritar.                                                       

Homem abusado! Nem me conhece direito e já quer me fazer uma proposta? As coisas não funcionam assim como você pensa Justin Bieber e eu não vou me juntar com uma pessoa como você nunca se é isso que você quer. Eu vou dá orgulho ao meu pai, mesmo ele não estando aqui. Eu vou deixar o nosso sobrenome virar marca registrada porque eu sou filha do maior traficante que já existiu e eu simplesmente vou honrar o meu sobrenome e a minha história.

E não vai ser uma pessoa que eu realmente nem sei quem é que vai mudar isso. Eu sou Katherine Johnson e eu nasci para conseguir tudo aquilo que eu quero.

Deixo o meu copo na bandeja de um garçom que passa por mim. Puxo a minha calça um pouco para cima e pego do meu bolso as chaves de minha moto. Caminho até o estacionamento sentindo um frio bater no meu rosto, pois meus braços e pernas estão cobertos.

Subo na minha moto e ligo a mesma saindo em alta velocidade. As ruas de Atlanta estão visivelmente calmas, até porque são duas horas da madrugada. Pego caminho de uma rua deserta, as únicas coisas que eu consigo ver são matos e uma estrada de chão. Paro a minha moto em uma parte do barranco e subo um pouco e me sento no chão. Levanto a minha cabeça e olho para o céu que está totalmente estrelado. Cruzo os meus braços na frente do meu corpo e fico pensando em meu pai e em como tudo seria diferente se ele estivesse aqui.

Às vezes o melhor motivo de me isolar do mundo e de todos é que vai ser somente eu e o meu interior. Porque eu não quero ninguém me julgando por eu ter me tornado a pessoa fria que eu realmente sou hoje.

Quando eu encontrar a pessoa ou um ser da família de quem matou o meu pai eu não terei pena alguma de acabar com quem não teve pena de acabar com o meu pai e com a minha vida e a da minha mãe.

Continuo olhando para o nada. Até que sinto pequenas lágrimas descerem sobre o meu rosto me fazendo lembra-se da minha infância que foi roubada há onze anos.

Fico um bom tempo no barranco e quando dá certa hora eu volto para casa onde guardo a moto na garagem e entro na mesma tirando as minhas botas de cano curto, as jogando no chão da sala.

Caminho preguiçosamente até as escadas e entro no meu quarto. Adentro o banheiro e tiro a minha roupa e a coloco no cesto de roupa suja. Olho no espelho da pia e passo a mão sobre o meu rosto e noto algumas olheiras um pouco visíveis. Retiro a minha maquiagem com um produto próprio. Já no Box do banheiro eu ligo o chuveiro vendo a água passear por cada curva do meu corpo enquanto eu passo sabonete líquido no meu corpo todo.

Saio do banheiro enrolada em uma toalha branca. No meu closet pego o primeiro pijama que eu encontro. Um pijama vermelho todo de renda. Visto o mesmo. Passo um hidratante corporal em meu corpo sentindo o cheiro de morango entrar em meu nariz. Coloco a minha toalha no banheiro e desço as escadas caminhando até a cozinha fazendo um coque bagunçado em meu cabelo.

Abro a geladeira e tiro queijo e presunto do congelador, em cima da geladeira, pego pão integral e retiro duas fatias, coloco o queijo e presunto no meio e levo para ao micro-ondas. Enquanto o meu sanduíche está sendo preparado eu pego uma lata de coca-cola colocando sobre o balcão de mármore da cozinha. Ouço o apito do micro-ondas indicando que o meu lanche já está pronto. Sento-me na bancada da cozinha mordendo o meu lanche sentindo aos poucos ele ir-me saciando. Escuto um barulho de salto de encontro com chão e uma sombra se forma ao meu lado. Levanto o meu olhar e olho para Brittany que está parada ao meu lado com a maquiagem completamente borrada.

– A noite foi boa, vadia? – pergunto para ela que está ao meu lado.

– Você não imagina o quanto. – senta em uma das banquetas da cozinha. – Nossa o Bieber está querendo bater de frente com você, até na boate ele teve a ousadia de aparecer.

– Ele é um idiota isso sim. – me irrito e levanto assim que termino o meu lanche. – E eu irei derrubar Justin Bieber.

Saio da cozinha e subo para o meu quarto. Caminho diretamente para cama onde me deito e me cubro sentindo o sono mais próximo do que eu imagino. Minhas pálpebras começam a ficarem pesadas e logo durmo.

[...]

Acordo com o barulho do meu iPhone tocando. Passo a mão no criado-mudo ao lado da cama e pego o mesmo e olho vendo que são 06h00min da manhã. Dou um pulo da cama. Hoje eu tenho realmente muita coisa para fazer e uma delas e ir para o galpão, pois chegaram umas vadias novas para boate que eu pretendo inaugurar em breve e eu como uma boa pessoa que cuido dos meus negócios tenho que conferir de perto se a mercadoria é de qualidade.

Caminho até o banheiro onde faço a minha higiene pessoal. Saio do banheiro e vou para o Closet. Visto uma calça Jeans super colada em meu corpo, por hoje está fazendo frio.  Visto uma blusa de manga e coloco uma blusa de frio sobre a mesma, em meus pés calço as minhas indispensáveis botas de cano curto marrom, são as minhas favoritas e eu não as dispenso de forma alguma.

Olho no espelho e faço um rabo de cavalo em meu cabelo.

Saio do meu quarto.

Bato na porta do quarto da Brittany e a mesma abre já arrumada em uma roupa bem confortável.

Descemos para cozinha onde sentamo-nos à mesa e começamos a tomar café enquanto conversamos sobre algumas coisas relacionadas aos próximos carregamentos que temos.

– Tem um carregamento de droga que chega hoje pela manhã se tudo der certo. – diz Brittany.

– É. – bebo um pouco do suco que está em meu copo. – Tem umas vadias que também chegam hoje para a inauguração da próxima boate que vamos abrir aqui em Atlanta porque eu quero fazer as noites dessa cidade tremer.

Terminamos de tomar o nosso café e saímos até a garagem onde pegamos nossas motos e saímos em uma velocidade absurda até o galpão que fica um pouco longe daqui.

Faço uma manobra radical com a minha moto que simplesmente faz as minhas veias entrarem em erupção por conta da adrenalina que começa a transbordar nas mesmas deixando o meu corpo com uma sensação extremamente boa.

Sorrio enquanto meus cabelos caem sobre os meus olhos.

Paro a minha moto e logo atrás a Brittany estaciona a dela na frente do galpão que fica um pouco afastado da cidade e se localiza no meio do mato. Porque assim fica difícil dos tiras nos encontrarem. Esse lugar antes era uma usina abandonada e eu achei um lugar perfeito para fazer minhas reuniões e cuidar de tudo aqui neste lugar no meio do nada.

Arrumo a minha arma na minha cintura enquanto a outra está presa na minha perna. Entro no galpão chamando a atenção de todos os meus capangas que estão espalhados pelo mesmo para fazerem a minha segurança. Porque nunca sabemos quando nosso inimigo do território vizinho vai atacar.

Jogo uma de minhas armas sobre a mesa velha de madeira que se encontra no meio do galpão.

Começo a passar as regras para eles, e uma das principais e mais importantes regras foram que eu disse que quero que todas essas vadias cheguem aqui em perfeito estado e sem um arranhão se quer.

Estou sentada em uma cadeira com os cotovelos apoiados na mesa enquanto leio as rotas de um carregamento aparentemente bom. Sou tirada dos meus pensamentos por um dos capangas que entra aqui em passos rápidos e com uma afeição de preocupação no rosto. Cruzo os meus braços esperando qualquer informação, pois ele é um dos capangas que eu deixei para cuidar do carregamento que já deveria está aqui em minhas mãos.

Pois não podemos dá bobeira porque a mercadoria é realmente ‘’farinha da boa’’.

Senhora, o Bieber acabou roubando o seu carregamento. – diz o capanga ao chegar próximo à minha mesa e eu levanto batendo as mãos na mesma sentindo o meu sangue ferver de ódio.

Isso não ficará assim Justin Bieber, você vai pagar por isso.


Notas Finais


Continuooooooooo?
Gostaram do capítulo?
Aaaaah eu amo tanto a Kate, amo tanto a personalidade dela *-*
E Justin meu irmão você mexeu com a pessoa errada.

Qualquer duvidar é só entrar em contato comigo através das minhas redes sociais.
Instagram: https://imgpublic.com/user/nuneesmiih/1929378609/?hl=tr (@Nuneesmiih)
Fale comigo no twitter: https://twitter.com/Nuneesmiih?s=08 (@Nuneesmiih)
Ask:
https://ask.fm/Nuneesmiih
Obrigada por ler <3
Beijinhos da Miih. Eu amo vocês amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...