1. Spirit Fanfics >
  2. Traços (notá)veis >
  3. Capítulo Único

História Traços (notá)veis - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


A quantos séculos eu não posto uma oneshot (ou qualquer outra coisa) aqui? Bom, não importa.

Essa oneshot é uma homenagem ao @xBardox e é também do desafio da escrita que estava pendente há meses... MAS EU FIZ, como prometido.

Então, está ruim eu sei, mas eu simplesmente não consegui fazer melhor. Perdão.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Pensativo, o bardo, sentado em dos bancos do remoto terraço, observava a paisagem floresta a fora.

Alguns pássaros cantarolavam de seus ninhos no topo das árvores, acompanhando a canção que o mesmo dedilhava no velho bandolim.

Não parecia prestar atenção em nada a sua volta, apenas focava em sua música, nova, aliás. Havia escrito a partitura alguns dias antes quando fora a biblioteca do sábio, na colina.

O som era baixo, devido a idade do instrumento, mas a canção era revigorante.

E enquanto tocava, percebeu, ao longe, algo que jamais havia visto, em nenhum outro lugar, nem mesmo em suas longas viagens para lugares impensáveis. Aliás, nem sempre o tempo cooperava, e ele, como todo o bardo que se preze, era um viajante sem paradeiro, e nem sempre parava para observar detalhes, por vezes nem se dava conta deles.

Mas naquele dia em específico, notou, no tom das folhas, no tom do vento, a vida. O que sempre esteve ali e sempre fez parte dele, a arte de ser, sentir e viver.

Mas ele nunca havia visto tão de perto, o mais perto que havia chegado de uma obra de arte, era quando visitava a biblioteca e lia livros incríveis sobre heróis e heroínas incríveis que salvaram o mundo de catástrofes terríveis, como ele gostaria de fazer.

Mas presenciar assim, diante dos olhos, e ser parte disso, era diferente. Era como suspirar a brisa da praia, era inspirador.

Tanto que o levou a escrever novas notas, a música se chamaria traços notáveis, sobre as notas do vento e as cores da floresta juntas de um bardo e seu bandolim em uma jornada perigosa para salvar o mundo do desamor.

E no final, poderia sentar no remoto terraço e cantar com os pássaros até o próximo amanhecer.


Notas Finais


Se houver algo errado em relação aos bardos peço perdão porque eu não sei muito sobre o assunto...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...