1. Spirit Fanfics >
  2. Traição,chifres e sofrência..... >
  3. Capítulo vinte e dois

História Traição,chifres e sofrência..... - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


Eae K7 tudo bom com vcs?

Quem aí tava com sdd desse xuxuzinho de história levanta a mão e bate palma!

Bom esse capítulo vai ser mais focado jinkook, afinal quem ficou com uma pulga atrás da orelha sobre essa história de jin pagar a fiança do Jungkook?

Também irá contar se Jimin se sente confortável com está doce vingança.

Então boa leitura!

Capítulo 20 - Capítulo vinte e dois


Fanfic / Fanfiction Traição,chifres e sofrência..... - Capítulo 20 - Capítulo vinte e dois

— Curiosos — Jin rangeu os dentes vendo os repórters, as câmeras e as pessoas curiosas em volta — Não tem o que fazer além de cuidar da vida dos outros?

— Jin você tem certeza disso? — Jungkook perguntou enquanto ajeitava a máscara por cima do rosto.

— Só fecha a matraca e vem comigo — Jin juntou sua mão com a de Jungkook o puxando na direção de um carro preto, logo entrando com o mesmo.

— Por que pagou a fiança? — Jungkook foi ríspido e direto na pergunta enquanto se ajeitava no banco do carro.

— Tão grosseiro — Jin disse enquanto colocava o cinto — Nem um belo obrigada eu recebi, sua fiança foi cara sabia?

— Certo, certo — Jungkook respirou fundo e segurou a mão dele — Obrigada, Hyung. Agora por favor me responda, por quê?

— Você sabe, Jimin começou a sua vingança idiota contra você — O mesmo soltou as mãos ligando o carro — Eu parei de falar com ele já faz um grande tempo, talvez 1 ano? Mas o que quero falar é que Jimin quer foder com sua vida.

— Em que sentindo você quer dizer?

— Tão burro — O mesmo mexeu na marcha re do carro pegando no volante e começando a dirigir — Jeon ele quer foder sua vida tanto quando você fodeu a dele, ele queria arruinar seu divórcio pelo que eu me lembre, mas depois disso eu achei o cúmulo e parei de falar com ele.

— Bem na realidade Jimin me fez um favor — Jungkook então olhou a janela — Neide me traía com outro cara — Um longo suspiro saiu da boca de Jin.

— Você sabia muito bem que Neide não era uma boa pessoa, eu ainda me pergunto o porquê de você ter feito isso com ele — Ele pisou no acelerador de leve — Jungkook você tinha tudo! Um ômega que te amava pra caralho, uma casa, um emprego e até tinha um filho vindo!

— Meu filho... — Jungkook pós as mãos no rosto começando a chorar, não estava se importando muito se alguma câmera o pegaria. Ele se sentia confortável com a presença de Jin — Você já o viu?

— Sim, eu cuidei dele a maior parte da infância dele — O mesmo apertou o volante parando o carro na sinaleira — Me diga Jungkook, o que te chamou tanto a atenção para trocar Jimin pela Neide?

— Eu não sei... Talvez eu tenha me apaixonado por ela — O mesmo suspirou entre as lágrimas que corriam pelo seu rosto.

— Jeon seu lobo já estava apaixonado diga a verdade — Jin o encarou então seriamente.

— Eu... Eu sabia que Jimin me traía tá legal? — Jeon encarou Jin seriamente enquanto secava os olhos — Eu soube que ele me traiu numa balada com um tal de Chug Hee.

— Jeon! Isso foi a anos atrás! Jimin tinha apenas 16 anos — Ele voltou a dirigir — Sinceramente você não passa de um bebezão.

Jungkook nada disse além de ficar quieto, ele havia travado o maxilar enquanto olhava Jin, que permaneceu sua concentração na estrada. Jungkook o admirava muito na adolescência já que mesmo ele sendo um ômega ele não se rebaixava a coisas repugnantes, por conta disso ele cresceu e se tornou o que é hoje em dia. Um grande modelo.

O percurso foi silencioso, sem comentários, sem olhares e se pudesse não teria nem respiros. Quando o carro finalmente parou foi em frente a uma bela mansão, ela tinha uma cor pastel muito bonita e o verde das árvores e grama a deixavam com uma aparência muito mais bela, Jungkook palpitou que aquela seria a tão famosa casa de Jin e do ator Kim Namjoon.

Os dois então desceram do carro e Jin abriu o portão sendo recebido por um pastor alemão, que fez Jungkook dar um passo para trás, já que o cachorro tecnicamente batia em sua altura.

— Esse é Trix é o cachorro de Jonnie — Jin passou a mão na cabeça do cachorro que parece se acalmar, então ele fechou o portão e puxou Jungkook para dentro da casa.

— Por que me trouxe para sua casa? Podia ter me levado para minha casa, queria ver meu filho...

— Que filho Jungkook? Sua casa estava vazia quando fui lá — Jin dizia enquanto tirava os sapatos e colocava uma pantufa.

— V-vazia....? — Jeon sentiu seu coração acelerar e seu lobo transborda de desespero — Mas.... Taehyung...

— Taehyung me disse que Jimin quis cuidar do seu filho, segundo ele Neide pediu esse favor.

Jungkook então fechou os pulsos com extrema força enquanto olhava o Jin, seu maxilar havia travado e sua sombrancelhas se arquearam o deixando com um semblante furioso.

— Filho da puta...

— Entre e tire os sapatos — Jin disse enquanto se espreguiçava andando — Quer algo para tomar ou comer? Porque a conversa vai ser bem séria.

— Aceito água — Jungkook disse enquanto tirava os sapatos e ia atrás de Jin — Por favor me diga que pelo menos ele está bem.

— Ele está, Lisa está o ajudando bastante ela me disse que Misook e ele virarem grandes amiguinhos — Ele então pegou um copo servindo a água e estendendo até Jungkook.

— Lisa está com Jimin? — Jungkook perguntou enquanto pegava o copo de água.

— Meu querido Jeon, tem bastante coisa que você não sabe — O mesmo se sentou no banco e juntou as mãos no balcão o olhando — Por onde posso começar?

— Por favor, do início — O mesmo se sentou em sua frente.

— Bem depois que você se separou do Jimin muita coisa aconteceu...

                             [...]

— Mentiu pra mim! Você é mentiroso! — Kihu dizia enquanto jogava uma almofada em Jimin.

— Kihu querido por favor se acalme eu posso explicar — Jimin pós a mão na frente do rosto se defendendo da almofada.

— Eu não quero ouvir nada de um mentiroso! Eu quero meu papai! — O mesmo saiu correndo para o quarto.

— Porra sua desgraçada porque tinha que ligar essa merda de tv?

— E eu ia saber que ia estar passando essa merda de programa? — Lisa disse incrédula enquanto cruzava os braços.

— Por que mentiu pra ele?

A voz de Misook ecoou pelo cômoda fazendo Jimin paralisar e Lisa ficar extremamente quieta. Jimin então o olhou e seus olhos se arregalaram com a feição séria se Misook.

— Querido eu...

— Você é mentiroso! Eu não confio mais em você omma! — Misook então jogou longe o ursinho que Jimin havia o dado e dali sai cabisbaixo, subindo pro seu quarto.

— Meu filho... — Jimin abaixou a cabeça abraçando os braços.

— Sabe Jimin — Lisa mexeu na xícara que tinha em mãos — Você realmente é uma víbora — Ela então levantou pegando o ursinho no chão e indo atrás de Misook.

— Víbora — Jimin soltou um riso soprado e sentou no chão se escorando no balcão, ele então abraçou seus joelhos magros e olhou a TV — Eu sou uma víbora.

O mesmo respirou fundo tentando manter a calma e assim fechou os olhos deitando a cabeça em seus joelhos e pensando em qual motivo continuava a fazer aquilo. Ele sabia que estava machucando tanto quando ele quando as pessoas ao seu redor, e estava errando seu principal alvo, Jeon Jungkook.

Era tosco continuar com aquela vingança, mas Jimin sentiu prazer em continuar aquilo, ele sentia prazer ao ver a feição triste de Jungkook. Se sentia sádico por pensar nisso, mas depois de tudo que sofreu era impossível não sentir prazer em ver o sofrimento de outra pessoa.

Ele então se levantou juntando a almofada perdida e a colocou de volta no sofá, ele então olhou a TV vendo o repórter falando sobre alguma morte de alguma pessoa, ele então pegou o controle desligando a tv e se deitou sobre o sofá.

O mesmo olhou o teto e deitou a cabeça sobre seu braço, realmente era tão importante fazer aquilo? Foder com a vida de Jungkook, quer dizer ele fodeu com sua vida, mas ele deu a volta e olha aonde chegou, um cantor internacional famoso, ator e com um lindo filho e um esposo. Não tinha nada de errado além de sua vingança.

Jimin fungou e então sentiu um focinho molhado encostar em sua mão, o mesmo sorrio sabendo quem era então ele abaixou o olhar encarando Max que estava com se orelhas baixas.

— Ah, Max você sempre aparece nos melhores momentos — Jimin então passou a mão no pelo reluscente de Max e o abraçou — Eu não sei porque continuo me machucando, essa vinhaça era para me deixar feliz, mas parece que só me faz sentir mais ainda pra baixo — Jimin suspirou e encarou Max — Obrigada por ainda estar comigo garoto.

                                  [...]

— Eu não sabia... — Ele soltou o copo no balcão perplexo com o que Jin havia dito.

— É isso mesmo que ouviu Jungkook — Jin pegou o copo de Jungkook e o colocou na pia — Jimin não vai parar sua vingança até ver você apodrecer de tristeza.

Jungkook havia abaixado a cabeça com a feição neutra, ele então fechou os pulsos e mordeu o lábio inferior.

— Jimin.....


Notas Finais


Epaaa que hoje o capítulo tava gostosinho cheio de verdades.

Eai o que acharam sobre essa aparição do nosso querido Jin?

Gostaria de ver a aparição dos outros membros para fechar o grupinho?

Quem mais acha que esse vingança do Jimin é psicopata bate palma ae kkkk

Até mais :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...