1. Spirit Fanfics >
  2. Traición - Jortini >
  3. O amor da sua vida

História Traición - Jortini - Capítulo 19



Capítulo 19 - O amor da sua vida


Segui sozinho até a sala de aula e não encontrei a Tini e nem a Sofia.

- que cara é essa? - Alba perguntou quando eu me sentei com eles - e cadê a Tini?

- não sei - abaixei a cabeça - sumiu depois de quase ter deixado a Sofia careca - percebi que todos seguraram o riso e eu apenas os repreendi com o olhar, e voltei a abaixar a cabeça

- oi - Tini falou se sentando ao meu lado

- onde você estava? - Mechi perguntou enquanto brincava com um lápis amarelo

- resolvendo uma coisinha - Martina respondeu bem plena

O tempo passou rápido, Martina e eu não trocamos muitas palavras, ela parecia meio distante.

- quer carona, pequena? - perguntei assim que o sinal tocou

- aceito - falou brevemente

- lembra que anteontem - me aproximei dela assim que todos saíram da sala - eu falei que tinha uma surpresa? - ela assentiu

- eu não consegui - sorri - mas hoje dá - acariciei seu rosto

Acho que peguei um pouco pesado com a Tini, mais uma vez eu prefiri acreditar na Sofia e preciso colocar um ponto final nisso.

- quero que me desculpe - a abracei - eu sou muito idiota as vezes

- quase sempre - ela falou baixinho e eu ri

- é... - me afastei um pouco dela e a olhei - vamos logo. Estou morrendo de fome - entrelacei nossas mãos

O caminho até a moto foi bem silencioso, mas até que era um silêncio bom.

- quer almoçar lá em casa? - perguntei assim que ela subiu na moto

Ela falou sim e então a senti se ajeitar na moto.

O caminho é rápido, então, chegamos em poucos minutos.

- eu estou sozinho em casa - joguei minha mochila e o capacete em cima do sofá e me virei pra mesma - eu ainda vou fazer o almoço

- sem problemas - ela se sentou no sofá

Eu seguia seus movimentos com o olhar.

- hm, tô indo lá - apontei pra cozinha e fui


Martina Stoessel.


- Blanco, tá fazendo o que?

Chegando na cozinha eu encontrei uma enorme bagunça e o Jorge um pouco atrapalhado.

- a única coisa que eu sei fazer - ele respondeu, sem me olhar - macarrão com salsinha - ele me mostrou uma panela cheia de macarrão com salsinha e depois se virou

- de salsinha você entende bem, né - eu acabei rindo com meu pensamento alto e ele me olhou

- hm? - ele perguntou confuso e eu apenas balancei a cabeça - tá com a minha roupa? - ele abriu um sorriso ao se tocar que eu usava um short dele e uma de suas blusas pretas

Eu estava parecendo um garotinho.

- sim, não suporto aquele uniforme - me aproximei do mesmo e fiquei o olhando terminar de fazer o "almoço" - acho melhor você largar de ser um menino mimado e fazer um cursinho de culinária. Você não vai sobreviver apenas com macarrão e salsicha - falei passando o dedo no molho e levando o mesmo a boca

- não sou mimado! - ele largou a panela e me encurralou na bancada - mas acho que deveríamos conversar - a aproximação repentina dele me assustou, apenas no momento

Para falar a verdade... toda vez que o Jorge se aproxima eu me perco, eu vou para outro mundo. O que eu não sei é explicar o porquê isso acontece.

- de preferência na cama - o empurrei e ele soltou um riso alto

- ainda estou puta com você - cruzei os braços, mas logo ele me puxou para seus braços

- sei que só desculpas não vai ajudar - ele segurou meu rosto com delicadeza - sei que não vai mudar o nosso passado

- não mesmo - ele riu e eu ainda me mantive séria

- mas um biquinho fofo e um beijo pode, né?

Jorge fez o bico e eu ri.

- sério, garoto?

- garoto não! Amor da sua vida - foi impossível não deixar um risada escapar

- você fica linda sorrindo - ele segurou meu queixo - você é linda de todos os jeitos

- esse papinho não vai me fazer mudar de ideia, ok? Eu ainda estou com raiva de vo... - mais uma vez o Jorge me interrompeu, mas agora com um beijo

Acho que era assim que ele sempre me fazia calar a boca: com um beijo.

- idiota

- eu diria amor da sua vida 

Notas Finais


Oi, pessoas... eu juro que tentei escreve, mas eu não tô conseguindo real.
Como eu não estou conseguindo escrever essa eu criei outra fic Leonetta KKKKKKKK. Não me matem!

Link e sinopse: https://www.spiritfanfiction.com/historia/seven-violetta--leonetta-18502749
A cidade se abalou com a morte de Dylan Moretti, o garoto mais rico de toda Teruel, uma pequena cidade da Espanha. Uma morte com um assassino desconhecido - era isso que pensávamos - e que ao longo do ano passaríamos por sombrias histórias, por conta da morte de Dylan.
Ah... sou León Vargas, um dos sobreviventes, e venho contar essa história para vocês.

Não sabíamos onde estávamos nos metendo, mas mesmo assim fomos.

Seven.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...