1. Spirit Fanfics >
  2. Transtorno Bipolar >
  3. Episódio Hipomaníaco

História Transtorno Bipolar - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, primeiro espero que esteja bem do outro da tela.

Antes de tudo quero deixar claro que a única coisa que tentei fazer ao escrever isso aqui é me colocar no lugar de uma pessoa com esse transtorno mental. Não quero focar ou especificar quem é o/a personagem que está narrando, mas sim nas suas sensações e pensamentos.

Se por algum motivo não se sentir confortável ou com algum incomodo em algum momento, por favor, não continue a ler. E sempre procure ajuda se por acaso se identificar com algum aspecto aqui narrado.

Capítulo 1 - Episódio Hipomaníaco


Ainda está escuro quando acordo e uma olhada no relógio me diz que são 4:24 da manhã. Me espreguiço enquanto lembro de algumas divertidas horas atrás, a festa estava ótima! Também não é a toa que voltamos para o dormitório da faculdade as 1:06 da madrugada, quando alguém chamou a policia para conter nosso alto e bom som. 

 

Encaro o escuro por um rápido momento sentindo a inquietação e energia ficando mais fortes dentro de mim. Apesar das poucas horas que dormi, me sinto no mais perfeito estado e mais do que pronto para fazer algo. Como só preciso estar na aula as 7:00 e definitivamente não vou voltar a dormir, levanto, lavo o rosto, escovo os dentes e me dirijo para a cozinha. Onde encontro na geladeira um papel com uma lista gigante e caótica de receitas que quero testar e misturar por conta própria. 

 

Embora a vontade seja de ligar o som para começar a cozinhar seja enorme, me seguro porque alguma coisa me diz que essa vontade não é de todo mundo, mas claro que posso muito bem colocar os fones e no volume que bem entender. Que no presente caso é o máximo possível.  

 

Pulo, cantarolo, danço e quase arrisco o sapateado enquanto faço os passos de um bolo de café com leite. Mesmo porque nenhuma receita mais apropriada pra um começo de manhã apesar dos muitos passos para se fazer um. Obviamente que não resisto e também faço um bolo de chocolate enquanto o primeiro assa para depois testar um recheio nele. 

 

O fato é que começo a me arrumar para sair com a casa tomada por uma mistura de cheiros doces deliciosa, o que nunca é algo para se reclamar. Acho que nem que fosse um cheiro de massa queimada eu reclamaria, afinal iria querer dizer apenas que testei uma receita que não deu um resultado lá muito bom. 

 

Ainda não tirei completamente os fones dos ouvidos mesmo na aula, enquanto estava fazendo as atividades simplesmente tirei um e fiquei com o outro. Consegui até já começar a fazer uma analise que é para entregar semana que vem pelo meio das aulas. Antes de sair, ainda passo pela sala dos professores para falar com dois deles sobre alguns trabalhos extras dos quais falaram e ainda pelo conselho para saber de um outro trabalho extracurricular que me chamou atenção. Ou dois deles na verdade. E antes de sair para o trabalho ainda encontro uma outra festa para ir ainda hoje e começo a fazer o planejamento de uma terceira com algumas outras pessoas.

 

Durante a tarde, no trabalho são as únicas horas em que não posso ficar com algum dos fones, ainda mais no meio da organização de um evento comercial. Pulo quase que literalmente de um lado para outro, checando listas, entregas, pendências, componentes do menu e decorações. Ou na verdade fazendo alterações em certos elementos da decoração, mas que ficaram muito melhores do que o plano original.

 

Antes de me dirigir para a festa, tenho uma breve reunião com minha chefe e já começamos os planos para um outro evento que vai acontecer daqui a quase duas semanas, esse de uma multinacional tecnológica importantíssima. Me animei ainda mais com a perspectiva de preparar algo desse porte mesmo com minha chefe admitindo estar com os nervos a flor da pele com isso. Anoto algumas ideias que surgem aleatoriamente pelo meio do caminho para a festa.     

 

Essa noite ela acaba 00:32, mas só porque o anfitrião teve um PT que levou ele para o hospital. Claro que ainda estava cedo demais para voltar para o dormitório, então fui rodar junto com alguns amigos por algumas lojas 24 hrs. O resultado é que eram 2:04 da madrugada quando abri a porta com dificuldade por estar com as mãos com sacolas cheias de artigos de confeitaria, ingredientes e umas coisas a mais. Coloquei as sacolas no canto da cozinha e confeitei um dos bolos que fiz antes de ir definitivamente dormir. Quando eram quase 5:30 da manhã.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...