1. Spirit Fanfics >
  2. Trazendo Felicidade. >
  3. Capítulo quatro.- Reunião no santuário.

História Trazendo Felicidade. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Imagem meramente ilustrativa.- Não há nenhuma semelhança com o capítulo, é só pra não ficar sem uma imagem fofa.
Estou atrasada, né? Acreditem se quiser, eu estava seguindo o cronograma antigo da Central, meio que... A idiota aqui achou que era mais um dia de descanso, sendo que eu tinha que pôr capítulo novo nessa história.
Bom, essa semana eu tenho atrasado muito nas coisas, me perdoem por favor.
Boa leitura ❤💋

Capítulo 4 - Capítulo quatro.- Reunião no santuário.


Fanfic / Fanfiction Trazendo Felicidade. - Capítulo 4 - Capítulo quatro.- Reunião no santuário.

Santuário, no salão do Grande mestre.- Na Grécia.

- Sobre o que será a reunião senhorita Athena?- Perguntou Kiki com a voz seria e preocupado.

- Bom, passaram muitos anos após a guerra santa, mas tenho sentido que algo está prestes a acontecer.- A sala se silencia, a deusa raramente tinha essa impressão, ou seja, era uma coisa grave ela falar isto.

- O que?! A senhora tem certeza?- Perguntou Shiryu extremamente chocado.

- Sim.- Ela se vira para eles assim caminhando para mais perto de sua cadeira.- Senti uma alta quantidade de cosmo na noite passada, por isso chamei vocês aqui imediatamente.

- Entendo. O que sentiu exatamente?

- Senti o cosmo divino de alguém nas regiões, um cosmo meio sombroso.- Hyoga estava mantendo seu rosto sereno, pensando em vários deuses que podiam ter esse cosmo.

- Acha que poderia ser Hades novamente?- Perguntou Seiya curioso ao escutar as características do cosmo.

- Não poderia ser...- Disse ela logo concluindo o que poderia ser de fato, o cosmo podia ser de Perséfone, a esposa do Deus do submundo.- Creio que eu esteja errada quanto a periculosidade afinal.- Pensou consigo mesma ao pensar que poderia ser a imperatriz do submundo.- Não há perigo algum se for quem estou pensando que é.- Falou em conclusão, deixando todos os recém feitos cavaleiros de ouro, em choque.- Mas devem ficar em alerta caso não seja isto. 

- Sim senhora Athena.- Disseram os cavaleiros dourados. Assim sendo liberados da curta reunião.

- Shun...

- Hu?- O virginiano se vira para ela assim esperando a deusa falar.

- Peço-lhe que não vá ao Japão, precisamos de todos aqui, avise Ikki.

- Está bem senhorita Saori.- Completou com gentileza.

 O rapaz de cabelos esverdeados descia as escadas, pois recusou o convite de Kiki de descer usando o teletransporte do Ariano dourado. Olhou o céu antes de continuar, vendo como a lua parecia mais clara naquele dia, com uma pressa anormal ele começou a descer para a casa de Peixes, assim sem mostrar atenção em sua frente, então acabou por bater contra Sorento de Sirene que estava subindo as escadas observando seu estojo onde ele pousera sua flauta, ambos acabam quase caindo escada abaixo após o grande impacto do cavaleiro de ouro apressadinho. No entanto Shun esperto como sempre usa sua corrente de Andrômeda para segurar a vítima daquele baque enorme. Certificou-se de não ter matado o pobre rapaz de cabelos meio roxeados, o marina se põe de pé novamente sem demonstrar nenhum incômodo causado pela queda recente, apenas limpou sua calça com as mãos mesmo, dando um olhar para quem havia o derrubado, vendo que era Shun, o rapaz de cabelos esverdeados apenas demonstrou vergonha pelo que fez sem querer.

- Me desculpe Sorento. N-Não lhe esperava aqui tão tarde, me desculpe mesmo.- Diz o cavaleiro de Andrômeda, assim recolhendo suas correntes que tinham tons mais dourados.

- Na verdade a culpa também é minha Shun, afinal, estava distraído demais subindo a escada.- Afim de amenizar a tormenta do outro, o rapaz fala com voz mansa e dócil.- Ah... Shun, pode me acompanhar até o salão do Grande mestre? Preciso falar com sua deusa.

- Claro que posso, é um prazer.- Mudando sua rota ele vai na frente do marina de Sirene, apenas com dois degraus de diferença.

Ambos seguem rumo ao salão onde estava a deusa. O salão não estava tão longe afinal ainda faltava algumas escadas para chegarem na casa de peixes. A casa onde houve uma batalha que quase matou Shun, porém este mesmo venceu dando a sentença final para o cavaleiro de peixes, Afrodite, suas amadas rosas ali ainda cresciam, eram bem cuidas por Shina, que conseguia aguentar o ar venenoso delas. Voltando aos dois, eles haviam chegado no local, a deusa da sabedoria se alegra ao vê-los ali presentes, principalmente Sorento por ela te-lo convidado para ficar ali alguns dias em um quarto que a mesma se sentiu feliz em arrumar, mesmo tendo servas ali para ajuda-la com o que fosse preciso.

- Agradeço por aceitar meu convite Sorento de Sirene.- O sorriso dócil em seu rosto mostrava alegria.

- Pode somente me chamar de Sorento, se achar melhor senhorita Athena.- Pediu.

- Então tá.- Ela termina de ajeitar seu vestido branco rodado, assim pegando seu báculo dourado.- Lhe peço também que me chame somente de Saori.

- Tudo bem senhorita... Saori.- Shun apenas os acompanhou na descida pelas poucas escadas até um corredor que ao fim dava acesso ao quarto da deusa.- Shun.- O outro olha para o Marina.- Onde está seu irmão? Não o vi na casa de Leão.

- Ele não está no santuário no momento. Pedi a ele que cuidasse de uma moça que achei caída na estrada na noite passada.- Sorento escutava com demasiada atenção no rapaz ao seu lado.

- Que gentil.- Falou fechando os olhos e apenas caminhando junto a deusa.

O corredor perfeitamente iluminado com algumas lâmpadas bem claras traziam a figura de um corredor branco com o chão de cor marrom claro, as ninfas ali se trocavam e ficavam durante a noite, por maid que em cada casa zodiacal tenha uma encarregada para ficar enquanto não houver ocupação de cavaleiros de ouro, como em Touro, Gêmeos, Câncer, Escorpião, Capricórnio e Peixes. A deusa da sabedoria se põe perto de uma porta com tonalidade cristal, ou seja, um tom bem claro de prata e branco.

- Espero que goste do quarto Sorento.- Complementou com meiga voz.- Fiz o melhor que pude.- Abrindo a porta é revelado o quarto com paredes pintadas em um tom alaranjado.

- Está perfeito.- Os inevitável brilho nos olhos de Sorento acabaram por encantar Shun que jamais viu o marina com aquela emoção semelhante a uma criança sendo presenteada com algo que ela sempre quis.- Obrigada mesmo Saori.- Estava louco para ligar e avisar Julian que já havia chegado no santuário.

- Bom, iremos deixa-lo a vontade. Se precisar de algo pode chamar qualquer ninfa na sala ao lado.- Ditou sempre com um sorriso fechado ou um sorriso de orelha a orelha.

Saori e Shun passaram pelo corredor sem nada ditaram, Shun carregava a certeza que Ikki estava bem, esse era somente seu pensamento naquele momento. Também carregava como mandamento o pedido da deusa para avisar Ikki do que houve na reunião, passar corretamente tudo dito pela sábia deusa Athena. Saori ao chegar no salão se despediu do cavaleiro  de Andrômeda, deixando-o solitariamente pela escadarias para Peixes, sem demorar um segundo a mais o virginiano desceu com velocidade passando por Peixes em menos de dez minutos, assim também em Aquário, Capricórnio, Sagitário, Escorpião e Libra. Parando somente em Virgem, onde estavam suas coisas, já que ele agora iria ser o novo cavaleiro de Virgem, o rapaz olhou para o altar com uma certa tristeza, se lembrando dos sacrifícios dos 12 dourados no muro das lamentações.

- Tudo bem Shun?- Perguntou Shiryu entrando na casa zodiacal.

- Ah. Sim, eu... Só estava me lembrando dos dourados.- Disse orgulhoso pelos mesmos, mesmo sendo triste ainda era necessário aquele sacrifício.- Bom, tenho que falar com Ikki, devo me apressar.

- Tudo bem então.- O libriano havia se preocupado ao ver Shun passando daquele jeito pela sua casa.- Ficarei em Libra, se precisar não se importe em me chamar ou algo assim.

- Não se preocupe. Ficarei bem essa noite aqui.- Shun percebia que ele estava igualmente como Sorento, passando a noite em um local que ambos nunca haviam ficado por tanto tempo.

O virginiano com certa rapidez liga para o celular do irmão mais velho, o leonino atende com rapidez, já um tanto preocupado com o irmão, Shun explica tudo para Ikki que apenas ficou escutando cada coisa, o esverdeado contou de Sorento, falou que receberia a armadura de ouro mais cedo do que esperava, disse que estava um tanto pacífico demais com a ideia de ser o novo cavaleiro de Virgem, além de ser uma honra, entre falas e outras Ikki se movia ficando de costas para a porta do banheiro, assim olhando um quadro de Orquídeas, em um sorriso feliz ele aprecia o quadro até esquecendo um pouco de seu irmão. Até o outro chama-lo inúmeras vezes, Shun percebeu que realmente tudo estava meio entediante aos ouvidos do bruto Ikki. Então decidiu falar mais sobre o que ocorria com Ikki no momento, como o mesmo estava lidando com a menina.

- Ela está melhor?

- Sim... Bom, parcialmente.

- Como assim?

- Um pouco abalada, sem rumo agora que não tem um lugar para ficar.- Dizia dando um soslaio para a porta do banheiro certificando-se que a jovem não estaria ali.- Com tantas coisas ocorrendo no santuário, diria que minha ideia de leva-la para aí foi por água abaixo.

- Posso falar com a Saori amanhã de manhã.- Sugeriu.

- Iria agrada-la ficar em um lugar seguro.- Shun chocavasse com o tom preocupado do irmão para com a garota, apenas sorriu alegre pelo irmão mais velho ter esse pensamento.

- Então assim farei, tenho certeza que Saori irá adotar a ideia.- Em tom super alegre ele se pôs em pé perto da cama na casa de Virgem.- Ah... Melhor eu ir dormir logo, terei que acordar cedo para falar com a Saori.

- Eh... Também tenho um compromisso, levarei a garota para comer e comprar um vestido novo para ela.- Complementou com meiga voz e com um fofo tom também.

- Haha. Fico feliz que esteja se divertindo.- O leonino nada responde.- Boa noite Ani*.

- Boa noite.- O mesmo desliga com rapidez.

Cansado com aquele dia, Shun se pôs a deitar na cama de cor branca, com lençóis de mesma cor e assim também com o travesseiro. Observou o teto assim somente pensando, o cansaço vindo de forma sorrateira tirou-lhe a força para aguentar suas pálpebras abertas, assim o rapaz logo caira em um sono extremamente envolvente. 


Notas Finais


Definições do capítulo:
Ani: Irmão.- Na definição danda por uma comunidade do Amino.
Boa noite anjos... Estou indo dar aquela descansada bom rsrsrs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...