História Treat You Better - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 74
Palavras 1.023
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!!!

Capítulo 6 - Segundo Encontro


Tudo estava indo maravilhosamente bem... Na medida do possível, é claro. Pelo menos Jimin não estava errando meu nome.

— Oi. – me virei dando de cara com Taehyung entrando pela janela do meu quarto.

— Que isso? Sabia que existe uma coisa chamada porta? – cruzei os braços e arqueei a sobrancelha.

— Sim, mas por aqui é mais emocionante. Uau, seu quarto é legal! – ele começou a andar pelo meu quarto e olhar cada coisa – E essas fotos? – arregalei os olhos e corri até onde ele estava e tirei os recortes de revistas com fotos do Jimin da mão dele. – E acha que eu ter seguido vocês é estranho? – o olhei feio.

— O que você veio fazer aqui?

— Te levar pra sair.

— Por quê? – o encarei com descrença.

— Porque você precisa saber tudo sobre encontros quando tiver o seu segundo com o Jimin e porque eu quero sair.

— Acho que é mais porque você quer sair, mas eu vou fingir que é porque quer me ajudar.

— Pense como quiser, mas se arrume rápido, princesa.

— Antes disso você precisa sair do meu quarto.

— Por quê?

— Porque eu pretendo trocar de roupa.

— Aham, mas ainda não entendi porque preciso sair.

— Quer ficar pra me ver nua?  – ele deu um sorrisinho – Não, você não vai me ver nua! – o empurrei para dentro do banheiro.

— Pelo menos eu tentei.

— Entra logo, seu tarado!

***

— Então se ele te convidar para qualquer jogo, finge que não sabe jogar e pede ajuda. – Taehyung me dava conselhos para quando eu sair com Jimin, claro que, a maioria deles eram coisas meio loucas que ele faria, eu não. No entanto, valeu a intenção.

— Como tem tanta certeza que o Jimin vai me convidar pra outro encontro?

— Ah, por favor, deu pra ver no rosto dele que ele quer sair com você de novo. – meus olhos brilhavam.

— Acha mesmo?

— Sim. E também, como ele não iria querer sair com você de novo? Você é fofa, legal, inteligente e muito divertida. – provavelmente estava corada.

— Obrigada Tae. – paramos um de frente para o outro no meio da pequena ponte do parque e ficamos olhando a paisagem e o rio, já estava quase anoitecendo, então era uma vista linda. – Você acha que o Jimin pode gostar mesmo de mim?

— Claro que sim, você é maravilhosa! – corei mais ainda – Quero dizer, você é uma ótima companhia. Foi muito divertido passar o tempo com você hoje.

— Eu também achei. – voltei meu olhar para Taehyung e vi que ele também me encarava. Por alguma razão, eu não conseguia quebrar o contato visual, e Taehyung também não.

Era estranho eu estar sentindo aquele mesmo friozinho na barriga que sentia quando estava com o Jimin?

Meu telefone tocou, indicando que era uma mensagem, o que fez com que o contato visual fosse interrompido.

— O que é?

— É o Jimin, ele está me convidando para sair amanhã.

— Aceita logo, princesa. – ri e respondi a mensagem. – Agora, antes que voltarmos para casa vamos fazer mais uma coisa.

— O que exatamente?

— Você vai ver.

***

— Isso é sério? – arqueei a sobrancelha enquanto Taehyung entrava animado no pedalinho.

— Eu vi esse lugar quando estava indo pra sua casa e pensei que fosse divertido. Vem. – ri da cara de criança feliz que o garoto fez e sentei ao lado dele. – Agora vamos viver perigosamente.

— Uh, cuidado pra não levar uma multa! Acha que estamos em Velozes e Furiosos: Operação Rio? – Taehyung riu.

— Isso é um lago, mas tenho que admitir que essa referência foi boa. Parece que alguém está se rendendo ao poder dos trocadilhos. – ele fez uma careta.

— Para de fazer essa cara se não eu te derrubo na água. – começamos a rir enquanto passeávamos pelo lago. A tarde foi muito mais agradável do que eu imaginei. Mesmo com Taehyung contando mais piadas ruins.

***

— Acho que devo colocar um vestido? Não, dependendo do que vamos fazer, acho melhor não. Mas será que eu... Tae? – ele não respondeu, então olhei para minha cama e ele estava lendo meu diário. – Ei! – rapidamente tirei o livro das mãos dele e guardei em uma gaveta.

— Adorei sua história sobre a poça d’água.

— Em minha defesa, eu tinha dez anos. E você não deveria ler o meu diário, é pessoal.

— Como se a sua cara de boba quando fala com o Jimin fosse segredo. – atirei uma almofada nele.

— Você não está ajudando! – me sentei na cadeira e cobri os olhos com as mãos, respirando fundo. Eu já estava nervosa porque tinha um encontro com o amor da minha vida e nesse momento Taehyung ainda me fazia sentir mais idiota do que já sou.

— Calma, eu só estava brincando! – ele veio até mim, pegou a outra cadeira e sentou na minha frente – Elle, olha pra mim.

— O que é? – ele suspirou.

— Eu nunca tive amigos de verdade antes, não sei bem como agir então me perdoe, não quis ser inconveniente, idiota e babaca.

— Você esqueceu do convencido.

— Isso também. Apesar de que eu acho...

— Taehyung!

— Tá, parei! Me desculpe, só quero que você se saia bem no seu encontro com o Jimin. A propósito, acho que você está linda, tenho certeza que ele vai te achar incrível.

— Como pode ter tanta certeza?

— Bem, porque eu achei. – olhei na direção dele e ele sorriu sincero.

— Obrigada então. Está desculpado.

— Elle, seu amigo chegou! – minha mãe gritou do andar de baixo e eu levantei me ajeitando.

— Já estou indo! – gritei de volta – Sai pela janela.

— Certo, vejo você amanhã. Tenha um ótimo segundo encontro. – ele me deu um beijo na bochecha e saiu.

— Até. – desci as escadas, me despedi dos meus pais e saí com Jimin. – Desculpe a demora.

— Que nada. A propósito você está linda. – sorri, provavelmente corada.

— Você também. Então, aonde vamos?

— Não sei, você gosta de patinar?

— Eu adorava quando criança.

— É que hoje está meio quente e eu pensei que talvez pudéssemos ir patinar. – ele sorriu. Ele fica tão maravilhoso sorrindo.

— C-Claro. – até me atrapalhei com as palavras – Vamos.

Enquanto caminhávamos, fiquei pensando o quanto minha relação com Jimin evoluiu. Acho que foi graças a Tae, que mesmo com as piadas ruins, é um ótimo amigo.

Amigo... É.

Apenas amigo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3 xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...