História Treinadora De Sexo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 61
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá. 👋🏻

Enfim, voltei com tudo novamente...

Quero apenas explicar um pouco da fanfic para vocês...

Jungkook tem 17 anos, mas podem imaginar a aparencia dele como quiserem, kkkk
A _____, no caso você, tem 25 anos.

A Fanfic vai ser escrita com mais partes hot's porque o foco é esse né, você treinar o Jungkook a transar...

Enfim...

Boa leitura 😊

Capítulo 1 - O quê eu vou fazer?


Fanfic / Fanfiction Treinadora De Sexo - Capítulo 1 - O quê eu vou fazer?

(Jeon Jungkook)

Acordo com os raios solares queimando minha pele, me levanto rapidamente para sair daquele lugarzinho quente. Saio da cama olhando para o despertador com a visão ainda meio embaçada, tento decifrar quantas horas eram, mas falhei drasticamente.

Vou ao banheiro fazer minhas higienes e me trocar para ao inferno no qual todos chamam de escola, menos os alunos. Desço para a cozinha e a primeira coisa que me deparo ao chegar, é meu pai com o celular em mão rindo, me aproximo vagarosamente para não chamar muito a atenção do mais velho tentando espiar.

— Jungkook, o que esta fazendo? – Perguntou e deixou o celular deitado no balcão, deixando meio difícil de enchergar algo.

— Bom dia... Pai. – Falo e saio de trás dele indo pegar uma caneca.

— Vai para aula hoje? – Perguntou pegando novamente o celular.

Coloco a caneca em cima do balcão e pego a garrafa térmica de café enchendo um tanto bom.

— Tenho outra opção? – Pergunto enquanto caminho para a geladeira pegando uma caixinha de leite.

— Não.

— Então... – Falo bebendo meu café.

Fiquei o café da amanhã inteiro sem falar nada com o meu pai, ele dava atenção apenas para o celular. Não que eu queira atenção, mas estou curioso para saber sobre oque e com quem ele tanto conversa... As vezes ouço ele falando no telefone com uma garota, se não me engano o nome dela é... (S/n), isso. Diferente e estranho.

— Tchau, pai. Tenha um bom trabalho. – Falo indo para a sala e pego minha mochila e escuto meu pai dizer "Até mais tarde filho".

Pego as chaves no chaveiro e a guardo no bolso, saio de casa fechando a porta e começo a seguir o caminho no qual sempre vou para a escola.

(....)

— Jungkook? Hey! – Acordo com o Yoongi me balançando.

— Que foi? – Olho para o mais velho em busca do motivo de ele ter me acordado.

— Esta na hora do intervalo, você não vem? – Pergunta me olhando.

— Vou, foi mal. – Sorrio.

Me levanto da cadeira e junto meu material, Yoongi observava com a maior cara de bunda, e eu continuei arrumando bem pleno sentindo que uma hora ou outra, ele iria me agredir.

— Você vai ficar com a Chloe hoje? – Yoongi me olha esperando uma resposta.

— Se ela quiser, sim. – Continuo andando.

— Eu ainda não apoio esse namoro. – Ele diz enquanto pegava o celular.

— Para de ser bobo. Ainda não estamos namorando, mas estamos quase. – Sorrio.

Ignoro a risada sarcástica do Yoongi e continuo andando, a Chloe prometeu me esperar na cantina, então fui para lá o mais rápido possível...

Quando chego no refeitório, procurei a menor com o olhar, mas fui surpreendido quando meus olhos foram tampados. Eu sabia que era a Chloe, por conta de sua altura.

— Chloe, pode me soltar, eu sei que é você. – Digo rindo.

— Jungkook, assim não tem graça brincar com você. – Reclama me soltandoe cruza os braços.

— Para de drama, pequena. – A abraço pela cintura e dou um selinho nela.

— Pensou no que eu te falei? – Pergutou e eu fiz uma expressão confusa.

— Como assim? – Pergunto confuso e ela revira os olhos.

— Você vai transar comigo ou não, Jungkook? – Pergunta direta, me assustando um pouco com seu vocabulário.

— Ah, pequena, seja mais gentil com as palavras. – Desvio o olhar constrangido.

— Para de enrolar e fala logo. – Ela diz se soltando dos meus braços.

— Amor, eu já disse que... Esse tipo de relações a gente faz apenas depois do... Casamento ou um relacionamento sério. – Falo meio nervoso e volto meu olhar para ela.

— Ou você esta com medo de me dizer que é virgem e não consegue ir para cama com uma mulher. – Disse alterada olhando para mim.

— Claro que não! – Digo um pouco mais alto que o normal.

— Cuidado, Jeon, a fila esta andando. – Ela diz sai andando para perto das amigas.

Solto um suspiro longo e volto para os corredores, Yoongi estava parado no mesmo lugar no qual tinha ficado, passo por ele e continuo andando até a minha sala. Quando vou entrar, o Yoongi me chama me fazendo parar.

— Como foi lá? Por que voltou com cara de bunda? – Pergunta parando ao meu lado sorrindo.

— Ela brigou comigo... Sobre aquilo de novo. – Falou e entro na sala.

— Qual é... Fala logo para ela que vcoê é virgem. – Yoongi diz entrando junto comigo.

— Não! Nem pensar. Ela já me disse que odeia pegar garotos virgens. – Falo me sentando no meu lugar.

— Então deixa ela ficar com o Jimin! – Ele bate os pés no chão já nervoso comigo.

— Não! Ele esta competindo comigo, não vou dar a vitória tão fácil assim. – Cruzo os braços olhando para o quadro negro.

— Esse é o seu problema, você é competitivo. – O mesmo se senta em cima da minha mesa e fica mexe do no celular.

— O que eu faço? – Olho para ele.

— Se você não quer perder ela, aprende a transar. – Yoongi soltou o celular e me olhou.

— Parem de usar essa palavra, é estranho! – Digo mostrando desconforto.

— Para de ser criança. Você pode aprender assistindo pornô, ou com aulas... – Fala malicioso.

— Suga, quem seria a louca que daria aula de como fazer sexo? – Pergunto desviando o olhar.

— Não precisa ser professora oficial, apenas uma mulher mais velha que saiba fazer e dar a opinião de como foi, oque mulher gosta... Ou um amigo que já fez, pode te falar oque fazer. – Ele diz olhando para mim.

— Suga... – Digo e ele arregala os olhos.

— Tu é gay, mano? – Pergunta me fazendo rir.

— Que? Lógico que não. Você não é mais virgem idiota, por isso pensei em você. – Rio.

— Menos eu, amigo. – Rio também e saiu de cima da mesa.

— Tu só me complica. – Falo rindo e volto a olhar o quadro.

— Se vira ai. – Ele fala e vai se sentar em seu lugar.

O sinal tocou e as aulas continuaram normalmente, mas eu nem chego prestar atenção no conteúdo, a única coisa que passa em minha mente é...

“O que eu vou fazer? Como vou conseguir fazer isso?”


Notas Finais


Espero que tenham gostado do primeiro capítulo... Não sei se gostam de capítulos longos ou curtos, mas eu encerro o capítulo quando alcança 1000 palavras...
Até o próximo, beijinhos. 🙃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...