História Três passos para a verdade - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Martina Stoessel, Personagens Originais
Tags Suspense
Visualizações 29
Palavras 1.795
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oooi amores! Nem demorou tanto assim né? Kkkkk fazem uns 7 dias mas pra mim uma eternidade kkkkkk
Enfim, sei que perceberam lá em cima “Martina Stoessel" então quero lhes explicar:
Vocês não imaginam todos os personagens? Então... Eu imagino a Tini fazendo o papel da Madeleine, como num filme... Então, se quiserem imaginar ela como Tini, imaginem. Se não... Soltem a imaginação aí! Kkkk boa leitura!
Amo vcs!

Capítulo 1 - De acolhedora, para aterrorizadora...


Fanfic / Fanfiction Três passos para a verdade - Capítulo 1 - De acolhedora, para aterrorizadora...

Pov's Madelaine

Meu nome é Madelaine andrews, e eu moro em Savannah, uma pequena, doce e acolhedora cidade localizada no estado da Geórgia.

Bom, doce e acolhedora até uns dias atrás...

Pois é! A amada e admirada Savannah, passou de acolhedora, para aterrorizadora... Pois hoje fazem exatamente 10 dias que várias crianças desapareceram, e o mais assustador é que todas desapareceram no mesmo dia... E Eu ainda não encontrei explicação... estou trabalhando no caso dia e noite, e até agora, nada! Algo que parasse impossível. Pois nada passar por mim! Eu costumo resolver toda uma investigação em minutos, e estou rodando nessa, a dias...

Billy: Senhorita Andrews... Está aqui desde ontem de manhã, deve voltar pra casa. Seu marido já ligou umas 500 vezes...

Madelaine: não é bem assim Billy, eu passei em todos os lugares onde as crianças desapareceram umas 700 vezes, e ainda não encontrei nada! Oque está acontecendo comigo? (Pergunto histérica)

Billy: cansaço e mente sobrecarregada... Precisa ir pra casa, tomar um banho e relaxar... Você precisa de tempo!

Madelaine: tempo? Você não está entendendo Billy. Aquelas crianças não tem tempo! Os pais dela não vêem o tempo, a morte. Não tem um tempo! Ela só chega, e eu não vou permitir que nós apenas encontremos essas crianças a 7 palmos do chão! Os pais estão desesperados, assim como todos os cidadãos! Então por favor, a menos que você tenha alguma novidade sobre o caso. Não venha falar comigo! (Falo firme)

Billy: sim senhora... (Saio da sala)

_Enquanto isso_

Richard: eu não sei mais oque fazer com ela mamãe! A vida dela é apenas trabalho... E nosso casamento está afundando por conta disso!

Marie: precisa dar tempo ao tempo meu filho... Com o desaparecimento dessas crianças, ela não pode descansar! Pois todos dependem dela. Se ela não continuar procurando, quem vai procurar?

Richard: ela é perita! Não cão de caça!

Marie: não sei se você se lembra, mas o trabalho dela é: buscar, descobrir, solucionar e a cima de tudo, encontrar! Então pare de pensar só em você, porque se a Mad voltar pra casa para ser a esposa exemplar, Savannah inteira vai desmoronar!

Richard: dane-se Savannah e todos que habitam nela! Eu só quero minha esposa de volta, ela não é mais a mesma desdo....

Marie: eu sei! (O interrompo) mas justamente por conta do que aconteceu, que você precisa ser paciente com ela... Sabe o quanto ainda dói!

Richard: não deveria doer... Já fazem 9 anos!

Marie: a dor passou em você?

Richard: bom, eu já não me importo tanto...

Marie: (reviro os olhos) quer que seu casamento dure? Pois bem, faça um jantar romântico, vá até o trabalho dela e a traga pra casa... Ela ama você Richard, seja gentil, que ela deixará o trabalho de lado por alguns minutos, e virá te fazer companhia... (Ponho a mão no ombro dele) se não der valor aos poucos momentos que passa com ela, ela achará outro que dará! (Saio da casa)

Richard: (suspiro e passo as mãos na cabeça) aí Madeleine, oque eu não faço pra te ter em casa? (Falo sozinho)

_Na delegacia_

Madelaine: BILLY? VENHA AQUI, RÁPIDO! POR FAVOR! (grito)

Billy: (vou até ela) chamou? Encontrou alguma coisa?

Madelaine: encontrei! Encontrei sim! (Sorriu) aqui... (Ponho em um vídeo no computador) veja... (Passo algumas partes do vídeo e depois coloco em outros vídeos)

Billy: (olhando os vídeos atenciosamente) meu Deus...

Madelaine: não é apenas uma pessoa... São várias, e analisando a maneira em que eles trabalham, quem está na liderança, não está pra brincadeira... (Olho pra ele) estamos lidando com pessoas acostumada a fazer coisas assim Billy... É algo mais sério do que parece!

Billy: (engulo seco) e oque a senhora quer que façamos?

Madelaine: ligue para todas as delegacias do Estado, quero saber se algo parecido aconteceu por lá... E mande os vídeos para o nosso agente de computação. Preciso que ele indentifique as placas, e oque mais der pra achar...

Billy: sim senhora, e até sairem os resultados... Oque a senhora vai fazer? Avisar pros moradores?

Madelaine: Não, eu vou continuar procurando e ligando os pontinhos. Quanto aos cidadãos... Não podemos afirmar nada, criaria tumulto e a preocupação só iria aumentar! Apenas faça oque eu lhe pedi... E rápido, não podemos bobiar...

Billy: Sim senhora (pego o pen drive no computador onde contém os vídeos e saio da sala)

Madelaine: aí meu Deus... Me ajude a solucionar, essas crianças precisam ser encontradas! (Falo sozinha e volto a trabalhar)

_Mais tarde_

Pov's Richard

Bom, eu levei em consideração o concelho da minha mãe, e acabei de fazer um jantar maravilhoso...

Eu e a Madelaine somos casados a 6 anos, e faz tempo que não temos um tempinho só pra nós, acho que ela vai gostar...

Enfim, organizei tudo e sai às pressas até a delegacia, não era tão longe dali. Mas eu precisava correr, antes que ela entrasse ainda mais fundo no trabalho e esquecesse completamente de mim kkkk

Richard: (chego na delegacia entro vou até o escritório dela bato na porta e entro devagar)

Madelaine: (analisando uns papéis de costas pra porta) escuta Billy, se for você, é melhor nem vir pedir pra folgar... (Falo concentrada nos papéis)

Richard: (vou devagar até ela e tapo os olhos da mesma com minhas mãos) adivinha? (Sussurro no ouvido dela)

Madelaine: (sorriu) amor... Oque faz aqui? 

Richard: (riu e tiro as mãos do rosto dela e ela vira pra mim) ué, vim fazer uma visita a minha esposa (sorriu)

Madelaine: eu sei... Tô passando muito tempo aqui e esquecendo de ir em casa, olha amor eu...

Richard: eieiei... (a interrompo) eu não quero que der explicações, sei do seu trabalho e dos sacrifícios que tem que fazer para cumpri-lo (seguro delicadamente no rosto dela)

Madelaine: eu sei que sabe, mas não é justo com você, não é justo com a gente! (Falo calmamente olhando nos olhos do mesmo)

Richard: eu prometo esquecer todas as vezes que ficou ausente, se vir comigo agora... Vamos pra casa, a gente janta, assiste um filme. Dorme e descansa um pouco... Eu sei que você precisa está aqui, mas meu amor... Você é humana, não uma máquina... Precisa descansar, nem que seja por uns minutinhos...

Madelaine: eu não sei não...

Richard: vamos Madeleine, eu vim até aqui (sorriu malicioso)

Madelaine: não sorrir desse jeito (riu) vamos embora logo!

Richard: isso! Sabia que esse sorriso te convenceria a vir (riu)

Madelaine: muito convencido o senhor (riu coloco os papéis em uma pasta e guardo na gaveta)

Richard: (cruzamos nossos braços e saímos da sala)

Madelaine: Alfred? Avisa pro Billy que talvez eu não volte essa noite, mas que amanhã cedinho eu tô aqui!

Alfred: sim senhora (sorriu)

Pov's Richard

Saímos da delegacia e fomos pra casa, a Mad parecia está um pouco mais feliz que todas as outras vezes que veio pra casa, logo chegamos e eu abri do carro pra ela, e entramos em casa...

Madelaine: eu vou tomar um banho e a gente pede uma pizza, tá bom? (Falo tirando o salto)

Richard: pizza? Oh meu amor.... (Abraço ela pela cintura) o nosso jantar já está pronto (beijo o pescoço da mesma)

Madelaine: (riu ao sentir cócegas) você cozinhando? Faz tempo que não vejo isso...

Richard: pois é, por você. Eu faço milagres (riu)

Madelaine: aí, então já que é assim, quando formos dormir, faz uma massagem nos meus pés, porquê eu necessito! (Riu)

Richard: tranquila, eu faço oque você quiser (coloco uma mecha do cabelo dela atrás da orelha da mesma)

Madelaine: eu amo você (falo com os olhos brilhantes e beijo o mesmo)

Richard: (retribuo e sorriu) eu também amo você! Agora vem... (Seguro na mão dela e caminho até a cozinha)

Pov's Madelaine

Nós jantamos, conversamos, brincamos e rimos bastante, digamos que tivemos uma noite da qual fazia tempo que tínhamos tido... Tivemos a famosa: “Noite perfeita".

E eu por alguns minutos me vi feliz em meio a tanto caos. De fato o Richard me acalmava, porém com o passar das horas, quando já estávamos deitados na cama, tudo voltou ao normal a bomba de realidade explodiu na minha cara, tirando de mim o conforto e toda despreocupação...

Madelaine: (ouço meu celular tocar e pego o mesmo no criado mudo)

*Ligação on*

Madelaine: Oi? (Falo sonolenta)

Billy: Senhorita Andrews? Interrompi alguma coisa?

Madelaine: vai direto ao ponto, Billy!

Billy: sim, claro. Escute... Precisa vir pra cá agora, encontramos o corpo de uma das crianças...

Madelaine: aí meu Deus... (Falo aflita) eu chego aí em 3 minutos, me mande a localização por mensagem! Tchau... (Desligo)

*Ligação off*

Richard: diz que você não vai precisar sair... (Falo sonolento abraçado com a mesma)

Madelaine: me perdoa meu amor, mas o dever chama por mim (viro pra ele beijo o mesmo e me levanto)

Richard: (suspiro) irei soltar fogos, quando você passar uma noite inteira aqui...

Madelaine: sabe que não é culpa minha! (Falo vestindo a roupa) agora realmente preciso ir, beijos, amo você! (mando um beijo no ar)

Richard: é... Ama sim... (Falo sem ânimo e viro de costas)

Madelaine: (suspiro e saio)

Pov's Madelaine

Olhei a mensagem com a localização e dirigi até o lugar, a equipe inteira de polícias já estava lá, por sorte, não tinha nenhum cidadão ali...

Madelaine: então?

Carla: criança de aparentemente 7 anos... Sexo masculino! Foi encontrado por um jardineiro que costuma caminhar por aqui...

Madelaine: que pessoa em sua sã consciência caminha as 3 horas da manhã? (Falo colocando nas luvas e indo até o cadáver) era isso que eu temia...

Billy: já tem ideia de como aconteceu?

Madelaine: tenho, tenho sim... (Me abaixo da altura do corpo e examino o mesmo e depois olho em volta)

Billy:  oque foi? 

Madelaine: quem trouxe o corpo, ainda está por aqui... (Falo olhando pra floresta)

Billy: aqui na cidade? Ou aqui, tipo, aqui?

Madelaine: ambos... Jonny? Levem os cães por ali (aponto) não estou com um presentimento não muito bom...

Billy: é... Acha que essa criança foi assassinada hoje? Aqui? Devo falar com as pessoas da rua? Pra perguntar se ouviram algo?

Madelaine: não. E ela não morreu hoje, foi assassinada a três dias atrás... Olhe a cor da pele...

Billy: ele sofreu?

Madelaine: sofreu, veja as marcas no pescoço (aponto) foi estrangulado até morte... Enfim. Leve o corpo pro necrotério, irei terminar a análise por aqui, e já passo lá!

Billy: sim senhora... Aviso ao delegado que achamos uma das crianças? 

Madelaine: avise que encontramos uma criança, mas ela não faz parte dos desaparecidos... 

Billy: espera, oque? 

Madelaine: análise novamente as fotos Billy, essa criança não é nenhuma das 10 que desapareceram... É outra, ou seja quem  sequestrou aquelas outras, também sequestrou essa daqui... Quer fazer um bom trabalho? Memorize os rostos das crianças desaparecidas. Não saia dando anúncios falsos por aí! 

 Billy: sim senhora, me desculpe. Não vai se repetir...


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Até! ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...