História Três passos para a verdade - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Martina Stoessel, Personagens Originais
Tags Suspense
Visualizações 19
Palavras 1.843
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, algo que quero esclarecer! O nome da personagem é Madelaine! Só que meu teclado buga. E escreve “Madeleine" kkkkk mas relevem tá? Kkkkkk tem o mesmo significado e a mesma pronúncia!

Aaah, tô amando os comentários de vcs. Kkkk FBI tá perdendo

Capítulo 3 - É algo pessoal!


Fanfic / Fanfiction Três passos para a verdade - Capítulo 3 - É algo pessoal!

Pov's Madelaine

O choque foi tão grande que eu não consegui me levantar, segui chorando ajoelhada no chão. E meus amigos tiveram que me ajudar, eu eu perdi completamente a movimentação do meu corpo.... A cada vez que eu olhava pro bebê, recomeçava a chorar. Até que me pegaram no colo e me levaram pra casa....

_Minutos depois_

Madelaine: (no quarto sentada na cama olhando pro nada enquanto lágrimas caem)

Richard: meu amor? (Sento ao lado dela) quer conversar?

Madelaine: não Richard, eu não quero falar sobre isso...

Richard: mas se não falar, irá ficar ainda pior... Não pode ficar se torturando com isso... (Acaricio delicadamente o rosto dela)

Madelaine: quer que eu fale oque Richard? Que quem sequestrou e matou essas crianças quer me afetar? Que ao ver oque vi hoje lembrei de algo que eu não queria lembrar? É sobre isso que você quer que eu converse?

Richard: olha, amor... Só tenta não pensar nisso. Larga o caso, você precisa descansar!

Madelaine: você não entende amor. Não é mais trabalho, não é mais uma investigação... É algo pessoal! É um acerto de contas... E por minha causa, todo mundo da cidade vai pagar! (Falo chorando)

Richard: não, não é verdade... Porquê acha isso?

Madelaine: porquê de todos os corpos. O do bebê de dois anos, estava exatamente  igual ao do... (Abaixo a cabeça e lágrimas caem)

Richard: foram apenas conhecidências, não se culpe por algo da qual você não tem culpa (abraço ela)

Madelaine: (retribuo enquanto choro)

_Minutos depois_

Richard: vem, vamos assistir tv, quem sabe lá tem algo que possa animar (pego o controle e ligo a tv)

Madelaine: (olho pra mesma)

*Vídeo televisivo on*

Repórter: os cidadãos de Savannah estão assustados, oque era pra ser uma cidade calma e aconchegante, virou cena de seriado...

A algumas semanas atrás cerca de 11 crianças desapareceram. Na madrugada e na manhã de hoje, 5 foram encontradas... Deixando assim todos os cidadãos em desespero

*Vídeo pausado*

Richard: eu vou desligar isso!

Madelaine: não, deixa... Eu quero ver.

Richard: (suspiro e retiro o vídeo da pausa)

*Vídeo retomado*

Repórter: motivo dos sequestros e das mortes ainda não foram revelados... Segundo a polícia o caso continua impossível de se solucionar. A única pessoa capaz de desvendar o caso na cidade, era a perita criminal Madelaine Carson Andrews. Que hoje pela manhã entrou misteriosamente em desespero... Uns estão falando que o emocional dela é fraco para alguém que já meche com isso a bastante tempo... Enfim, um dos chefes da delegacia, afirmou não saber se ela retornará ao caso. Então eu lhe pergunto cidadãos de Savannah, se até nossa perita criminal entrou em desespero com a gravidade dos crimes, como nós deveríamos ficar? Essas e outras notícias só aqui, no Savannah Geórgia News!

*Vídeo off*

Madelaine: eles acham que eu sou fraca... (Falo enxugando as lágrimas)

Richard: não amor, não acham não...

Madelaine: para de mentir pra mim Richard, eu acabei de ouvir! Ok? Não tem como você me enganar...

Richard: eu sei... Quer alguma coisa?

Madelaine: que me deixe sozinha... Eu preciso descansar (deito)

Richard: (beijo a cabeça dela e saio do quarto)

_02 da manhã_

Madeleine: (ouço meu celular acordo pego o mesmo e atendo)

*Ligação on*

Billy: sei que é errado ligar pra senhora agora... Mas precisamos de você!

Madelaine: encontraram mais corpos?

Billy: não, mas encontramos coisas no bebê de dois anos que a senhora deveria dar uma olhada...

Madelaine: eu já chego aí... (Falo sem ânimo e desligo)

*Ligação off*

Richard: vai dar mesmo uma de forte e voltar a trabalhar agora? Passou a tarde inteira definhando! E agora vai assim? Dar uma de durona? Precisa largar esse caso! Essa investigação não é pra você Madeleine! (Falo bravo)

Madelaine: você não entende! As pessoas dependem de mim, se eu não lutar pra procurar as outras crianças. Mais mães irão sofrer, e eu sei o quão terrível é a dor que muitas estão sentindo! (Falo sentando na cama)

Richard: isso não vem ao caso, Mad! Não sei se você se lembra mas você falou: “que não podia se envolver." E não sei se ja percebeu, mas você já está envolvida! Tem que sair fora. Tem que esquecer isso! Esse caso está acabando com você! (Falo preocupado olhando nos olhos dela)

Madelaine: Não dá Richard! São crianças! Ok? Crianças que morreram, e várias outras por aí que podem estar possivelmente mortas! E eu preciso encontrá-las, preciso descobrir oque aconteceu!

Richard: não, não precisa! Porque isso deixou de ser um caso, virou um jogo! Quem fez isso está jogando com você e te fazendo andar em círculos! (Falo bravo)

Madelaine: eu não me importo, eu vou continuar na investigação! (Levanto e troco de roupa)

Richard: Mad...

Madelaine: eu amo você Richard, mas tenho que continuar no caso... (Pego meu celular) eu volto às...

Richard: não precisa dizer a hora. Sei que nunca chega no horário que gostaria de chegar!

Madelaine: (vou até ele e o beijo) prometo que vou tentar...

Richard: (retribuo) não quero que tente voltar cedo pra casa, quero que tente parar de trabalhar...

Madelaine: (saio)

Pov's Madelaine

Emocionante eu estou um lixo, mas esse é meu trabalho não é? Colocar as investigações em primeiro lugar... Mesmo que eu esteja morrendo em cima de uma cama...

Enfim, cheguei até o necrotério e adentrei o mesmo.

Madelaine: oi... Oque encontraram?

Billy: nas câmeras ou nos corpos?

Madelaine: em ambos...

Daniel: bom, em 3 corpos encontramos mais palavras, no bebê de aparentemente 2 anos. Encontramos algo em especial...

Madelaine: e nas câmeras?

Alfred: essas a senhora só precisa saber depois que ver tudo...

Madelaine: bom, então me mostrem!

Daniel: e a senhora aguenta?

Madelaine: tá achando que eu sou quem? Você?

Billy: (riu e tiro 3 corpos das gavetas) desliguem a luz...

Pov's Madeleine

Assim que eles desligaram a luz me aproximei dos corpos e comecei a ler oque estava escrito nas barrigas dos mesmos...

Madelaine: “11 crianças agora e mais 11 crianças depois... A soma dos dois números soa familiar pra você?" (Leio) aí meu Deus...

Daniel: vocês entenderam alguma coisa?

Madelaine: acho que sim... Quero ver o último corpo!

Alfred: tem certeza?

Madelaine: Sim!

Alfred: tá bom... (Ligo a luz e puxo o corpo do bebê de dois anos da gaveta)

Pov's Madelaine

Ao ver novamente o corpo daquele garoto, meu mundo paralisou. Eu não conseguia ouvir mais nada do que os rapazes falavam pra mim...

Então segundos depois flashback's começaram a surgir...

*Flashback on*

Otávio: nossa supergril! (Sorriu)

Madelaine: que nada... Qualquer pessoa teria conseguido!

Otávio: qualquer pessoa? Estamos atrás dessa gangue a 3 anos... E você prendeu eles em 3 dias! E o mais surpreendente, é que foi sua primeira investigação! (Sorriu) por isso que pulou várias séries escolares e fez rápido a faculdade, você tem oque? 17 anos?

Madelaine: sim (riu) agora, com licença senhor! Eu preciso ver urgentemente meu filho! (Sorriu)

Otávio: pode ir, dê um beijo no bebê por mim. E um abraço por Richard!

Madelaine: pode deixar!

Pov's Madelaine

Fui as pressas pra casa, pouco me importa os prêmios ou as investigações, eu só queria mesmo ver e abraçar o meu pacotinho de fraldas, até porque, cada minuto longe dele, parece uma eternidade....

Madelaine: (estaciono o carro e saio do mesmo) Oioioi! (Falo indo até o gramado)

Miguel: Mamã! (Falo sorridente e bato palmas *foto a cima*)

Madelaine: oi meu bonequinho (pego ele no colo e o rodo do ar) quem é o bebê mais lindo da face da terra ãn? (Sorriu)

Miguel: (rindo)

Madelaine: espera, espera, espera.... (Falo calmamente fazendo o mesmo parar de rir) quem é a pessoa que mais me ama no mundo?

Miguel: eu! (Falo com a voz fofa e sorriu)

Madelaine: e quem é a pessoa que mais te ama no mundo? (Sorriu)

Miguel: Tetê (falo colocando o dedo indicador delicadamente na testa dela indicando ser a mesma e sorriu)

Madelaine: Isso meu amor, sou eu sim! (Encho ele de beijos)

Miguel: (riu)

Richard: (vou até eles) Oi amor (beijo a mesma)

Madelaine: (Retribuo e sorriu) Oi

Richard: põe esse bebezinho no chão, porquê ele precisa mostrar uma coisa!

Madelaine: mes diz que eu não perdi os primeiros passinhos...

Richard: só um pedaço... Ele guardou o resto pra você, né filhão? (Riu pego ele do colo dela e o coloco no começo do gramado) agora vai mais pra trás amor...

Madelaine: (Dou uns passos atrás) tá bom?

Richard: sim, tá ótimo... (Vou até ela) vem filhão! Vem...

Madelaine: Vem amor, vem pra mamãe! (Sorriu e faço sinal com as mãos indicando pra ele vir até mim)

Miguel: mamã! (Falo sorridente e dou uns passinhos)

Pov's Richard

Os olhos da Madelaine brilhavam ao ver o Miguel andando, e eu não conseguia parar de sorrir. De fato, Madelaine e Miguel era as melhores partes de mim...

Enfim, me perdi nos pensamentos de quão grato eu estava por tê-los na minha vida, até que fui trazido ao mundo real com um grito da Madeleine e ao olhar pro chão em direção ao Miguel. Vi o mesmo desacordado, cheio de balas e repleto por sangue... Então foi ali. Que nosso mundo desabou...

Madelaine: Acorda amor, acorda... Você precisa acordar pra brincar com a mamãe! Vai... Você não pode dormir agora. Tava caminhando até mim! Não lembra? Acorda meu filho... (Falo chorando)

Richard: (vou devagar até eles enquanto lágrimas caem)

Madelaine: filho? Acorda... Responde pra mamãe, quem mais ama você na face da terra? (Falo com voz trêmula enquanto choro)

Richard: Mad...

Madelaine: não, quieto! Ele vai responder... (Falo abraçada com o corpo) vamos filho... Responde a mamãe! Quem você mais ama no mundo? (Pergunto chorando)

Miguel: (...)

Richard: (abraço ela de lado enquanto choro)

Madelaine: precisa acordar meu amor... Precisa acordar pra brincar com a mamãe... (Falo lentamente chorando)

*Flashback off*

Billy: Madelaine? Senhorita Andrews? Ta tudo bem?

Madelaine: (enxugo a lágrima no meu rosto e olho pra ele) sim?

Billy: já leu oque está escrito? Podemos guardar o corpo?

Madelaine: não, eu não li não... Espera (olho pro cadáver e leio)

Daniel: e ai? Eu tô no fundo da sala... Se leram pra mim oque esta escrito, eu agradecerei...

Madelaine: está escrito: “porquê encontrar um culpado, se o culpado é você?"

Daniel: você, tipo... A senhora?

Madelaine: temo que sim... guardem o corpo. Onde estão as gravações das câmeras?

Alfred: na delegacia... Vamos.

Pov's Madelaine

O caminho pra delegacia parecia interminável, e como se não bastasse ver o corpo mais uma vez, os flashback's ficavam me aterrorizando...

Enfim, depois de um tempo. Finalmente chegamos...

Alfred: (entro na sala e coloco o vídeo pra rodar)

Daniel: a senhora Albert, sabe mentir direitinho né?

Madelaine: ela não conseguiu mentir pra mim... (Falo assistindo o vídeo)

_Minutos depois_

Madelaine: volta! Volta, ali...

Alfred: (volto o vídeo)

Madelaine: pausa e dar zoom!

Alfred: (faço oque ela diz)

Madelaine: não pode ser...

Alfred: achamos que estávamos vendo demais... Quer que mandemos a polici...

Madelaine: não! (O interrompo) eu sou a perita né? Eu vou investigar... Quando eu tiver ainda mais provas, entro em contato com vocês. Até lá...

Alfred: boca fechada. Sabemos!

Madelaine: Obrigada, preciso ir... Quanto mais cedo eu souber a verdade. Mas cedo esse pesadelo acaba!


Notas Finais


Ateeeeee! Kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...