História Três segundos - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Eren Jaeger, Levi Ackerman "Rivaille"
Tags Abo, Ereri, Ermin, Riren
Visualizações 132
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


hehhehehhe, vocês não me esperavam aqui tão cedo, não é? então sem mais delongas... Espero que gostem!

Capítulo 8 - 8


Fanfic / Fanfiction Três segundos - Capítulo 8 - 8

Eren pov on

A ficha ainda não havia simplesmente caído, Mikasa, a nossa Mikasa tinha um irmão!
Armin e eu nos sentamos no sofá, pedimos para que ela explicasse melhor tudo aquilo. Ela foi bem simples e nos contou mais sobre o dia que havíamos nos conhecido

Flashback Mikasa  pov on

Como em toda história clichê estava chovendo, mas não tinha nada haver com os acontecimentos daquele final de tarde, era mais porque estávamos em uma época chuvosa. Eu e Marco estávamos esperando nada ao certo naquela parada de ônibus, eramos amigos desde muito tempo no orfanato ao qual havíamos acabado de fugir. Ele não gostava das freiras de lá e eu simplesmente queria minha independência –que tola- enfim, ficamos naquela parada até escurecer e aí desistimos de pegar o ônibus e fomos andar pela cidade. Estávamos sujos, com fome e frio. Eu queria voltar para o orfanato mas Marco insistia naquele plano absurdo que só dava certo na cabeça dele. O inevitável aconteceu, homens maldosos com más intenções nos abordaram. Por muito pouco conseguimos fugir e ali eu me revoltei e acabei brigando com o garoto que antes era tão importante para mim, o considerava como um irmão e mesmo depois desses anos todos o considero mas aquilo era gota d’água retornei para o orfanato onde fui adotada pela família Arlert, ganhando assim um novo irmão.

Anos depois reencontrei com Marco e por incrível que pareça ainda nutria um carinho por ele, ele estava bem, ou pelo menos era o que dizia, havia voltado dias depois para o orfanato mas constatou já ser tarde demais já que eu não estava mais lá. Então até os dias de hoje nossa relação se resume nisso. Ele se descobriu um beta assim como eu e atualmente estava num harém de um cara chamado Reiner.

Flashback Mikasa pov off

-Ele havia vindo hoje com mais uma de suas propostas absurdas, queria que fizesse um trabalho sujo para ele, soube que eu estava precisando de dinheiro e veio se aproveitar disso! As vezes ele me cansa!

Armin e eu nos olhamos cumplices e abraçamos a garota em seguida, sabíamos que quando a mesma criava afeto por alguém dificilmente esse afeto se perdia e por isso ainda deve esta muito triste pela vida que o irmão de consideração leva. Este Reiner não parecia alguém muito confiável.

Levi pov on

Havia ido com Hange olhar alguns apartamentos, mas aquela cabeça oca só tinha hoje livre? Logo no dia da inauguração? Não tive muita escolha e a acompanhei em seguida tive um encontro de negócios com um de meus “fornecedores”, ele havia alugado um quarto em um prédio que não me dei ao trabalho de ver qual, o fornecedor  estava acompanhado de um Beta que pedi/ordenei que o tirasse dali para ficarmos a sós para podermos conversar melhor. O beta saiu meio desconfiado, não o vi mais aquela noite, quando saí da reunião ele parecia que já havia ido embora!

Na reunião havíamos tratado sobre um dos carregamentos, e o porque de esta atrasando no pagamento, ele me disse que iria resolver aquilo o mais rápido possível e que em menos de dois dias eu teria o dinheiro em minhas mãos. Eu lhe disse que esperava que aquilo ocorresse ou teria de resolver aquilo com minhas próprias mãos e não ficaria nada bom para o mesmo. Ele engoliu em seco e a reunião acabou por ali mesmo. Na saída não vi o beta e nem me importei tanto com este detalhe. Mas ao sair do elevador já pronto para ir para o meu carro onde o motorista me esperava, acabei por cruzar com o pirralho ao qual eu estava ajudando a um tempo atrás, ele me parecia só o pó, deduzi que a inauguração havia sido um sucesso. Perguntei o que fazia ali então uma ficha caiu do porquê eu esta achando aquele prédio tão familiar já havia estado ali anteriormente, duas vezes para ser mais exato. Dei uma desculpa barata que estava cansado por causa da preparação para inauguração, coisa que era mentira, organizava coisas como aquela todos os dias pelo lap top, aquela cafeteria só era mais uma filial, só estava gastando mais do meu tempo com ela por causa que estava planejando transferir a matriz da França para cá, havia muitas cafeterias espalhadas pela França- claro que nenhuma tão boa quanto a minha, mas isso não vinha ao caso- e por isso pretendia transferir a matriz para cá  por causa disso aquela cafeteria era um pouco mais importantes que as outras, eu pretendia ver a aceitação do publico para aquele tipo de bebida mais sofisticada que um simples café preto. E pela cara de cansaço do garoto a inauguração havia sido um sucesso! Só esperava que o fluxo continuasse tão bom quanto no primeiro dia. Me despedi rapidamente de Eren ainda teria assuntos a tratar e um jantar inadiável com algumas pessoas de grande influencia naquela cidade.

*_*_*_*_*_*_*_*_

O jantar havia ocorrido como planejado, pessoas ricas são facilmente influenciáveis, deixei com que pensassem que estavam me controlando quando na verdade eu segurava as linhas por detrás*.

Chegando ao hotel, eu ainda estava ali, mas não por muito tempo, Hange e eu havíamos escolhido um bom apartamento para mim, agora só faltava a mudança para a cobertura que eu havia comprado, umas vantagens de se esbanjar dinheiro é poder comprar este tipo de coisa.

Ao chegar no hotel verifiquei se meu quarto estava devidamente limpo e sem sinais de qualquer passagem de pessoas ali, tinha de me certificar que não havia veneno em nada ali, pois nunca se sabe quando querem sua cabeça, não é mesmo? Check-in concluído fui tomar meu banho, a banheira do hotel era bem espaçosa o que me permitia ficar completamente esticado dentro dela, o cheiro de pinho era refrescante, havia pessoas que o achassem enjoento, eu particularmente não as entendia, era um cheiro de limpeza! Elas se enjoam de coisas limpas?

Com meu banho tomado me sequei e vesti uma roupa para dormi, ajustando o alarme para as 5:15 da manhã

.....

 


Notas Finais


E foi isso pessoal! espero que tenham gostado!
*uma referencia a um show de marionetes, pois sempre há alguém por trás controlando tudo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...